jaspion89

Jones detona ideia de Khabib ser o maior de todos os tempos:"15 cinturões contra 4. Estão malucos?

Recommended Posts

14 minutos atrás, M.A.D disse:

O que penso dele é que foi um genio a frente do seu tempo na busca por soluções de melhora de desempenho. A questão de trapaceiro é porque criou um esquema gigantesco que envolvia outras pessoas apenas para beneficiá-lo. Não era algo justo  e dividido com a equipe. Sem isso, duvido muito que teria ganho tudo o que ganhou.

Aquela historinha dos caras " ele me obrigava a tomar ou eu não era da equipe etc" para caras que ja estavam no TOP do ciclismo mundial? Tu acredita mesmo nisso? Para mim grande maioria já tomava e por isso estavam entre os TOPs... sobre o esquema gigantesco como se fosse ele que " mandasse" para mim em grande parte foi bode expiatório, é só ver os acordos que fizeram com os outros ciclistas que usavam  par delatarem.

Share this post


Link to post
Share on other sites
16 horas atrás, Rucci disse:

Sobre ele ter sido exaustivamente estudado, discordo. Ele é campeão da categoria há apenas 2 anos e os lutadores em geral focam mais nos desafios imediatos que tem a sua frente. Khabib foi estudado basicamente pelos treinadores dos adversários que enfrentou ou contra quem foi casado, ainda que a luta não tenha rolado. O que eu já vi acontecendo recentemente foram alguns wrestlers que passaram a implementar o jogo dele de grade com o triângulo travando as pernas do adversário e as progressões que ele costuma fazer dessa posição, mas isso é uma abordagem que incorpora alguns elementos ofensivos do jogo dele, mas não apresenta uma saída para essa situação.
A trocação dele é eficiente para o que ele pretende fazer, que é travar o oponente para levá-lo para a grade, mas antes de dizerem para a Ronda que ela era boxeadora ela também fazia algo muito parecido com isso. Mas eu citei o nome dela não para dizer que eles são tecnicamente idênticos, não são, mas para lembrar que, com tempo suficiente todo jogo, ainda que dominante, pode ser estudado ao ponto de ser superado.

 

 

Tudo. Defesas ofensivas no solo para as posições mais comuns do jogo dele, como mantê-lo em pé com movimentação e ataques eficientes sem ficar apenas caçando a cabeça que ele esconde relativamente bem, como não se afobar estando no cage com ele e jogando fora oxigênio que você vai precisar para se manter na luta. A coisa mais irritante em algumas das lutas dele é ver os caras aceitando a pressão por ele simplesmente andar na direção deles, isso aí tem muito jogo psicológico envolvido e você não o viu tentar essa tática com o Conor, por exemplo que ele sabe que não cairia tão facilmente nela.
Mas devolvendo uma pergunta, você acha que se fosse treinar alguém para enfrenta-lo a solução seria o que, sentar e chorar? É isso que me irrita no comentário de alguns que parecem achar que um sujeito é dominante porque é e ponto, que não tem solução alguma que funcione. Se todo mundo pensasse assim ainda teríamos o evento dominado por jiu jiteiros. O MMA é dinâmico. Estilos dominantes vem e vão, até serem estudados ao ponto de serem decifrados e anulados.
Tem muita tentativa e erro para se aperfeiçoar uma estratégia contra um jogo difícil mas é só isso, ninguém é invencível a menos que nunca entre numa briga.

É claro que no MMA atual, as grandes equipes possuem uma baita estrutura por trás com ótimos treinadores observando tudo pra montarem uma estratégia pros seus atletas. MJ tinha por trás o Henri Hooft, RDA tinha o Cordeiro, Poirier os caras da ATT, Gaethje o Trevor Wittman, Barboza o Mark Henry e Cachorrão, é só a nata mesmo, e mesmo assim nenhum conseguiu parar o jogo do Khabib com meses de camp, observando lutas, detalhes, erros, etc. Todos se prepararam exaustivamente pra mesma coisa, ninguém conseguiu parar

Sobre a comparação com a Ronda, é válida até certo ponto, embora eu tenha entendido. A americana já havia passado aperto contra a Miesha na segunda luta, por exemplo, tava bem parelha e sabe-se lá pq ela tentou levar a Ronda pro chão, acabou se ferrando, coisa que com o Khabib nunca aconteceu. Outra coisa, o jogo dela se resumia muito ao judô. Eu não lembro da Ronda tentando uma queda de single ou double em alguém, variando do frestyle pra grego, do judô pro wrestling, diferente do Khabib que já vimos fazer esse tipo de variação. Contra o Barboza ele tentou quedar na grade utilizando o double, daí já variou pra um ouchi gari quedando, contra o RDA o brasileiro foi tentar um double e o Khabib já reverteu usando um osoto gari, contra o MJ quedou utilizando a greco clinchando. O cara nasceu treinando wrestling numa região que é fortíssima na modalidade, é bicampeão mundial de sambo e preta de judô. ninguém no MMA tem tais credenciais dentro do grappling se a gente parar pra analisar. Fora que quando ele consegue quedar, vem o domínio no chão que é algo totalmente diferenciado utilizando detalhes que fazem a diferença, não é nem jiu-jitsu, já é algo que foi adaptado pelo pai dele dentro do cage. 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
55 minutes ago, Lucas Timbó said:

É claro que no MMA atual, as grandes equipes possuem uma baita estrutura por trás com ótimos treinadores observando tudo pra montarem uma estratégia pros seus atletas. MJ tinha por trás o Henri Hooft, RDA tinha o Cordeiro, Poirier os caras da ATT, Gaethje o Trevor Wittman, Barboza o Mark Henry e Cachorrão, é só a nata mesmo, e mesmo assim nenhum conseguiu parar o jogo do Khabib com meses de camp, observando lutas, detalhes, erros, etc. Todos se prepararam exaustivamente pra mesma coisa, ninguém conseguiu parar

Sobre a comparação com a Ronda, é válida até certo ponto, embora eu tenha entendido. A americana já havia passado aperto contra a Miesha na segunda luta, por exemplo, tava bem parelha e sabe-se lá pq ela tentou levar a Ronda pro chão, acabou se ferrando, coisa que com o Khabib nunca aconteceu. Outra coisa, o jogo dela se resumia muito ao judô. Eu não lembro da Ronda tentando uma queda de single ou double em alguém, variando do frestyle pra grego, do judô pro wrestling, diferente do Khabib que já vimos fazer esse tipo de variação. Contra o Barboza ele tentou quedar na grade utilizando o double, daí já variou pra um ouchi gari quedando, contra o RDA o brasileiro foi tentar um double e o Khabib já reverteu usando um osoto gari, contra o MJ quedou utilizando a greco clinchando. O cara nasceu treinando wrestling numa região que é fortíssima na modalidade, é bicampeão mundial de sambo e preta de judô. ninguém no MMA tem tais credenciais dentro do grappling se a gente parar pra analisar. Fora que quando ele consegue quedar, vem o domínio no chão que é algo totalmente diferenciado utilizando detalhes que fazem a diferença, não é nem jiu-jitsu, já é algo que foi adaptado pelo pai dele dentro do cage. 

 

 

o grappling do khabib tem muito dedo do leandro vieira tbm, ele participou de um podcast no sexto round onde ele desseca bem o seu papel no  jogo do russo, lógico nao o ensinou do zero, mas tem dedo de bjj sim.

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 horas atrás, Lucas Timbó disse:

É claro que no MMA atual, as grandes equipes possuem uma baita estrutura por trás com ótimos treinadores observando tudo pra montarem uma estratégia pros seus atletas. MJ tinha por trás o Henri Hooft, RDA tinha o Cordeiro, Poirier os caras da ATT, Gaethje o Trevor Wittman, Barboza o Mark Henry e Cachorrão, é só a nata mesmo, e mesmo assim nenhum conseguiu parar o jogo do Khabib com meses de camp, observando lutas, detalhes, erros, etc. Todos se prepararam exaustivamente pra mesma coisa, ninguém conseguiu parar

Sobre a comparação com a Ronda, é válida até certo ponto, embora eu tenha entendido. A americana já havia passado aperto contra a Miesha na segunda luta, por exemplo, tava bem parelha e sabe-se lá pq ela tentou levar a Ronda pro chão, acabou se ferrando, coisa que com o Khabib nunca aconteceu. Outra coisa, o jogo dela se resumia muito ao judô. Eu não lembro da Ronda tentando uma queda de single ou double em alguém, variando do frestyle pra grego, do judô pro wrestling, diferente do Khabib que já vimos fazer esse tipo de variação. Contra o Barboza ele tentou quedar na grade utilizando o double, daí já variou pra um ouchi gari quedando, contra o RDA o brasileiro foi tentar um double e o Khabib já reverteu usando um osoto gari, contra o MJ quedou utilizando a greco clinchando. O cara nasceu treinando wrestling numa região que é fortíssima na modalidade, é bicampeão mundial de sambo e preta de judô. ninguém no MMA tem tais credenciais dentro do grappling se a gente parar pra analisar. Fora que quando ele consegue quedar, vem o domínio no chão que é algo totalmente diferenciado utilizando detalhes que fazem a diferença, não é nem jiu-jitsu, já é algo que foi adaptado pelo pai dele dentro do cage. 

 

 

Não discordo de nada do que você falou sobre as credenciais dele, mas você não respondeu a minha pergunta. Se fosse você o treinador de um atleta que fosse enfrentá-lo, tua solução para o teu atleta seria o que, desistir?
Já vimos outros especialistas passarem pelo evento antes e exercerem dominância por algum tempo e, a partir do momento que chegam no topo, a cada luta as coisas vão ficando mais complicadas. O próprio Khabib foi campeão sem perder um round oficialmente e nas quatro defesas que fez já não levou dois.
Não acho que seria rápido o surgimento de alguém que anulasse o jogo do russo porque ele de fato é excepcional, mas ainda acho que seria questão de tempo caso ele continuasse.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vera Verão sentiu. rs Não só a popularidade titânica que o Khabib alcançou, mas o respeito e aura 'heróica' que o russo tem e que o Janjão nunca teve e nunca terá. A não ser que lute nos pesados e persevere.  

Share this post


Link to post
Share on other sites
23 minutes ago, Deckard said:

Vera Verão sentiu. rs Não só a popularidade titânica que o Khabib alcançou, mas o respeito e aura 'heróica' que o russo tem e que o Janjão nunca teve e nunca terá. A não ser que lute nos pesados e persevere.  

ai vc viajou

Share this post


Link to post
Share on other sites
34 minutos atrás, jon jones disse:

ai vc viajou

A gente extrapola, mas na real mesmo eu acho que não só o JJ, mas esses tops todos jogam essas paradas pra continuar em evidência mesmo, faz parte do jogo. E nem tô falando que o Jones corre o risco de cair no esquecimento ou nada do tipo. Ele é o pai da LHW do UFC, e o cara que teoricamente venceu ele levou um pau, então quando ele quiser voltar e levar a cinta pra casa de novo faz num estalar de dedos. Talvez ele nem se incomode com nada disso e os fãs peguem pilha. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 10/29/2020 at 5:09 PM, jon jones disse:

o que o faz pensar nisso?

O Jones vem de lutas com vitórias duvidosas. No pesado os caras são grandes e a porrada é bem mais forte. Gostaria de ver o Jon Jones com NGannou.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se o Fegurson voltar vencendo o Chandler, disputar o cinturão e vencer Connor Ou Poirier ele não entra nesse mesmo patamar do Khabib não?

o Cucuy tem uma hóstiria foda nos leves. Não diminui o cara pela derrota pro Gaetjhe 

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 hours ago, pipo said:

Se o Fegurson voltar vencendo o Chandler, disputar o cinturão e vencer Connor Ou Poirier ele não entra nesse mesmo patamar do Khabib não?

o Cucuy tem uma hóstiria foda nos leves. Não diminui o cara pela derrota pro Gaetjhe 

de jeito nenhum, nao sao só os numeros, mas a forma que o russo os faz, demonstrando dominio absoluto. Como outros disseram o russo sequer sangra em suas lutas, o tony toma calor de um lando vanatta da vida assim como toma calor dos tops, até os que ele venceu sempre foram em guerras, apesar que eu acho que ele não vença poirier e connor.

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, pipo disse:

Se o Fegurson voltar vencendo o Chandler, disputar o cinturão e vencer Connor Ou Poirier ele não entra nesse mesmo patamar do Khabib não?

o Cucuy tem uma hóstiria foda nos leves. Não diminui o cara pela derrota pro Gaetjhe 

Pra mim entra sim como um dos maiores do peso ,ainda mais que já  está coroa , o estilo dele sempre foi de cair pra dentro, deixa brechas para ser nocauteado ou finalizado sim ,mas conseguiu fazer isso doze vezes seguidas na categoria mais embaçada do UFC, pelo menos quando é  para exaltar  o russo é o que muitos dizem ...

Prefiro lutadores assim que campeões beirando a perfeição, muito mais legal de assistir ,um dos maiores cascas grossas do evento! 

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Jones sempre foi arrogante, mas o que ele fez é duro contestar. 

A maioria das pessoas analisam as coisas olhando do hoje mas não da época. Quando Jones chegou, me lembro muito bem que a LHW era considerada, de longe, a categoria mais difícil e mais talentosa do MMA (comparado apenas com os leves). Era velocidade de médio com  punch de pesado. Lembro-me muito bem que quando o Lyoto foi campeão as pessoas faziam a contagem que mais duas vitórias sobre Rampage e Shogun e lyoto seria o melhor da história, passando o Fedor, dado a grande dificuldade da categoria. Lyoto mal conseguiu passar da primeira defesa. E Jones veio e lavou uma categoria que até então ninguém achava possível. Desde o fim do Pride que a categoria vinha num equilíbrio terrível de tops. Até o Lyoto, aparecer, ninguém sequer cogitava ser possível um campeão undisputed. Hoje parece fácil tudo que ele fez, mas ele derrubou a categoria mais difícil da história, sem dúvida.

Agora, que ele é um sujeito nojento é duro e contestar também.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now