Sign in to follow this  
Eder Jofre55

Treinador aposta que falta de repertório de ‘Borrachinha’ vai favorecer de Adesanya

Recommended Posts

SMV04699.jpg

Louis Grasse / PX Images

NOTÍCIAS

Treinador aposta que falta de repertório de ‘Borrachinha’ vai favorecer de Adesanya

 

  •  Ag. Fight
  •  
  • No próximo dia 26 de setembro, Israel Adesanya coloca o cinturão peso-médio (84 kg) em jogo diante de Paulo ‘Borrachinha’, na luta principal do UFC 253, que terá como sede a ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi (EAU). E apesar de reconhecer o perigo representado pela potência nos golpes do brasileiro, Eugene Bareman – treinador do campeão – aposta que a maior qualidade técnica de seu pupilo o fará se sobressair no confronto e, consequentemente, ter o braço levantado ao final da peleja.

O aguardado confronto entre os dois principais nomes da categoria promete ser uma batalha na trocação, com o brasileiro adepto ao estilo agressivo e focado na potência dos ataques, enquanto o nigeriano aposta na diversidade e precisão dos golpes, normalmente optando mais pelo contra-ataque, onde pode explorar sua vantagem na envergadura. E é justamente tendo este cenário em mente que o treinador de Adesanya se baseia ao projetar o sucesso do campeão na disputa.

“Nós podemos refletir sobre muitas lutas de Israel, onde ele enfrentou caras com grande poder e caras que eram muito mais técnicos do que Paulo Costa, mas no final do dia nós ainda não lutamos com Paulo Costa, e ele parece ser um striker muito poderoso. E a parte que você nunca sabe até estar dentro do cage é quão poderosa essa pessoa é. Israel vai conseguir desviar dos seus golpes? Israel vai conseguir sair da frente dos seus golpes? Essa é a parte que nós nunca sabemos de verdade até os primeiros 30 ou 40 segundos (de luta), e esse é sempre o período mais nervoso”, analisou Eugene Bareman, antes de prever que a falta de diversidade de golpes do brasileiro auxiliará no sucesso da empreitada do campeão.

“Mas eu acho que Israel pode minimizar o poder dele, e o que eu acho que vai acontecer é que (Borrachinha) não tem diversidade suficiente em sua trocação para se manter com Israel durante a luta, para se manter em igualdade com Israel. Se você está dependendo apenas da sua força e não tem nada mais para sustentar isso, não existe nada por trás disso, não tem outro plano que você saiba intimamente, então não vai ser o suficiente, não vai ser diversificado o suficiente para competir com Israel”, projetou o treinador do campeão, em entrevista ao ‘Submission Radio’.

Tanto Israel Adesanya como Paulo ‘Borrachinha’ estão invictos em suas carreiras no MMA profissional. O nigeriano possui 19 vitórias e nenhuma derrota em seu cartel até o momento. Por sua vez, o brasileiro soma 13 triunfos, sendo 11 deles por nocaute, em sua trajetória na modalidade.

Share this post


Link to post
Share on other sites

acho o Borrachinha favorito,como a casa de apostas pensam o contrario,claro q vou apostar um pouco nele,agora uma coisa é certa,tem q entrar ligado,pq o nigeriano n é um qq 

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 minutos atrás, ATG disse:

acho o Borrachinha favorito,como a casa de apostas pensam o contrario,claro q vou apostar um pouco nele,agora uma coisa é certa,tem q entrar ligado,pq o nigeriano n é um qq 

O favoritismo é claro pro Israel

Share this post


Link to post
Share on other sites

Essa luta quem ganhar fara parecer facil aos olhos dos leigos.

Me interessa demais conftontos assim. Um desse estilo que me empolgou bastante foi belfort vs Jones.

Se o belfort ganhasse ia parecer absurdamente melhor que o jones.

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 horas atrás, Mucado disse:

Todo mundo tem um plano até levar um soco na cara! To achando o Nigeria nervoso... vai entrar borrado!

também estou achando ele nervoso... tomara q ele tome umas borrachadas... kkk

Share this post


Link to post
Share on other sites

Confiança não ganha luta mas ajuda...eu vejo o Borracha com mental muito bom...bastante fanfarrão mas é muito confiante...e pode ser impressão minha mas vejo o Adesanya perdido nas declarações...sei não viu...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não acredito que declarações mostrem confiança ou medo. Não acredito que quem entra no octógono tenha mais receio q o normal de um lutador. Quem se dispõe a lutar em alto nível pra mim já tem colhões de aço.

O Justin Gaethje pra mim foi o mais honesto nessa questão até hoje. Falou que dá medo antes de entrar no octógono, mas começando a luta a adrenalina sobe e domina o corpo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
28 minutos atrás, gabriel floripa disse:

Não acredito que declarações mostrem confiança ou medo. Não acredito que quem entra no octógono tenha mais receio q o normal de um lutador. Quem se dispõe a lutar em alto nível pra mim já tem colhões de aço.

O Justin Gaethje pra mim foi o mais honesto nessa questão até hoje. Falou que dá medo antes de entrar no octógono, mas começando a luta a adrenalina sobe e domina o corpo.

Rodolfo Vieira é outro, sempre diz que tem medo mesmo 

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, gabriel floripa disse:

Não acredito que declarações mostrem confiança ou medo. Não acredito que quem entra no octógono tenha mais receio q o normal de um lutador. Quem se dispõe a lutar em alto nível pra mim já tem colhões de aço.

O Justin Gaethje pra mim foi o mais honesto nessa questão até hoje. Falou que dá medo antes de entrar no octógono, mas começando a luta a adrenalina sobe e domina o corpo.

 

1 hora atrás, Lucas Timbó disse:

Rodolfo Vieira é outro, sempre diz que tem medo mesmo 

Randleman também falou isso depois que venceu o Cro Cop no pride. Que estava com bastante medo do croata.

GSP é outro que falava algo nessa linha.

Share this post


Link to post
Share on other sites

eu competi Jiu Jitsu minha vida inteira, to competindo crossfit há 5 anos, e não adianta, o frio na bariga antes todos tem. Depois que toca o sino foda-se

algumas vezes a ansiedade, adrenalina se não controlada pode te tirar muito, inclusive o gás

mas é bem diferente de medo

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, pipo disse:

eu competi Jiu Jitsu minha vida inteira, to competindo crossfit há 5 anos, e não adianta, o frio na bariga antes todos tem. Depois que toca o sino foda-se

algumas vezes a ansiedade, adrenalina se não controlada pode te tirar muito, inclusive o gás

mas é bem diferente de medo

Cara, muitas vezes acaba sendo medo mesmo... Normal que alguém que fosse enfrentar um Ngannou, ou um Mike Tyson, sentisse isso.

Da uma olhada na entrevista do Randleman depois da luta contra o Cro Cop (detalhe, ele venceu o croata):

"If you did not think I was scared coming out here fighting this man, you are wrong. I’m human, just like everybody. But I’ll go to Hell and back to fight for you guys." 

https://www.google.com.br/amp/s/www.mmafighting.com/platform/amp/2016/2/15/10995062/remembering-kevin-randleman-as-both-unique-character-and-maybe-ufcs 

E tem outras vezes que o medo do cara não é nem do adversário, mas de ser derrotado. É o medo de perder o título, o medo de “manchar” um legado... mas nada disso deixa de ser medo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Todo bom lutador tem medo. Quem diz que não tem tá mentindo para si mesmo ou é apenas um inconsequente que vai acabar deixando de ser tão bom quanto poderia

E o medo não é ruim. Ele é uma defesa. É através do medo que tomamos cuidado, que ficamos alerta, que nos precavemos, que nos preparamos antes

O medo só não pode ser paralisante. Não pode se tornar um adversário a mais.

Fora isso, as declarações do Israel são todas muito confiantes. Quem falou de um jeito mais comedido foi o treinador dele. Mas talvez seja apenas o jeito do cara mesmo

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this