Sign in to follow this  
André Filho

Deiveson Figueiredo é a maior prova de que é possível ser campeão treinando aqui no Brasil?

Recommended Posts

Acho que depende mais da pessoa do que do lugar. Connor continua na sbg e a Irlanda não tem tradição no mma. Não me lembro dele ter feito intercâmbios...tem outros exemplos, mas o que acho inegável é que a estrutura nos EUA e maior, o pai do khabib se não me engano disse uma vez que para treinos físicos os EUA são melhor preparados....Mas da para ser campeão sem estar lá. Aldo foi rei nos penas treinando aqui. Barão, irmãos Nogueira, Anderson....aqui se tem muitos lutadores de qualidade, mesmo que não cheguem a ser profissionais, o que puxa o nível para cima.. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

a parte física dele nessa categoria não tem nenhum igual, joga todo mundo igual saco de bosta 

Share this post


Link to post
Share on other sites
48 minutos atrás, jon jones disse:

Acho que depende mais da pessoa do que do lugar. Connor continua na sbg e a Irlanda não tem tradição no mma. Não me lembro dele ter feito intercâmbios...tem outros exemplos, mas o que acho inegável é que a estrutura nos EUA e maior, o pai do khabib se não me engano disse uma vez que para treinos físicos os EUA são melhor preparados....Mas da para ser campeão sem estar lá. Aldo foi rei nos penas treinando aqui. Barão, irmãos Nogueira, Anderson....aqui se tem muitos lutadores de qualidade, mesmo que não cheguem a ser profissionais, o que puxa o nível para cima.. 

Connor eu não sei.. Mas é um cara que mostrou suas limitações no chão.

Todos os outros que citou fizeram intercambios.

lembro do Aldo treinando com Andy Souwer.

Irmão Nogueira sempre viajaram buscando treinos fora, Anderson idem.

Lyoto tb.

Ou saiam ou traziam bons treinos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 horas atrás, Daniel Mendoza disse:

Se o lugar onde ele treina tira o melhor dele e o faz constantemente evoluir em todos os aspectos do MMA, se possui um equipe com boa leitura de luta e boas elaborações de estratégia e táticas de combate, acredito que sim.

O problema é quando estagna e a equipe não busca alternativas para manter a melhora, ou o atleta começa a se prejudicar por gameplans ruins.

Isso claro, considerando que ela também proporcione um acompanhamento de treinamento físico e psicológico de rendimento de alto nível.

O problema é que muitas academias no Brasil ainda possuem uma postura amadora em alguma aspectos. Até outro dia até grandes academias possuíam. Mas acredito que isso vem mudando.

Exato

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Silverchair disse:

Connor eu não sei.. Mas é um cara que mostrou suas limitações no chão.

Todos os outros que citou fizeram intercambios.

lembro do Aldo treinando com Andy Souwer.

Irmão Nogueira sempre viajaram buscando treinos fora, Anderson idem.

Lyoto tb.

Ou saiam ou traziam bons treinos.

Patrício Pitbull treinando na própria equipe

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, NEGO DÁGUA disse:

Patrício Pitbull treinando na própria equipe

Isso é verdade, mas se não me engano o Patricio sempre faz intercâmbio.

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, NEGO DÁGUA disse:

Patrício Pitbull treinando na própria equipe

 

3 horas atrás, André Filho disse:

Isso é verdade, mas se não me engano o Patricio sempre faz intercâmbio.

O próprio Cejudo não fazia treinos com eles?

O caso do Patrício chega ser fora da curva pra mim pq ao mesmo tempo que ele é fenomenal, o irmão não segue o mesmo sucesso e nem a nossa guerreira Beth Correia.

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, André Filho disse:

Isso é verdade, mas se não me engano o Patricio sempre faz intercâmbio.

Sim e é obrigatório mais o grosso é feito aqui fora que Cejudo vem aprender também 

Share this post


Link to post
Share on other sites
43 minutos atrás, Silverchair disse:

 

O próprio Cejudo não fazia treinos com eles?

O caso do Patrício chega ser fora da curva pra mim pq ao mesmo tempo que ele é fenomenal, o irmão não segue o mesmo sucesso e nem a nossa guerreira Beth Correia.

É acho que todo canto é igual uns duros que devem até ganhar dele na academia comhecem o jogoe endurecem mas o Pitbull é o melhor

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acho que a questão é mais de não estagnar. O esporte é muito dinâmico, se você fica um ano sem acrescentar armas ofensivas ou defensivas como campeão o seu jogo vai ser mapeado. Quando o cara é contender, ele ainda tem mais possibilidades de buscar um caminho mais confortável, chegando ao título uma hora ou outra vai ter que enfrentar um jogo que não casa. Acho que o que o cara tem que ter hoje é um jogo bem diversificado, é claro que sempre terá alguns aspectos mais afiados do que outros, mas buscar sempre ter alto nível em todos os aspectos do jogo.

Isso tudo se faz treinando com inteligência, um dinheiro bem investido conta mais do que muito dinheiro mal gasto. O que os EUA tem de melhor é realmente a preparação física, no Wrestling eles ficam em segundo, atrás da Rússia, na trocação depende de qual aspecto do jogo, na média eu vejo ligeira vantagem brasileira, jiu jitsu nem se fala. No fim, o que eles tem é grana para investir e a melhor média quando se juntam todos os aspectos do esporte, e isso basicamente porque é lá que tem rolado a maioria dos intercâmbios.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Jessica Bate Estaca era muito mais crua e conseguiu ser campeã treinando aqui no Brasil ,ah mas foi um golpe de sorte, ah mas não  manteve o cinturão etc... foi campeã dentro das regras e treinando apenas aqui, até  onde sei !

Pensando mais além acredito que seja possível sim ,desde que o atleta tenha três requisitos, talento, foco e estrutura, boxe ,grappling ,jj, judô, nosso nível é muito bom ,tenha o seu treinador, academia mas não deixe de treinar com  um Demian, ir na Chute Boxe e ser escovado ,ir no Dorea e lutar boxe ,e treinar com nossos atletas olímpicos de boxe ,wrestling ,judô etc... ou algo semelhante! 

Nos EUA  é muito mais fácil o acesso a suplementos, treinos ,equipamentos etc... tem que ver os custos de morar lá e bancar tudo isso , e se vale à pena o aprendizado ou você vai ser só um cara que tira selfie com lutador famoso pra colocar na rede social e se contentar em ser mais um sparring entre tantos outros! 

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 minutos atrás, Rucci disse:

Acho que a questão é mais de não estagnar. O esporte é muito dinâmico, se você fica um ano sem acrescentar armas ofensivas ou defensivas como campeão o seu jogo vai ser mapeado. Quando o cara é contender, ele ainda tem mais possibilidades de buscar um caminho mais confortável, chegando ao título uma hora ou outra vai ter que enfrentar um jogo que não casa. Acho que o que o cara tem que ter hoje é um jogo bem diversificado, é claro que sempre terá alguns aspectos mais afiados do que outros, mas buscar sempre ter alto nível em todos os aspectos do jogo.

Isso tudo se faz treinando com inteligência, um dinheiro bem investido conta mais do que muito dinheiro mal gasto. O que os EUA tem de melhor é realmente a preparação física, no Wrestling eles ficam em segundo, atrás da Rússia, na trocação depende de qual aspecto do jogo, na média eu vejo ligeira vantagem brasileira, jiu jitsu nem se fala. No fim, o que eles tem é grana para investir e a melhor média quando se juntam todos os aspectos do esporte, e isso basicamente porque é lá que tem rolado a maioria dos intercâmbios.

Na parte de striking já vejo os EUA na frente. Caras como Henri Hooft, Trevor Whittman e Javier Mendez moldam seus lutadores como poucos nesse aspecto

Share this post


Link to post
Share on other sites
50 minutos atrás, Lucas Timbó disse:

Na parte de striking já vejo os EUA na frente. Caras como Henri Hooft, Trevor Whittman e Javier Mendez moldam seus lutadores como poucos nesse aspecto

isso é verdade

vejo até o Rafael Cordeiro bem a frente da galera aqui no Brasil

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu curto o exemplo do Lyoto. Desde sempre ele fazia os intercâmbios.

É um cara com Striking feito in house mas o chão e até outros aspectos da luta em pé ele lapidava fora.

GSP é um bom exemplo tb. Ele treina na Tristar mas fechava o camp Greg Jackson.

 

Acho importante ter um mestre que te conheça. Shogun e Wand com o Rafael Cordeiro e até o RDA que evoluiu muito nas mãos dele e se perdeu depois. Mas se não buscar treinos fora, não vai evoluir.

Share this post


Link to post
Share on other sites
52 minutos atrás, pipo disse:

isso é verdade

vejo até o Rafael Cordeiro bem a frente da galera aqui no Brasil

Eu uns vez disse que o Dorea era melhor que o Rafael Cordeiro o ignorância não chega aos pés na verdade eu vejo metodologia de adaptação, ele curte esse passo plano e diagonal no boxe e realmente isso no MMA é importante.

Mas tem muita coisa que nem é de defesa de queda é do cigano é igual a do Aldo aptidão e atletismo dos caras

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this