Sign in to follow this  
Lucas Timbó

Aos 40 anos, Alistair Overeem faz sua última corrida do ouro

Recommended Posts

Recebendo salário equivalente ao de um campeão mundial, Overeem pode ter na conta bancária sua maior motivação, mas a realidade é que ele se equipara à elite da divisão, mesmo nunca tendo conquistado o posto de número 1 do mundo.

Na madrugada do último domingo, 17 de maio, Overeem passou por um teste decisivo nesse último estágio da carreira. Teste esse que, de forma surpreendente, conseguiu sair vitorioso. Na luta principal do UFC on ESPN 8, o holândes superou Walt Harris e venceu por nocaute na segunda metade do segundo round.

Nono no ranking oficial do UFC, Harris entrou como favorito em todas as casas de apostas e carregava consigo um assustador percentual de 100% de nocautes em suas vitórias, algo raro até para umpeso pesado (Ngannou, o maior pegador da história do MMA, tem “apenas” 73%).

Overeem vs Harris

Maior, mais forte e mais contundente, Harris precisou de pouco mais de 60 segundos para levar Overeem à knockdown com uma sequência de quatros cruzados na curta distância. Por 30 segundos consecutivos, Harris agrediu com contundência e ferocidade no ground n’ pound, mas, surpreendentemente, Overeem resistiu, levantou e recorreu ao clinch para interromper o ímpeto do adversário.

Banhado em sangue, Overeem manteve a calma e foi inteligente para levar a luta para o chão e controlar as ações até o final do round. Apesar do início perfeito, Harris é um tradicional peso pesado que, em condições normais, não tem condicionamento físico para múltiplos rounds, quem dirá após 1 minuto de golpes em altíssimo volume e potência.

Cansado e abalado pela oportunidade de ouro perdida, Harris não teve condições de voltar a desferir golpes pesados, não conseguiu encontrar a distância e teve dificuldades em lidar com o trabalho de pernas do holandês.

Overrem, experiente, inteligente e tecnicamente superior, controlou a luta e trabalhou bem a manutenção de todos os espaços até encontrar a oportunidade perfeita. Com um chute alto de direita conectado com muita potência, Overeem atordoou Harris e abriu uma brecha para conectar um pesado cruzado de esquerda, levando o americano à knockdown.

Foram mais de um minuto e meio de controle posicional no chão e ground n’ pound até o árbitro Dan Miragliota decretar o fim do combate.

Reviravolta impressionante, venceu o mais inteligente.

Retrospecto recente impressiona

Essa foi a terceira vitória nas últimas quatro lutas. Em resultados, é um retrospecto não muito impressionante para alguém que almeja uma disputa de cinturão, mas avaliando desempenho, Overeem vem fazendo um trabalho admirável.

No final de 2018, Overeem enfrentou Sergei Pavlovich, um prospecto da Rússia que vinha chamando atenção há bastante tempo. Na época com 26 anos, Pavlovich vinha de doze vitórias consecutivas e era detentor do cinturão dos pesos pesados do Fight Nights Global, uma importante organização russa. Overeem entrou como underdog nas casas de apostas, mas foi superior técnica e taticamente, vencendo por nocaute no final do primeiro round.

Em seguida veio Alexey Oleynik, que venceu o ex-campeão Fabrício Werdum no início desse mês. Overeem, novamente, foi superior na parte técnica e na parte tática, controlou a luta e aplicou uma verdadeira surra no russo que tem quase 60 vitórias na carreira.

O caso mais interessante veio na penúltima luta, quando enfrentou o surinamês Jairzinho Rozenstruik (cujo nome foi dado em homenagem ao camisa 7 do Brasil na Copa do Mundo de 1970). Novamente, Overeem entrou como azarão nas casas de apostas, e novamente foi extremamente superior tanto na parte técnica quanto na parte tática, mas, nessa ocasião, o desfecho foi diferente.

Após dominar a luta por 24 minutos, Overeem se descuidou e deixou a guarda baixa e o rosto a mostra nos dez segundos finais. Um erro fatal contra alguém como Jairzinho, um ex-kickboxer profissional que acumula mais de 70 nocautes na carreira. O final todos já sabem, o holandês sofreu um dos nocautes mais brutais de 2019 e saiu com o rosto desfigurado por um golpe singular.

A situação pareceu irreversível ao receber um knockdown de Walt Harris em pouco mais de um minuto de luta, mas a resistência e a recuperação impressionante mostram que, mesmo aos 40 anos, ele ainda é um lutador muito relevante.

A corrida do ouro

Em uma categoria de peso na qual o mais fraco dos lutadores seria capaz de derrubar uma parede, sempre parece uma má ideia lutar aos 40 anos de idade, mas Overeem talvez seja um caso que, esportivamente, valha a pena o risco.

Se seu interesse é realmente vestir o cinturão dos pesos pesados do UFC, o holandês tem uma última chance, ainda que as probabilidades estejam contra ele.

Overeem é o striker mais preciso da história do UFC (74% de precisão) e tem um nível técnico na trocação muito acima da média. Suas credências não deixam mentir, foi campeão do Grand Prix do lendário K-1 nocauteando Peter Aerts, um dos maiores kickboxers de todos os tempos.

Overeem tem a seu favor uma das mais raras ferramentas do peso pesado: alto nível técnico em todas as áreas do jogo. Seu grappling sempre impressionou pela qualidade técnica, algo que rendeu-lhe 17 vitórias por finalização na carreira.

Com mais duas vitórias e um cenário futuro favorável, no qual Daniel Cormier já se aposentou e Francis Ngannou e Stipe Miocic também acertaram as contas, Overeem pode cair como uma luva para ser um desafiante ao cinturão. Para isso, deve enfrentar bons nomes nos próximos meses.

Seria uma boa ideia buscar uma revanche com Jairzinho e enfrentar Derrick Lewis em sequência, ambos bem posicionados no ranking e tecnicamente inferiores. São apostas de risco, mas a recompensa é alta.

A superioridade nas últimas quatro lutas mostra que QI de luta é uma característica de seu jogo. Experiência ele também tem de sobra, afinal, já venceu os ex-campeões mundiais Fabrício Werdum, Vitor Belfort, Andrei Arlovski, Junior dos Santos, Frank Mir e Brock Lesnar.

O que preocupa a essa altura do campeonato é a capacidade de absorção de golpes, ainda mais sendo contemporâneo a Francis Ngannou e Stipe Miocic.

Ao contrário da maioria, Overeem caminha para um final de carreira muito emocionante.

 

https://medium.com/@kauemacedo/aos-40-anos-alistair-overeem-faz-sua-última-corrida-do-ouro-2433575668bd

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 horas atrás, Lucas Timbó disse:

Recebendo salário equivalente ao de um campeão mundial, Overeem pode ter na conta bancária sua maior motivação, mas a realidade é que ele se equipara à elite da divisão, mesmo nunca tendo conquistado o posto de número 1 do mundo.

Na madrugada do último domingo, 17 de maio, Overeem passou por um teste decisivo nesse último estágio da carreira. Teste esse que, de forma surpreendente, conseguiu sair vitorioso. Na luta principal do UFC on ESPN 8, o holândes superou Walt Harris e venceu por nocaute na segunda metade do segundo round.

Nono no ranking oficial do UFC, Harris entrou como favorito em todas as casas de apostas e carregava consigo um assustador percentual de 100% de nocautes em suas vitórias, algo raro até para umpeso pesado (Ngannou, o maior pegador da história do MMA, tem “apenas” 73%).

Overeem vs Harris

Maior, mais forte e mais contundente, Harris precisou de pouco mais de 60 segundos para levar Overeem à knockdown com uma sequência de quatros cruzados na curta distância. Por 30 segundos consecutivos, Harris agrediu com contundência e ferocidade no ground n’ pound, mas, surpreendentemente, Overeem resistiu, levantou e recorreu ao clinch para interromper o ímpeto do adversário.

Banhado em sangue, Overeem manteve a calma e foi inteligente para levar a luta para o chão e controlar as ações até o final do round. Apesar do início perfeito, Harris é um tradicional peso pesado que, em condições normais, não tem condicionamento físico para múltiplos rounds, quem dirá após 1 minuto de golpes em altíssimo volume e potência.

Cansado e abalado pela oportunidade de ouro perdida, Harris não teve condições de voltar a desferir golpes pesados, não conseguiu encontrar a distância e teve dificuldades em lidar com o trabalho de pernas do holandês.

Overrem, experiente, inteligente e tecnicamente superior, controlou a luta e trabalhou bem a manutenção de todos os espaços até encontrar a oportunidade perfeita. Com um chute alto de direita conectado com muita potência, Overeem atordoou Harris e abriu uma brecha para conectar um pesado cruzado de esquerda, levando o americano à knockdown.

Foram mais de um minuto e meio de controle posicional no chão e ground n’ pound até o árbitro Dan Miragliota decretar o fim do combate.

Reviravolta impressionante, venceu o mais inteligente.

Retrospecto recente impressiona

Essa foi a terceira vitória nas últimas quatro lutas. Em resultados, é um retrospecto não muito impressionante para alguém que almeja uma disputa de cinturão, mas avaliando desempenho, Overeem vem fazendo um trabalho admirável.

No final de 2018, Overeem enfrentou Sergei Pavlovich, um prospecto da Rússia que vinha chamando atenção há bastante tempo. Na época com 26 anos, Pavlovich vinha de doze vitórias consecutivas e era detentor do cinturão dos pesos pesados do Fight Nights Global, uma importante organização russa. Overeem entrou como underdog nas casas de apostas, mas foi superior técnica e taticamente, vencendo por nocaute no final do primeiro round.

Em seguida veio Alexey Oleynik, que venceu o ex-campeão Fabrício Werdum no início desse mês. Overeem, novamente, foi superior na parte técnica e na parte tática, controlou a luta e aplicou uma verdadeira surra no russo que tem quase 60 vitórias na carreira.

O caso mais interessante veio na penúltima luta, quando enfrentou o surinamês Jairzinho Rozenstruik (cujo nome foi dado em homenagem ao camisa 7 do Brasil na Copa do Mundo de 1970). Novamente, Overeem entrou como azarão nas casas de apostas, e novamente foi extremamente superior tanto na parte técnica quanto na parte tática, mas, nessa ocasião, o desfecho foi diferente.

Após dominar a luta por 24 minutos, Overeem se descuidou e deixou a guarda baixa e o rosto a mostra nos dez segundos finais. Um erro fatal contra alguém como Jairzinho, um ex-kickboxer profissional que acumula mais de 70 nocautes na carreira. O final todos já sabem, o holandês sofreu um dos nocautes mais brutais de 2019 e saiu com o rosto desfigurado por um golpe singular.

A situação pareceu irreversível ao receber um knockdown de Walt Harris em pouco mais de um minuto de luta, mas a resistência e a recuperação impressionante mostram que, mesmo aos 40 anos, ele ainda é um lutador muito relevante.

A corrida do ouro

Em uma categoria de peso na qual o mais fraco dos lutadores seria capaz de derrubar uma parede, sempre parece uma má ideia lutar aos 40 anos de idade, mas Overeem talvez seja um caso que, esportivamente, valha a pena o risco.

Se seu interesse é realmente vestir o cinturão dos pesos pesados do UFC, o holandês tem uma última chance, ainda que as probabilidades estejam contra ele.

Overeem é o striker mais preciso da história do UFC (74% de precisão) e tem um nível técnico na trocação muito acima da média. Suas credências não deixam mentir, foi campeão do Grand Prix do lendário K-1 nocauteando Peter Aerts, um dos maiores kickboxers de todos os tempos.

Overeem tem a seu favor uma das mais raras ferramentas do peso pesado: alto nível técnico em todas as áreas do jogo. Seu grappling sempre impressionou pela qualidade técnica, algo que rendeu-lhe 17 vitórias por finalização na carreira.

Com mais duas vitórias e um cenário futuro favorável, no qual Daniel Cormier já se aposentou e Francis Ngannou e Stipe Miocic também acertaram as contas, Overeem pode cair como uma luva para ser um desafiante ao cinturão. Para isso, deve enfrentar bons nomes nos próximos meses.

Seria uma boa ideia buscar uma revanche com Jairzinho e enfrentar Derrick Lewis em sequência, ambos bem posicionados no ranking e tecnicamente inferiores. São apostas de risco, mas a recompensa é alta.

A superioridade nas últimas quatro lutas mostra que QI de luta é uma característica de seu jogo. Experiência ele também tem de sobra, afinal, já venceu os ex-campeões mundiais Fabrício Werdum, Vitor Belfort, Andrei Arlovski, Junior dos Santos, Frank Mir e Brock Lesnar.

O que preocupa a essa altura do campeonato é a capacidade de absorção de golpes, ainda mais sendo contemporâneo a Francis Ngannou e Stipe Miocic.

Ao contrário da maioria, Overeem caminha para um final de carreira muito emocionante.

 

https://medium.com/@kauemacedo/aos-40-anos-alistair-overeem-faz-sua-última-corrida-do-ouro-2433575668bd

Bacana o destaque para o Overeem , Timbó. Merecido pelo que tem apresentado. Muito atuante e bem concentrado.

Apesar de achar difícil, quem sabe mais pra frente pinta uma disputa de cinturão.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se a memória n está falha, acho q o Overeem nunca teve uma vitória através de reviravolta, sempre foi conhecido como o cara q bate como leão mas apanha como gatinho e precisava e MUITO de uma vitória desta forma para sua história profissional.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 5/23/2020 at 3:00 PM, Roizman disse:

Se a memória n está falha, acho q o Overeem nunca teve uma vitória através de reviravolta, sempre foi conhecido como o cara q bate como leão mas apanha como gatinho e precisava e MUITO de uma vitória desta forma para sua história profissional.

Por isso que defendi uma revanche contra o Rozenstruki, além de apagar aquela derrota pontual o fazeria subir ainda mais na corrida do TS e teoricamente é a luta mais “fácil” dos que estão acima dele no ranking.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 5/23/2020 at 3:00 PM, Roizman disse:

Se a memória n está falha, acho q o Overeem nunca teve uma vitória através de reviravolta, sempre foi conhecido como o cara q bate como leão mas apanha como gatinho e precisava e MUITO de uma vitória desta forma para sua história profissional.

Essa história de apanhar como um gatinho... Soma aí o queixo de vidro.

Na luta contra o Jairzinho abriu uma cratera na boca e deu risada ainda, voltou agora, tomou uma surra violenta e resistiu, vencendo o Walt Harrys.

Se isso é apanhar como gatinho, o que seria apanhar como leão no pesados?

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 horas atrás, gabriel floripa disse:

Essa história de apanhar como um gatinho... Soma aí o queixo de vidro.

Na luta contra o Jairzinho abriu uma cratera na boca e deu risada ainda, voltou agora, tomou uma surra violenta e resistiu, vencendo o Walt Harrys.

Se isso é apanhar como gatinho, o que seria apanhar como leão no pesados?

 

 

Assino embaixo 

x__________________

Share this post


Link to post
Share on other sites
18 horas atrás, gabriel floripa disse:

Essa história de apanhar como um gatinho... Soma aí o queixo de vidro.

Na luta contra o Jairzinho abriu uma cratera na boca e deu risada ainda, voltou agora, tomou uma surra violenta e resistiu, vencendo o Walt Harrys.

Se isso é apanhar como gatinho, o que seria apanhar como leão no pesados?

 

 

E aí Gabriel, blz?

Talvez eles considerem as 2 surras que o Cigano tomou do Velásquez...apanhou, apanhou e não apagou...e depois ficou meio sequelado.

Abraço!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Está na hora do UFC ou algum evento criar uma liga master, aí as lendas não serviriam de escada para os mais novos e poderiam render lutas boas e justas contras atletas masters 

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 horas atrás, Combat Sambo disse:

Está na hora do UFC ou algum evento criar uma liga master, aí as lendas não serviriam de escada para os mais novos e poderiam render lutas boas e justas contras atletas masters 

nesse caso discordo.. o cara ta ali no bolo, vencendo bem..

o Overeem ta longe de ser o Wanderley, Fedor, etc

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this