Sign in to follow this  
Eder Jofre55

PBP - UFC 249 - Ferguson x Gaethje - Cejudo x Cruz

Recommended Posts

UFC 249
9 de maio de 2020, em Jacksonville (EUA)
CARD PRINCIPAL (23h, horário de Brasília):
Peso-leve: Tony Ferguson x Justin Gaethje
Peso-galo: Henry Cejudo x Dominick Cruz
Peso-pesado: Francis Ngannou x Jairzinho Rozenstruik
Peso-pena: Jeremy Stephens x Calvin Kattar
Peso-pesado: Greg Hardy x Yorgan De Castro
CARD PRELIMINAR (20h, horário de Brasília):
Peso-leve: Donald Cerrone x Anthony Pettis
Peso-pesado: Alexey Oleynik x Fabricio Werdum
Peso-palha: Carla Esparza x Michelle Waterson
Peso-meio-médio: Vicente Luque x Niko Price
Peso-pena: Charles Rosa x Bryce Mitchell
Peso-meio-pesado: Ryan Spann x Sam Alvey

Mais que MMA: UFC 249 deste sábado serve de teste para retorno dos esportes pós-coronavírus

Cerca de dois meses após pandemia global ser decretada, Ultimate é primeiro grande evento a retomar atividades, e card na Flórida pode ser referência para demais ligas

Por Combate.com 

 

Mais do que nunca, os olhos do mundo estarão ligados no UFC neste sábado. Não só pelo que acontecerá dentro do octógono, mas ainda mais pelo que acontece fora dele. O UFC 249 será o primeiro evento ao vivo de uma grande organização esportiva internacional desde o meio de março, quando a pandemia do novo coronavírus forçou a suspensão e cancelamento de campeonatos por todo o planeta. O card realizado em Jacksonville, EUA, serve como um teste para ligas como a NBA, NFL e Liga dos Campeões formularem seus próprios planos de retorno à ação.

O Combate transmite o UFC 249 ao vivo e na íntegra com exclusividade a partir das 19h45 (de Brasília), com o "Aquecimento Combate". O SporTV 2 e o Combate.com transmitem o "Aquecimento" e as duas primeiras lutas do card preliminar. O site acompanha todo o evento em Tempo Real.

gettyimages-1223656718.jpg

Tony Ferguson (esq.) e Justin Gaethje (dir.) se encaram à distância na pesagem do UFC 249: eles fazem a luta principal deste sábado — Foto: Getty Images

O próprio Ultimate já tinha um modelo para se espelhar: o evento realizado em Brasília em 14 de março, com a pandemia global do novo coronavírus declarada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) poucos dias antes. O card no Ginásio Nilson Nelson teve portões fechados e um máximo de 100 pessoas presentes ao mesmo tempo, para corresponder a um decreto estabelecido pelo governo do Distrito Federal naquela semana. Nenhum lutador ou parte envolvida no evento reportou infecção pelo vírus após o torneio.

- Eu sabia que seríamos os primeiros a voltar. Nós tentamos achar jeitos de não parar. Mas o mundo não parou de mudar todos os dias. (…) Nós fizemos no Brasil antes de chegar a este nível, e todo mundo passou por aquele fim de semana seguro. Nós sabíamos que podíamos acertar isso - disse Dana White na sexta-feira, numa pequena coletiva com os poucos membros da imprensa credenciados em Jacksonville.

Desde aquele 14 de março, o contágio se espalhou rapidamente pelos EUA, as restrições aumentaram e o UFC foi forçado a se juntar às demais ligas e suspender seus eventos. O UFC 249 estava programado inicialmente para acontecer em 18 de abril em Nova York; após idas e voltas que resultaram na saída do campeão peso-leve, Khabib Nurmagomedov, da luta principal, e incluíram uma tentativa frustrada de promover o card num terreno indígena, a companhia aterrissou na Flórida, que incluiu esportes profissionais na lista de serviços essenciais.

Para tanto, o Ultimate se cercou de precauções. Cada lutador e equipe foram isolados em seus próprios quartos de hotel e salas de treinamento, com acesso a saunas portáteis para auxiliar nos cortes de peso. A companhia obteve cerca de 1.200 testes de coronavírus, divididos entre exames de secreção nasal e sorológicos, para testar todos os envolvidos no evento. Foi com esses exames que foi detectado que Ronaldo Jacaré, que estava assintomático e lutaria contra Uriah Hall, estava contaminado com o coronavírus. Sua luta foi cancelada; segundo a Comissão Atlética da Flórida, Jacaré havia sido isolado e ninguém mais testou positivo, e por isso o evento vai prosseguir.

gettyimages-1223630717.jpg

Ronaldo Jacaré chegou a se pesar e fazer encarada, mas foi retirado do evento após testar positivo para COVID-19 — Foto: Getty Images

Não haverá público no ginásio, e o comentarista da transmissão americana não entrará no octógono para entrevistar o vencedor da luta. Se tudo der certo, as medidas adotadas pelo UFC serão referência para as demais ligas, que vêm discutindo cenários de isolamento de seus atletas em “bolhas” para a conclusão de suas temporadas interrompidas. Se der errado e mais pessoas envolvidas testarem positivo para o COVID-19, será um caso de estudo do que falhou e precisa ser ajustado, e talvez um indicativo de que ainda é cedo para voltar às atividades.

A curiosidade sobre como o evento vai se desenrolar e a falta de opções ao vivo seriam suficientes para atrair mais olhos do que nunca para o UFC 249. Mas o card também merece a audiência ampliada. A luta principal vale o cinturão interino dos pesos-leves e destaca dois dos lutadores mais empolgantes do esporte: Tony Ferguson, invicto desde 2012, e Justin Gaethje, que venceu suas últimas três lutas por nocaute e recebeu bônus de performance em todas as suas apresentações pela companhia. O co-evento principal traz a disputa do cinturão peso-galo, entre Henry Cejudo, atual campeão, e Dominick Cruz, ex-dono do título e considerado o melhor de todos os tempos na categoria.

Há ainda uma série de confrontos que seriam lutas principais em outros eventos, mas acabaram sobrando para Jacksonville: Francis Ngannou x Jairzinho Rozenstruik vale uma disputa de cinturão no peso-pesado; Anthony Pettis x Donald Cerrone inclui dois dos lutadores mais celebrados do peso-leve. Ex-campeão peso-pesado, Fabricio Werdum retorna ao octógono após dois anos afastado e encara o russo Alexey Oleynik. O peso-meio-médio Vicente Luque, 13º colocado do ranking da categoria, pega o explosivo Niko Price.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Que bom Ver o Pbp aqui novamente , Teremos ação E entretenimento num Belo Card .

Bom Evento a Todos !  Lutadores que lutam hoje  , O Careca Dana White ,toda a organização subiram no meu conceito!

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acho que 19:30 começa só a transmissão né? As lutas mesmo devem começar 20h ou 20:30

 

Confira o card completo abaixo:

UFC 249
9 de maio de 2020, em Jacksonville (EUA)
CARD PRINCIPAL (23h, horário de Brasília):
Peso-leve: Tony Ferguson x Justin Gaethje
Peso-galo: Henry Cejudo x Dominick Cruz
Peso-pesado: Francis Ngannou x Jairzinho Rozenstruik
Peso-pena: Jeremy Stephens x Calvin Kattar
Peso-pesado: Greg Hardy x Yorgan De Castro
CARD PRELIMINAR (20h, horário de Brasília):
Peso-leve: Donald Cerrone x Anthony Pettis
Peso-pesado: Alexey Oleynik x Fabricio Werdum
Peso-palha: Carla Esparza x Michelle Waterson
Peso-meio-médio: Vicente Luque x Niko Price
Peso-pena: Charles Rosa x Bryce Mitchell
Peso-meio-pesado: Ryan Spann x Sam Alvey

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Valderazzi disse:

Acho que faz anos que não participo de um play by play. 

Boa hora pra voltar.

Quanto tempo Valderazzi, bom evento a todos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

achei legal o evento no brasil tbm sem platéia, não tem a empolgação da torcida, mas em compensação é muito melhor poder ouvir melhor o q está acontecendo ali dentro do que gritos toscos de torcedores...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this