Sign in to follow this  
Lucão,

Dominick Cruz projeta luta contra Henry Cejudo: "Ideal é fazer o que Masvidal fez com Ben Askren"

Recommended Posts

Dominick Cruz projeta luta contra Henry Cejudo: "Ideal é fazer o que Masvidal fez com Ben Askren"

Ex-campeão do peso-galo afirma que quer vencer sem ser tocado pelo detentor do cinturão da divisão até 61kg

Por Combate.com — Jacksonville, EUA

08/05/2020 08h00  Atualizado há 2 horas

 

 

São mais de três anos sem pisar no octógono. A última vez que Dominick Cruz atuou foi em 30 de dezembro de 2016, quando perdeu para Cody Garbrandt em disputa de cinturão. Neste sábado, ele volta a lutar pelo título, desta vez contra Henry Cejudo, no co-evento principal do UFC 249, em Jacksonville (EUA). O tempo afastado não parece preocupar o desafiante, que comparou seu estilo ao de Marlon Moraes, que foi o último oponente de Cejudo, e declarou que pretende vencer sem ser tocado pelo rival.

- Alcance e espaço são as maiores diferenças. Marlon é um cara que fica muito na sua frente. Eu, não. Eu tenho muita experiência em wrestling, sei como sofrer nesse esporte. Os caras que ele venceu, Johnson e Benavidez, vieram do peso-mosca, e eu nunca estive nessa categoria, sei que eu não conseguiria. Henry conseguiu superar esses caras no wrestling, coisa que eu poderia fazer também, e eu sou mais alto que eles e que ele também. Tenho muito mais experiência em lutas de cinturão que Marlon Moraes, então acho que levo uma boa vantagem nesse aspecto. Eu vou entrar lá para finalizar a luta. O ideal é fazer o que Masvidal fez com Askren. Queria sempre fazer isso. Claro que quase nunca se consegue algo assim, mas é o objetivo. Se eu puder entrar lá e não ser tocado nenhuma vez, para mim seria perfeito. Eu venho trabalhando as minhas quedas, mas sem deixar de lado o jogo de chão e a trocação. estudei muito o estilo dele. Nós dois treinamos muito a luta agarrada, claro, mas acho que, se formos para a grade, acho que levarei vantagem contra ele - afirmou, em "Media Day" virtual promovido pelo Ultimate.

 
image.jpeg.d51ab95ef7f4d1dd6a1b88e52cf91f33.jpeg

Dominick Cruz disputa o título dos galos contra Henry Cejudo no UFC 249 — Foto: Evelyn Rodrigues

Dominick Cruz disputa o título dos galos contra Henry Cejudo no UFC 249 — Foto: Evelyn Rodrigues

O UFC 249 será diferente ao que Cruz está acostumado, já que acontecerá sem a presença de torcedores por conta da pandemia do Covid-19, mas o americano viu pontos positivos no fato.

- Eu costumava ver o PRIDE, e as lutas eram muito silenciosas. Eu tinha muita curiosidade para saber como seria lutar em silêncio, ouvir os córneres dos meus adversários e os meus, ouvir apenas os sons do cage. Acho que agora eu vou conseguir sentir essa experiência.

Apesar da confiança, Cruz reconheceu o favoritismo de Henry Cejudo, mas acredita que sua experiência em lutas por cinturão farão a diferença neste sábado.

- Eu me sinto tratado por grandes profissionais. Tudo está limpo, perfeito. Parece que somos membros da realeza. Nem parece que existe o coronavírus. Todo mundo está mais simpático, atencioso e parece que todos estão todos a seu serviço. Tinha que ser assim sempre. Foi uma grande demonstração de profissionalismo do UFC. Nunca pensei ver isso na minha vida. Todos que aceitaram lutar nesse card têm muita coragem. Tivemos pouco tempo para nos preparar. Sei que sou o azarão nessa luta. Henry é o campeão, é o favorito. Mas estou entre os melhores desse esporte porque respeito meus adversários, sei quem eles são e treino forte para enfrentá-los e vencê-los. Estive no topo desse jogo por muito tempo, e tive que parar por conta de lesões. Fiz muito poucas lutas que não foram por cinturão. Estou acostumado a estar aqui.

Com diversas lesões ao longo da carreira, Dominick Cruz quer deixar para trás o histórico e garantiu que está pronto para se manter ativo daqui para a frente.

- Estou cortando peso, então não é muito legal. Mas meu corpo está bem. Nas minhas últimas lutas eu senti muitas dores nos ombros. Agora meus joelhos estão mais fortes que nunca, me sinto muito melhor que antes. Ter feito três lutas de cinturão em um ano me fez pagar um preço alto, que só agora terminei de pagar - concluiu.

O Combate transmite o UFC 249 ao vivo, na íntegra e com exclusividade no dia 9 de maio, a partir das 19h15 (de Brasília), com o "Aquecimento Combate". O SporTV 2 e o Combate.com transmitem o "Aquecimento" e as duas primeiras lutas do card preliminar. O site acompanha todo o evento em Tempo Real.

UFC 249
9 de maio de 2020, em Jacksonville (EUA)
CARD PRINCIPAL (23h, horário de Brasília):
Peso-leve: Tony Ferguson x Justin Gaethje
Peso-galo: Henry Cejudo x Dominick Cruz
Peso-pesado: Francis Ngannou x Jairzinho Rozenstruik
Peso-pena: Jeremy Stephens x Calvin Kattar
Peso-pesado: Greg Hardy x Yorgan De Castro
CARD PRELIMINAR (19h30, horário de Brasília):
Peso-leve: Donald Cerrone x Anthony Pettis
Peso-pesado: Alexey Oleynik x Fabricio Werdum
Peso-palha: Carla Esparza x Michelle Waterson
Peso-médio: Ronaldo Jacaré x Uriah Hall
Peso-meio-médio: Vicente Luque x Niko Price
Peso-pena: Charles Rosa x Bryce Mitchell
Peso-meio-pesado: Ryan Spann x Sam Alvey

 
image.jpeg.2e7bd01f9d0ae4d00c06847a7a842bad.jpeg

Assista ao melhor do mundo da luta no Combate! — Foto: Infoesporte

Assista ao melhor do mundo da luta no Combate! — Foto: Infoesporte

Share this post


Link to post
Share on other sites

Difícil apostar nessa movimentação depois de tanto tempo parado...

Contra o Mizugaki ele voltou depois de 3 anos mas a luta acabou cedo ainda no 1 round... e depois pegou o TJ já com tempo de luta e mostrou quão bom ele é.

Ele volta agora de pois de 3 anos e meio e vai direto pra uma disputa de cinturão contra um casca grossa como o Cejudo?? Sei não viu...

Posso estar enganado...ele pode estar bem preparado...a experiência que ele cita até possa fazer ele dosar um pouco a movimentação mas o Cejudo vai impor pressão.

Essa luta tem cara de 5 rounds com uma decisão apertada pra qualquer lado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cruz lutava muito. Vamos ver se ainda luta e tem aquele movimentação sensacional sem morrer no gás. Eu não duvido desse cara.

Se o Cejudo for esperto, vai para as quedas pra tentar cansá-lo mais rápido (apesar do Cruz ter uma boa defesa de quedas).

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não consigo apostar contra o Cruz. o Federer dos galos... 

Vou no talento... Federer ainda dá pau na molecada. 

 

War Cruz

Share this post


Link to post
Share on other sites
14 horas atrás, Genilson Lopes disse:

Difícil apostar nessa movimentação depois de tanto tempo parado...

Contra o Mizugaki ele voltou depois de 3 anos mas a luta acabou cedo ainda no 1 round... e depois pegou o TJ já com tempo de luta e mostrou quão bom ele é.

Ele volta agora de pois de 3 anos e meio e vai direto pra uma disputa de cinturão contra um casca grossa como o Cejudo?? Sei não viu...

Posso estar enganado...ele pode estar bem preparado...a experiência que ele cita até possa fazer ele dosar um pouco a movimentação mas o Cejudo vai impor pressão.

Essa luta tem cara de 5 rounds com uma decisão apertada pra qualquer lado.

Ele não pegou o TJ com tempo de luta, lutou com o mizugaki e ficou 1 ano e pouco parado, luta com ele foi em 2014 e com TJ em 2016.

Mindset dele com essa questão de ring rust é fudido, não acredita nisso e sempre voltou bem 

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 hours ago, Filipovic said:

Não consigo apostar contra o Cruz. o Federer dos galos... 

Vou no talento... Federer ainda dá pau na molecada. 

 

War Cruz

Aquele Cruz não tenho dúvidas que seria amplamente favorito, mas será que ele vem hoje? Não dá pra saber, incógnita, espero que sim. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 horas atrás, Vengenz disse:

Ele não pegou o TJ com tempo de luta, lutou com o mizugaki e ficou 1 ano e pouco parado, luta com ele foi em 2014 e com TJ em 2016.

Mindset dele com essa questão de ring rust é fudido, não acredita nisso e sempre voltou bem 

Sim, verdade... mas o tempo de espera nesse período foi por causa do Barão que estava na fila...

Mas espero o melhor Cruz...não faz lutas chatas apesar de achar que não tem mãos pesadas.

Luta pra 5 rounds...

Share this post


Link to post
Share on other sites
14 horas atrás, Filipovic disse:

Não consigo apostar contra o Cruz. o Federer dos galos... 

Vou no talento... Federer ainda dá pau na molecada. 

 

War Cruz

Sensacional essa sua analogia kkkk

Nunca tinha pensado nisso, mas ambos exercem a profissão de terno, vc tem muita razão heheh

Tb torcerei pelo D. Cruz hoje, pela história e pelo estilo diferente de lutar, ele não é mais do mesmo, mas o Cejudo é favorito, tá no auge!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this