Sign in to follow this  
-=Luiz_Guilherme=-

Gaethje prevê nocaute sobre Tony Ferguson no primeiro ou segundo round: "Fará a 'dança da galinha'"

Recommended Posts

Gaethje prevê nocaute sobre Tony Ferguson no primeiro ou segundo round: "Fará a 'dança da galinha'"

Peso-leve reconhece ter sentido medo ao receber a oferta da luta no UFC 249, garante não temer lutar em meio à pandemia do coronavírus e prevê unificação do título da divisão contra Khabib

Por Camilo Pinheiro Machado — Saint Simon, EUA

04/05/2020 07h00  Atualizado há 3 horas

 

 

Protagonista da luta principal do UFC 249, que acontece no próximo sábado em Jacksonville, na Flórida, o peso-leve Justin Gaethje fez uma leitura detalhada do duelo contra Tony Ferguson, que valerá o cinturão interino da categoria. Em entrevista exclusiva via internet ao Combate, o americano acredita que nocauteará o rival no primeiro ou segundo rounds, principalmente por Ferguson ter feito um corte de peso completo há três semanas, batendo o peso da categoria sem ter luta marcada e sendo obrigado a bater novamente na próxima sexta-feira.

Justin Gaethje espera nocautear Tony Ferguson no primeiro ou segundo round na luta principal do UFC 249 — Foto: Getty Images

Justin Gaethje espera nocautear Tony Ferguson no primeiro ou segundo round na luta principal do UFC 249 — Foto: Getty Images

- A luta vai acabar comigo nocauteando. Eu venho de três nocautes seguidos no primeiro round, me preparo para lutar 25 minutos. Estou pronto para isso. Na verdade, estou pronto para 21 minutos, porque depois disso é questão de quem quer mais vencer, quem tem mais vontade de sobreviver. É basicamente para isso que a luta te leva. É o preparo físico que manda nessa hora. Consegui acabar com meus três últimos adversários bem rápido, e acredito que, especialmente por Tony ter cortado e batido o peso três semanas atrás, ele está bem magro. Sei que ele vai me cortar, mas eu vou fazê-lo dançar a "dança da galinha". Ninguém ainda conseguiu nocauteá-lo, mas eu tenho que aproveitar minhas chances, tenho que acertar o seu queixo. Acredito de verdade que vou colocá-lo para dormir no primeiro ou no segundo round. Se não conseguir, acho que meus chutes nas pernas serão muito importantes. Talvez eu o desgaste e nocauteie no terceiro ou quarto round com chutes baixos e golpes no corpo. Mas ele também pode me finalizar após o terceiro round.

O estilo pouco ortodoxo de Tony Ferguson, na opinião de Gaethje, que recebeu sete bôs de performance em suas seis lutas no UFC, faz com que a leitura dos seus movimentos e da própria seja mais difícil, assim como o ritmo e o tempo de luta, que, segundo ele, são diferentes dos demais.

- Tony é muito estranho, e a estranheza pode ser muito perigosa. Quando a luta começa, alguém tem que ditar o ritmo em que ela é disputada. É isso que eu vou ter que tentar entender: Como Tony virá? Ele se aproxima por ângulos diferentes, com um tempo de luta diferente. Ele ser assim pode tornar a luta mais difícil de ser lida.

Perguntado se, caso vença a luta no sábado, se considerará o melhor do mundo, Justin Gaethje disse que a vitória o fará ser o segundo melhor do mundo, e que se orgulhará muito dessa posição, mas não se dará por satisfeito, já que, para ele, seu destino é ser o número um do mundo. O americano também falou sobre as diferenças entre lutar contra Ferguson e Nurmagomedov.

image.jpeg.49ea15ce134b1019136b32240f1ca179.jpeg

Tony Ferguson e Justin Gaethje fazem a disputa do cinturão interino dos pesos-leves no UFC 249 — Foto: Infoesporte

Tony Ferguson e Justin Gaethje fazem a disputa do cinturão interino dos pesos-leves no UFC 249 — Foto: Infoesporte

- Eu vou me considerar o segundo melhor do mundo, que é algo do qual eu vou me orgulhar muito. Mas esse não é o meu destino. Meu destino é ser o número um. E o número um hoje é Khabib. Khabib é o número um, mas não existe luta fácil aqui. Eles são lutas completamente diferentes, não são parecidos em nada. Acho que Khabib é mais difícil de se vencer, mas é mais fácil me machucar enfrentando Tony.

- Me sinto ótimo. Estou cansado e dolorido e também controlo o peso e descansando bastante. Estou muito animado para lutar e para dar um show e ser campeão. Não terá nada fácil nessa luta. Vai ser muito difícil, vou ter que chegar ao limite e terei que ir para o nocaute. Vou nocauteá-lo nos dois primeiros rounds. Ele leva muitos golpes, aguenta muita pancada, mas eu bato como uma carreta. E eu vou acertá-lo. Ele pode me cortar, eu vou sangrar, e mal posso esperar por isso.

O pouco tempo que teve para se preparar, comparando-se a um camp completo, que dura 12 semanas, deixou Gaethje nervoso a princípio, mas o adiamento do evento lhe deu um tempo maior de treinos. Ele, agora se considera pronto para a disputa.

- Eu fiquei um pouco nervoso no começo, principalmente quando a luta foi marcada pela primeira vez. Eu teria apenas 20 dias para me preparar, o que me deixaria com 15 dias para treinar. A luta foi adiada, e eu tive cinco semanas de treino, o que me faz sentir muito melhor. Meus treinadores fizeram um trabalho excelente na minha preparação. Agora estou pronto para lutar, conquistar um título mundial e desafiar Khabib.

Conhecido por não esconder que o medo faz parte da sua rotina como lutador, Justin Gaethje falou sobre a sensação ao receber a ligação do UFC com a oferta da luta, e garante que gostou de sentir-se amedrontado por alguns dias, revelando que lembrou-se de quando lutava wrestling na infância.

- Quando recebi a ligação com a oferta da luta, eu fiquei com medo por uns quatro dias. Eu não sentia isso há algum tempo, e gostei muito. Quando você é menino e cresce lutando wrestling, você sente isso o tempo todo. Eu faço wrestling desde os quatro anos de idade e toda vez que você vai para uma luta, você tem um pouco de medo, porque você quer fazer o melhor para você, para o seu treinador e para a sua família. Eu venho preparando a minha mente para situações como essa a minha vida toda. Na hora da luta a adrenalina é uma loucura. Eu amo lutar, e lá dentro eu não sinto medo, cansaço, nada. Se eu estiver com a cabeça toda cortada e sangrando, isso não me abala. Quero muito estar lá dentro lutando contra esse cara. Quero ser o melhor do mundo, e para isso eu preciso encarar rivais como Tony Ferguson.

image.jpeg.914f6e7b726de7ea0421c3f1dd9bb08e.jpeg

Khabib Nurmagomedov é o atual campeão linear peso-leve do UFC — Foto: Getty Images

Khabib Nurmagomedov é o atual campeão linear peso-leve do UFC — Foto: Getty Images

Preparar-se para lutar em meio à pandemia do coronavírus não representou uma grande diferença para Gaethje. Segundo ele, por possuir uma academia particular para treinar, a preparação foi quase normal, excetuando-se os "sparrings", que não seguiram o padrão normal de outros tempos. O lutador disse não ter nenhum medo de lutar durante o período de pandemia. A ausência dos fãs, no entanto, é o lado ruim da atual situação.

- Não teve muita diferença para mim, porque eu tenho uma academia própria onde faço todos os meus treinos, tirando o treino de "sparring". Sempre tenho no máximo oito pessoas. Eu tanto poderia morrer pelo coronavírus quanto poderia morrer lutando se não estivesse preparado. Eu sei o que me espera e estou fazendo o que posso. Se você quiser fazer, você consegue, basta trabalhar para isso. Não me preocupo nem um pouco em lutar nesse momento. Eu nunca vou reclamar de receber um cheque. Tem muita gente no UFC nesse fim de semana, e eles têm que trabalhar e ser pagos. E há muita gente no mundo que quer trabalhar. O UFC cuida muito bem de nós, vai tomar todas as precauções necessárias. Eu preciso ganhar dinheiro, então estou feliz. O chato é não ter os fãs por perto. Adoro tirar fotos e dar autógrafos, porque acho que boa parte do que fazemos é para inspirar as pessoas a serem um pouco melhores a cada dia, a serem melhores do que no dia anterior. Amo essas experiências. Quem reclama esquece que já sonhou com isso, e não lembra que não vai durar para sempre. Eles vão sentir falta. Vou aproveitar enquanto dura.

Perguntado sobre como via Tony Ferguson como pessoa, e não como lutador, Justin Gaethje disse que não poderia julgar alguém que não conhece pessoalmente, mas acredita que, por ser solteiro e não ter filhos, ele leva uma vantagem sobre o rival: a de preparar melhor sua mente para a guerra.

- Eu nunca julgo pessoas que não conheço. Eu nunca encontrei Tony. Ele tem uma família, esposa, filho... eu moro com o meu cachorro (risos). Eu durmo sozinho, e acho que isso me ajuda. O isolamento me ajuda a preparar a mente para a guerra. Mas acho que ele está sempre pronto para a guerra. Não o conheço como pessoa, só o cumprimentei com um aperto de mãos uma vez e ele se mostrou normal, respeitoso. Vejo a interação dele com os fãs, e foi ótima. Ele pareceu gostar. Minha mãe uma vez me disse que eu não sou Deus, por isso não julgo ninguém.

 

SERVIÇO

 

O Combate transmite o UFC 249 ao vivo, na íntegra e com exclusividade no dia 9 de maio, a partir das 19h15 (de Brasília), com o "Aquecimento Combate". O SporTV 2 e o Combate.com transmitem o "Aquecimento" e as duas primeiras lutas do card preliminar. O site acompanha todo o evento em Tempo Real.

UFC 249
9 de maio de 2020, em Jacksonville (EUA)
CARD PRINCIPAL (23h, horário de Brasília):
Peso-leve: Tony Ferguson x Justin Gaethje
Peso-galo: Henry Cejudo x Dominick Cruz
Peso-pesado: Francis Ngannou x Jairzinho Rozenstruik
Peso-pena: Jeremy Stephens x Calvin Kattar
Peso-pesado: Greg Hardy x Yorgan De Castro
CARD PRELIMINAR (19h30, horário de Brasília):
Peso-leve: Donald Cerrone x Anthony Pettis
Peso-pesado: Alexey Oleynik x Fabricio Werdum
Peso-palha: Carla Esparza x Michelle Waterson
Peso-médio: Ronaldo Jacaré x Uriah Hall
Peso-meio-médio: Vicente Luque x Niko Price
Peso-pena: Charles Rosa x Bryce Mitchell
Peso-meio-pesado: Ryan Spann x Sam Alvey

 

Fonte: https://globoesporte.globo.com/combate/noticia/gaethje-preve-nocaute-sobre-tony-ferguson-no-primeiro-ou-segundo-round-fara-a-danca-da-galinha.ghtml

image.jpeg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Torcendo pro Tony, pelo cartel merece mais e o cara sempre tira um coelho da cartola! Gaethe contra Khabib pra mim será parecido com Khabin vs Poirier (que ja nocauteou o Gaethe)! 
Ferguson mais imprevisível e com gás absurdo, um perigo para lutas mais longas!

Quanto ao card,  boas lutas (Luque x Price).... vamos ver como o Werdum retorna! 
Se o Hall fosse mais inteligente e menos coração de galinha cansaria o Jaca e nocautearia!

Cerrone vs Pettis são dois em decadência e aposto num chute no estômago do Pettis nocautear o Cerrone!

Jairzinho vs Ngannou são duas carretas! Acredito mais no Ngannou mas não pode entrar borrado como fez com o Lewis pois o Jairzinho parece não ter medo e é melhor que Lewis! 
Se o ciscador do Cruz vencer é dar o TS pro Cody pra ele vencer e recuperar a confiança e depois já na próxima ser acertado no seu queixo de vidro e a fila andar!

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, gabriel floripa disse:

Massa admitir que tem medo, deve ser aquele frio na barriga. Acho legal lutador que não faz personagem pra se promover.

Mas tem uns que são realmente uns babacas.

Gaethje é um bicho muito louco, ele sempre foi muito sincero em suas entrevistas 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vou de Tony, deve ser acertado nos dois primeiros rounds, vai sobreviver e impor o jogo de sempre demolindo o Gaethje com um caminhão de golpes. 
 

Acredito que do terceiro round pra frente o Justin vai apanhar igual cachorro até o juiz parar a luta. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Charles deve enfrentar o perdedor dessa luta. Principalmente se o mcgregor for disputar aquele cinturão lá.

Qiem vcs acham que tem o jogo melhor pro brasileiro?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 5/8/2020 at 8:14 AM, Garfield disse:

Charles deve enfrentar o perdedor dessa luta. Principalmente se o mcgregor for disputar aquele cinturão lá.

Qiem vcs acham que tem o jogo melhor pro brasileiro?

Pra mim o Ferguson domina

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Lucas Timbó disse:

Pra mim o Ferguson domina

Ah sim os dois seriam favoritos. Mas o fergunson é um tank se não der bobeira e for finalizado deve ganhar.

Vou torcer pra duas coisas charles vencer e a luta se desenvolver no chão.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esse da luta de ontem é o tal de Ferguson que é o "maior desafio da carreira" do Khabib??? 

Ferguson só tem queixo, cardio e malícia, falta técnica, estratégia, etc... Nunca admirei seu estilo maluco de luta. Não tem "estabilidade" pra ser detentor da cinta, no final ainda ficou de birra qdo o Gaethje foi lá falar com ele... Pra mim sempre foi um babaca esse cara... Comemorei muito a vitória do Justin

Share this post


Link to post
Share on other sites

Luta sensacional, foram 12 tentando e só o Justin conseguiu, em uma estratégia perfeita,  frio e calculista do início ao fim ,não ligou o loco em momento algum , o maior susto foi no fim do segundo round que poderia complicar e o gongo salvou! 

Ferguson não achou a distância e me pareceu lento a luta toda , partiu pra cima como sempre faz e pagou o preço contra um cara que bate pesado e fez uma estratégia perfeita! 

Continuo torcendo por ele , as falhas de ontem sempre estiveram lá e ele conseguiu superar doze vezes seguidas por oito anos, dando show e fazendo excelentes combates,  quantos conseguem isso no mma atualmente? 

Bora descansar e depois voltar aos treinos outra vez , Poirier é um bom nome e um dos poucos que ele não lutou ainda , também vem de derrota! 

Essa derrota não robou a alma porque zumbis não possuem, go El Cucuy! 

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, Flaviova disse:

Esse da luta de ontem é o tal de Ferguson que é o "maior desafio da carreira" do Khabib??? 

Ferguson só tem queixo, cardio e malícia, falta técnica, estratégia, etc... Nunca admirei seu estilo maluco de luta. Não tem "estabilidade" pra ser detentor da cinta, no final ainda ficou de birra qdo o Gaethje foi lá falar com ele... Pra mim sempre foi um babaca esse cara... Comemorei muito a vitória do Justin

Ah não, bicho...

Tu já conhece o Tony Ferguson há bastante tempo, por que nunca emitiu uma opinião como essa antes, e em especial, durante as 11/12 vitórias seguidas dele???

Tony Ferguson continua sendo um grande lutador, isso não muda nada.

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, Eder Jofre55 disse:

Luta sensacional, foram 12 tentando e só o Justin conseguiu, em uma estratégia perfeita,  frio e calculista do início ao fim ,não ligou o loco em momento algum , o maior susto foi no fim do segundo round que poderia complicar e o gongo salvou! 

Ferguson não achou a distância e me pareceu lento a luta toda , partiu pra cima como sempre faz e pagou o preço contra um cara que bate pesado e fez uma estratégia perfeita! 

Continuo torcendo por ele , as falhas de ontem sempre estiveram lá e ele conseguiu superar doze vezes seguidas por oito anos, dando show e fazendo excelentes combates,  quantos conseguem isso no mma atualmente? 

Bora descansar e depois voltar aos treinos outra vez , Poirier é um bom nome e um dos poucos que ele não lutou ainda , também vem de derrota! 

Essa derrota não robou a alma porque zumbis não possuem, go El Cucuy! 

É isso, post sensato!!!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Essa luta não tinha como não ser da forma que foi.... os dois tem o estilo mais empolgante do ufc... alem de ter os melhores queixos....o queixo do ferguson é fora do comum... mas o fo justin tmb.... o upper que ele levou no fim do segundo round ali apagaria qualquer 1..... se ver o replay a percepção que da é que não daria pro golpe ter entrado tão perfeito como entrou..... 100% no queixo no melhor angulo possivel.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this