Guest

McGregor pronto para a WW: "vou fazer mágica, mas desta vez será algo especial"

Recommended Posts

Guest

Conor McGregor relaxado e pronto para as 170 libras no UFC 246: 'Desta vez será algo especial'

Conor McGregor vê sua próxima luta contra Donald Cerrone no UFC 246 como a oportunidade perfeita para voltar à ação e fazer a bola rolar antes de um grande ano em 2020. E sua decisão de lutar no peso meio médio fez total sentido para o Dubliner, como ele propõe iniciar sua temporada com uma vitória em 18 de janeiro. McGregor admitiu que tinha opções a considerar, sem falta de oponentes em potencial - além da escolha da classe de peso - antes de seu retorno ao octógono. E, em uma entrevista à ESPN, o irlandês disse que a decisão de lutar nas 170 libras foi a decisão perfeita para ele, pois ele volta apenas para sua segunda luta no UFC desde 2016. McGregor, que disse que pesará "160, 160 e um pouco" uma semana amtes do seu confronto com Cerrone, admitiu que poderia ter pedido a luta nas 155 libras, mas disse que não temia enfrentar "Cowboy" no welterweight. "Eu sei, eu poderia ter (tornado a vida dele mais difícil)", ele admitiu. "Acho que ele não parece muito bem com 155. Ele é um lutador de 170. Eu posso vencê-lo com qualquer peso. Eu o venceria se estivesse gripado. Eu não preciso disso. Eu só quero focar no meu treinamento e me manter afiado. Não quero cortar e depois ganhar  so para depois cortar novamente. Estou feliz onde estou. "

Ex-campeão dos pesos penas e leves McGregor também disse que vê seu retorno como um meio-médio abrindo mais opções para ele à medida que o ano de 2020 avança. "170 é emocionante para mim", explicou. "Gosto de 170. Gosto do que está acontecendo na divisão 170 no momento. Você tem Jorge com esse cinturão('BMF'), você tem os outros caras lutando pelo cinturão. Gosto de tudo o que está acontecendo nas 170 libras e me sinto bem nas 170. Sinto-me enérgico - é o que peso e é isso. Abre muitas mais opções, certo? ” E, embora ele esteja interessado nas opções do peso meio médio, McGregor deixou claro que o retorno ao peso leve está sempre no horizonte. "Não, não terminei nos 155; de jeito nenhum ”, ele disse. “Eu poderia fazer essa luta nos Leves , não haveria problema. Mas eu preferi voltar sem cortar muito e 'como estou'. Voltarei nesse peso e depois verei todas as minhas opções. ” Quanto à decisão de enfrentar Cerrone, McGregor disse que é um caso de retornar em uma luta amigável contra um lutador que ele respeita. “Bem, eu disse que iria lutar com ele, certo? Eu e Donald temos uma história. Não é uma história longa, mas tivemos uma história. É uma luta emocionante. É uma luta amigável para os fãs. É uma luta que me excita. “Eu aprecio Donald, eu tenho que dizer. Ele lutou várias vezes desde a última vez em que o vi, na conferência de imprensa com  (Jose) Aldo há muitos, muitos anos atrás. Ele continuou e lutou tantas vezes. Ele também é um homem de família, com sua avó e essas coisas. Eu respeito isso . E eu também aprecio o método dele, como ele fez isso da forma certa, como em uma garrafa de Proper. Há muito trabalho nessas coisas - para nao se ter respeito, eu aprecio isso. Estou ansioso para ter uma boa luta. ”

E para seu retorno, o Dubliner, que produziu uma infinidade de momentos inesquecíveis dentro do octógono durante sua carreira, prometeu outra performance espetacular e estrondosa  para o inicio de 2020  em Las Vegas. "Estou feliz em voltar, ter minha luta de retorno logo no início da temporada contra o Donald, e estou ansioso por isso", disse ele. "Vai ser uma boa noite, e vou brilhar aqui em 18 de janeiro. Vou fazer mágica dentro do octógono, como já fiz muitas vezes antes. Mas desta vez será algo especial."

https://mmajunkie.usatoday.com/2020/01/conor-mcgregor-relaxed-and-ready-at-170-pounds-ahead-of-ufc-246-this-time-its-going-to-be-something-special

 

Edited by Guest

Share this post


Link to post
Share on other sites

connor "humilde"....mas venceria ele até gripado...... pelo menos deu sinais que não vai avacalhar com a avó do cowboy

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, Raphael Rezende disse:

Vamos ver...

Eu aposto no Conor McGregor, mas não descartaria uma vitória do Cowboy.

minha aposta no cowboy seria por estar mais acostumado com a pegada do peso e pela possibilidade do connor vir mais lento e com menos gás pelo ganho de massa que tem aparentado nas fotos

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 minutos atrás, Henry Chinasky disse:

Bustamante, Murilo. 😁

Abraço, Raphael! ✌️( Tô de "saca") 

Hahaha hahaha hahaha

Engraçado que quando enviei o post, pensei nisso 

Kkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkkk

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cerrone batendo e depois formalizando...e Esse peso e muito pro Connor...ele sabe disso por isso esta humilde..

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 hours ago, Henry Chinasky said:

O cara tem dois cinturões de duas outras categorias e vai pra.sua terceira luta na WW do olho, quem sabe, no terceiro. Eu não consigo não respeitar isso. Varias vezes age como um demente mas, dentro do 8, se põe em desafios como poucos aceitariam,  e luta pra caralho. 

E detalhe...nem precisa lutar....poderia ter se aposentado no floyd. E respeitavel suas habilidades . E não fura luta. Mas tem sempre minha torcida contra. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Henry Chinasky disse:

O cara tem dois cinturões de duas outras categorias e vai pra.sua terceira luta na WW do olho, quem sabe, no terceiro. Eu não consigo não respeitar isso. Varias vezes age como um demente mas, dentro do 8, se põe em desafios como poucos aceitariam,  e luta pra caralho. 

Acho sacanagem as furadas de fila, mas ele sabe se vender e aceita grandes desafios também, tem que tirar o chapéu realmente.

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, Ominöser disse:

Acho sacanagem as furadas de fila, mas ele sabe se vender e aceita grandes desafios também, tem que tirar o chapéu realmente.

Mas Cerrone nos meio-médios é um grande desafio?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olhando toda a trajetória dele mesmo

Acho o contrário, Connor sempre fugiu dos maiores desafios

Ele busca as lutas mais midiáticas (e nem digo que está errado por isso): Nate Diaz, Cerrone

As lutas duras que fez foram as inevitáveis. Não tinha como deixar de lutar com o Khabib, por exemplo. Se ele não luta com o Khabib ficaria sem ter chance de cinturão e com fama de arregão

Mas foras as lutas inevitáveis de cinturão não acho que o Connor buscou as lutas mais duras

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now