Sign in to follow this  
André Filho

Durinho relembra encontro e prega respeito a Demian: "Quem não o respeita é muito burro"

Recommended Posts

Duelo entre os brasileiros pela divisão dos meio-médios será uma das principais atrações do UFC Brasília no dia 14 de março

 

Durinho relembra encontro e prega respeito a Demian:

 

Gilbert Durinho e Demian Maia farão um duelo brasileiro pela divisão dos meio-médios, na co-luta principal do UFC Brasília, que será realizado no dia 14 de março. Em entrevista exclusiva ao Combate.com, Durinho contou que, antes de ser escalado para enfrentar seu compatriota, ele estava tentando encontrar Demian para afiar seu jogo de chão.

- No ano passado fui chamado para ser lutador convidado no UFC em São Paulo, em novembro. Veio na minha cabeça na hora de que eu precisava melhorar meu chão e ia aproveitar para treinar com o Demian. E logo na sequência o Michael Johnson pediu para eu ser córner dele (no UFC) em Singapura, que era antes do evento de São Paulo. Eu sabia que o Demian ia estar lá e conversamos bastante antes da luta. Eu falei até umas coisas para ele fazer na luta (contra o Ben Askren) que acho que ele fez. Fui pra São Paulo depois, mas não consegui fazer esse treino com ele.

Logo após a tentativa de treinar com Demian, Durinho conta que recebeu o convite para enfrentá-lo.

- Eu vinha incomodando o Sean Shelby (matchmaker do UFC), porque eu queria ter feito mais uma luta no ano passado, então toda luta que caía eu pedia para fazer. E eu continuava vendo o Shelby com frequência, pois fiz o córner do Chas Kelly, do Vicente Luque, da Vivi Araújo e do Michael Johnson. Ele tinha me falado que ia me dar um lutador ranqueado e era para parar de encher o saco dele, e eu parei. No UFC que o Kamaru Usman lutou, em dezembro, ele falou que queria fazer eu contra o Demian. Eu tinha conversado antes com o Demian em São Paulo e com o (Eduardo) Alonso, que chegou pra mim e falou "Olha, a gente não quer você contra o Demian. Não peça essa luta. Já começaram alguns rumores", e eu falei que não ia pedir. Acabou que eu não pedi, mas o UFC me ofereceu e eu disse que lutaria, pois seria interessante para mim, mas que o manager dele disse que não aceitaria. Aí o Sean Shelby até mudou de expressão, disse que ele era o matchmaker e aquele era o trabalho dele. A notícia começou a bombar neste fim de semana agora, mas a luta já estava para fechar há um mês, e fiquei amarradão em poder lutar com uma lenda do jiu-jítsu e do MMA.

O combate contra Demian é um passo importante para Durinho seguir em ascensão na divisão dos meio-médios, categoria onde vem de duas vitórias seguidas, e ele prega respeito ao seu próximo adversário.

 

- Acho que é uma luta importante, muito difícil. Quem não respeita o Demian é muito burro, e eu o respeito e admiro muito. Como falei, queria treinar com ele em São Paulo para aprender algumas coisas, pois sei que ele poderia acrescentar muito no meu jogo. Uma vitória contra ele me faria crescer muito na categoria, me colocaria no top 6. Todo mundo vê como um lutão, e na minha cabeça o Demian é um leão, mas não tem essa de leão velho. Leão é leão. Tenho todo respeito pelo Demian, vou honrar essa oportunidade que ele e o time dele estão me dando, e vou trabalhar duro. Estou confiante numa vitória, mas o trabalho já vem sendo feito. Não estou ali por acaso e quero mostrar que cheguei na categoria.

 

Após a tentativa frustrada de lutar em algum evento no fim do ano passado, Durinho vibra com a oportunidade de estar em um card no início de 2020. De contrato renovado com a organização, ele espera que esta temporada possa lhe render seu tão sonhado objetivo: a chance pelo cinturão.

- Lutar no começo do ano é ótimo. Sempre tento fazer isso, mas nem sempre consigo. Acabei de renovar meu contrato com o UFC, tenho cinco lutas nesse contrato, e quero fazer o máximo de lutas que eu puder esse ano. Se as lutas forem ao meu favor, se tiver boas vitórias, posso me credenciar ao cinturão, mas o objetivo é estar sempre o mais ativo possível.

UFC Brasília
14 de março de 2020, no Distrito Federal
CARD DO EVENTO (até o momento):
Peso-meio-médio: Demian Maia x Gilbert Durinho
Peso-meio-pesado: Johnny Walker x Nikita Krylov
Peso-palha: Amanda Ribas x Paige VanZant
Peso-médio: Antônio Cara de Sapato x Makhmud Muradov
Peso-mosca: Maryna Moroz x Mayra Sheetara
Peso-meio-médio: Elizeu Capoeira x Alexey Kunchenko
Peso-galo: Rani Yahya x Enrique Barzola
Peso-galo: Veronica Macedo x Bea Malecki
Peso-mosca: Jussier Formiga x Brandon Moreno
Peso-leve: Francisco Massaranduba x John Makdessi

Edited by André Filho

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pra chegar no topo tem que passar pelo Demian e é uma tarefa das mais difíceis no evento, sinistro o domínio que o Demian tem sobre seus adversários, não acho que dará bom pro Durinho de jeito nenhum. Espero que não caia essa luta, estarei lá vendo de perto.

Share this post


Link to post
Share on other sites
46 minutos atrás, Cokim BSB disse:

Pra chegar no topo tem que passar pelo Demian e é uma tarefa das mais difíceis no evento, sinistro o domínio que o Demian tem sobre seus adversários, não acho que dará bom pro Durinho de jeito nenhum. Espero que não caia essa luta, estarei lá vendo de perto.

penso o mesmo

Share this post


Link to post
Share on other sites
33 minutos atrás, Raphael Rezende disse:

Excelente combate.

Tomara que lutem como grapplers, e não como strikers.

Eu imagino o durinho querendo lutar como striker e o Maia como grappler.

Mas não sinceramente não vejo o que o durinho possa trazer para o cage para vencer o Maia.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Infelizmente tem tudo para ser uma luta em pé, monótona, para não dizer chata.

Uma pena esse casamento.

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Garfield disse:

Eu imagino o durinho querendo lutar como striker e o Maia como grappler.

Mas não sinceramente não vejo o que o durinho possa trazer para o cage para vencer o Maia.

O Durinho traz duas coisas muito importantes. Juventude e gás 

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 minutos atrás, junior-sjc disse:

O Durinho traz duas coisas muito importantes. Juventude e gás 

Se fosse 5 rounds apostava nele, não seria finalizado e provavelmente venceria os tres ultimos rounds em pé.

 

Mas numa luta de tres rounds... Nocautear quase impossivel, o boxe defensivo do maia é sinistro, raramente leva golpe limpo em pé, sendo que ja enfrentou diversos strikers muito superiores e com defesa de quedas igualmente superior.

O wrestling defensivo do Durinho é apenas bom, o Maia deve conseguir quedar durante os dois primeiros rounds pelo menos.

No chão vejo o no gi do maia pouca coisa superior, mas a adaptação foi muito mais bem feita e ele é maior e mais pesado, acho que ninguém finaliza mas o Maia deve ter ampla vantagem ficando por cima.

Share this post


Link to post
Share on other sites

“Quem não respeita o Demian émuito burro...”

Não preciso nem falar quem eu sempre considerei um BURRÃO!!!!!!! Depois da falta de respeito com o Demian e outros brasileiros, o “fulano” nunca mais teve minha torcida!!!

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Lumberjack disse:

“Quem não respeita o Demian émuito burro...”

Não preciso nem falar quem eu sempre considerei um BURRÃO!!!!!!! Depois da falta de respeito com o Demian e outros brasileiros, o “fulano” nunca mais teve minha torcida!!!

 

Exato, o burrão quentinho e seu papagaio de pirata feijão.

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 horas atrás, smd disse:

Infelizmente tem tudo para ser uma luta em pé, monótona, para não dizer chata.

Uma pena esse casamento.

2

Share this post


Link to post
Share on other sites

""- Acho que é uma luta importante, muito difícil. Quem não respeita o Demian é muito burro, e eu o respeito e admiro muito. /Todo mundo vê como um lutão, e na minha cabeça o Demian é um leão, mas não tem essa de leão velho. Leão é leão."

 

não tem o que dizer... é só editar...  

Share this post


Link to post
Share on other sites

Só eu achei estranho esta coisa de ia treinar com Demian e agora vai enfrentar?

Será que não era estratégia ir lá testar o Demian pra depois pedir a luta?

Share this post


Link to post
Share on other sites
20 horas atrás, Garfield disse:

Se fosse 5 rounds apostava nele, não seria finalizado e provavelmente venceria os tres ultimos rounds em pé.

 

Mas numa luta de tres rounds... Nocautear quase impossivel, o boxe defensivo do maia é sinistro, raramente leva golpe limpo em pé, sendo que ja enfrentou diversos strikers muito superiores e com defesa de quedas igualmente superior.

O wrestling defensivo do Durinho é apenas bom, o Maia deve conseguir quedar durante os dois primeiros rounds pelo menos.

No chão vejo o no gi do maia pouca coisa superior, mas a adaptação foi muito mais bem feita e ele é maior e mais pesado, acho que ninguém finaliza mas o Maia deve ter ampla vantagem ficando por cima.

to com vc

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, MV8 disse:

Só eu achei estranho esta coisa de ia treinar com Demian e agora vai enfrentar?

Será que não era estratégia ir lá testar o Demian pra depois pedir a luta?

Acho que não, na época ele era leve e o Maia tava na corrida pelo titulo.

Agora, além de revelar conversas de bastidores (aparentemente sem maldade) ele aceitou uma luta sabendo que não fazia parte dos planos do Maia. Acho que jogou no lixo uma baita oportunidade

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this