Sign in to follow this  
Eder Jofre55

José Aldo pede desculpas por derrota no UFC Rio, mas exalta lado positivo no revés

Recommended Posts

José Aldo pede desculpas por derrota no UFC Rio, mas exalta lado positivo no revés

Carlos Antunes

 

Em maio de 2019, José Aldo chegou no UFC Rio com tudo a seu favor. Embalado por duas vitórias seguidas na liga, o brasileiro enfrentava Alexander Volkanovski abraçado pela torcida e na promessa de que um triunfo o credenciaria novamente por uma disputa de cinturão. Mas o que os fãs cariocas viram foi algo bem diferente do esperado. Apático, o ‘Campeão do Povo’ foi facilmente dominado pelo russo e frustrou os torcedores presentes na ‘Jeunesse Arena’, na Barra da Tijuca. E até por conta de todo este contexto, o atleta da ‘Nova União’ revelou que essa foi a derrota mais vergonhosa de sua carreira no MMA.

Durante o media day do UFC desta terça-feira (3), que contou com a presença da reportagem da Ag Fight, Aldo se desculpou com seus fãs pela performance abaixo do habitual diante de Volkanovski. No entanto, apesar de claramente frustrado com o resultado e, principalmente, com sua atuação no confronto, o brasileiro conseguiu enxergar o lado positivo de seu revés no Rio de Janeiro.

“Foi uma m**, desculpa. Foi uma m*** Peço até desculpas para todo mundo pela aquela m*** que eu fiz. Não posso fazer aquilo. Me preparei, quis a luta, pedi a torcida, para todo mundo estar lá e não fiz nada. Lutei muito abaixo. Derrota e vitória faz parte, mas tenho que dar meu melhor. Aquilo eu não fiz nada. Mas agora é uma nova fase no peso-galo. Estou me sentindo muito bem. Poderia ser um ponto final, mas a luz reascendeu de novo”, destacou Aldo, antes de falar sobre os detalhes do duelo e lamentar não ter seguido a estratégia.

“Fui muito burro. Passei por uma cirurgia no joelho e todo mundo queria que eu lutasse. Fui burro de pedir a luta e fui lá. Não é culpa de ninguém e nem desculpa. A partir do momento que eu aceito, tenho que estar pronto. Achei que poderia vencer, estava bem treinado, em casa, mas foi um erro total não ter jogado o que treinei. Não me arrependo, tem que ser homem na derrota e na vitória. Ele foi melhor que eu e mereceu vencer. Fez uma boa estratégia e me anulou. Aquela derrota me fez tão bem, aprendi bastante que hoje em dia passo por essa nova fase, mudei de pensamento sobre não lutar mais. Aquilo me ajudou bastante”, completou o brasileiro.

Naquele momento, a derrota para Alexander Volkanovski jogou um balde de água fria nos planos do ex-campeão peso-pena (66 kg) do UFC. Mas apesar do baque, o brasileiro enxergou no revés um motivo para retornar aos octógonos ainda mais forte e com direito a novidade: em uma nova categoria de peso. Após conversar com seu técnico e mentor Dede Pederneiras, Aldo decidiu descer de divisão e competir nos pesos-galos (61 kg).

“Aquela derrota veio num bom momento. Às vezes é melhor dar um passo para trás para dar dois para frente. Aprendi com isso. Logo em seguida o Dedé veio com essa proposta de lutar nos galos, um desafio e acendeu a vontade de lutar mais vezes”, afirmou Jose, antes de comparar a derrota no UFC Rio com o revés sofrido diante de Conor McGregor, em dezembro de 2015.

“Dói muito mais. Do Conor a gente lutou, ele acertou um bom golpe. No Rio foi uma apresentação, não consegui fazer nada, não tentei fazer algo. Se você perde, mas tenta alguma coisa que treinou, você sai satisfeito. Triste pela derrota. Mas aquela eu sinto vergonha. Não consigo ver essa luta (contra o Volkanovski)”, admitiu o Campeão do Povo.

Para virar a página e começar uma nova caminhada no Ultimate, Aldo fará sua estreia nos pesos-galos no UFC 245, agendado para o dia 14 de dezembro, em Las Vegas (EUA). E quem dará as ‘boas-vindas’ ao atleta do Nova União é o seu compatriota e ex-desafiante da categoria, Marlon Moraes.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Espero que a empolgação antes da luta não se transforme em frustração depois - em caso de derrota lógico...

O Aldo é um cara bacana mas meio bipolar, muda de uma hora pra outra...tem seus ápices depressivos e depois uma empolgação acentuada...fala em parar e depois em lutar até os 40...

Espero que dê tudo certo na nova divisão e, mesmo em caso de derrota, ele continue com essa fome por lutar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Rpz boa sorte é foda ser bom demais todo mundo crítica.

Se muda de categoria vem mil teorias rodas negativas se diz que lutar até os 40 vem mil teoria .

Aldo é lenda e deve nada a seu ninguém.

Vai lá na torcida pra meter a porrada no Marlon e mostrar seu kickboxing pro mundo de novo

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sujeito homem ,sem desculpas ,e sem essa de escolher adversário pra se adaptar ao novo peso ,quer ser campeão, enfrente os melhores, respeito máximo, não  importa a divisão! 

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, gfp disse:

É isso aí, aprender com os erros! Bola pra frente.. Mas acho complicado estrear logo contra o Marlon

Tb acho complicado estrear contra o Marlon. Nem sabemos como ele estará fisicamente nesse peso... mas estou na torcida pelo campeão. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Podiam ter dado alguém mais fácil, o Marlon é outro animal. Vou torcer pelo Aldo pq quero que ele continue lutando e lutando como fazia no WEC mas gosto muito do Marlon também .

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, NEGO DÁGUA disse:

Rpz boa sorte é foda ser bom demais todo mundo crítica.

Se muda de categoria vem mil teorias rodas negativas se diz que lutar até os 40 vem mil teoria .

Aldo é lenda e deve nada a seu ninguém.

Vai lá na torcida pra meter a porrada no Marlon e mostrar seu kickboxing pro mundo de novo

De acordo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Parece q ninguem ta botando fe no aldo contra o Marlon ! Pra mim o Aldo sempre sera um casca grossa , muito bom lutador e se sair bem no peso nessa nova categoria tem tudo pra varrer e tera muitas lutas excelentes a fazer ...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom ver o Aldo com um discurso positivo e motivado a novos desafios. Achei um erro de estrateégia estrear contra um pedreira como o Marlon, mas é tudo ou nada para o Guerreiro se vencer pode pedir para disputar o cinturão. Espero que se estiver levando atraso na trocação coloque o Marlon para baixo e use o Jiu Jitsu. War Aldo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sempre fui muito fã do Aldo, espero ver ele lutando bem e tendo sucesso. Mas há muito tempo não levo a sério nada que ele fala. Inclusive acho que foi um atleta que a falta de uma boa assessoria de imprensa prejudicou muito.

Também acho problemático um maior corte de peso nessa altura do campeonato e estreiar contra o Marlon, mas espero que me surpreendo positivamente. A grande questão do Aldo hoje, ao meu ver, é o gás.

Se ele vier com um bom gás ele pode ser campeão de novo, mas acho difícil. Na categoria de baixo ele pode voltar a ter vantagens físicas, vamos ver... Estou meio descrente, mas torcendo para estar enganado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this