Loucus

PBP - UFC FN on ESPN 4: Rafael vs Edwards

Recommended Posts

Em 7/21/2019 at 9:48 PM, Renato Boxe disse:

Incrível como o @Daniel Mendoza se adentra em questões irrelevantes ao assunto do tópico. Acho q cabe a vc como moderador deixar para lá certos assuntos.

Obs : Acho q o florista errou contigo, n vi nada demais no seu comentário. Mas n vejo muito sentido em ficar esticando certos assuntos. A gente entra para ler algo do evento e se depara com meia dúzia falando assunto q n tem nada a ver com o tópico. Tá chato isso. Esse nego d'água tá um pela saco do caralho tbm . Entra em tudo q é debate sem ser solicitado. Tinha q ter um grupo do WhatsApp já q vcs são contra a volta do off.

Mas o Nego tentou só apaziguar a discussão hehe

No mais, acho que a parte de eles terem se exaltado e dado o approach errado a discussão, esse tema é relevante sim. Tem fundamento. Mas ao invés de atacarmos o coleguinha, deveríamos tentar agregar com algo. 

De novo, eu não concordo com o approach tomado por nenhum dos dois, mas fiz questão de trazer uma reportagem que li sobre o tema é dar minha opinião.

Vamos ser mais racionais ao comentar e dar opinião. E somar mais ao invés de depreciar o ponto de vista alheio.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 7/21/2019 at 4:18 PM, mourninghall disse:

https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1002/ajhb.1310060215

@Loucus

@WMacêdo

@Pride Event

@junior-sjc

@NEGO DÁGUA

Tá em inglês. A conclusão é exatamente essa: homens negros tem, em média, braços e pernas mais longos quando comparados com os homens brancos de mesma estatura. Os homens negros tb têm mais densidade óssea.

É interessante notar q o estudo foi feito com a população normal e ñ com com atletas de alto nível.

Com relação a ser ou ñ um grupo homogêneo, isso é completamente irrelevante pra estatística. Os brasileiros e holandeses ñ são um grupo homogêneo e isso ñ impede em nada a gente de saber a média de altura de cada população. Cada indivíduo é único, mas se vc pegar aleatoriamente um brasileiro e um holandês, existe uma probabilidade maior do holandês ser mais alto. Da mesma forma, se pegarmos aleatoriamente um homem negro e um homem branco de estatura similar, há uma probabilidade maior do homem negro ter braços e pernas mais compridos.

Nossa, até que enfim algum amigo de PVT pra falar algo simples, de forma simples, que condiz com a verdade.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 7/22/2019 at 11:20 PM, junior-sjc disse:

Mas o Nego tentou só apaziguar a discussão hehe

No mais, acho que a parte de eles terem se exaltado e dado o approach errado a discussão, esse tema é relevante sim. Tem fundamento. Mas ao invés de atacarmos o coleguinha, deveríamos tentar agregar com algo. 

De novo, eu não concordo com o approach tomado por nenhum dos dois, mas fiz questão de trazer uma reportagem que li sobre o tema é dar minha opinião.

Vamos ser mais racionais ao comentar e dar opinião. E somar mais ao invés de depreciar o ponto de vista alheio.

Perfeito. Penso exatamente isso. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 7/21/2019 at 4:18 PM, mourninghall disse:

https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1002/ajhb.1310060215

@Loucus

@WMacêdo

@Pride Event

@junior-sjc

@NEGO DÁGUA

Tá em inglês. A conclusão é exatamente essa: homens negros tem, em média, braços e pernas mais longos quando comparados com os homens brancos de mesma estatura. Os homens negros tb têm mais densidade óssea.

É interessante notar q o estudo foi feito com a população normal e ñ com com atletas de alto nível.

Com relação a ser ou ñ um grupo homogêneo, isso é completamente irrelevante pra estatística. Os brasileiros e holandeses ñ são um grupo homogêneo e isso ñ impede em nada a gente de saber a média de altura de cada população. Cada indivíduo é único, mas se vc pegar aleatoriamente um brasileiro e um holandês, existe uma probabilidade maior do holandês ser mais alto. Da mesma forma, se pegarmos aleatoriamente um homem negro e um homem branco de estatura similar, há uma probabilidade maior do homem negro ter braços e pernas mais compridos.

Na verdade, se for heterogêneo, é bem melhor. O fato de ser homogêneo ou não para mim é totalmente relevante pois sua amostra pode gerar um dado viciado.

Se pegar por ex, a família de meu pai como exemplo de população brasileira, seremos maiores que os Holandeses.

Em meu trabalho de conclusão de curso, fiz uma pesquisa de campo para geração de resíduo sólido têxtil no Brás (bairro de SP famoso por concentrar confecções e lojas de roupas em geral, para qm não é daqui).

Fiz o cálculo para descobrir o número de confecções que eu teria que entrevistar para chegar perto do todo (por ex, para desenhar um cenário convincente do brás como um todo em minha pesquisa, eu tinha que pegar pelo menos 120 entrevistas para dar um grau de confiabilidade de 99%).

Pois bem, escolhi duas ruas que eu ia e fui a caça com um monte de questionários em mãos. No meio da pesquisa me dei conta que as ruas que eu havia escolhido só geravam retalho de tecidos sintéticos, e nenhum natural.

Então posso afirmar que o Brás só gera retalho de tecido sintético? qual foi minha surpresa quando resolvi sair de meu roteiro e achei uma rua que só gerava retalhos de tecidos naturais como o jeans que vem do algodão... tive que refazer toda a metodologia e ampliar minha pesquisa para minha amostra não ficar, justamente, homogênea. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, rivvithead disse:

Na verdade, se for heterogêneo, é bem melhor. O fato de ser homogêneo ou não para mim é totalmente relevante pois sua amostra pode gerar um dado viciado.

Se pegar por ex, a família de meu pai como exemplo de população brasileira, seremos maiores que os Holandeses.

Em meu trabalho de conclusão de curso, fiz uma pesquisa de campo para geração de resíduo sólido têxtil no Brás (bairro de SP famoso por concentrar confecções e lojas de roupas em geral, para qm não é daqui).

Fiz o cálculo para descobrir o número de confecções que eu teria que entrevistar para chegar perto do todo (por ex, para desenhar um cenário convincente do brás como um todo em minha pesquisa, eu tinha que pegar pelo menos 120 entrevistas para dar um grau de confiabilidade de 99%).

Pois bem, escolhi duas ruas que eu ia e fui a caça com um monte de questionários em mãos. No meio da pesquisa me dei conta que as ruas que eu havia escolhido só geravam retalho de tecidos sintéticos, e nenhum natural.

Então posso afirmar que o Brás só gera retalho de tecido sintético? qual foi minha surpresa quando resolvi sair de meu roteiro e achei uma rua que só gerava retalhos de tecidos naturais como o jeans que vem do algodão... tive que refazer toda a metodologia e ampliar minha pesquisa para minha amostra não ficar, justamente, homogênea. 

Por isso a importância da ALEATORIEDADE da amostra. Vc ñ pode escolher rua por conveniência ou a sua família como amostra.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, mourninghall disse:

Por isso a importância da ALEATORIEDADE da amostra. Vc ñ pode escolher rua por conveniência ou a sua família como amostra.

Eu diria que é mais questão de ser heterogêneo mesmo do que aleatório. Digo isso pq aleatória foram às ruas que eu escolhi. Calhou de me darem amostras homogêneas, e se eu não tivesse escolhido aleatoriamente, e sim levantado antes o perfil delas, eu teria menos trabalho. Ainda que eu percebi que os dados estavam viciados.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now