Daniel Mendoza

Discussão de Jiu-jitsu brasileiro para o MMA.

Recommended Posts

37 minutos atrás, Lucas Timbó disse:

45127792_282314049283805_296300690567856

 

Treta

kkkkkkkkkkkkk

engraçado, mas acho nada a ver... diversas artes usam socos e chutes, como ficam? e nunca vi esse questionamento entre elas...

mas vale a zoeira.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

1 hora atrás, Lucas Timbó disse:

45127792_282314049283805_296300690567856

 

Treta

 

É mais que sabido que o Jiu-jitsu brasileiro veio diretamente do judô pré segunda guerra mundial, mas se especializou no jogo de chão e evoluiu para muito além no judô nessa área.

Não vejo como trazer essa "treta" para o tópico incrementa ou ajuda a discussão do uso do Jiu-jitsu e sua adaptação ao MMA, que é o objetivo do tópico. Muito pelo contrário.

Nos mantenhamos no objetivo do tópico, por favor.

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Axiotis disse:

kkkkkkkkkkkkk

engraçado, mas acho nada a ver... diversas artes usam socos e chutes, como ficam? e nunca vi esse questionamento entre elas...

mas vale a zoeira.

É o que mais tem

Influência chinesa nas artes japonesas

Karate e Taekwondo

Taekwondo e Muay Thai brasileiro

Se Kempo realmente é Karate

Etc.

 

Citar

Karate e Taekwondo

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Daniel Mendoza disse:

 

 

É mais que sabido que o Jiu-jitsu brasileiro veio diretamente do judô pré segunda guerra mundial, mas se especializou no jogo de chão e evoluiu para muito além no judô nessa área.

Não vejo como trazer essa "treta" para o tópico incrementa ou ajuda a discussão do uso do Jiu-jitsu e sua adaptação ao MMA, que é o objetivo do tópico. Muito pelo contrário.

Nos mantenhamos no objetivo do tópico, por favor.

Sim

Tópico demorou a bombar mas ficou mto top

Mto msm

Mas acho que está discussão pode contribui pq JJ conservou justamente o necessário pra lidar com situações de self defense

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fala rapaziada, então a transição do faixa preta pro MMA não demanda apenas dele passar a treinar quedas ou aprimorar a trocação, o atleta tem que começar a fazer treinos especificos da modalidade, ou seja, treinar MMA. Não basta o cara continuar fazer o Jiu-Jitsu separado e um boxe ou Muay Thai que vai ser bem sucedido, pode até acontecer mas não é o ideal, no UFC msm já vimos faixas pretas se dando mal, inclusive no chão depois de levar umas pancadas.

O que vai mostrar a capacidade do atleta do MMA é a Transição da luta em pé pro chão,por exemplo, fintar no boxe pra entrar no single ou double leg, ou até msm como lidar no clinch para trabalhar as quedas, pois o MMA é muito dinâmico e o condicionamento físico e a memória motora do atleta tem de estar ligado a ESTRATÉGIA escolhida para luta, a estratégia que define o vencedor no MMA, pois é assim que vemos faixas pretas perdendo para "leigos" na arte suave, pois no MMA não basta ter só uma arte como excelência, deve saber um pouco de tudo e estar treinado, para que esses atributos permitam que o lutador coloque em prática a melhor estratégia para luta.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não sei o local certo, mas luta como dar giro esse cara Kron bem mais leve não amarrou jogou pra frente.

Puta que pariu até que entendo pouco coisa de jiu jitsu , Buchecha cara pesado desse  ..

@Valderazzi esclarece ai

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 10/2/2018 at 10:43 PM, Lucas Timbó disse:

Cara, então, isso é relativo. Pra mim, o melhor estilo pro MMA é o passador, Jacaré, Paulão, Demian e Arona são bons exemplos disso. Mas aí se tem guardeiros de sucesso no MMA, vide Minotauro, Werdum, Mir, Do Bronx, Sapato. Acho que tudo depende de como se adapta o estilo pro MMA mesmo

 

Depende da adaptação mesmo. Guardadas as devidas proporções, por eu ser um atleta amador e praticar JJ apenas de forma moderada, eu sou um guardista de kimono, mas não consigo fazer boa guarda sem kimono. Tem questões de adaptação mas também tem questões físicas.

Eu tenho pernas longas e o braço e tronco mais curtos. De kimono eu jogo com a guarda aberta, pé na cintura ou gancho por baixo. Mato a manga e ali eu movimento jogando na aranha. Se eu não Mato a manga, Mato a calça, mas tento sempre manter o gancho por baixo pra não perder o controle da guarda.

Quando treino sem kimono eu não tenho onde me apoiar pra fazer esse gancho. Sem kimono uma guarda mais efetiva, pelo menos pra mim, é jogar na borboleta. Assim eu mato o calcanhar e evito que o cara caia por cima de mim. Mas veja que essa estratégia já não funciona no MMA. 

Como vc bem disse, existe uma lista grande de caras que tiveram sucesso usando basicamente o JJ no MMA. Alguns deles passadores, outros guardistas, outros que adaptar seu jogo, como no caso do Demian.

Demian de Kimono era um guardista. Principalmente quando lutava contra caras maiores, o que era até comum, como no caso do Jacaré. Ele puxava pra guarda e trabalhava com calma por baixo. No MMA, ele adaptou muitas técnicas. Melhorou o jogo de grade, saia para as costas com facilidade e passava a guarda com muita fluidez.

Pra fechar meu post eu queria deixar uma impressão que tenho de ser uma técnica bem interessante. Eu vejo o Rany usando muito. O Cara de sapato também usa e O Demian já fez algumas vezes. Geralmente quando não se tem muitas chances de derrubar, por conta de o adversário ter boa defesa de quedas, ou pelo cansaço, uma boa saída é atacar as pernas, berimbolar e cair por cima. O Cara de sapato usou bastante na primeira luta dele no UFC. O Rany usou em uma das suas últimas lutas, em que venceu por finalização e O Demian fez isso contra o Gunnar se não me engano. 

O Serginho moraes também tem fluidez nesse movimento.

Edited by junior-sjc

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 11/6/2018 at 7:47 PM, Léo Júnior Oliveira disse:

Fala rapaziada, então a transição do faixa preta pro MMA não demanda apenas dele passar a treinar quedas ou aprimorar a trocação, o atleta tem que começar a fazer treinos especificos da modalidade, ou seja, treinar MMA. Não basta o cara continuar fazer o Jiu-Jitsu separado e um boxe ou Muay Thai que vai ser bem sucedido, pode até acontecer mas não é o ideal, no UFC msm já vimos faixas pretas se dando mal, inclusive no chão depois de levar umas pancadas.

O que vai mostrar a capacidade do atleta do MMA é a Transição da luta em pé pro chão,por exemplo, fintar no boxe pra entrar no single ou double leg, ou até msm como lidar no clinch para trabalhar as quedas, pois o MMA é muito dinâmico e o condicionamento físico e a memória motora do atleta tem de estar ligado a ESTRATÉGIA escolhida para luta, a estratégia que define o vencedor no MMA, pois é assim que vemos faixas pretas perdendo para "leigos" na arte suave, pois no MMA não basta ter só uma arte como excelência, deve saber um pouco de tudo e estar treinado, para que esses atributos permitam que o lutador coloque em prática a melhor estratégia para luta.

Faz todo o sentido a sua análise. Nesse vídeo que alguém postou aqui no fórum, do Bochecha levando um atraso de um cara mais leve, fica nítido que a estratégia do cara foi bem realizada. Para evitar a distribuição de peso do Bochecha, que fatalmente seria ruim pra ele, sempre que o Bochecha postura, ele ataca as pernas. Isso faz O Bochecha sair da sua zona de conforto,  que é jogar sempre na pressão e por cima.

No MMA é a mesma coisa. Vimos o Shields usar uma estratégia interessante contra O Demian. Para evitar que o Demian passasse a guarda, o Shields também ia para as pernas. Algumas vezes chegou a forçar o 50x50, amarrou o Demian e venceu na base do gás no final da luta. Ele fez o mesmo contra o woodley. Amarrou o woodley na grade. Sem chances de derrubar e transitar para o solo, provavelmente ele treinou bastante aquele jogo grudado na grade e venceu. 

Edited by junior-sjc

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tenho 23 anos, sou faixa marrom de jiu jitsu, treino de pano desde os 5 anos de idade..... Comecei a treinar MMA na team nogueira aos 14, lá conheci e treinei com muita gente boa lá. Sou da nova geração hahahaha 

Particularmente, sinto um abismo pratico em fazer chão com pano e sem pano - sou guardeiro, talvez isso tenha um peso. Fazer chão valendo porrada é outro mundo.  A pegada é totalmente diferente,  algumas posições são inviáveis...

Tive oportunidade/honra de treinar com caras como toquinho, fazato, anderson silva, andré galvão, touro, toquinho, jason, jacaré, feijão, erick....

O   anderson é um cara que me chamou atenção, treinei com ele de kimno e  valendo porrada. De kimono: um cara comum. Agora, nas regras do mma, valendo porrada: o negão é ensaboado, tem guarda embaçada, se protege muito bem por baixo, é dificil fazer um gnp efetivo, ele se fecha muito bem, tem uma pegada esquisita, porém, efetiva. Sem dúvidas, de costas pro chão, nas regras do mma, o negão bota muito faixa preta condecorado no chinelo.  

O jj é muito importante, sobretudo naa parte defensiva, pré-requisito para lutar em alto nivel. 

A problemática do jiu jitsu para o mma é a efetividade por baixo...

Fazer guarda no MMA é enroscado, faz faixa preta duro virar azul hahahahaha 

 pouquíssimos fazem de forma efetiva... 

Share this post


Link to post
Share on other sites

muito interessante os últimos comentários...

Quais acham que são as formas mais eficientes de se proteger do GnP? 

Abraçar braço,ombro/pescoço, antebraço no bíceps/mão no ombro para bloquear, pé no quadri/joelho esticado com a guarda fechada?

Penso que atacar na guarda seja uma ótima melhor forma, ameaça é a perna, pq mesmo que não vá pegar, faz o oponente se preocupar em defender da finalização e parar de bater, é da Ana da se seque pode tentar uma raspagem. Mas ao mesmo tempo isso expõe a defesa. E tudo depende do nível.de chão dos dois.

Mas o "como" fazer guarda no MMA E a "problemáticas" é o assunto chave ao meu ver para se discutir bjj no mma.

Isso, quedas mescladas ao striking e quais as finalizações que melhor encaixam... Mas penso que as finalizações mais viáveis e eficientes a própria história do esporte já mostrou...

Share this post


Link to post
Share on other sites

O que eu, humildemente observo como mero faixa branca com 1 ano de treino, é que existe um apego muito grande ao kimono, à pegadas, manga, gola, calça, lapela, faixa (por parte dos alunos) por isso acho que, cada vez mais, será difícil os caras foda do BJJ migrarem pro MMA e se darem bem logo de cara...

 

Edited by VictorBoxeBJJ

Share this post


Link to post
Share on other sites

Quem pretende ser lutador de MMA nem deveria vestir um kimono.

Qual o sentido em usar algo que vai desenvolver hábitos e técnicas completamente inúteis no esporte que você quer praticar?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 12/26/2018 at 7:35 PM, Gles disse:

Quem pretende ser lutador de MMA nem deveria vestir um kimono.

Qual o sentido em usar algo que vai desenvolver hábitos e técnicas completamente inúteis no esporte que você quer praticar?

Muitos dizem que quem treina de quimono desenvolve uma defesa melhor quando tira o pano. 

Não sei....  o que eu já vi mais de uma vez é cara faixa roxa, bom, tirando o quimono e tendo muita dificuldade em finalizar faixas brancas. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vou repetir o que falei em um tópico sobre a luta do jacaré contra o sueco:

Tomara que sirva de lição para todo jiu-jiteiro que forem para o MMA. Que a mackenzie, Rodolfo, Bruno,etc., estejam vendo isso é aprendendo.

Jiu jiteiro tem que reinventar formas de impor o jogo deles.

Trocação é para um grappler ter timing de queda atacando ou contra atacando, bom domínio de distância, muita movimentação, posicionamento, defesa, distrair o adversário, criar espaço e oportunidade para derrubar. O foco tem que ser na defesa, movimentação e em levar pra onde sabe.

Grappler pra mim tinha que se tornar mestre em golpes retos, overhand (fácil se dominar e bom para encurtar), se movimentar muito e em diferentes quedas no contra golpe e pós sequências. Saber um ou outro golpe pra distrair e buscar quedar.

Brasileiro tinha que mesclar mais boxe com entrada de queda de judô, que é a arte que temos mais acesso e proximidade do Jiu Jitsu, ao meu ver. 

Falta é mais atletas tipo o Demian, que estudam a arte, que tentar achar formas de impor ela. A pegada das costas na grade foi um ótimo exemplo. O Renzo na resenha comentou que estavam estudando e na luta ele usou una forma de quedar que o Kron usou interessante também, já caindo para as costas. Pra mim legar as costas é a posição mais forte do Jiu jitsu no mma, tinham que focar nisso: bater e encurtar confirmando ou cozinhando e queda cinturando e do clinch, etc.

Não adianta brasileiro querer ir pelo caminho do wrestling entrando direto para masmorras, americanos tem um background incomparável, ao meu ver deveríamos investir no judô com elementos do wrestling, mas uma mescla de trocação e queda com elementos das duas artes.

A merda é que hoje em dia judô nem atacar mais as pernas ataca em campeonato, tem que ser um judô mais raiz. Isso de proibirem ataque a perna foi criminoso com a praticidade real da arte, ao meu ver.

Complementando:

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muito boa a análise

Em 4/29/2019 at 11:25 AM, Daniel Mendoza disse:

Vou repetir o que falei em um tópico sobre a luta do jacaré contra o sueco:

Tomara que sirva de lição para todo jiu-jiteiro que forem para o MMA. Que a mackenzie, Rodolfo, Bruno,etc., estejam vendo isso é aprendendo.

Jiu jiteiro tem que reinventar formas de impor o jogo deles.

Trocação é para um grappler ter timing de queda atacando ou contra atacando, bom domínio de distância, muita movimentação, posicionamento, defesa, distrair o adversário, criar espaço e oportunidade para derrubar. O foco tem que ser na defesa, movimentação e em levar pra onde sabe.

Grappler pra mim tinha que se tornar mestre em golpes retos, overhand (fácil se dominar e bom para encurtar), se movimentar muito e em diferentes quedas no contra golpe e pós sequências. Saber um ou outro golpe pra distrair e buscar quedar.

Brasileiro tinha que mesclar mais boxe com entrada de queda de judô, que é a arte que temos mais acesso e proximidade do Jiu Jitsu, ao meu ver. 

Falta é mais atletas tipo o Demian, que estudam a arte, que tentar achar formas de impor ela. A pegada das costas na grade foi um ótimo exemplo. O Renzo na resenha comentou que estavam estudando e na luta ele usou una forma de quedar que o Kron usou interessante também, já caindo para as costas. Pra mim legar as costas é a posição mais forte do Jiu jitsu no mma, tinham que focar nisso: bater e encurtar confirmando ou cozinhando e queda cinturando e do clinch, etc.

Não adianta brasileiro querer ir pelo caminho do wrestling entrando direto para masmorras, americanos tem um background incomparável, ao meu ver deveríamos investir no judô com elementos do wrestling, mas uma mescla de trocação e queda com elementos das duas artes.

A merda é que hoje em dia judô nem atacar mais as pernas ataca em campeonato, tem que ser um judô mais raiz. Isso de proibirem ataque a perna foi criminoso com a praticidade real da arte, ao meu ver.

Complementando:

 

Muito boa a análise, olha que interessante a análise que o John Danaher, que pra mim é um dos maiores estudiosos de como o jiu jitsu deve evoluir, fez do Jiu Jitsu para o MMA neste video abaixo (aliás o canal é muito bom, pena que não tem nada traduzindo pro português mas como entendo bem vejo bastante vídeo lá). O problema é que como o jiu jitsu é ensinado hoje a parte 1 do sistema não é aprendida e ai que entra pra mim este resgate de usar o Judo mais antigo com uma pitada de wrestling (algo que o pessoal do Sambo faz muito bem).

Me lembro uma vez quando eu tinha 7 ou 8 anos tinha um amigo de colégio que treinava na famosa academia do Carlson em Copacabana...uma pena que eu morava no Catete, pra mim ficava longe, mas fui um dia assistir o treino dele e algo que eu me lembro como se fosse hoje e que me chamou muito a atenção, me impressionou muito, foi que no treino das crianças tinha um recreativo que consistia em uma criança usar uma luva de boxe podendo socar com ela, daquelas enormes de crina de cavalo, e a outra criança só podia encurtar e colocar para baixo...uma pena isto ter se perdido...

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.