Sign in to follow this  
Followers 0
Doente_Capitalista*

Dúvida Crucial. Quem criou o mma?

18 posts in this topic

Quem Realmente criou?

Eles falam que foi Bruce Lee, por causa da filosofia dele, mais o Gracies já não lutavam na decada de 20?

O vale tudo não foi criado por aqui nos anos 60, e foi impedido?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tudo depende do ponto de vista, o termo MMA foi criado no Japão no final do milenio ou início desse.

Vale Tudo foi criado no Brasil na década de 50

Mas a semente foi plantada na Grécia antiga com o Pankration (não sei se escrevi certo).

Se formos fazer uma linha do tempo, a Grécia é o pais sede desse tipo de combate. Com o tempo o nome foi mudando e as regras também.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tudo depende do ponto de vista, o termo MMA foi criado no Japão no final do milenio ou início desse.

Vale Tudo foi criado no Brasil na década de 50

Mas a semente foi plantada na Grécia antiga com o Pankration (não sei se escrevi certo).

Se formos fazer uma linha do tempo, a Grécia é o pais sede desse tipo de combate. Com o tempo o nome foi mudando e as regras também.

Desafio de porrada já existe desde o tempo de briga... na época das cavernas... naquela época deveria rolar vários "ogro chefe tribal" X "capacho da cicatriz de clava"

Mas ficou conhecido pelo povão nas lutas Greco Romana... no qual se fazia aquele sinal... :D ... e bye bye... rs...

MMA nada mais é do que a evolução dessas brigas de porrada... quem aqui nunca participou daquelas brigas de escola com uma rodinha cheio de moleques gritando yeah, yeah.... MMA já está no sangue... mesmo sem saber... rs...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Puta que pariu!!!! Não aguento quando vejo esses comentários sobre Bruce Lee... aos que idolatram o grande lutador Bruce Lee, eu sempre faço uma pergunta (já fiz a mesma pergunta em outros topicos). Alguem aqui já viu, ou pelo menos conhece alguem que tenha visto uma luta do Bruce Lee? Tô falando de luta, luta pra valer mesmo... porque o que todo mundo viu dele foram filmes, ou seja, movimentos coreografados em frente de uma camera, que tinha como objetivo ir pras telas do cinema.

Claro que ele lutava, claro que tinha um alto nivel na arte marcial dele, nao contesto isso... mas daí a querer coloca-lo como um grande lutador, como precursor de estilos de luta, como lutador que derrotava todos os adversários, etc, etc, etc... em resumo: querer situa-lo entre grandes lutadores devido ao que é visto no cinema, é uma total falta de noção!

Pra quem quiser me contestar, repito a pergunta: quem aqui já viu luta dele?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não é que o Bruce Lee criou o MMA. Nem se tem notícias de combates reais dele(provavelmente não houveram, apesar de depoimentos de lutas dele vindos de caras como Ali)...O que Bruce Lee criou na verdade foi o conceito que temos hoje. Ele defendia que uma arte não era suficiente...Que um lutador deveria ter base em várias modalidades para ser um lutador eficiente em uma luta real(é o que chamamos de lutador completo hoje em dia). Por isso falam que ele criou a filosofia...Mas quem criou o MMA mesmo eu não sei

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tudo depende do ponto de vista, o termo MMA foi criado no Japão no final do milenio ou início desse.

Vale Tudo foi criado no Brasil na década de 50

Mas a semente foi plantada na Grécia antiga com o Pankration (não sei se escrevi certo).

Se formos fazer uma linha do tempo, a Grécia é o pais sede desse tipo de combate. Com o tempo o nome foi mudando e as regras também.

Já lí que lutas com pessoas usando diferentes artes marciasi vem ainda bem antes da Grecia Antiga,mas com toda certeza que o Pankration foi um dos pilares do vale luto.Inclusive existia no Japão a associação de lutas Pankration.Era um mini Pride com lutadoreres japoneses e alguns estrangeiros, isso beeem antes da criação do Pride ou qualquer outro evento de vale tudo no Japão.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se for levar no pé da letra mesmo, foi na Grécia com o Pancrácio, mas na minha opinião, acho que isso não é o surgimento do "vale tudo", era sobrevivência mesmo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Se for levar no pé da letra mesmo, foi na Grécia com o Pancrácio, mas na minha opinião, acho que isso não é o surgimento do "vale tudo", era sobrevivência mesmo.

Era tido como esporte já naquela época, parece que alguns combates eram até a morte, mas a maioria era esporte como é hoje.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Os gringos acreditam no Bruce Lee, pq acharam um entrevista q ele fala q em uma verdadeira luta, o lutador teria q usar varias partes do corpo e varias artes maciais! mais ou menos isso!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Galera vou por um texto que eu li recentemente num blogzinho que, apesar de puxar um pouco a sardinha para o Judô, é realmente muito informativo. Ai vai:

"Os eventos de MMA tem crescido muito em todo o mundo, no Japão, no Brasil, nos EUA...

Muitos estilos de artes marciais tem migrado para esse tipo de evento, o judô é um deles, a pergunta que fica é: como tudo isso surgiu e qual é a postura de um lutador de judô diante desses eventos?

Para inicio de conversa, o MMA não é nenhuma novidade, o próprio judô já esteve envolvido em vários desafios contra o antigo jujutsu e os estilos de lutas ocidentais.

O kodokan, em sua criação, chamou a atenção de várias escolas tradicionais de jujutsu, naturalmente aconteceram desafios e o judô enfrentou as várias escolas para provar a superioridade de seu sistema de luta, no ocidente também aconteceram desafios de judô contra os mais variados estilos de lutas como wrestling e boxe.

No começo, esses desafios eram aceitos por Jigoro Kano e o Kodokan, isso era feito para provar a superioridade do judô contra outros estilos de lutas e era uma maneira de divulgar a luta, por volta de 1920 esses desafios foram proibidos pelo Kodokan, sabemos que em alguns lugares do mundo esses desafios continuaram a acontecer.

As lutas sem regras nunca foram novidades para o Kodokan, basta lembrar dos confrontos promovidos pelo departamento de policia de Tóquio entre o judô vs jujutsu.

Todos também conhecem as histórias de um judoka da Kodokan que viajou o mundo aceitando e vencendo desafios de todos so tipos de estilos de lutas, Mitsuyo Maeda, o Conde Koma...

PANKRATION

pankration.JPG

Vejamos como tudo isso surgiu, a história dos combates sem regras...

Uma das primeiras formas esportivas de luta desarmada com o mínimo de regras foi o pankration grego, que foi introduzido nos Jogos Olímpicos de 648 a.C. Mesmo mais tarde no início da Idade Média, estátuas ainda eram colocadas em Roma e em outras cidades para honrar “pankreatistas” famosos. Pankration (ou pancrácio) era um antigo desporto de combate sem arma, que segundo a mitologia grega teve início com os heróis Hércules e Theseus. Teve a sua primeira aparição em Jogos Olímpicos no ano de 648 a.C. O Pankration seria um combate entre dois lutadores e as primeiras lutas a serem usadas foi o wrestling e o boxe. Pankration é uma junção de palavras gregas "pan e gratos" que traduzida significa "todos os poderes" ou "todo poderoso" , sendo ambas aceitáveis traduções feitas por estudiosos gregos. O Pankration foi um evento desportivo nos jogos Olímpicos da Grécia que foi introduzida nos jogos de 648A.C. As regras do desporto eram simples, não se podia morder nem meter dedos nos orifícios corporais e a vitória era assegurada por KO, submissão ou morte. Os escritos históricos do pankration antigo estão protegidos e misturados com a mitologia grega, não se sabendo quais das "histórias" de lutas que aconteceram nos campeonatos e feitos de força dos campeões são mito ou realidade. O que se sabe é que, tal como os boxeadores e os lutadores dos jogos olímpicos, os competidores de pankration refinaram as suas habilidades através das gerações e tornaram-se extremamente "competentes" em todos os elementos do desporto, incluindo luta no chão e submissões (Ne-waza), passando por luta em pé com todo o tipo de técnicas de ataque e defesa (Atemi-waza e Nage-waza).

Eventos de vale-tudo (MMA) alegadamente ocorriam no final de 1800, quando lutadores representando uma enorme variedade de estilos, incluindo vários lutadores de wrestling Livre, wrestling Greco-Romano, Boxe e muitas outras formas de artes marciais reuniam-se em torneios e jogos em toda a Europa. O primeiro encontro entre um grande pugilista (boxer) e um wrestler nos tempos modernos, aconteceu em 1887, quando John L. Sullivan , então campeão mundial dos pesos pesados de boxe, entrou no ringue para enfrentar o seu treinador, de wrestling greco-romano William Muldoon , e foi derrubado ao chão em dois minutos. O próximo encontro conhecido ocorreu na década de 1890 quando o futuro campeão dos pesos pesados de boxe Bob Fitzsimmons enfrentou o lutador campeão de luta greco-romana Ernest Roeber. Consta que, Roeber sofreu uma fratura no queixo, mas ainda foi capaz de derrubar Fitzsimmons e lhe aplicar uma chave de braço,fazendo o pugilista bater . Em 1936, o boxer peso pesado Kingfish Levinsky e o wrestler profissional Ray Steele competiram em uma luta mista, Steele venceu em 35 segundos.

BARTITSU

bartitsu.jpg

Outro exemplo antigo devale-tudo ( MMA) é um estilo de luta chamada de Bartitsu (foto acima), fundada em Londres em 1899, esta foi a primeira estilo de luta conhecida que combinou estilos asiáticos e europeus e que organizava eventos parecidos com o MMA moderno por toda a Inglaterra, colocando campeões europeus e japoneses contra representantes de diversos estilos europeus de wrestling e boxe.

MERIKAN

NaitovSmith1913_sm%20merikan.jpg

Eventos mistos de boxe vs jujutsu eram um entretenimento muito popular por toda a Europa, Japão e Orla do Pacífico durante o início de 1900. No Japão estes eventos eram conhecidos como merikan (da gíria japonesa para americanos lutandores). Os eventos de merikan tinham uma variedade de regras incluindo decisão por pontos, melhor de três derrubadas ou knockdowns, e vitória por knockout (K.O) ou finalização.

(FOTO JUJUTSU VS WRESTLING)

Figure10NUJUTSU%20VS.jpg

A história do MMA moderno pode ser traçada desde os eventos mistos de luta pela Europa, Japão e Orla do Pacífico durante o início dos anos 1900; os campeonatos de vale tudo da família Gracie no Brasil no início da década de 1920; e antigos torneios de mixed martial arts feitos por Antonio Inoki no Japão na década de 1970. O esporte ganhou exposição internacional e ampla publicidade nos Estados Unidos em 1993, quando o lutador brasileiro de Jiu-Jitsu Royce Gracie venceu o primeiro torneio do UFC, finalizando três adversários em apenas cinco minutos, gerando faíscas para uma revolução nas artes marciais. No Japão o interesse contínuo no esporte resultou na criação do PRIDE Fighting Championship em 1997.

O movimento que levou à criação do UFC e do PRIDE está enraizado em duas subculturas interligadas. Primeiro os eventos de Vale Tudo no Brasil, seguido pelos eventos japoneses de shoot wrestling.

sakuraba-royce.jpg

O Vale Tudo começou na década de 1920 com o "desafio dos Gracie" criado por Carlos Gracie e Hélio Gracie e continuado mais tarde por descendentes da família Gracie. No Japão na década de 1970, uma série de lutas de MMA foram organizadas por Antonio Inoki, inspirando o “movimento shoot” do wrestling profissional japonês, que levou à formação das primeiras organizações de MMA, tais como o Shooto, em 1985.

O conceito de combinar os elementos de várias artes marciais foi pioneirado e popularizado por Bruce Lee no final dos anos 1960 e inicio de 1970. Lee acreditava que "o melhor lutador não é um boxer, karateka ou lutador de judô. O melhor lutador é aquele que pode adaptar-se a qualquer estilo." Seus conceitos inovadores foram reconhecidos em 2004 pelo presidente do UFC Dana White quando ele chamou Lee de "o pai do MMA". O reconhecimento da eficácia do MMA foi testado quando o exército dos Estados Unidos começou a sancionar eventos de MMA; com o primeiro evento anual chamado “Army Combatives Championships” (Campeonato de Lutadores do Exército) em novembro de 2005.

Como podemos observar, os combates sem regras não são nenhuma novidade, principalmente para o judô, mas qual seria a postura de um lutador de judô diante de um evento como esses?

Vejamos oque o próprio criador dessa arte achava sobre desafios de MMA, com a palavra mestre Jigoro Kano:

"Eu gostaria de falar um pouco sobre esses assuntos.O Sumô, que tem sido praticado no Japão desde um passado distante, em certo aspecto é muito valioso como educação física. Ele também é considerado uma base para se cultivar um espirito forte e destemido. O teatro, o Kabuki e a performance musical trazem, todos eles, benefícios, mas quando praticados em excesso, esses passatempos podem deixar as pessoas sem força de vontade, além de ter outros efeitos ruins. O Sumô também tem sido criticado por tornar as pessoas rudes e mal-educadas.Não é provável que a nação vá a ruina porque as pessoas perderam o refinamento, mas há muitos exemplos na história em que países se arruinaram porque se tornaram fracos.

Eu gostaria de enfatizar que o Sumô se desenvolver como entretenimento, não como educação moral e física; e no passado muitos lutadores de Sumô, por se considerarem artistas, tinham pouco cuidado co a sua atitude ou a saúde.Ouvi dizer que atualmente existe Ozeki e Yokozuma que agem de maneira apropriada e são homens de caráter íntegros. Eu considero isso uma tendência muito promissora, mas devemos fazer uma clara distinção entre o Sumô como entretenimento e o Sumô como método de treinamento físico e mental.Se o Sumô for for promovido sem sem reservas, as pessoas poderão imitar os lutadores que são artistas, e comer e beber em excesso, tornando-se fúteis e complacentes.

A Luta Romana e o Boxe, faz-se uma distinção entre amadores e profissionais. Os lutadores e boxeadores profissionais às vezes são pessoas de caráter inferior e, não importando o quanto tenham habilidade, muitos são mal vistos pela sociedade. Alguns membros da Kodokan se tornaram populares lutando contra eles, mas eu não acho que essa atitude esteja de acordo com as metas do judô. A verdadeira prática do judô não precisa desse tipo de demonstração.

É muito comum ouvir as pessoas comentando sobre quem ganhou ou perdeu esta ou aquela competição de luta, boxe ou judô, mas os propósitos originais do judô são completamente diferentes dos propósitos da luta romana e do boxe, então convém não entrar em competições entre essas modalidades. Apesar de não ser impossível que elas cheguem a um acordo sobre certas condições e participem da mesma competição, não se trata de uma verdadeira competição de judô e sim de um tipo de competição modificada, na qual é impossível definir quais são os méritos do judô, do boxe ou da luta romana. A forma mais apropriada de identificar o mérito do judô, do sumô, do do boxe, ou da luta romana é estudar cada uma dessas modalidades, com base em seus próprios conceitos, e depois chegar a uma conclusão.

No futuro, em uma competição entre praticantes de jusô e de lutadores ou boxeadoes, os organizadores deverão decidir se os participantes competirão de acordo com as regras do boxe ou do judô. Entretanto, essas competição nunca deveriam ser abertas ao publico, mas ser apenas testes entre voluntários com o propósito de uma pesquisa. Se, de alguma maneira, elas se tornarem um espetáculo, se forem cobrados ingressos e isso se tornar um esporte de espectadores, é preciso entender que essa será uma violação completa ao espírito do judô kodokan. Eu vejo a necessidade de frisar essas questões porque tenho certeza de que algumas pessoas deixaram de lhes dispensar a devida atenção e caíram nessa armadilha sem perceber." (JIGORO KANO)

fonte:http://judotradicionalgoshinjutsukan.blogs...rtial-arts.html

Share this post


Link to post
Share on other sites
Era tido como esporte já naquela época, parece que alguns combates eram até a morte, mas a maioria era esporte como é hoje.

Então, mas llutar até a morte poderia ser um esporte para else, mas pra mim é sobrevivência.

Sei lá, apenas a minha opinião.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Puta que pariu!!!! Não aguento quando vejo esses comentários sobre Bruce Lee... aos que idolatram o grande lutador Bruce Lee, eu sempre faço uma pergunta (já fiz a mesma pergunta em outros topicos). Alguem aqui já viu, ou pelo menos conhece alguem que tenha visto uma luta do Bruce Lee? Tô falando de luta, luta pra valer mesmo... porque o que todo mundo viu dele foram filmes, ou seja, movimentos coreografados em frente de uma camera, que tinha como objetivo ir pras telas do cinema.

Claro que ele lutava, claro que tinha um alto nivel na arte marcial dele, nao contesto isso... mas daí a querer coloca-lo como um grande lutador, como precursor de estilos de luta, como lutador que derrotava todos os adversários, etc, etc, etc... em resumo: querer situa-lo entre grandes lutadores devido ao que é visto no cinema, é uma total falta de noção!

Pra quem quiser me contestar, repito a pergunta: quem aqui já viu luta dele?

Aonde eu assino .... concordo plenamente. Bruce lle overrated.rsssss

Share this post


Link to post
Share on other sites

Todo lutador tinha o hábito de se testar buscando lutar com outros lutadores renomados.

Uma hora isso virou o vale-tudo que virou o mma.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!


Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.


Sign In Now
Sign in to follow this  
Followers 0