Recommended Posts

Não te culpo por pensar assim........se vc treinou JJ provávelmente treinou em algum lugar que só priorizava o Jiu_jitsu Esportivo.......teria imenso prazer em vê-lo treinar onde se treina a Defesa Pessoal do JJ sem kimono.......sua viagem de que se tem que puxar pra guarda numa briga de rua é digna de pena.....e outra que no JJ não tem chute , pisão e soco é característica de quem nunca treinou num local que preste.......como existem lugares que treinam JJ de fachada........existem também os kras que falam muita besteira por não saberem nada e acharem que sabem.

X wild007 :rolleyes:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu achei o Morganti uma merda, é lógico que contra um leigo qualquer conhecimento já vale alguma coisa, porém a metodologia de ensino, e essa viagem que o "jiu-jitsu" deles é mais completo, já que engloba trocação e quedas é uma puta furada. Tem até um outro tópico que fala desta luta picareta, pior para os alunos que saem iludidos, achando que são os fodões.

Share this post


Link to post
Share on other sites
koe galera, gosto muito do mundo da luta, faço krav maga e muay thai e quem sabe no futuro um jiu jitsu, o amigo Gus77 disse muito bem , nao vejo como picaretagem, e é uma defesa pessoal, uma das primeiras coisas que aprendemos é o seguinte se tem uma situação de risco a 1ª coisa que se faz é correr, ai se nao tem outro jeito, voce se defende.

Pow....eu ri disso aqui velho :D

Imagina ai galera....primeira aula...."vamo lá moçada....vamo treinar hj 100m rasos"

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest Herzizou
Não te culpo por pensar assim........se vc treinou JJ provávelmente treinou em algum lugar que só priorizava o Jiu_jitsu Esportivo.......teria imenso prazer em vê-lo treinar onde se treina a Defesa Pessoal do JJ sem kimono.......sua viagem de que se tem que puxar pra guarda numa briga de rua é digna de pena.....e outra que no JJ não tem chute , pisão e soco é característica de quem nunca treinou num local que preste.......como existem lugares que treinam JJ de fachada........existem também os kras que falam muita besteira por não saberem nada e acharem que sabem.

E onde ele falou que tem? Interpretação de texto tá 100% aí hein amigão..

Share this post


Link to post
Share on other sites

Há uns 5 anos atrás, tava passando de canal, e no meio vi a entrevista de um instrutor de krav maga, o kra tava contando que numa situação real, contra um adversário mais pesado e com mínimo de malandragem, raspagens de Jiu não funfam, e que o Krav ensina como sair da situação utilizando os meios disponíveis.

Ai o entrevistador pergunto quais seriam, e o kra me solta que enfiaria até o dedo naquele lugar :) Não entendi direito, mas acho que foi dizer C*

Não sei se é eficiente, mas sei que o Ippon curitiria muito essa arte...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bem, se for seguir a lógica da opinião dessa galera que discute "eficiência" do jiujitsu, é melhor então comprar uma pistola e fazer um curso de tiro, pq a única coisa que nunca falhou foi azeitona no peito do malandro.

Abraços

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bem, se for seguir a lógica da opinião dessa galera que discute "eficiência" do jiujitsu, é melhor então comprar uma pistola e fazer um curso de tiro, pq a única coisa que nunca falhou foi azeitona no peito do malandro.

Abraços

Concordo plenamente.

Share this post


Link to post
Share on other sites
já treinei karate, boxe, jiu-jitsu, kickboxing e muay-thai e acho que a arte que menos serve para uma situação real de rua é o jiu-jitsu. Muita gente vai dizer que estou falando uma grande bobagem, mas eu entendo. Numa situação real não existe kimono, não se briga necessáriamente com uma pessoa só e não existe um tatame sob os pés para puxar para a guarda. Nesse caso é melhor atacar, bater e sair o mais rápido possível do local. No jiu-jitsu não dá para fazer isso. Não existem golpes traumáticos (ou seja, porrada), tem que finalizar ou apagar o adversário no chão e na rua isso não é o mais aconselhável, pois pode aparecer outro pra te bater, te chutar pelas costas, te nocautear. Se o praticante usar um soco sequer não é jiu-jitsu. O jiu-jitsu que aprendi serve para usar em campeonato, mas em briga de rua não dá. Alguém pode te dar um golpe baixo, jogar terra na sua cara e te enfiar os dedos nos olhos. Briga de rua não tem regra. Pra mim o jiu-jitsu não é picaretagem, mas é limitado em uma situação real.

Isso me lembrou de um caso muito conhecido aqui na minha cidade (Petropolis), quando o Jiu virou moda aqui a uns 15 anos atras, a cidade inteira começou a treinar, tb por causa do UFC com o Royce e o fato do Hélio morava e morou até o final da vida aqui num distrito de Petrópolis ( São José do Vale do Rio Preto ) , na época as academias de outras artes começaram a esvasiar, e começou um disse me disse que acabou criando uma richa entre uma tradicional família do Karate com o de uma outra familia tambem tradicional conhecida a muito na cidade representante do Jiu, mas que não eram os gracies ( só pora deixar claro se por acaso alguem acabar associando já que citei o Helio aí em cima ). O fato chegou a seu cume quando os dois filhos dos dois mestrões acabaram se encontrando ocasionalmente no estacionamento de um restaurante em itaipava ... O filho do mestre de Karatê que até hoje compete em mundiais segundo a lenda bateu de uns 5 a 7 minutos, e bateu bem, mas depois a luta desceu ... Aí ja viu né ...

Mas quanto a picaretas o último caso bizarro que eu soube, foi de um professor de Thai aqui da cidade que queria impressionar um aluno que sabia que tb estava exprimentando outras artes, e sugeriu ministrar uma técnica pra calejar a canela, a tecnica era um cano de ferro, que resultou mais ou menos em 1.300 reais de reparos na canela e joelhos que saíram exclusivamente do bolso do que nessa altura ja era um ex-aluno.

Edited by chavedefogo

Share this post


Link to post
Share on other sites
Sem falar especificamente em picaretagem, mas em artes marciais "suspeitas", lembro de dois casos... o primeiro foi num evento que o Claudionor Fontenele apareceu dizendo-se representante do "jiu-grethai", seja lá o que isso for, hehehe. Pelo nome, me parece que ele quis dizer que era uma mistura de jiu-jitsu, com greco-romana e muay-thai, mas é só uma suposição minha... nem lembro se ele ganhou essa luta ou não, mas em se tratando de Fontenele, que nunca foi bom em arte nenhuma e cansou de levar porrada em tudo que é evento, é bem provavel que ele tenha perdido essa luta tambem.

Outro caso "curioso" foi uns anos atrás, na época do surgimento do tal Jefferson Tank, que salvo engano ganhou aquele K1 Brasil, evento que tinha a intenção de reunir os melhores strikers do Brasil mas acabou sendo um evento pra lutar quem o Batarelli quiser colocar lá...

O Tank dizia-se representante de uma arte marcial chamada "Combate Absoluto", criada por um mestre lá do RS ou SC, nao lembro exatamente... era simplesmente a união de 8, isso mesmo, 8 (oito) lutas numa só, hehehe. Era jiu-jitsu, judô, wrestling, muay-thai, kickboxing, karatê, boxe, e a oitava nem lembro qual era... o cara criador desse estilo tinha a cara de pau de dizer que ensinava uma arte que englobava 8 lutas... foi uma das coisas mais bizarras que eu vi na vida. Ninguem consegue ter o dominio de 8 artes, a gente vê aí atletas de altissimo nivel que com muito sacrificio consegue ser bom em 2 lutas, muuuito raramente conseguem ser bom em 3... mas daí a dizer que consegue ter o pleno conhecimento de 8, a ponto de criar uma nova arte que englobe todas elas, é cara de pau demais! Por coincidencia uns meses depois de ler a materia sobre isso na Tatame, fui visitar a academia de um cara que dizia-se faixa preta 4º grau de judô e 2º grau de jiu-jitsu. Eu e meu professor fomos lá pra ver qual era a do cara, com a desculpa de convida-lo pra um seminario de jiu-jitsu que aconteceria no mês seguinte... quando chegamos lá o cara disse que nao ensinava apenas o jiu-jitsu, mas sim o "Combate Absoluto", que era a reunião de 8 modalidades de luta... e tava com uma faixa coral amarrada na cintura, dizendo-se mestre dessa arte e que tinha sido graduado pelo tal mestre lá do sul (nao lembro se era em SC ou RS). Depois disso, eu e meu professor olhamos um pra cara do outro e tivemos que fazer muito esforço pra não dar uma gargalhada na cara do sujeito...

Sinceramente, é cada um que aparece...

Isso aí até pode ter uma "boa intenção" por trás. Teoricamente, quem soubesesse o chaão do jiu-jitsu, as quedas do judô e do wrestling, mais as técnicas de perna, joelho e cotovelo do muay-thai, kickboxing, karatê, e os socos, as esquivas e a noção de espaço do boxe,seria um lutador muito difícil de ser batido.

O problema é que no máximo o cara aprende a fazer tudo mais ou menos, mas não aprende nada direito.

Continuação da sessão comédia.

Treino faixa preta Morganti: http://www.youtube.com/watch?v=uCIjETSl6G0...feature=related

Já fiz uns treinos com um moleque faixa laranja de Morganti. Não sabia NADA. PAra se ter uma ideía, no Judo se aprende um chão muito, mas muuuuuito melhor.

E um amigo meu que na época era roxa, pesando uns 65kg, foi treinar com o professor do cara, que pesava uns 100kg, e cansou de finalizar.

O próprio Morganti treinou Jiu Jitsu até a azul com o Otávio de Almeida, e depois foi começar o seu próprio estilo...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now