Sign in to follow this  
OBSERVADOR

Erros e Acertos do Livro " Carlos Gracie "

Recommended Posts

meu post tb foi apagado

cala boca rambo1 seu pivete de merda, e continua me provocando q logologo eu aceito sua proposta pra lutar com vc um vt ai na bahia(com vc me bancando lembra?) pra arrancar seus 2 braços fora e qbrar todos seus dentes com a regra q vc quiser.

Share this post


Link to post
Share on other sites

É louvável a iniciativa da Reila, mas temos de ver que o enfoque nunca será completamente imparcial. Se fosse um filho do Hélio escrevendo, teríamos outras "verdades". O biógrafo teria de ser de fora da família pro negócio ficar correto mesmo, por isso, aguardemos o livro do amigo pesquisador do Observador (embora, pelo que ele já antecipou, esse ainda estará longe de ser definitivo).

Abraços

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest jonasfabri

Não querendo comparar, mas um livro feito por alguem tão envolvido assim parece até o livro da Carla Dualib falando das sujeiras no Corinthians, ela defendendo o avô e etc.

Claro que tem inúmeras coisas boas (maioria) que os gracies fizeram e fazem, mas tem muita coisa podre tb, não foram as mil maravilhas que os seus alunos pregam (até acho correto a lealdade, porem não concordo com não respeitarem certas verdades).

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu achei que esse livro iria dar mais o que falar. O Hélio tem aquele jeito dele mesmo, mas muita coisa ai desse livro não passa de suposição. O Hélio criou seu próprio estilo, por causa de sua fragilidade física, talvez dizer que ele criou o Jiu Jitsu sozinho seja um tanto quanto exagero, mas sem duvida foi o responsável maior por este êxito. Hélio ensinou o Carlson que também criou seu proprio estilo,e este foi passado aos seus discípulos, tanto Zé Mário como Murilo crias do Carlson possuem estilos "diferentes". Engraçado ler a resposta do Hélio sobre este livro kkkk.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Eu achei que esse livro iria dar mais o que falar. O Hélio tem aquele jeito dele mesmo, mas muita coisa ai desse livro não passa de suposição. O Hélio criou seu próprio estilo, por causa de sua fragilidade física, talvez dizer que ele criou o Jiu Jitsu sozinho seja um tanto quanto exagero, mas sem duvida foi o responsável maior por este êxito. Hélio ensinou o Carlson que também criou seu proprio estilo,e este foi passado aos seus discípulos, tanto Zé Mário como Murilo crias do Carlson possuem estilos "diferentes". Engraçado ler a resposta do Hélio sobre este livro kkkk.

Qual foi a resposta do Hélio Gracie sobre o livro?

Abraços

Share this post


Link to post
Share on other sites
Eu achei que esse livro iria dar mais o que falar. O Hélio tem aquele jeito dele mesmo, mas muita coisa ai desse livro não passa de suposição. O Hélio criou seu próprio estilo, por causa de sua fragilidade física, talvez dizer que ele criou o Jiu Jitsu sozinho seja um tanto quanto exagero, mas sem duvida foi o responsável maior por este êxito. Hélio ensinou o Carlson que também criou seu proprio estilo,e este foi passado aos seus discípulos, tanto Zé Mário como Murilo crias do Carlson possuem estilos "diferentes". Engraçado ler a resposta do Hélio sobre este livro kkkk.

Eu axo isso natural, voce adaptar o jiu-jitsu ao seu corpo. Aluno Carlson sempre teve fama de passador de guarda, ms vc pega o De La Riva q eh aluno do Carlson e até criou um jeito diferente de se jogar na guarda. Axo q isso eh natural da pessoa, cada um tem o "seu jiu-jitsu", n da pra vc ter um jj identico ao do seu professor.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest RAMANESS

Li o livro todo. Bonzinho, nada além disso. E totalmente parcial p/ Carlos e seus filhos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu acabei de ler. Achei muito bom. Realmente é parcial mas é inevitável neste caso.

Ele queima tb o filme do Rórion. Aliás naquela parte que o Rorion não deixa o pai assistir a luta do Rickson no Japão fiquei até com pena do Hélio.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest RAMANESS
Eu acabei de ler. Achei muito bom. Realmente é parcial mas é inevitável neste caso.

Ele queima tb o filme do Rórion. Aliás naquela parte que o Rorion não deixa o pai assistir a luta do Rickson no Japão fiquei até com pena do Hélio.

A estória que sempre tomei conhecimento, independente das parcialidades, é a de que não há heróis na família, não no sentido que se imagina. São heróis no ringue. Fora dele, pessoas comuns, com várias qualidades e vários defeitos.

No entando, o único que sempre figura como vilão - e provavelmente o é mesmo - é o Rorion.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this