----

Treinos a porta fechada

Recommended Posts

Em 1/14/2019 at 9:24 AM, NEGO DÁGUA disse:

Eu sofrir ,eu era um karatê kid do colégio kkkk, incrível como a história do filme se aparece com a minha.

Esse cara mereceu um confere depois , FDP já fizeram isso comigo mas não pude descontar o Fdp se fudeu num acidente e ficou na cadeira de roda.

Sabe o mais impressionante que 86 ano pra burro eu nem era nascido e vc já tava nessa parada.

Me diga mestre qual sensação de ver crianças que vc viu literalmente nascer serem melhores que vc?

Pq hj eu passo por isso.

Na época de jovem eu não pensava desse jeito.

Cara, a evolução do esporte é isso! Você vê, nós treinávamos nos intervalos entre os trabalhos e os estudos, suplemento era banana com aveia, vitamina com ovo (batia com casca e tudo!), e remédio era o Voltaren. Hoje os atletas se dedicam em treino integral, tem todo tipo de suplementação, remédios específicos, equipamentos de ponta. Tem mais é que superar mesmo. E da muito orgulho ver que de alguma forma contribuímos para que nosso esporte atingisse o patamar em que está hoje. E quanto à nova geração, pessoalmente eu ficava mais feliz quando um aluno meu ganhava um título do que quando eu mesmo ganhava.

O Brucutu teve forra sim. Passou o amador brasileiro, faixa marrom chegou... daí voltamos aos treinos não específicos. O pessoal descobriu que ele não era aluno de tkd do professor Bandeira ( foi o melhor professor de tkd que Teresopolis já teve, anos 80/90, aluno direto do mestre Kim. Era também motorista de táxi e teve uma morte brutal e estupida, assassinado com um tiro durante uma corrida de táxi com um assaltante que se fez passar por cliente). Voltando, descobrimos que o Brucutu era preta do Rio e foi fazer graça, implorei ao Fernando e, logo que acabou o aquecimento ele nos mandou para o ringue. Parece que o Brucutu meio que adivinhou e ficou bem acuado (muita gente tinha comentado comigo que ele havia dito que, sendo faixa branca de kickboxing, tinha mandado um azul competidor para o hospital com traumatismo craniano, e, naquela época, tinha que “lavar a honra” minha, da academia e do mestre). Então nem deixei ele criar distância para chutar, encurtei logo e trabalhei muito boxe. Usei muito aquele cruzado curtinho que serve mais para mandar o cotovelo junto e quebrei o nariz dele, que ficou meio sem visão por conta das lágrimas descendo. Daí afastei um pouco e mirei as costelas, usando aquele chute que já comentei com você, que em vez de vir aberto de fora, meio que sobe a canela na diagonal, visando entrar por baixo e dentro da costela. O resultado foi uma flutuante quebrada. Lógico que isso aconteceu no meio da trocacao, ele tentava socar mas só tinha esse recurso dos socos do tkd, então esquivava e bloqueava. E chutar para ele não dava, porque ficou o tempo todo de costas para as cordas comigo em cima, então ele tentava me empurrar para ganhar espaço mas eu colava e empurrava para as cordas de novo, e ele não conseguia sair. O mestre interrompeu e levamos o cara para o hospital, ficou um bom tempo usando cinta. Mas foi homem e continuou na academia, não saiu. Só que ficou pianinho e durante muito tempo ficava de cabeça baixa, na dele, sem puxar conversa.

Ah Nego, e não é vantagem eu treinar em 84 e você nem ter nascido. Provavelmente quando eu estiver comendo grama pela raiz você ainda vai estar lutando! Kkk

Grande abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, masterblaster disse:

Cara, a evolução do esporte é isso! Você vê, nós treinávamos nos intervalos entre os trabalhos e os estudos, suplemento era banana com aveia, vitamina com ovo (batia com casca e tudo!), e remédio era o Voltaren. Hoje os atletas se dedicam em treino integral, tem todo tipo de suplementação, remédios específicos, equipamentos de ponta. Tem mais é que superar mesmo. E da muito orgulho ver que de alguma forma contribuímos para que nosso esporte atingisse o patamar em que está hoje. E quanto à nova geração, pessoalmente eu ficava mais feliz quando um aluno meu ganhava um título do que quando eu mesmo ganhava.

O Brucutu teve forra sim. Passou o amador brasileiro, faixa marrom chegou... daí voltamos aos treinos não específicos. O pessoal descobriu que ele não era aluno de tkd do professor Bandeira ( foi o melhor professor de tkd que Teresopolis já teve, anos 80/90, aluno direto do mestre Kim. Era também motorista de táxi e teve uma morte brutal e estupida, assassinado com um tiro durante uma corrida de táxi com um assaltante que se fez passar por cliente). Voltando, descobrimos que o Brucutu era preta do Rio e foi fazer graça, implorei ao Fernando e, logo que acabou o aquecimento ele nos mandou para o ringue. Parece que o Brucutu meio que adivinhou e ficou bem acuado (muita gente tinha comentado comigo que ele havia dito que, sendo faixa branca de kickboxing, tinha mandado um azul competidor para o hospital com traumatismo craniano, e, naquela época, tinha que “lavar a honra” minha, da academia e do mestre). Então nem deixei ele criar distância para chutar, encurtei logo e trabalhei muito boxe. Usei muito aquele cruzado curtinho que serve mais para mandar o cotovelo junto e quebrei o nariz dele, que ficou meio sem visão por conta das lágrimas descendo. Daí afastei um pouco e mirei as costelas, usando aquele chute que já comentei com você, que em vez de vir aberto de fora, meio que sobe a canela na diagonal, visando entrar por baixo e dentro da costela. O resultado foi uma flutuante quebrada. Lógico que isso aconteceu no meio da trocacao, ele tentava socar mas só tinha esse recurso dos socos do tkd, então esquivava e bloqueava. E chutar para ele não dava, porque ficou o tempo todo de costas para as cordas comigo em cima, então ele tentava me empurrar para ganhar espaço mas eu colava e empurrava para as cordas de novo, e ele não conseguia sair. O mestre interrompeu e levamos o cara para o hospital, ficou um bom tempo usando cinta. Mas foi homem e continuou na academia, não saiu. Só que ficou pianinho e durante muito tempo ficava de cabeça baixa, na dele, sem puxar conversa.

Ah Nego, e não é vantagem eu treinar em 84 e você nem ter nascido. Provavelmente quando eu estiver comendo grama pela raiz você ainda vai estar lutando! Kkk

Grande abraço!

Ossss, vc!!

Pq a galera não te conhece, não tenho dúvida vc vai enterrar metade desse fórum.

Galera esse coroa é sinistro tem 50 anos e parece ter 20

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
26 minutos atrás, NEGO DÁGUA disse:

Ossss, vc!!

Pq a galera não te conhece, não tenho dúvida vc vai enterrar metade desse fórum.

Galera esse coroa é sinistro tem 50 anos e parece ter 20

 

HAHAHAHAHAH! Obrigado pelo coroa! Kkkk!

Agora a vez e de vocês, e não imagina a alegria que é para mim ver a galera nova debatendo aqui ou, no seu caso, treinando a vera!

A vez e de voces, curtam e aproveitem!

Oss!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
49 minutos atrás, masterblaster disse:

HAHAHAHAHAH! Obrigado pelo coroa! Kkkk!

Agora a vez e de vocês, e não imagina a alegria que é para mim ver a galera nova debatendo aqui ou, no seu caso, treinando a vera!

A vez e de voces, curtam e aproveitem!

Oss!

Já não sou tão mais novo e toda hora quero parar de treinar vc bem sabe disso!!

Mas vou aí.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Iria criar um tópico mas vi no canal do Malibu uma parada histórica, @masterblaster, @Valderazzi @Henry Chinasky

@MV8  @Gurkha @armlock @LAWYER

@Lucas Timbó

Tesouro histórico treino de MMA dos anos 60.

Como coisa já existia e se perdeu tipo história antiga uma vez eu perguntei a um grande mestre e ele não soube me explicar.

Existiu um hiato pois anos 50 e 60 muitos já treinavam tudo como Ivan Gomes e Euclides, Waldemar era capoeirista e Boxer e quebrou o Kimura todo num vale tudo.

Todos treinava boxe , capoeira , judô , capoeira devia ter um muay Thai da época.

Euclides até TKD treinou humildemente já consagrado com faixa branca na cintura.

Parece que preta de Shotokan também.

Aí se perderam e vei 30 anos depois o Royce com pisão e baiana , sei lá o Japão se tinha esboçou parece mas eram massacrados pelos gracies.

Uma coisa que nego fala Royce era horrível de pano e ali foi demonstrar superioridade do jiu jitsu.

Pq diversos lutadores tops da época não tiveram seus resultados Amaury, Gurgel , Wallid não tiveram boa carreira no MMA.

O próprio royler não foi bom de MMA.

A coisa se perdeu que Marco era um dos poucos no mundo que faziam ou unicidade época que misturava tudo ele que fez a parada ficar , tipo lutador é isso aqui, maior mérito do Marco.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora