SgtBlackStar

Johnny Walker reclama de fãs ‘hipócritas’ após derrota no UFC 244

Recommended Posts

Johnny Walker reclama de fãs ‘hipócritas’ após derrota no UFC 244

NEW YORK, NEW YORK - NOVEMBER 02: Johnny Walker of Brazil reacts after his TKO loss to Corey Anderson in their light heavyweight bout during the UFC 244 event at Madison Square Garden on November 02, 2019 in New York City. (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC via Getty Images)

Johnny Walker foi nocauteado por Corey Anderson (Josh Hedges/Zuffa LLC/Getty Images)

Uma rápida visita à seção de comentários nas redes sociais pode dar a impressão que Johnny Walker foi responsável por uma nova guerra mundial. Na realidade, tudo que o lutador meio-pesado fez foi sofrer sua primeira derrota no UFC.

Após um início avassalador na companhia, precisando de menos de três minutos para nocautear três adversários, Walker parou diante do duríssimo norte-americano Corey Anderson no UFC 244, realizado sábado em Nova York.

Não foi a primeira derrota de Walker no MMA, mas foi a mais de todas. Walker não tinha um porcento da fama que ostenta hoje quando foi nocauteado em eventos nacionais no passado, e é por isso que sofreu nas mãos dos imediatistas de redes sociais.

Se estrelas consagradas como Anderson Silva e José Aldo foram achincalhados na internet após derrotas, por que com Walker seria diferente? Antes da luta, Walker era aplaudido pelo estilo irreverente e destemido. Na derrota, o que era elogiado como “show” vira “excesso de brincadeira” na crítica.

Sequer houve “brincadeira” contra Anderson, e sim um claro erro de estratégia e planejamento, e as críticas nesse sentido são mais que justas. E Walker, nocauteado no primeiro round, entende isso.

O lutador conversou com o blog após o UFC 244 e, embora ainda esteja incomodado com o revés sofrido, ele sabe da importante lição que aprendeu: confiar mais em seu jogo em vez de se preocupar demais com o que virá do outro lado.

Outra coisa que Walker aprendeu está relacionada aos fãs de MMA, especialmente o que despejaram ódio em suas redes sociais.

“Aqui nos Estados Unidos tinha uma multidão querendo tirar foto comigo depois da luta. Todo mundo me aplaudiu, mesmo depois da derrota. Todo mundo queria que eu ganhasse. Isso me faz pensar em, se for abraçar uma bandeira, levar a dos Estados Unidos, levar de outro país, porque a galera aqui me apoia de verdade. Estão juntos comigo mesmo na derrota”, disparou Walker.

Quando Walker assinou com o UFC, ele morava e treinava em Londres, e cogitou entrar no octógono carregando a bandeira inglesa no uniforme do UFC. Na sequência, após treinar na Tailândia, tentou colocar a bandeira tailandesa no ombro, mas não aconteceu.

“(No Brasil) a galera fica reclamando que não sou patriota, que não levo a bandeira do Brasil. Bando de hipócrita, velho! Não apoiam a própria nacionalidade quando perco, então por que vou representar esses caras? Eu vou representar quem é fã de verdade. Mesmo perdendo a galera (me Nova York) me aplaudiu, falou que vou voltar mais forte. Isso me deixa muito feliz”, disse Walker.

“Mesmo com a derrota eles acreditam, por isso estou sempre representando outra bandeira, nunca a do Brasil, por que o Brasil só tem hipócrita, Ninguém torce direito. O cara sofre uma derrota e a galera começa a criticar. Nada a ver. Só perde quem bota a cara. Vencer e perder é consequência”, completou.

Walker volta ao Brasil essa semana e já embarca para São Paulo como um dos atletas convidados do UFC na capital paulista, que acontece dia 16 de novembro no Ginásio do Ibirapuera.

https://br.yahoo.com/esportes/noticias/johnny-walker-corey-anderson-hipocritas-ufc-244-mma-141400852.html

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 minutos atrás, SgtBlackStar disse:

Johnny Walker reclama de fãs ‘hipócritas’ após derrota no UFC 244

NEW YORK, NEW YORK - NOVEMBER 02: Johnny Walker of Brazil reacts after his TKO loss to Corey Anderson in their light heavyweight bout during the UFC 244 event at Madison Square Garden on November 02, 2019 in New York City. (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC via Getty Images)

Johnny Walker foi nocauteado por Corey Anderson (Josh Hedges/Zuffa LLC/Getty Images)

Uma rápida visita à seção de comentários nas redes sociais pode dar a impressão que Johnny Walker foi responsável por uma nova guerra mundial. Na realidade, tudo que o lutador meio-pesado fez foi sofrer sua primeira derrota no UFC.

Após um início avassalador na companhia, precisando de menos de três minutos para nocautear três adversários, Walker parou diante do duríssimo norte-americano Corey Anderson no UFC 244, realizado sábado em Nova York.

Não foi a primeira derrota de Walker no MMA, mas foi a mais de todas. Walker não tinha um porcento da fama que ostenta hoje quando foi nocauteado em eventos nacionais no passado, e é por isso que sofreu nas mãos dos imediatistas de redes sociais.

Se estrelas consagradas como Anderson Silva e José Aldo foram achincalhados na internet após derrotas, por que com Walker seria diferente? Antes da luta, Walker era aplaudido pelo estilo irreverente e destemido. Na derrota, o que era elogiado como “show” vira “excesso de brincadeira” na crítica.

Sequer houve “brincadeira” contra Anderson, e sim um claro erro de estratégia e planejamento, e as críticas nesse sentido são mais que justas. E Walker, nocauteado no primeiro round, entende isso.

O lutador conversou com o blog após o UFC 244 e, embora ainda esteja incomodado com o revés sofrido, ele sabe da importante lição que aprendeu: confiar mais em seu jogo em vez de se preocupar demais com o que virá do outro lado.

Outra coisa que Walker aprendeu está relacionada aos fãs de MMA, especialmente o que despejaram ódio em suas redes sociais.

“Aqui nos Estados Unidos tinha uma multidão querendo tirar foto comigo depois da luta. Todo mundo me aplaudiu, mesmo depois da derrota. Todo mundo queria que eu ganhasse. Isso me faz pensar em, se for abraçar uma bandeira, levar a dos Estados Unidos, levar de outro país, porque a galera aqui me apoia de verdade. Estão juntos comigo mesmo na derrota”, disparou Walker.

Quando Walker assinou com o UFC, ele morava e treinava em Londres, e cogitou entrar no octógono carregando a bandeira inglesa no uniforme do UFC. Na sequência, após treinar na Tailândia, tentou colocar a bandeira tailandesa no ombro, mas não aconteceu.

“(No Brasil) a galera fica reclamando que não sou patriota, que não levo a bandeira do Brasil. Bando de hipócrita, velho! Não apoiam a própria nacionalidade quando perco, então por que vou representar esses caras? Eu vou representar quem é fã de verdade. Mesmo perdendo a galera (me Nova York) me aplaudiu, falou que vou voltar mais forte. Isso me deixa muito feliz”, disse Walker.

“Mesmo com a derrota eles acreditam, por isso estou sempre representando outra bandeira, nunca a do Brasil, por que o Brasil só tem hipócrita, Ninguém torce direito. O cara sofre uma derrota e a galera começa a criticar. Nada a ver. Só perde quem bota a cara. Vencer e perder é consequência”, completou.

Walker volta ao Brasil essa semana e já embarca para São Paulo como um dos atletas convidados do UFC na capital paulista, que acontece dia 16 de novembro no Ginásio do Ibirapuera.

https://br.yahoo.com/esportes/noticias/johnny-walker-corey-anderson-hipocritas-ufc-244-mma-141400852.html

Eu acredito que voltará mais forte sim, torço por isso JW!

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 minutos atrás, Ominöser disse:

Eu acredito que voltará mais forte sim, torço por isso JW!

 

Peço mais uma vez que evite de copiar a matéria na integra apenas para dar sua opinião ,é contra as regras,conto com sua compreensão!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Realmente, com esse nome, ser brasileiro não combina. E tipo o jairzinho, que é senegalês. Defende logo outra bandeira, já que meia dúzia de pessoas te criticaram na internet.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu tbm concordo.

 

Mas ele precisa se focar mais nas lutas, tava desafiando o campeão sendo que não è nem top 10 ainda e tava com luta marcada.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esse cara tem talento , so acho q menosprezou grandou o adversario e pagou bem o preço , foi imaturo demais ,papinho q vai bater 3 round dessa vez e nao gostaria de ver o marreta vencendo o jones pq ele sera o cara a derrubar , tava falando demais , vai tomar e outro kct muito embreve 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Está putinho pq sabe que fez merda... fato somado aos idiotas das redes sociais que massacram sem ter noção de como é difícil chegar onde ele está. 

Espero que volte mais forte mas não gostei muito dessa declaração que deve confiar mais no seu jogo ao invés de se preocupar com o outro.

Acho que deveria dizer:  Aprendi que quando tomar um golpe, ao invés de fazer careta e dar oportunidade para o adversário continuar batendo, eu vou fazer algo mais inteligente. 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu tbm nao entendo uns que ficam se gabando de ser patriotas isso e aquilo, respeito quem pensa assim, eu acho que vc tem que representar quem te estende a mão e te ajuda, mas nao adianta cobrar a torcida quando faz merda, desculpa a palavra, lute com garra, com vontade que mesmo na derrota as pessoas vao estar contigo, e tem níveis de torcedores, aqueles que comecaram agora a ver lutas e os torcedores old que conheceram lutadores como Wand, Shogun, Hendo, Minotauro que lutavam dando o sangue mesmo nas derrotas, esses torcedores nao se dobram por qualquer apresentação

Edited by Paulo wand

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now