Sign in to follow this  
SgtBlackStar

Mackenzie Dern relata caso de racismo sofrido pelo marido nos Estados Unidos

Recommended Posts

Meu caro @rivvithead, não há como discordar de suas colocações. O que, entretanto, não invalida as minhas. Acho que até complementa. Veja, minha esposa esteve de passeio nos EUA durante uns 2 meses há uns 10 anos atrás. Disse que visitou alguns bairros e guetos de maioria negra para conhecer as igrejas gospel, e que era olhada de cima a baixo, de maneira muito discriminatória pelos negros residentes. Falava que encaravam ameaçadoramente. Isso evidentemente é racismo, como no item 1 da sua exposição acima. E nesse contexto e que vejo a criança negra nas mãos de um homem branco observada pela senhora negra. Lógico que não dá para adivinhar a intenção da senhora que denunciou o marido da Dern, mas creio que essa hipotética senhora que inventei, inserida num contexto proporcionalmente inverso, faria exatamente a mesma coisa. Talvez até influenciada por conta da questão cultural que você aventou. Talvez por pura preocupação. É que o diferente também chama atenção, realmente. Um sujeito com uma criança da mesma cor no colo não chama tanta atenção quanto um com uma criança de cor diferente. E no quesito segurança concordo com o @MV8 . E vou além. Com tantos crimes contra crianças, hoje um homem com uma criança da mesma cor já e motivo de preocupação, então nem dá para dizer que tal senhora agiu errado. Já aconteceu comigo de sair com minha filha na época em que ela tinha  2 anos de idade e ela precisar ir no banheiro fazer o número 2. Uma atendente de um shopping aqui franqueou o banheiro feminino para que eu a levasse, mas uma senhora que estava passando me viu entrando com a menina e quando sai já tinha um segurança me esperando. Foi muito constrangedor, mas dá para culpar a velhinha? Se eu fosse um pedófilo ou sequestrador ela teria salvo a criança. Então é dificílimo julgar essas situações.

Share this post


Link to post
Share on other sites
56 minutos atrás, masterblaster disse:

Meu caro @rivvithead, não há como discordar de suas colocações. O que, entretanto, não invalida as minhas. Acho que até complementa. Veja, minha esposa esteve de passeio nos EUA durante uns 2 meses há uns 10 anos atrás. Disse que visitou alguns bairros e guetos de maioria negra para conhecer as igrejas gospel, e que era olhada de cima a baixo, de maneira muito discriminatória pelos negros residentes. Falava que encaravam ameaçadoramente. Isso evidentemente é racismo, como no item 1 da sua exposição acima. E nesse contexto e que vejo a criança negra nas mãos de um homem branco observada pela senhora negra. Lógico que não dá para adivinhar a intenção da senhora que denunciou o marido da Dern, mas creio que essa hipotética senhora que inventei, inserida num contexto proporcionalmente inverso, faria exatamente a mesma coisa. Talvez até influenciada por conta da questão cultural que você aventou. Talvez por pura preocupação. É que o diferente também chama atenção, realmente. Um sujeito com uma criança da mesma cor no colo não chama tanta atenção quanto um com uma criança de cor diferente. E no quesito segurança concordo com o @MV8 . E vou além. Com tantos crimes contra crianças, hoje um homem com uma criança da mesma cor já e motivo de preocupação, então nem dá para dizer que tal senhora agiu errado. Já aconteceu comigo de sair com minha filha na época em que ela tinha  2 anos de idade e ela precisar ir no banheiro fazer o número 2. Uma atendente de um shopping aqui franqueou o banheiro feminino para que eu a levasse, mas uma senhora que estava passando me viu entrando com a menina e quando sai já tinha um segurança me esperando. Foi muito constrangedor, mas dá para culpar a velhinha? Se eu fosse um pedófilo ou sequestrador ela teria salvo a criança. Então é dificílimo julgar essas situações.

Eu entendo a sua colocação e tbm não estou tentando invalidar seus argumentos, estou colocando só coisas que eu percebo, mesmo pq nada do que eu falei inválida qlqr coisa que foi dita. Estou a vontade de comentar aqui pq sei que posso fazer isso, coisa que quando eu tinha Facebook eu não fazia.

No caso dos negros nos EUA, eu acredito que a atitude deles pode ser considerado racista mas movida a motivação diferente.. não é igual foi a branca no passado, que foi a de se achar superiores aos negros pq eles são de tom diferente de pele. Mesmo pq nunca teve uma lei nos EUA que falava que quando um negro entrasse no ônibus, um branco tinha que dar o lugar dele a esse negro, ou que comércios podiam negar atendimento aos brancos só pq eles eram brancos, e isso foi feito até recentemente... Então não é de se espantar que depois de tudo isso, ainda tenha uma cisão cultural entre negros e brancos nos EUA que vai demorar a se contornar. Não é que o negro se acha melhor que o branco, e sim que o negro coloca todo branco como causador do racismo, por conta de tudo o que eles passaram. Ao ver uma pessoa que eles nunca viram andando pela vizinhança, eles vão olhar torto. Mas acredito ser mais fácil quebrar esse tipo de preconceito do que o preconceito de "eu sou branco, logo superior"

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 minutos atrás, rivvithead disse:

Eu entendo a sua colocação e tbm não estou tentando invalidar seus argumentos, estou colocando só coisas que eu percebo, mesmo pq nada do que eu falei inválida qlqr coisa que foi dita. Estou a vontade de comentar aqui pq sei que posso fazer isso, coisa que quando eu tinha Facebook eu não fazia.

No caso dos negros nos EUA, eu acredito que a atitude deles pode ser considerado racista mas movida a motivação diferente.. não é igual foi a branca no passado, que foi a de se achar superiores aos negros pq eles são de tom diferente de pele. Mesmo pq nunca teve uma lei nos EUA que falava que quando um negro entrasse no ônibus, um branco tinha que dar o lugar dele a esse negro, ou que comércios podiam negar atendimento aos brancos só pq eles eram brancos, e isso foi feito até recentemente... Então não é de se espantar que depois de tudo isso, ainda tenha uma cisão cultural entre negros e brancos nos EUA que vai demorar a se contornar. Não é que o negro se acha melhor que o branco, e sim que o negro coloca todo branco como causador do racismo, por conta de tudo o que eles passaram. Ao ver uma pessoa que eles nunca viram andando pela vizinhança, eles vão olhar torto. Mas acredito ser mais fácil quebrar esse tipo de preconceito do que o preconceito de "eu sou branco, logo superior"

Claro que você tem que ficar muito a vontade para falar, meu amigo, a casa é sua e estamos só trocando ideias, ora bolas!

Se por um lado a discriminação tem fatores diferentes, por outro vejo a mesma raiz para o racismo. Ambos os países foram escravagistas e não creio que possa haver trauma maior para um grupo/comunidade do que esse. Nossos negros também foram muito descriminados após a abolição e tiveram vida difícil também. Vejo o caráter do americano discriminatório com todos os outros povos e culturas, não só os negros. 

E independente disso, o resultado racismo, a meu ver, é absolutamente igual.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 9/2/2019 at 9:40 AM, Rappa Hemp disse:

Tu pode ser preto, azul, amarelo, branco.  Sua visão é completamente estúpida e torço q tu nunca tenhas essa coragem comigo ou familiares em uma situação dessas pq aí provavelmente nós dois teríamos problemas no futuro. 

Se você tiver em um local estranho como em baixo de um pier sozinho com um bebê que nem ao menos parece ser seu parente vc tem chances msm de problemas comigo

E eu prefiro ter problemas com vc e com quem for do que correr o risco de deixar um bebê sofrer um estupro ou sabe Deus o que

Estúpido é ser um covarde que não faz nada numa situação destas se tivesse mais gente como está senhora no mundo muitas crianças seriam salvas

Tenta se colocar no lugar da senhora mano

Edited by MV8

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 9/4/2019 at 1:23 PM, Daniel Mendoza disse:

A pergunta não foi para mim, mas acredito que não.

Em nenhum momento foi dito que a mulher que chamou a polícia era branca. Racismo não tem a ver com cor da pele de quem comete, ou só entre pessoas com cores diferentes, é uma crença. Claro que historicamente quem sofre mais são grupos que sofrem historicamente tratados como inferiores. Mas é irrelevante ao meu ver a cor da senhora.

A questão é que a mulher chamou a polícia mesmo antes de confirmar com a mãe. Aparentemente o pai foi compreensível com o estranhamento da senhora e indicou que a mãe estava perto.

Mas ela já pressupõe de antemão que o cara negro era um perigoso para a criança branca e chamou a polícia. Ela teria chamado a polícia se fosse um homem branco? Não sabendo. Mas foca o questionamento.

Acho bem problemático. Ainda mais se não estavam em uma situação "suspeita", já que estavam curtindo a praia em família e ele não estava escondendo nada, até mostrou a mãe perto.

Eu acho que sim justamente pq a senhora negra ia.saber o que certos brancos são capazes de fazer lá nos.USA (KKK etc)

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 9/4/2019 at 8:54 AM, masterblaster disse:

 

Acho que a ação que se toma nessa hora tem muito a ver com o contexto da situação.

Se um homem de uma cor está sozinho segurando uma criança de outra cor e esta esta chorando muito, nitidamente desconfortável, certamente isso vai chamar atenção.

Mas se você percebe que os dois estão bem, confortáveis um com o outro, dificilmente vai criar celeuma.

Logico que não é regra. Um racista encontra problemas até em alguém diferente estar respirando. Mas hoje ainda não é fácil para nós julgarmos determinadas situações. 

E Rappa, você sabe o quanto te considero um excelente forista, mas dentro de um debate onde se espera que realmente as ideias sejam diferentes, usar agressividade ou ameaçar só porque o outro pensou diferente de você não dá, né? Porque acaba se tornando uma discriminação do que é diferente, da mesma forma que o racismo.

Grande abraço em todos!

Suave Mestre

Eu entendo o lado dele pq é a versão da Mackenzie e etc então é mais fácil se ver no lugar dela ou do marido

Seria o contrário se fosse a versão da senhora

Ela provavelmente ia dizer que pede desculpas etc mas que achou a situação estranha e que pensou na segurança da criança

Aí seria mais fácil entender o lado dela

Share this post


Link to post
Share on other sites
8 horas atrás, MV8 disse:

Suave Mestre

Eu entendo o lado dele pq é a versão da Mackenzie e etc então é mais fácil se ver no lugar dela ou do marido

Seria o contrário se fosse a versão da senhora

Ela provavelmente ia dizer que pede desculpas etc mas que achou a situação estranha e que pensou na segurança da criança

Aí seria mais fácil entender o lado dela

Po MV, entendi perfeitamente seu ponto e concordo demais com ele. Não dá pra saber o que passou na cabeça dela, mas é se o cara fosse um pedófilo ou sequestrador? Se a dúvida foi pela segurança da criança ela agiu certo segundo a própria consciência, não importa o que digam. Eu como pai entendo bem a atitude dela.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this