Sign in to follow this  
SgtBlackStar

Estreante no UFC, Rodolfo Vieira admite que não está totalmente adaptado ao MMA

Recommended Posts

Estreante no UFC, Rodolfo Vieira admite que não está totalmente adaptado ao MMA

7 de agosto de 2019
Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

O peso-médio (84 kg) Rodolfo Vieira faz sua estreia no Ultimate contra Oskar Piechota no próximo sábado (10), pelo UFC Uruguai. O multicampeão do jiu-jitsu migrou para o MMA profissional há pouco mais de dois anos e fará apenas o seu sexto combate no novo esporte. Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, o lutador revelou ainda não estar totalmente adaptado à nova modalidade e disse que conversas com colegas que passaram pela mesma transição o tranquilizaram.

O carioca se aposentou das competições no jiu-jitsu em 2016 após uma carreira extremamente bem sucedida com diversos títulos, incluindo mundiais e pan-americanos, além de um triunfo na edição de 2015 do ADCC (principal competição de grappling do mundo). Invicto desde que iniciou sua trajetória no MMA, o ‘Caçador de Faixas Pretas’ admitiu que, apesar de ainda enfrentar dificuldades na nova profissão, encontrou na experiência de outros lutadores o conforto para seguir evoluindo com calma.

“Senti bastante dificuldade nessa transição. Na verdade, ainda sinto. Estava muito mais familiarizado com o jiu-jitsu e eu só treino MMA há três anos. Mas a cada dia eu aprendo algo novo, tento evoluir. Já conversei com o Demian Maia e com o Ronaldo ‘Jacaré’ e eles me falaram que passaram pela mesma situação. De se assustar com os socos, não conseguir impor o jogo de chão sempre. Ainda fico muito nervoso antes das lutas, porém isso tudo se resolve com a experiência”, explicou.

Vindo de uma geração do jiu-jitsu que conseguia boas premiações financeiras competindo, Rodolfo chega ao UFC em um momento de ‘vacas não tão gordas’. Desde a oficialização da Reebok, empresa de material esportivo, como patrocinadora e fornecedora exclusiva do Ultimate, a maioria dos atletas perdeu a renda de patrocínios com outras marcas. No entanto, o brasileiro afirmou que não pensou na parte financeira ao assinar com a organização e que o que o motivou foi um desejo pessoal de se provar como atleta.

“Eu não migrei para esse esporte visando o dinheiro. Até porque hoje para ganhar dinheiro no MMA leva certo tempo. Saí do jiu-jitsu em uma fase boa financeiramente falando e entrei no MMA nessa fase ruim, desde a mudança nas regras do UFC com relação a patrocínios. Mas não aceitei por causa do dinheiro. Lutar no Ultimate era o meu sonho desde o início. Mesmo que me pagassem duas vezes menos, eu aceitaria. Quero me testar e provar que posso ser um bom lutador de MMA”, declarou à Ag. Fight.

Com vários exemplos de lutadores que trocaram o jiu-jitsu pelo MMA, incluindo o início de tudo com a família Gracie, Rodolfo citou as principais referências em quem se espelha. Um deles, Ronaldo ‘Jacaré’, é hoje seu companheiro de treinos. E, segundo o peso-médio, ainda tem muito a lhe ensinar, especialmente na parte de trocação.

“Admiro vários lutadores que fizeram essa transição. Me espelho muito no Demian Maia, Fabrício Werdum. Inclusive, brinquei com o Werdum há uns dias, dizendo que queria imitá-lo, já que ele ganhou o mundial de jiu-jitsu, o ADCC e foi campeão no UFC também. Além do ‘Jacaré’, que hoje treina comigo. É um privilégio treinar com ele. É um cara que está anos-luz na minha frente no MMA. No chão eu ainda consigo fazer frente, mas em pé ele está em um nível muito acima do meu, tenho consciência que preciso aprender muito com ele”, admitiu.

Seu adversário na estreia perdeu a invencibilidade na carreira ao ser derrotado por Gerald Meerschaert, em julho do ano passado. Focado no combate, Rodolfo enumerou as qualidades do rival, que tem três lutas pelo Ultimate. Ciente de sua inexperiência no novo esporte, o brasileiro afirmou não ter pressa quanto a encarar possíveis adversários ranqueados em caso de resultado positivo no próximo sábado.

“O adversário é mais experiente, não me deram moleza. Tem um bom jogo de chão, já competiu no ADCC. Não é qualquer um que luta lá, tem que ter um bom nível de grappling. Mas, pelo cartel, ele demonstra ser versátil, já que finalizou e nocauteou em cinco oportunidades. Mas acredito que eu o vença por finalização. E aí é só esperar o Ultimate mandar o próximo oponente. Tenho consciência de que sou um dos mais inexperientes do evento. Portanto, não tenho pressa para encarar os tops. Quem eles me enviarem eu vou enfrentar”, concluiu.

Invicto em cinco combates na sua carreira no MMA profissional, Rodolfo Vieira venceu por finalização em quatro oportunidades. O outro triunfo saiu por nocaute técnico contra Alexander Neufang pelo ‘ACB 82’, em março de 2018. Oskar Piechota possui em seu cartel 11 vitórias e apenas uma derrota, justamente sua última aparição no octógono mais famoso do mundo.

https://agfight.com.br/estreante-no-ufc-rodolfo-vieira-admite-que-nao-esta-totalmente-adaptado-ao-mma/

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom que tem a consciência. Eu acho que ele foi meio cru ainda, espero que o empresário construa a carreira dele com calma. Ele é novo ainda, não precisa ser jogado aos leões cedo. 

E espero que se inspire muito mais no Demian do que no jacaré, apesar deste último ser seu parceiro de treino. O que me preocupa.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hour ago, NOCAUTE! said:

acho ele sem muita técnica de queda. ele meio sem embola pra derrubar. acho dificil vingar

Cara não sei que luta vc viu mas o Rodolfo tem muita técnica nas quedas principalmente do single e double leg. Velocidade e time de entrada são muito bom. O problema do Rodolfo é a trocação que é básica, quando pegar os wrestling vai ser foda.Mas foi para o chão ele vai finalizar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Por mais que fique bom em pé, sempre será melhor no chão. Então não invente de trocar como Jacaré faz e Demian e Minotauro passaram um tempo fazendo...

Muito wrestling agrega muito mais ao lutador de jiu-jítsu que a trocação.

Edited by Axiotis

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Axiotis disse:

Por mais que fique bom em pé, sempre será melhor no chão. Então não invente de trocar como Jacaré faz e Demian e Minotauro passaram um tempo fazendo...

Muito wrestling agrega muito mais ao lutador de jiu-jítsu que a trocação.

Blz PVT!

Concordo contigo, acho tb que o wrestling é primordial no caso dele que é um gênio no chão. Trocação tem que aprender o básico e ir evoluindo aos poucos

Témas!!!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fico pasmo como wrestling se adaptam muito melhor e rápido ao MMA esses caras chegam ao cinturão com 3 ou 4 anos de carreira.

E ficam bons em trocação, vide vários exemplos TJ,Cejudo,Edgar,Chad, Fergusson, etc..

Já brasileiros mesmo top demoram a se adaptar, e aprender a trocação.

Não sei se octógono dificulta isso pq no pride o cara era bom de chão tinha meio caminho andado , hoje os tops nem finalizam mais..

Vi jacaré na resenha falando galera esses gringos ficaram muito bom de chão, não tá dando pra finalizar rápido não.

Vc vi Gastelum outro wrestling bom de boxe e kickboxing, não fez feio ao Jacaré  no chão.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Rodolfo demonstrou em algumas luta um bom mix de trocação e queda, queda no contra golpe, o caminho é esse, espero que ele insista nisso. Tem que esquecer essa ideia do jacaré de trocar a luta inteira pq é "completo". É saber fazer o feijão arroz com feijão em pé muito bem pra não apanhar, sobreviver e mesclar as quedas sempre. Espero que ele não tenha muito punch, jiujiteiro com punch depois que nocauteia um cisma que pode trocar...

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, NEGO DÁGUA disse:

Fico pasmo como wrestling se adaptam muito melhor e rápido ao MMA esses caras chegam ao cinturão com 3 ou 4 anos de carreira.

E ficam bons em trocação, vide vários exemplos TJ,Cejudo,Edgar,Chad, Fergusson, etc..

Já brasileiros mesmo top demoram a se adaptar, e aprender a trocação.

Não sei se octógono dificulta isso pq no pride o cara era bom de chão tinha meio caminho andado , hoje os tops nem finalizam mais..

Vi jacaré na resenha falando galera esses gringos ficaram muito bom de chão, não tá dando pra finalizar rápido não.

Vc vi Gastelum outro wrestling bom de boxe e kickboxing, não fez feio ao Jacaré  no chão.

 

 

Pra mim a explicação, além do aspecto fisico, (pois wrestlers em sua maioria são melhores atletas do que qualquer outra modalidade de luta, onde aprendem a competir, fazer dieta e perder peso desde novos) se da pq no Wrestling a luta começa em pé, como em qualquer luta de striking, isso facilita na questão da distancia 

Caras do Jiu sempre começam lutando sentados e ja agarrados, isso faz com que, eles demorem mais a pegar a noção da distancia, para aplicar em uma luta de MMA, o que é essencial 

Como o Wrestler precisa aprender a marcar a distancia antes da queda, assim como o boxer o faz com jabs, isso ja encurta o caminho na hora de aprender a trocação

Talvez isso explique o porque wrestlers tende a ficar melhores trocadores do que os caras oriundos do Jiu-Jitsu 

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 minutos atrás, Trindade disse:

Pra mim a explicação, além do aspecto fisico, (pois wrestlers em sua maioria são melhores atletas do que qualquer outra modalidade de luta, onde aprendem a competir, fazer dieta e perder peso desde novos) se da pq no Wrestling a luta começa em pé, como em qualquer luta de striking, isso facilita na questão da distancia 

Caras do Jiu sempre começam lutando sentados e ja agarrados, isso faz com que, eles demorem mais a pegar a noção da distancia, para aplicar em uma luta de MMA, o que é essencial 

Como o Wrestler precisa aprender a marcar a distancia antes da queda, assim como o boxer o faz com jabs, isso ja encurta o caminho na hora de aprender a trocação

Talvez isso explique o porque wrestlers tende a ficar melhores trocadores do que os caras oriundos do Jiu-Jitsu 

Fora que pegam a defesa de finalização muito bem e sabem fazer gnp muito melhor , usam cotovelos na boa.

Vc ver o Jones início de carreira tinha sua fraqueza no jiu jitsu mais seu wrestling e sua trocação voltado pro MMA impediam totalmente esse jogo

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this