Sign in to follow this  
PedroCage

Jiu Jitsu - uma abordagem prática, por que não é visto?

Recommended Posts

Olá colegas.

Faço muay thai, mas já pratiquei jiujitsu por dois anos e fico hoje observando os treinos das equipes de jiu que antecedem ou compartilham do mesmo tempo nas academias por onde vou fazendo meu muay thai. Durante o tempo que fiz eu gostei muito, mas uma lesão nas costas me forçou a abandonar.

Sempre observo que o esquema de treino do jiu é o mesmo: (1) uma ou duas técnicas passadas, (2) prática delas e (3) um rola final.

Como há literalmente milhares de técnicas/golpes no jiu, fico a me perguntar: se a assimilação de uma técnica pode demandar semanas seguidas, qual a efetividade dos treinos de jiu naqueles moldes?

Eu nunca tive andamento no jiu porque a cada treino era apresentado uma técnica nova, que nem sempre era bem exercitada por não haver tempo para vc e o seu parceiro revezarem, quando se chegava a um novo treino tudo era esquecido e outra técnica passada; chegava nos exames de troca de faixa e a turma pegava a tabela de golpes cobrados e iam decorar. Não é estranho que faixas marrom e até preta nem sabiam os nomes dos golpes mais comuns ou associavam os golpes aos nomes. E assim vejo se repetir em toda academia que passo. Sinceramente, não vejo nada disso como efetivo, pois vc nunca está aprendendo ou assimilando coisa alguma; o tempo passa e vc (todos na verdade) vão mudando de faixa sem saber ou dominar técnica alguma.

Então deixo a pergunta para aqueles que praticam jiujitsu: do que adianta se preocupar em passar tantos golpes se na prática não há condições de assimilação de nenhum? Para aprendizado, não seria mais racional fechar num número restrito de golpes e variações e trabalhar só com isso?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom, sabemos que as técnicas são aprendidas através da repetição, então o ideal - e imagino que este modelo atual derive disto - seria ficar um tempão do treino fazendo a movimentação, de preferência pros dois lados, e depois inverte (quem estava servindo de boneco de sparring passa a executar no que estava fazendo). E evidentemente os tais drills, que nada mais são do que movimentos sequenciais.

 

O que eu acredito que tenha sido negligenciado é a noção de colocar o que se aprendeu em prática o quanto antes. Tem que usar a técnica no rola, pô, senão vai esquecer mesmo. Pra isso, existem formas de exercitar, e uma muito comum era a famosa "quem não aplicar a técnica do dia, vai pagar 50 flexões e 50 abdominais ao final do treino"...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this