Filipovic

Jessica bateu?

Recommended Posts

41 minutos atrás, Andrey disse:

Sem dúvida, Valdez.

 

Mas achar que ela bateria em pé pq “qdo caísse no chão, dependendo de como caísse, seria meio caminho andado pra quebrar e ela preferiu não pagar pra ver.”

 

Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa

Filipovic tem a imaginação fértil!

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Andrey disse:

Sem dúvida, Valdez.

 

Mas achar que ela bateria em pé pq “qdo caísse no chão, dependendo de como caísse, seria meio caminho andado pra quebrar e ela preferiu não pagar pra ver.”

 

Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa

você não leu direito o que escrevi. E não, não estou de brincadeira. Não entro aqui de brincadeira, nem pra fazer palhaçada. 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Valderazzi disse:

Filipovic tem a imaginação fértil!

dei um exemplo.. em seguida falei que estou longe de acreditar nessa hipótese. Só quis dizer que realmente é bem nebuloso o que fez a Jessica dar 3 tapinhas. O outro aí que tá de implicância. Se fosse implicância apenas, tudo bem, que tô me lixando. Agora, forçar a barra distorcendo o que o colega de fórum falou é forçada de barra e pega mal pra quem faz. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, Filipovic disse:

dei um exemplo.. em seguida falei que estou longe de acreditar nessa hipótese. Só quis dizer que realmente é bem nebuloso o que fez a Jessica dar 3 tapinhas. O outro aí que tá de implicância. Se fosse implicância apenas, tudo bem, que tô me lixando. Agora, forçar a barra distorcendo o que o colega de fórum falou é forçada de barra e pega mal pra quem faz. 

Eu sei, falei mais de brincadeira mesmo, po. E não é mentira não kkkkkk.

Abraço. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 horas atrás, MV8 disse:

Exatamente

Pela lógica do pessoal Shogun tb não desistiu na luta com Jones pq não tinha golpe encaixado 

The Pedro tb não bateu pro Babalu

Etc etc

Não é o golpe esta encaixado é o gesto de desistência

Não importa a razão que ela fez se o juiz ver é desistência e com razão pq como @Valderazzi observou o adversário num gesto deste já tira pressão do golpe automático

Shogun foi surrado pelo hoje provável GOAT, só isso. Quer que eu diga quantos golpes que o levou a bater?

Não havia nenhum golpe encaixado, não levou nenhum knockdown, nenhum soco contundente... pelo contrário, ela levantou a Namajunes como se levanta um saco de algodão de tão fácil.

E o juiz não estava atento a isso pq simplesmente não havia golpe encaixado.

Mas pq ela fez isso, nem ela deve lembrar.

Share this post


Link to post
Share on other sites
8 horas atrás, MV8 disse:

Exatamente

Pela lógica do pessoal Shogun tb não desistiu na luta com Jones pq não tinha golpe encaixado 

The Pedro tb não bateu pro Babalu

Etc etc

Não é o golpe esta encaixado é o gesto de desistência

Não importa a razão que ela fez se o juiz ver é desistência e com razão pq como @Valderazzi observou o adversário num gesto deste já tira pressão do golpe automático

Caramba, the pedro mano, desenterrou essa kkkkkk

Ou o Remco Pardoel que bateu pro Marco Ruas sem ter nada encaixado kkkkk

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 minutos atrás, rivvithead disse:

Caramba, the pedro mano, desenterrou essa kkkkkk

Ou o Remco Pardoel que bateu pro Marco Ruas sem ter nada encaixado kkkkk

Mas o Ruas tava na montada, né? rsrs

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, Henry Chinasky disse:

Mas o Ruas tava na montada, né? rsrs

 

Eu sei, tava zoando!!

 vcs tão mto sérios esses dias kkkkkkkkk

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 minutos atrás, rivvithead disse:

Eu sei, tava zoando!!

 vcs tão mto sérios esses dias kkkkkkkkk

Ah, sim. Pq ter o Ruas naquela posição é mais que motivo desistir. Pra mim pelo menos...rsrs

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Deu um miguézinho de leve na história dos 3 tapinhas.

 

Jéssica Andrade afasta polêmica por golpe em Rose Namajunas: "Fiz o bate-estaca correto"

Brasileira afirma que Namajunas errou ao não soltar seu braço e também rechaçou que tivesse batido em desistência em outro momento da luta

Por Ana Hissa — Niterói, RJ

15/05/2019 08h00  Atualizado há 2 horas

 
Jéssica Andrade liquidou Rose Namajunas na luta principal do UFC Rio 10, no último sábado, pelo cinturão peso-palha, justamente com o golpe que é seu apelido: o bate-estaca. A repercussão da vitória teve polêmica, com direito a muitas pessoas questionando se a execução foi dentro das regras, já que a americana ficou desacordada e bateu duramente com o pescoço contra o solo. O experiente árbitro central Big John McCarthy, inclusive, saiu em defesa da brasileira e explicou que não houve nada irregular na luta. E a campeã da divisão até 52kg explicou o que aconteceu em entrevista ao Combate.com.- Está gerando muita polêmica por eu ter aplicado um bate-estaca. Mas o golpe foi válido porque eu fiz o movimento de arco, e ela caiu naquela posição porque continuou segurando o meu braço para tentar uma finalização. Eu fiz o bate-estaca correto. Se ela tivesse soltado o meu braço, teria caído de costas e eu teria trabalhado o "ground and pound", uma finalização ou qualquer coisa do tipo. Mas, como ela não fez, acabou saindo o bate-estaca. Foi um golpe que, olhando no vídeo, de fato você se assusta. Mas ela levantou bem, estava tudo tranquilo. Se fosse um golpe inválido o árbitro teria parado a luta e me desclassificado, e eu não seria a campeã. Estamos no maior evento do mundo, com os maiores árbitros do mundo, e não teria como eu não ter sido desclassificada - afirmou. Jessica Bate-Estaca se defendeu sobre a polêmica do golpe aplicado em Rose Namajunas — Foto: André Durão

 

Jéssica aproveitou para defender a manutenção do bate-estaca nas regras do MMA, já que houve debate nos últimos dias nas redes sociais sobre se ele deveria ser banido do esporte.

- É como no jiu-jítsu, que tem vários golpes e várias posições que você sabe que, se você continuar, vai quebrar, vai machucar. Então, o bate-estaca só acontece de verdade porque a pessoa deixa chegar na posição. No movimento que eu fiz de jogá-la para a lateral, ela poderia ter soltado o meu braço, e não teria caído de pescoço ou de cabeça no chão. Teria caído de ombro, ou botado os braços no chão, ou até mesmo ter me largado quando eu a ergui, e ter caído em pé. O bate-estaca tem que continuar. A gente não vê isso acontecer sempre, é muito de vez em quando. Mas quando acontece, dá toda essa confusão. É um golpe que eu acho que tem que continuar, sim, e é muito de você saber se defender e cair no chão.

Outra polêmica que tomou conta das redes sociais foi um vídeo no qual Jéssica supostamente teria batido em desistência em uma tentativa de finalização de Namajunas. A brasileira rechaçou a hipótese.

- Foi uma impressão que ficou no vídeo. Depois vou fazer um vídeo demonstrando como foi a posição. Eu não bati, só estava pensando para que lado eu a jogaria. Até então, a minha mão estava grampeada. Se, em algum momento, ela fosse me finalizar, eu não iria soltar uma mão da outra para ela me finalizar ali em cima, né? Eu iria deixar as minhas mãos grampeadas e iria jogá-la. Na hora que eu a lancei, o braço dela sai do meu pulso e vem para o meu antebraço. Não tem como pegar no antebraço.

E não experimente dizer para Jéssica que ela é campeã do Ultimate por sorte. A resposta já está na ponta da língua.

- Quem fala que foi sorte está bem errado. No site do UFC você consegue ver todos os golpes que foram dados, as estatísticas de movimentação, e não teve tanta diferença dos socos dela para os meus. A diferença foi que os socos dela acertaram o rosto, e os meus acertaram o corpo. Eu tive mais chutes: dei 19 chutes, contra nenhum dela. Eu dei quatro quedas e ela deu duas, mas não conseguiu completar, enquanto eu tive quatro, com três bem-sucedidas, e uma foi a performance da noite. Não tem nada de sorte, não. É muito treino, muita dedicação. A gente passa por isso todos os dias pra chegar lá e conseguir fazer uma boa luta - concluiu.

 

image.jpeg

Edited by M.A.D

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bateu sim, talvez por que a kimura estava encaixada e se soltasse ali a finalização pegaria no talo? Não sei, mas que bateu, bateu sim.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, M.A.D disse:

Deu um miguézinho de leve na história dos 3 tapinhas.

  Mostrar conteúdo oculto

Jéssica Andrade afasta polêmica por golpe em Rose Namajunas: "Fiz o bate-estaca correto"

Brasileira afirma que Namajunas errou ao não soltar seu braço e também rechaçou que tivesse batido em desistência em outro momento da luta

Por Ana Hissa — Niterói, RJ

15/05/2019 08h00  Atualizado há 2 horas

 
Jéssica Andrade liquidou Rose Namajunas na luta principal do UFC Rio 10, no último sábado, pelo cinturão peso-palha, justamente com o golpe que é seu apelido: o bate-estaca. A repercussão da vitória teve polêmica, com direito a muitas pessoas questionando se a execução foi dentro das regras, já que a americana ficou desacordada e bateu duramente com o pescoço contra o solo. O experiente árbitro central Big John McCarthy, inclusive, saiu em defesa da brasileira e explicou que não houve nada irregular na luta. E a campeã da divisão até 52kg explicou o que aconteceu em entrevista ao Combate.com.- Está gerando muita polêmica por eu ter aplicado um bate-estaca. Mas o golpe foi válido porque eu fiz o movimento de arco, e ela caiu naquela posição porque continuou segurando o meu braço para tentar uma finalização. Eu fiz o bate-estaca correto. Se ela tivesse soltado o meu braço, teria caído de costas e eu teria trabalhado o "ground and pound", uma finalização ou qualquer coisa do tipo. Mas, como ela não fez, acabou saindo o bate-estaca. Foi um golpe que, olhando no vídeo, de fato você se assusta. Mas ela levantou bem, estava tudo tranquilo. Se fosse um golpe inválido o árbitro teria parado a luta e me desclassificado, e eu não seria a campeã. Estamos no maior evento do mundo, com os maiores árbitros do mundo, e não teria como eu não ter sido desclassificada - afirmou. Jessica Bate-Estaca se defendeu sobre a polêmica do golpe aplicado em Rose Namajunas — Foto: André Durão

 

Jéssica aproveitou para defender a manutenção do bate-estaca nas regras do MMA, já que houve debate nos últimos dias nas redes sociais sobre se ele deveria ser banido do esporte.

- É como no jiu-jítsu, que tem vários golpes e várias posições que você sabe que, se você continuar, vai quebrar, vai machucar. Então, o bate-estaca só acontece de verdade porque a pessoa deixa chegar na posição. No movimento que eu fiz de jogá-la para a lateral, ela poderia ter soltado o meu braço, e não teria caído de pescoço ou de cabeça no chão. Teria caído de ombro, ou botado os braços no chão, ou até mesmo ter me largado quando eu a ergui, e ter caído em pé. O bate-estaca tem que continuar. A gente não vê isso acontecer sempre, é muito de vez em quando. Mas quando acontece, dá toda essa confusão. É um golpe que eu acho que tem que continuar, sim, e é muito de você saber se defender e cair no chão.

Outra polêmica que tomou conta das redes sociais foi um vídeo no qual Jéssica supostamente teria batido em desistência em uma tentativa de finalização de Namajunas. A brasileira rechaçou a hipótese.

- Foi uma impressão que ficou no vídeo. Depois vou fazer um vídeo demonstrando como foi a posição. Eu não bati, só estava pensando para que lado eu a jogaria. Até então, a minha mão estava grampeada. Se, em algum momento, ela fosse me finalizar, eu não iria soltar uma mão da outra para ela me finalizar ali em cima, né? Eu iria deixar as minhas mãos grampeadas e iria jogá-la. Na hora que eu a lancei, o braço dela sai do meu pulso e vem para o meu antebraço. Não tem como pegar no antebraço.

E não experimente dizer para Jéssica que ela é campeã do Ultimate por sorte. A resposta já está na ponta da língua.

- Quem fala que foi sorte está bem errado. No site do UFC você consegue ver todos os golpes que foram dados, as estatísticas de movimentação, e não teve tanta diferença dos socos dela para os meus. A diferença foi que os socos dela acertaram o rosto, e os meus acertaram o corpo. Eu tive mais chutes: dei 19 chutes, contra nenhum dela. Eu dei quatro quedas e ela deu duas, mas não conseguiu completar, enquanto eu tive quatro, com três bem-sucedidas, e uma foi a performance da noite. Não tem nada de sorte, não. É muito treino, muita dedicação. A gente passa por isso todos os dias pra chegar lá e conseguir fazer uma boa luta - concluiu.

 

image.jpeg

9 horas atrás, Filipovic disse:

realmente

Vi a entrevista agora na correria.  Pode ter passado algo, mas achei que ela deu esquivada. 

"Foi uma impressão que ficou no vídeo "

Ela pode até estar sendo sincera. Mas fez descaso ao explicar uma polêmica meio séria.... pq o 3 tapinhas ficou evidente pra muitos.  O que pouca gente conseguiu foi entender foi que aquilo quis dizer, qual foi que passou na cabeça dela.

A explicação pífia me deixou mais intrigado ainda. Porque ela costuma ser bem humorada. E era de ser esperar que ela desse uma resposta segura mas descontraída. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu acredito na Jessica. 

Já começo a achar que os o insatisfeitos do mundo e dos fóruns livre querem é arrumar uma maneira de diminuir o feito dela. Errou ao aplicar o golpe, errou ao comemorar, errou ao dar os três tapinhas (obrigado @Barbas ao trazer um post vertendo luz sovre a polêmica) como se aquilo fosse inequivocamente um sinal de capitulação quando é translucida a imagem de que o golpe não estava na angulação necessária... Eu prefiro dar os parabéns e o credito a uma moça muito merecedora. Alias, como tb é a derrotada mas vitoriosa Rose. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 horas atrás, Valderazzi disse:

Mas dar os tapinhas é o sinal universal de desistência, Andrey. Quem treina sabe que bateu tu solta, ali nao tinha pressão mas dar 3 tapinhas é injustificável a meu ver.

Pois é. Vai entender que diabos passou na cabeça da Jessica para usar logo esse gestual. Não interpretei como desistência e nem como malandragem para a Rose afrouxar uma pegada que nem encaixada estava. O gesto foi realmente descabido.

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 minutos atrás, masterblaster disse:

Pois é. Vai entender que diabos passou na cabeça da Jessica para usar logo esse gestual. Não interpretei como desistência e nem como malandragem para a Rose afrouxar uma pegada que nem encaixada estava. O gesto foi realmente descabido.

Totalmente descabido.

Não é uma questão de haterismo. Não é questão de analisar se houve ou não razão/motivação pra bater, se havia algo encaixado ou não.

Tava vendo o Joe Rogan entrevistar o Herb Dean no Joe Rogan Experience no Youtube. Ele deixa bem claro a dificuldade que é tomar uma decisão em fração de segundo sem auxílio de replay. Prioridade é saúde do atleta, se bateu é pq tem algo de errado e ele tem que parar na hora antes que alguém se machuque.

Enfim... se eu sou árbitro e vejo aquele gesto paro a luta na hora. Se ela quis bater ou não, eu não sei. Mas o gesto tá aí.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now