MV8

Evolução do Muay Thai e kickboxing no Brasil - influência e infusão de outras artes. A partir da Resenha do Rudimar Fedrigo

Recommended Posts

Eu que agradeço @masterblaster. Excelente tópico mesmo, o melhor dos últimos tempos.

Vou abrir um tópico na parte do forum dedicada às artes marciais separadas sobre as escolas de Muay Thai/Kickboxing/Boxe, duas diferenças e adaptações para o MMA, assunto muito interessante e que não podemos deixar morrer, porque a discussão está de alto nível mesmo. Para os moderadores, peço que de repente possa ficar, igual à discussão de jiu jitsu e de wrestling adaptado para o MMA que já está fixado lá em cima.

Quanto à entrevista do Rudimar, provavelmente só vamos ter a resposta do Anderson, se tivermos, depois do UFC Rio deste Sábado, mas se o Gleidson ou o Marcelo ver esta discussão aqui nossa eles bem que podia ir atrás deste furo hein... um Resenha PVT com ele seria animal, não deve ser fácil a agenda dele, ele mesmo por ser "estrela" não sei se toparia, mas que seria maneiro seria...

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, masterblaster disse:

Fala MV, tudo bem? Desculpe a demora na resposta, a gente deixa passar um tempinho e quando vê já foi muito!

Acho que o @Ominöser já colocou um ponto crucial aí. As diferenças de regras e até mesmo de tempo influenciaram demais nessa diferença.

E acho que a adaptação ao octagon influenciou mais que o local em si. O cara treinou a vida inteira num ringue, e de repente passa para um 8 sem quase tempo de adaptação, fica difícil se criar. E o oposto também é verdade. Vê o Liddell quando foi lutar no Pride num ringue, tomou um pau de cara. Não creio que seja só imposição do estilo dentro do local de combate, e um exemplo disso foi o Wand derrotando o Bisping, que tem um kickboxing muito refinado, dentro do UFC. Acho que a dificuldade de adaptação prejudicou bem mais do que o estilo. O Lawler foi campeão sendo brawler.

Agora, quero agradecer a você, Ominöser, @João P, @NEGO DÁGUA , @Gurkha , @rivvithead e @Conta outra entre outros, pelo nível técnico a que alçaram este tópico, que hoje seguramente é um dos melhores da principal.

Quando treinei na CB, em alguns treinos usavam-se sim técnicas de cotovelo, mas mais para aprender mesmo, porque nas competições não havia, creio que devido a adaptação sofrida, em virtude do sucesso que já faziam no MMA, notadamente no Pride, e com o Dida participando do K1, onde não valiam esses golpes.

E concordo com o que foi dito a respeito de Curitiba adotar um estilo mais próximo do Muay Thai e Rio se aproximar mais do kickboxing. Quando Curitiba era praticamente toda boxe tailandês, no Rio esse espaço era dividido com o full contact, que também gerou muitos bons frutos. Geralmente a tônica era a adaptação do karatê ou taekwondo aos golpes e deslocamentos do boxe, sendo que a evolução trouxe essas práticas ao patamar em que estão hoje, com sistematização e regulamentos muito mais homogêneos. E a tendência é evoluir ainda mais.

Nesse ponto, até para aquela época meu mestre foi um pioneiro. Adaptou regras de varias modalidades, treinávamos cotoveladas na academia, não se opunha a nada, nem mesmo que praticássemos lutas de solo. Trazia o que havia de melhor para as regras das nossas competições, e tive a sorte de aprender muito com ele. Não a toa encerrou a carreira com um cartel invicto de 129 lutas.

Abraço em todos!

Eu que agradeço @masterblaster. Sempre traz grande conhecimento sobre luta!

Realmente esse tópico está com um nível altíssimo, espero que se repitam tópicos assim.

Quero agradecer também ao @NEGO DÁGUA, @rivvithead e aos demais que contribuíram com o tópico.

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 horas atrás, masterblaster disse:

Já tinha postado uns vídeos dele aqui, @NEGO DÁGUA até estudou ele. Chamava-se Fernando Pelaez, morreu com 50 anos em cima de um ringue dando aula, fazendo o que gostava. Vou postar de novo aqui.

 

Simplesmente o maior kickboxing da história do país.

Foi campeão mundial, intercontinental , títulos no circuito europeu , 1 ranking mundial da WAKO que rege se não engano o glory etc.

Não teve o glamour de Francisco Filho , Glauber,Alex Poatan , esse último é o único em termos de resultados que pode brigar com o Fernando o dois karatecas não chegam aos pés em termos de resultados, carreira e renome, o cara tinha 50 anos e tinha título ainda em seu nome.

Fora que foi campeão no boxe destronando os melhores do país na época , querendo fazer carreira nível mundial porém o Brasil... É o Brasil e voltou ao kickboxing.

E ainda mais campeão brasileiro de jiu jitsu na faixa preta... Complicado o cara foi muito foda mesmo.

Eu estudo na teoria ele estudou na prática , pq eu tenho uns problemas aí e treinei diversas artes e não me aprofundei, como eu gostaria e fui pra outra área etc..

Já esse cara foi preta de TKD, Shotokan, campeão de boxe, treinou com Servilho e formou seu próprio estilo de luta , estudou o calejamento do kyokushin sem nunca ter treinado e aderiu ao seu estilo .

Nunca perdeu , 129 lutas invicto .

Um monstro sagrado que o Brasil não deu o devido valor .

E tem lutador do UFC que tá aí ativo que viaja pra treinar com ele , fez campeões de kickboxing a nível mundial etc.

 

Imagine veja como o Rafael Cordeiro era avacalhado até por mim antes já falei que o Dorea era melhor que ele voltado pro MMA na parte em pé e Dórea teria que aprender e muito com ele.

Rafael é um cara novo pra ser tão mestre 40 e poucos anos.

E vc ver quem treina com e do mundo o referência com sua técnica e visão de luta foi um cara que Rudimar deu uma base ele desenvolveu o resto sozinho.

Tô ficando velho tô escrevendo muito, e cheio de eloquência , e nem tenho essa bagagem e conhecimento técnico pra isso.

Mas enfim a diversos monstros no Brasil que não conhecemos definitivamente somos bons de porrada e todas as áreas seja em pé , no chão em queda , pq não tem wrestling mas tem judô

Enfim obrigado a todos e esse tópico tem nível técnico altíssimo, aonde fiquei aprendendo e muito.

 

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 horas atrás, masterblaster disse:

Fala MV, tudo bem? Desculpe a demora na resposta, a gente deixa passar um tempinho e quando vê já foi muito!

Acho que o @Ominöser já colocou um ponto crucial aí. As diferenças de regras e até mesmo de tempo influenciaram demais nessa diferença.

E acho que a adaptação ao octagon influenciou mais que o local em si. O cara treinou a vida inteira num ringue, e de repente passa para um 8 sem quase tempo de adaptação, fica difícil se criar. E o oposto também é verdade. Vê o Liddell quando foi lutar no Pride num ringue, tomou um pau de cara. Não creio que seja só imposição do estilo dentro do local de combate, e um exemplo disso foi o Wand derrotando o Bisping, que tem um kickboxing muito refinado, dentro do UFC. Acho que a dificuldade de adaptação prejudicou bem mais do que o estilo. O Lawler foi campeão sendo brawler.

Agora, quero agradecer a você, Ominöser, @João P, @NEGO DÁGUA , @Gurkha , @rivvithead e @Conta outra entre outros, pelo nível técnico a que alçaram este tópico, que hoje seguramente é um dos melhores da principal.

Quando treinei na CB, em alguns treinos usavam-se sim técnicas de cotovelo, mas mais para aprender mesmo, porque nas competições não havia, creio que devido a adaptação sofrida, em virtude do sucesso que já faziam no MMA, notadamente no Pride, e com o Dida participando do K1, onde não valiam esses golpes.

E concordo com o que foi dito a respeito de Curitiba adotar um estilo mais próximo do Muay Thai e Rio se aproximar mais do kickboxing. Quando Curitiba era praticamente toda boxe tailandês, no Rio esse espaço era dividido com o full contact, que também gerou muitos bons frutos. Geralmente a tônica era a adaptação do karatê ou taekwondo aos golpes e deslocamentos do boxe, sendo que a evolução trouxe essas práticas ao patamar em que estão hoje, com sistematização e regulamentos muito mais homogêneos. E a tendência é evoluir ainda mais.

Nesse ponto, até para aquela época meu mestre foi um pioneiro. Adaptou regras de varias modalidades, treinávamos cotoveladas na academia, não se opunha a nada, nem mesmo que praticássemos lutas de solo. Trazia o que havia de melhor para as regras das nossas competições, e tive a sorte de aprender muito com ele. Não a toa encerrou a carreira com um cartel invicto de 129 lutas.

Abraço em todos!

De nada Master. A gente faz o que pode. Cheers!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esse tópico deveria virar "moldura". Junta história do MT e outras lutas de trocação, realmente me dá até uma emoção quando lembro doa treinos de karatê, muay thai, taekwondo, judô...parei pra trabalhar e estudar direito...

Um amigo meu, a irmã dele começou a namorar um cara do MT, aí me perguntou se eu conhecia o mestre Zito, falei "Cara! O Zito é das antigas! Foi pro Japão representar a CB!" Aí o cara "Sabia que você ia conhecer...minha referencia no MT é você"...

Fazem idéia do que é ser um desconhecido e mesmo assim ser chamado de referência do MT em plena Curitiba? Hehehehhehe

Edited by Ominöser

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 horas atrás, masterblaster disse:

Já tinha postado uns vídeos dele aqui, @NEGO DÁGUA até estudou ele. Chamava-se Fernando Pelaez, morreu com 50 anos em cima de um ringue dando aula, fazendo o que gostava. Vou postar de novo aqui.

 

Assisti o primeiro até agora

Achei a técnica muito boa principalmente considerando que ele lutava nos anos 80

Tem luta de kickboxing dos anos 80 que era horrível técnica e eu achei a técnica dele muito acima pra época, soltando a perna muito bem aquele rodado (ushiro mawashi geri) que ele manda na resposta do axe kick (kakato geri) foi fantástico

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, João P disse:

Eu que agradeço @masterblaster. Excelente tópico mesmo, o melhor dos últimos tempos.

Vou abrir um tópico na parte do forum dedicada às artes marciais separadas sobre as escolas de Muay Thai/Kickboxing/Boxe, duas diferenças e adaptações para o MMA, assunto muito interessante e que não podemos deixar morrer, porque a discussão está de alto nível mesmo. Para os moderadores, peço que de repente possa ficar, igual à discussão de jiu jitsu e de wrestling adaptado para o MMA que já está fixado lá em cima.

Quanto à entrevista do Rudimar, provavelmente só vamos ter a resposta do Anderson, se tivermos, depois do UFC Rio deste Sábado, mas se o Gleidson ou o Marcelo ver esta discussão aqui nossa eles bem que podia ir atrás deste furo hein... um Resenha PVT com ele seria animal, não deve ser fácil a agenda dele, ele mesmo por ser "estrela" não sei se toparia, mas que seria maneiro seria...

Acho que tinha que abrir fixo na principal e levar as postagens daqui pra lá

Ou msm transformar este daqui

Tem como moderador copiar tópico? Se tivesse copiava mudava título e apagava os posts que não tem a ver com a história do kickboxing e MT no Br

Share this post


Link to post
Share on other sites
8 horas atrás, MV8 disse:

Assisti o primeiro até agora

Achei a técnica muito boa principalmente considerando que ele lutava nos anos 80

Tem luta de kickboxing dos anos 80 que era horrível técnica e eu achei a técnica dele muito acima pra época, soltando a perna muito bem aquele rodado (ushiro mawashi geri) que ele manda na resposta do axe kick (kakato geri) foi fantástico

 

Fernando era um monstro. Técnico demais. O pouco que consegui no kickboxing devo a ele. Você observou bem, aquele chute foi lindo, e de curta distância, muito pouca gente faz isso. Pra você ter uma ideia, em olena época de invasões ficavam longe da academia dele. Se bem que era amigo do Adilson Bitta. Mas sempre teve uma técnica absurda, chegou a levar até o Servilio de Oliveira para treinar a gente. E o bacana para a época e que com ele não tinha isso de uma modalidade só. Se o aluno quisesse aprender outra coisa também, por ele estava ótimo. Inclusive fui para a CB por influência dele, para aperfeiçoar e trazer as técnicas de thai clinch com joelhada. 

Ele era fora de série e muito querido por todos também. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 horas atrás, MV8 disse:

Acho que tinha que abrir fixo na principal e levar as postagens daqui pra lá

Ou msm transformar este daqui

Tem como moderador copiar tópico? Se tivesse copiava mudava título e apagava os posts que não tem a ver com a história do kickboxing e MT no Br

Vou tentar falar com o pessoal lá para renomear esse aqui e fixar por um tempo, como os outros. Ótima ideia!

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 horas atrás, NEGO DÁGUA disse:

Simplesmente o maior kickboxing da história do país.

Foi campeão mundial, intercontinental , títulos no circuito europeu , 1 ranking mundial da WAKO que rege se não engano o glory etc.

Não teve o glamour de Francisco Filho , Glauber,Alex Poatan , esse último é o único em termos de resultados que pode brigar com o Fernando o dois karatecas não chegam aos pés em termos de resultados, carreira e renome, o cara tinha 50 anos e tinha título ainda em seu nome.

Fora que foi campeão no boxe destronando os melhores do país na época , querendo fazer carreira nível mundial porém o Brasil... É o Brasil e voltou ao kickboxing.

E ainda mais campeão brasileiro de jiu jitsu na faixa preta... Complicado o cara foi muito foda mesmo.

Eu estudo na teoria ele estudou na prática , pq eu tenho uns problemas aí e treinei diversas artes e não me aprofundei, como eu gostaria e fui pra outra área etc..

Já esse cara foi preta de TKD, Shotokan, campeão de boxe, treinou com Servilho e formou seu próprio estilo de luta , estudou o calejamento do kyokushin sem nunca ter treinado e aderiu ao seu estilo .

Nunca perdeu , 129 lutas invicto .

Um monstro sagrado que o Brasil não deu o devido valor .

E tem lutador do UFC que tá aí ativo que viaja pra treinar com ele , fez campeões de kickboxing a nível mundial etc.

 

Imagine veja como o Rafael Cordeiro era avacalhado até por mim antes já falei que o Dorea era melhor que ele voltado pro MMA na parte em pé e Dórea teria que aprender e muito com ele.

Rafael é um cara novo pra ser tão mestre 40 e poucos anos.

E vc ver quem treina com e do mundo o referência com sua técnica e visão de luta foi um cara que Rudimar deu uma base ele desenvolveu o resto sozinho.

Tô ficando velho tô escrevendo muito, e cheio de eloquência , e nem tenho essa bagagem e conhecimento técnico pra isso.

Mas enfim a diversos monstros no Brasil que não conhecemos definitivamente somos bons de porrada e todas as áreas seja em pé , no chão em queda , pq não tem wrestling mas tem judô

Enfim obrigado a todos e esse tópico tem nível técnico altíssimo, aonde fiquei aprendendo e muito.

 

 

 

 

E Nego, você estudou o Fernando mesmo, é exatamente isso. Por isso me orgulho tanto de, junto com outro amigo, termos sido os primeiros faixas-preta formados por ele.

E os treinos eram duríssimos, já te falei a respeito. No entanto, poucas academias tinham o clima de amizade e zoação que a gente tinha ali. Muito paralelo com a CB. Fernando tirava o couro da gente, mas era amigo de cada um. Vi muito pouca coisa parecida naquela época.

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 horas atrás, Ominöser disse:

Esse tópico deveria virar "moldura". Junta história do MT e outras lutas de trocação, realmente me dá até uma emoção quando lembro doa treinos de karatê, muay thai, taekwondo, judô...parei pra trabalhar e estudar direito...

Um amigo meu, a irmã dele começou a namorar um cara do MT, aí me perguntou se eu conhecia o mestre Zito, falei "Cara! O Zito é das antigas! Foi pro Japão representar a CB!" Aí o cara "Sabia que você ia conhecer...minha referencia no MT é você"...

Fazem idéia do que é ser um desconhecido e mesmo assim ser chamado de referência do MT em plena Curitiba? Hehehehhehe

Isso, meu amigo, é porque estamos ficando velhos! Kkk! Aí viramos referência, tipo praça, nome de rua, etc.

Brincadeira, é porque você entende demais do riscado, nada mais justo!

Share this post


Link to post
Share on other sites
18 minutos atrás, masterblaster disse:

Isso, meu amigo, é porque estamos ficando velhos! Kkk! Aí viramos referência, tipo praça, nome de rua, etc.

Brincadeira, é porque você entende demais do riscado, nada mais justo!

Kkkkkkk

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 minutos atrás, Ominöser disse:

Kkkkkkk

Eu antes via o mestre Lawyer escrevendo eu porra como esse cara consegui escrever tanto.

Hoje eu vejo é idade o meus textos , kkk.

Grandes e cheio de eloquência e escrevo não muito bem, mais por preguiça também.

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
19 minutos atrás, NEGO DÁGUA disse:

Eu antes via o mestre Lawyer escrevendo eu porra como esse cara consegui escrever tanto.

Hoje eu vejo é idade o meus textos , kkk.

Grandes e cheio de eloquência e escrevo não muito bem, mais por preguiça também.

 

 

 

Você tem mandado bem demais, pelo menos eu aprendo demais aqui com seus textos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now