Sign in to follow this  
SgtBlackStar

Brasileira revela como ‘Cyborg’ a ajudou a superar pensamentos suicidas

Recommended Posts

Brasileira revela como ‘Cyborg’ a ajudou a superar pensamentos suicidas

Ex-lutadora do Invicta (liga de MMA feminino), Ediane ‘Índia’ Gomes passou por momentos difíceis há alguns meses. Em entrevista ao site ‘MMA Junkie’, a brasileira – que já enfrentou Ronda Rousey e Amanda Nunes no início da carreira profissional – contou que um acidente de carro desencadeou uma série de problemas que a fizeram até mesmo cogitar suicídio. E, nessa fase delicada da vida, ela pôde contar com o apoio da compatriota Cris ‘Cyborg’, que a ajudou a superar as dificuldades.

Sem competir desde 2017, ‘Índia’, como é conhecida, revelou que ‘Cyborg’ a incentivou a seguir adiante – tanto no esporte quanto na vida. Nos tempos em que ambas estavam no Invicta, apesar de nunca terem se enfrentado, elas chegaram a trocar provocações. Ainda assim, Ediane contou que a ex-campeã dos pesos-penas (66 kg) do UFC teve uma importante ajuda no seu processo de restabelecimento emocional.

“Passei por alguns momentos difíceis há alguns meses. Estava pensando em suicídio. (…) Muitas pessoas que você conhece irão tentar te derrubar. Elas não estão lá para ajudar. As pessoas tentam te derrubar, se você tem um caráter forte. Olhe para a Cris ‘Cyborg’, por exemplo. O sistema tem sido muito duro com ela. Eu tive algumas conversas com ela. Ela me incentivou, realmente me ajudou. Nós temos uma grande rivalidade, mas, em um nível pessoal, ela é uma pessoa especial. É um milagre que eu ainda esteja aqui”, relatou, antes de atacar a maneira com que são feitos os negócios no MMA.

“O mundo do MMA é uma grande máfia. Cris concorda comigo. Se você não se corromper para se encaixar no sistema, o sistema irá esmagá-lo de todas as formas possíveis. Sei que coisas boas ainda vão acontecer. O que importa é ter um objetivo, e ter coração. Se estiver bem treinado e quiser isso de verdade, você pode arrancar a cabeça de qualquer adversário”, concluiu.

Aos 38 anos, Ediane lutou pela última vez em maio de 2017, quando derrotou Pam Sorenson por decisão unânime no Invicta. Com o resultado, a paulista alcançou a vitória de número 11 em seu cartel profissional no MMA, que também conta com quatro reveses – dois deles para as ex-campeãs do UFC Ronda Rousey e Amanda Nunes.

https://agfight.com.br/brasileira-revela-como-cyborg-a-ajudou-a-superar-pensamentos-suicidas/

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this