Sign in to follow this  
Henry Chinasky

Comissao de NY aplica multa e nega ter vetado Borrachinha de luta

Recommended Posts

https://sportv.globo.com/site/combate/noticia/comissao-atletica-de-ny-aplica-multa-de-us-93-mil-a-paulo-borrachinha-apos-uso-de-remedio.ghtml

Depois que Paulo Borrachinha se pronunciou em entrevista exclusiva ao Combate e relatou problemas com a Comissão Atlética de Nova York, a entidade que regula o MMA no estado americano revelou que aplicou multa de US$ 9.333,33 ao lutador mineiro, cerca de R$ 36 mil. A aplicação da multa se deu porque Borrachinha teria descumprido as regras e políticas da entidade no uso de um medicamento. A informação foi obtida pelo site “MMA Fighting”.

Apesar de revelar a multa, Lee Park, porta-voz da comissão nova-iorquina, garante que não houve ingerência do órgão quanto ao afastamento de Paulo Borrachinha da luta no UFC Fort Lauderdale no próximo dia 27, diferente do relato do peso-médio. Ainda segundo dele, o lutador ainda não pagou a multa aplicada. No comunicado, Park respondeu que “as evidências recebidas e revisadas pela Comissão mostraram conclusivamente que o Sr. Costa não cumpriu as regras e políticas da Comissão com relação ao uso e divulgação de substâncias que não aumentam o desempenho enquanto licenciadas”.

A única vez que Borrachinha lutou em Nova York foi em 4 de novembro de 2017, quando nocauteou Johny Hendricks. Mas somente neste ano a Comissão Atlética de Nova York pediu explicações a respeito do uso do medicamento, que, segundo o lutador, seria “Plasil”, usado para desconforto estomacal.

Segundo as regras e políticas do órgão americano, “a Comissão terá autoridade para investigar os assuntos dos licenciados, portadores de permissão e outras pessoas ou entidades autorizadas, e sobre qualquer assunto que possa afetar esportes de combate ou profissionais de wrestling em Nova York, a seu critério e sem limitações. Licenciados, permissionários e pessoas ou entidades autorizadas devem cooperar plenamente com as investigações da Comissão”.

Não há informações se a Agência Antidoping dos EUA (USADA) investiga Paulo Borrachinha. Na nova política da entidade que faz o controle antidoping do UFC, o caso só é divulgado quando a investigação chega ao fim.

Share this post


Link to post
Share on other sites

A situação fica cada vez mais escura pro Borrachudo

O cara demora 40 dias pra dizer que saiu por causa de Plasil, ai vem a comissão 1 dia depois e o desmente!

Nessas horas é melhor fazer igual o T.J e entregar logo o jogo

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, Madureira disse:

Estranho. Pq a comissão de NY não diz logo que tipo de substância foi?

Pura e simplesmente porque nem sabemos se ele esta sendo de fato investigado

E mesmo se estiver, só saberemos na conclusão do processo, após analise de contraprovas, de possíveis suplementos, e defesa da contraparte

E o resultado disso pode levar meses, vide o caso do T.J 

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 minutos atrás, fninja disse:

Xiiiii.....

 

Ninja, vc que  tem ótimas analises e já trouxe elucidações  sobre essa turma do "suplemento contaminado" e do EPO,  poderia nos transportar pelas misteriosas sendas  do "plasil'?

Share this post


Link to post
Share on other sites
23 minutos atrás, fninja disse:

Haha, isso aí ficou complicado...

Primeiro ele é retirado da maior luta da vida dele e ninguém sabe porque. Ele então é acusado até pelo papa de doping mas não fala nada a respeito para se defender. Em seguida vem com um papo de plasil bem pouco convincente, uma vez que se fosse isso mesmo ele poderia ter se defendido rapidamente. 

Quando todo mundo já está achando que a história do plasil é lenda ela é confirmada, porém só metade da história, pois a parte mais importante que foi ter sido retirado da luta não procede. 

Para melhorar a novela no meio do caminho ele é chamado para cobrir a luta da qual foi retirado. 

Resumindo, o cara foi retirado de uma luta sem ser realmente retirado por doping com um remédio que não é doping. 

Pois é...

Em suma: não entendi NADA!!!

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 horas atrás, Henry Chinasky disse:

https://sportv.globo.com/site/combate/noticia/comissao-atletica-de-ny-aplica-multa-de-us-93-mil-a-paulo-borrachinha-apos-uso-de-remedio.ghtml

Depois que Paulo Borrachinha se pronunciou em entrevista exclusiva ao Combate e relatou problemas com a Comissão Atlética de Nova York, a entidade que regula o MMA no estado americano revelou que aplicou multa de US$ 9.333,33 ao lutador mineiro, cerca de R$ 36 mil. A aplicação da multa se deu porque Borrachinha teria descumprido as regras e políticas da entidade no uso de um medicamento. A informação foi obtida pelo site “MMA Fighting”.

Apesar de revelar a multa, Lee Park, porta-voz da comissão nova-iorquina, garante que não houve ingerência do órgão quanto ao afastamento de Paulo Borrachinha da luta no UFC Fort Lauderdale no próximo dia 27, diferente do relato do peso-médio. Ainda segundo dele, o lutador ainda não pagou a multa aplicada. No comunicado, Park respondeu que “as evidências recebidas e revisadas pela Comissão mostraram conclusivamente que o Sr. Costa não cumpriu as regras e políticas da Comissão com relação ao uso e divulgação de substâncias que não aumentam o desempenho enquanto licenciadas”.

A única vez que Borrachinha lutou em Nova York foi em 4 de novembro de 2017, quando nocauteou Johny Hendricks. Mas somente neste ano a Comissão Atlética de Nova York pediu explicações a respeito do uso do medicamento, que, segundo o lutador, seria “Plasil”, usado para desconforto estomacal.

Segundo as regras e políticas do órgão americano, “a Comissão terá autoridade para investigar os assuntos dos licenciados, portadores de permissão e outras pessoas ou entidades autorizadas, e sobre qualquer assunto que possa afetar esportes de combate ou profissionais de wrestling em Nova York, a seu critério e sem limitações. Licenciados, permissionários e pessoas ou entidades autorizadas devem cooperar plenamente com as investigações da Comissão”.

Não há informações se a Agência Antidoping dos EUA (USADA) investiga Paulo Borrachinha. Na nova política da entidade que faz o controle antidoping do UFC, o caso só é divulgado quando a investigação chega ao fim.

1 - Em 2017, os caras implicaram com plasil??? Só se o Borracha usou medicamento brasileiro (levou daqui) e não relatou que trouxe daqui ao invés de ter adquirido lá.

2 - Frescura do CRL! O jones faz o que faz e não acontece porra nenhuma, tá nojento isso.

3 - Puta merda, aí que não dá para entender nada! Se não tem relato de investigação em andamento, ohhhh porra! Só sobrou o "plasil". 

OBS: Borracha se ferrou porque não quis pagar é a multa.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, fninja disse:

Haha, isso aí ficou complicado...

Primeiro ele é retirado da maior luta da vida dele e ninguém sabe porque. Ele então é acusado até pelo papa de doping mas não fala nada a respeito para se defender. Em seguida vem com um papo de plasil bem pouco convincente, uma vez que se fosse isso mesmo ele poderia ter se defendido rapidamente. 

Quando todo mundo já está achando que a história do plasil é lenda ela é confirmada, porém só metade da história, pois a parte mais importante que foi ter sido retirado da luta não procede. 

Para melhorar a novela no meio do caminho ele é chamado para cobrir a luta da qual foi retirado. 

Resumindo, o cara foi retirado de uma luta sem ser realmente retirado por doping com um remédio que não é doping. 

O q pode ter acontecido é q a comissão primeiro notifica por uma não conformidade. Então o UFC imaginando possibilidade de doping tirou ele da luta. Depois ficou tudo esclarecido quando a própria comissão revelou a multa por ele não ter declarado o uso de uma non performancing enhancing drug (desculpa pelo inglês aqui, é q eu realemnte ñ sei o termo em br pra isso).

Edited by mourninghall

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, mourninghall disse:

O q pode ter acontecido é q a comissão primeiro notifica por uma não conformidade. Então o UFC imaginando possibilidade de doping tirou ele da luta. Depois ficou tudo esclarecido quando a própria comissão revelou a multa por ele não ter declarado o uso de uma non performancing enhancing drug (desculpa pelo inglês aqui, é q eu realemnte ñ sei o termo em br pra isso).

Eu sinceramente espero que não seja isso, pois o prejuízo para o atleta por ter uma notificação é muito grande. Tratar substância permitida da mesma maneira que tratam substância proibida seria um absurdo.

Edited by fninja

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this