Sign in to follow this  
Sawamu

A era dos Gracie no MMA já era?

Recommended Posts

2 horas atrás, Daniel Mendoza disse:

A família Gracie é uma das mais importantes para as artes marciais mistas modernas no Ocidente, se não a mais importante. Fato. Mas no Oriente sempre rolaram "vale tudo" também, mundo a fora todo, isso desde sempre...  o MMA foi uma evolução natural dessas desafios e eventos.

 Dar aos Gracies a credibilidade da existência do mma como um todo é exagero. Sem eles teríamos outro desenvolvimento do esporte. Talvez com os wrestlers e catch wrestlers sendo o bicho papão e outros grandes nomes não ligados ao Brasil. Ou talvez ligados, a luta livre eaportiva poderia ter se tornado bicho papão também ("evolução" do catch wrestling) em um cenário sem o BJJ, outros eventos iriam surgir nos EUA depois do sucesso do Pride, no mínimo. Outros grappler prevaleceriam.

Mas de fato o vale tudo brasileiro e todos os envolvidos foram decisivos para o desenvolvimento do esporte e o surgimento do MMA como foi no Ocidente, não os responsáveis. Tinham muitos atores envolvidos. 

O trem é que no Brasil o Jiu-jitsu foi o que saiu como "vencedor" da época do vale tudo, e a história é majoritariamente contada na versão dos vencedores. E a arte, por sua eficiência, foi exportada pro mundo todo. Para a forma que foi no Ocidente a importância histórica deles é fundamental, mas não é monocausal. Isso já começa a entrar em um certo mito criado e propagado aqui no Brasil e no mercado americano (EUA, Canadá e Brasil).

Mundo a fora sempre existiram artes marciais muito eficientes, e evento de vale tudo/MMA pipocaram no mundo inteiro há décadas atrás. O trem é que foi um Gracie o primeiro a apresentar esse formato ao maior mercado do mundo, e o evento que ele inaugurou acabou virando o maior. Mas esse formato chegaria no eua de qualquer jeito.

Eu acho equivocado atribuir a um sujeito a responsabilidade de um fenômeno tão heterogêneo, amplo e de "multi-centros" no mundo como foi o MMA

 

Vc tem razão mais esse japoneses aí chamaram pro mercado deles o Rickson e esse os venceu, como vc disse outros mercados , pro wrestling , catch etc..

Até entenderem ninguém vencia facilmente o jiu jitsu.

Poucos conseguiam lutar em pé, veio o Ruas e mostrou como se misturava as lutas pro mundo coisa que o Ivan Gomes fez no Japão antes o Euclides , Waldemar etc..

Aí veio o Naja plantou uma semente , e veio os strickers de Curitiba e esses caras detonaram no mundo ou seja com isso tudo pra mim esse é o pilar de tudo!!

Pra mim o MMA se deve muito ao Hélio/Ruas/Rudimar.

Com toda modernização hoje se ver o jiu jitsu ensinando no mundo , o Cross e trocação Curitiba tá lá com o Cordeiro.

Pra mim.o MMA que de conhece veio daqui

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, NEGO DÁGUA disse:

Vc tem razão mais esse japoneses aí chamaram pro mercado deles o Rickson e esse os venceu, como vc disse outros mercados , pro wrestling , catch etc..

Até entenderem ninguém vencia facilmente o jiu jitsu.

Poucos conseguiam lutar em pé, veio o Ruas e mostrou como se misturava as lutas pro mundo coisa que o Ivan Gomes fez no Japão antes o Euclides , Waldemar etc..

Aí veio o Naja plantou uma semente , e veio os strickers de Curitiba e esses caras detonaram no mundo ou seja com isso tudo pra mim esse é o pilar de tudo!!

Pra mim o MMA se deve muito ao Hélio/Ruas/Rudimar.

Com toda modernização hoje se ver o jiu jitsu ensinando no mundo , o Cross e trocação Curitiba tá lá com o Cordeiro.

Pra mim.o MMA que de conhece veio daqui

Sem dúvida muitos brasileiros tem o nome marcado no MMA mundial.

Vejo os nomes do vale tudo como fundamentais para criar a cena brasileira. E a cena brasileira teve, têm e possivelmente sempre terá uma relevância muito grande mundialmente. Tanto em nomes quanto em estratégias, táticas e adaptações.

Eu ainda torço para que os judocas começarem a se adaptar mais ao MMA. Pra mim a solução mais pragmática no mercado nacional para os jiujiteiros é aprender striking pra se aproximar e clinchar, dali usar o judô pra quedar. Temos escolas excelentes de judô. Precisamos transformar isso em adaptação efetiva ao MMA.

No Japão os judocas têm muita moral, raros migram para o MMA, na França não tem uma cena forte de MMA praticamente por ser ilegal, a esperança da adaptação do jogo do judô na situação de clinch para o MMA é com os brasileiros e russos. Considerando que são as 4 maiores potenciais no esporte.

Muitos atletas já mostraram que é eficiente, falta só academias começarem a usar de forma mais sistemática.

Mas estou curioso para ver quais novas táticas surgiram nas próximas décadas. Não acredito em reinventarem a roda, mas nessas adaptações de coisas que ainda não foram tão exploradas de outras artes. 

Acho que o judô é pouco explorado, o Sanda ainda vai aparecer mais com a inclusão do mercado chinês. O karatê esta presente mas acho que pose ficar mais ai da, e gosto de acreditar que está voltando a ficar mais efetivo. O evento Karate Combat tem crescido bem. Se continuar já já teremos mais karateca mais adaptados a trocação ao estilo do mma. Até a capoeira acho que tem elementos que podem ser mais explorados, ainda mais porque no MMA trocam muito de base.

Share this post


Link to post
Share on other sites
36 minutos atrás, Daniel Mendoza disse:

Sem dúvida muitos brasileiros tem o nome marcado no MMA mundial.

Vejo os nomes do vale tudo como fundamentais para criar a cena brasileira. E a cena brasileira teve, têm e possivelmente sempre terá uma relevância muito grande mundialmente. Tanto em nomes quanto em estratégias, táticas e adaptações.

Eu ainda torço para que os judocas começarem a se adaptar mais ao MMA. Pra mim a solução mais pragmática no mercado nacional para os jiujiteiros é aprender striking pra se aproximar e clinchar, dali usar o judô pra quedar. Temos escolas excelentes de judô. Precisamos transformar isso em adaptação efetiva ao MMA.

No Japão os judocas têm muita moral, raros migram para o MMA, na França não tem uma cena forte de MMA praticamente por ser ilegal, a esperança da adaptação do jogo do judô na situação de clinch para o MMA é com os brasileiros e russos. Considerando que são as 4 maiores potenciais no esporte.

Muitos atletas já mostraram que é eficiente, falta só academias começarem a usar de forma mais sistemática.

Mas estou curioso para ver quais novas táticas surgiram nas próximas décadas. Não acredito em reinventarem a roda, mas nessas adaptações de coisas que ainda não foram tão exploradas de outras artes. 

Acho que o judô é pouco explorado, o Sanda ainda vai aparecer mais com a inclusão do mercado chinês. O karatê esta presente mas acho que pose ficar mais ai da, e gosto de acreditar que está voltando a ficar mais efetivo. O evento Karate Combat tem crescido bem. Se continuar já já teremos mais karateca mais adaptados a trocação ao estilo do mma. Até a capoeira acho que tem elementos que podem ser mais explorados, ainda mais porque no MMA trocam muito de base.

Verdade o que eu digo o MMA tem total influência Gracie e brasileira, mas olhe o treinamento que o Dedé fazia hoje tem suas defasagem, BTT vc ver como era treino no auge hoje meio defasado.

Chute boxe tinha o treino que lembra hoje trocação queda , sub, campeões mundiais treinando, isso tudo orquestrado pelo Rafael Cordeiro, estratégia muito bom mesmo

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 7/29/2019 at 9:16 AM, NEGO DÁGUA disse:

Que opinião no mínimo estranha é essa ??

Cara na boa , Royce era bom sim, pq os caras do Carlson Allan Góes, Amaury, Wallid etc todos melhores tecnicamente, treinavam luta em pé, queda etc for pro UFC e tomaram pau pouco tempo depois, Royler melhor de jiu jitsu tomou porrada no MMA.

Veja Demian é bom em pé e não vence um par de top.

Quanto cara completo não é top?

Royce era bom de porrada.

Marco Ruas e Pedro pai e filho.

Ruas aprendeu um estilo de trocação misturado de boxe, TKD e Capoeira.

O Pedro Rizzo foi até a Holanda e foi campeão da Europa .

Pedro travava e Março foi campeão mundial, aí vc pega idade do Marco na época , dificuldade etc.

Pedro nasceu rico, tinha mestre , com caminho feito e não foi campeão, apesar de ter sido uma lenda dos low kicks.

É o que quero te falar tem cara que é bom de porrada treinando em escolas excelentes e outros não e vice e versa

 

Sim meu amigo, este lutadores citados são posterior a Royce e depois tudos este já sabiam o que era BJJ o que este lutadores iriam fazer. No caso de Royce quando lutava no UFC ninguém sabia o que era Jiu Jitsu. Para você tem uma ideia o único que tinha noção de técnicas de chão com finalização era Ken Shamrock.

Uma coisa Royce Gracie nunca lutou ou ganhou campeonato de Jiu Jitsu no Brasil. Luta com quem não saber nada de técnica de solo é fácil.Luta com quem saber ai a historia já e diferente!

   

Edited by tesla

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this