Henry Chinasky

Agora sentindo-se 'como um campeão', Max Holloway expõe sua luta contra a depressão

Recommended Posts

 

Agora sentindo-se 'como um campeão', Max Holloway detalha a luta contra a depressão

O campeão peso pena do UFC, Max Holloway, abriu sua batalha contra a depressão no ano passado, chamando 2018 de "um duro".

"Tem sido um ano difícil, mas não se trata de como você começa a corrida, é definitivamente como você termina", disse ele a Ariel Helwani, da ESPN, na segunda-feira. "Fico feliz por terminarmos forte. Fico feliz em poder fazer o que acredito que fui colocado nesta terra para fazer e lutar. As coisas acontecem por um motivo. Uma porta se fecha, outra porta maior se abre."

Holloway, que tentará defender seu cinturão contra Brian Ortega no sábado, no UFC 232, em Toronto, enfrentou-se pela última vez em dezembro de 2017, quando derrotou o antigo campeão José Aldo por TKO no terceiro round. Foi a segunda vez consecutiva que ele fez isso.

Mas nos últimos 12 meses, Holloway não viu o interior do octógono.

Holloway estava programado para lutar contra Frankie Edgar no UFC 222 em março passado, mas teve que desistir devido a uma lesão na perna. Em abril, ele entrou tarde para substituir Tony Ferguson e lutar com Khabib Nurmagomedov pelo cinturão peso leve no UFC 223. Com apenas seis dias para se preparar, ele não conseguiu reduzir o peso a tempo, e os médicos o impediram de continuar.

Em julho passado, o nativo do Havaí estava pronto para enfrentar Ortega no UFC 223, em Las Vegas. Holloway saiu dias antes da luta marcada devido a "sintomas semelhantes a concussões". Ele disse à ESPN que ainda precisa determinar o que aconteceu.

Tudo isso levou ao período mais difícil dos últimos 12 meses de sua carreira. Um ano que deveria ter visto sua ascensão contínua no esporte. Agora a poucos dias de seu retorno, Holloway diz que se sente "como um campeão" e está pronto para defender seu título.

"Estou focado no presente agora", disse Holloway. "O que aconteceu no passado aconteceu no passado. Não estou muito preocupado com o que vai acontecer no futuro. Um passo de cada vez. Mal posso esperar para fazer essa caminhada."

O boxeador peso-pesado Tyson Fury, que admitiu ter quase cometido suicídio depois de lutar contra a depressão, lutou e empatou com o campeão Deontay Wilder  no fim de semana passado, em uma das lutas mais épicas do ano.

Seu desempenho e mensagem que levaram a essa luta ressoou com o campeão do UFC.

"Se você está passando por tempos difíceis, continue empurrando. Você está bem aí." Holloway disse. "As pessoas sempre tendem a parar quando estão bem ali. Elas estão prestes a romper, mas depois desistem e não veem o outro lado. Continue pressionando, continue se esforçando, continue a trabalhar e continue trabalhando duro.

"A única pessoa que pode te tirar daquele lugar é você. Saia de lá porque não é um ótimo lugar para ficar. Lembre-se de alcançar as pessoas. As pessoas amam você. Você pode passar por momentos difíceis. "Tempos difíceis não duram, mas as pessoas fortes, sim. Mantenha-se forte, mantenha a boa luta e continue. Somos todos humanos. Até mesmo os super-heróis combatem os demônios às vezes. Você é um super-herói por conta própria."

 

fonte: ESPN

 

A parte do "ainda precisa determinar o que aconteceu" é muito preocupante. Lidar com isso e depressão ao mesmo tempo -  se é que não existe correlação - é um guerra e tanto. Torcendo muito pro Max manter-se campeão e depois  anunciar a subida para os leves. 

Edited by Henry Chinasky

Share this post


Link to post
Share on other sites

"Depressão" faz parte do diagnóstico do Jornalista.

Percebi apenas que MH falou sobre um ano difícil e de condições adversas. Em nenhum momento ele diz que foi diagnosticado com depressão ou alguma outra patologia de ordem psicológica.

Share this post


Link to post
Share on other sites
38 minutos atrás, Último Imperador disse:

"Depressão" faz parte do diagnóstico do Jornalista.

Percebi apenas que MH falou sobre um ano difícil e de condições adversas. Em nenhum momento ele diz que foi diagnosticado com depressão ou alguma outra patologia de ordem psicológica.

Bem observado. Sei que cada caso é um caso, mas vale  lembrar do Weidman: o cara teve a casa e o bairro completamente arrasados por um furacão na véspera da luta de sua vida, e ele foi lá e venceu o Anderson. O Haya lutou ainda em luto pela morte da mãe. Outra menina teve o cachorro assassinado. Enfrentando as piores condições possíveis, todos eles venceram. Não gosto dessas justificativas externas pra derrota, ainda mais quando são prévias.  Não sei se o MAx estará em seu melhor, se vai haver prejuízo na performance -  o que já entra na incerteza e subjetivismo de uma suposta medição de performance  -,  mas o que eu sei é que,  estando bem  ou não, é completamente plausível uma vitória do Ortega. É um cara de ponta que, com toda  certeza, dará a vida por esse cinturão.

Edited by Luiz Melo

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 minutos atrás, Luiz Melo disse:

Bem observado. Sei que cada caso é um caso, mas vale  lembrar do Weidman: o cara teve a casa e o bairro completamente arrasados por um furacão na véspera da luta de sua vida, e ele foi lá e venceu o Anderson. O Haya lutou ainda em luto pela morte da mãe. Outra menina teve o cachorro assassinado. Enfrentando as piores condições possíveis, todos eles venceram. Não gosto dessas justificativas externas pra derrota, ainda mais quando são prévias.  Não sei se o MAx estará em seu melhor, se vai haver prejuízo na performance - que já entra num outro subjetivismo de como medir isso -,  mas o que eu sei é que,  estando bem  ou não, é completamente plausível uma vitória do Ortega. É um cara de ponta que, com toda  certeza, dará a vida por esse cinturão.

Sim. Mas você não achou ele esquisito no vídeo da postagem?

Fala meio enrolada, tá com pinta que não tá zerado do último episódio .... Achei 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ele fala da doença bem nessa parte: "A única pessoa que pode te tirar daquele lugar é você. Saia de lá porque não é um ótimo lugar para ficar. Lembre-se de alcançar as pessoas. As pessoas amam você. Você pode passar por momentos difíceis. "Tempos difíceis não duram, mas as pessoas fortes, sim. Mantenha-se forte, mantenha a boa luta e continue. Somos todos humanos. Até mesmo os super-heróis combatem os demônios às vezes. Você é um super-herói por conta própria."

Uma pessoa q eu admiro bastante e tb foi acometida por essa doença é o jogador Iniesta, inclusive ele fala disso abertamente no seu livro, e foi no período q ele decidiu uma copa pra Espanha.

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 minutos atrás, jaspion89 disse:

Ele fala da doença bem nessa parte: "A única pessoa que pode te tirar daquele lugar é você. Saia de lá porque não é um ótimo lugar para ficar. Lembre-se de alcançar as pessoas. As pessoas amam você. Você pode passar por momentos difíceis. "Tempos difíceis não duram, mas as pessoas fortes, sim. Mantenha-se forte, mantenha a boa luta e continue. Somos todos humanos. Até mesmo os super-heróis combatem os demônios às vezes. Você é um super-herói por conta própria."

Uma pessoa q eu admiro bastante e tb foi acometida por essa doença é o jogador Iniesta, inclusive ele fala disso abertamente no seu livro, e foi no período q ele decidiu uma copa pra Espanha.

Não sabia disso do Iniesta. 

Ídolo.  Um craque. Já vi jogar ao vivo. É impressionante como ele faz a bola girar vendo do alto da arquibancada. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
30 minutos atrás, Filipovic disse:

Caramba.  Não sei o que dizer.  Acho que deveria se cuidar e não lutar. E vocês?

To bem preocupado, mas rezando para ser nóia minha

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 minutos atrás, Filipovic disse:

Não sabia disso do Iniesta. 

Ídolo.  Um craque. Já vi jogar ao vivo. É impressionante como ele faz a bola girar vendo do alto da arquibancada. 

Fiquei sabendo recentemente sobre isso e me parece q não afetou tanto a sua performance no campo, foi no período q ele estava jogando muito, lá em 2010.

Um dos melhores meias q eu já vi jogar, acho q só fica atrás do Ronaldinho e do Zidane.

Share this post


Link to post
Share on other sites
35 minutos atrás, Filipovic disse:

Caramba.  Não sei o que dizer.  Acho que deveria se cuidar e não lutar. E vocês?

O que eu posso dizer é que torcerei MUITO pro MH. Mas tenho sério temor por ele.O cara sequer sabe o que de fato aconteceu no episódio da suposta concussão. Temo mais pela questão física que pela psicológica nesse caso. Ainda que uma possa ter desaguado na outra, e tb por isso.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now