Entre para seguir isso  
Blade XxX

UFC destitui Nicco Montaño do cinturão; Shevchenko vai disputar título vago

Recommended Posts

Dana White fez anúncio após pesagem cerimonial do UFC 228. Nicco Montaño foi a primeira campeã peso-mosca da companhia e defenderia o cinturão contra Valentina Shevchenko.

A primeira campeã peso-mosca da história do UFC perdeu seu cinturão sem nem mesmo defendê-lo. O presidente do Ultimate, Dana White, anunciou nesta sexta-feira, após a pesagem cerimonial do UFC 228, que a americana Nicco Montaño foi destituída do título da categoria após ser hospitalizada e falhar em bater o limite de 56,7kg na manhã desta sexta-feira em Dallas. Ela deveria enfrentar Valentina Shevchenko no evento de sábado.

 

O cinturão vai ficar vago, então o título está vago. Obviamente, Shevchenko está louca para lutar por este título. Então, estamos no processo agora de tentar fazer outra luta antes do fim do ano - declarou Dana White em entrevista à emissora de TV americana "FS1".

Nicco Montaño, 29, conquistou o cinturão ao vencer o TUF 26, torneio montado para determinar a primeira campeã peso-mosca do UFC, em dezembro de 2017. Desde então, o Ultimate tentou colocar a lutadora nativo-americana para enfrentar Valentina Shevchenko, atleta quirguistanesa que se destacou na categoria peso-galo (até 61,2kg) e finalizou a brasileira Priscila Pedrita em fevereiro na sua estreia na divisão de baixo. Contudo, Montaño lidou com uma série de lesões e doenças que a impediram de aceitar a luta. Shevchenko afirmou nesta sexta-feira que chegou a se preparar três vezes para enfrentar a americana, apenas para ter os planos frustrados pelos problemas de lesão da adversária.

A quirguistanesa profetizou durante a divulgação do UFC 228 que Montaño não apareceria para enfrentá-la. Durante seu corte de peso para a luta, nesta sexta-feira, a campeã sofreu complicações nos rins, e sua equipe a levou para um hospital. Ela não compareceu à pesagem oficial e a luta com Shevchenko foi cancelada. Treinador de Montaño, Tom Vaughn disse ao site "MMA Junkie" que a hospitalização foi uma determinação do próprio Ultimate, não de sua atleta, e que ela já recebeu alta após ser tratada.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
8 minutos atrás, Raphael Rezende disse:

Sinceramente, não entendi o porquê da destituição.

Tb não entendi, mas com o Dana sempre existe dois pesos e duas medidas. Pra mim a Valentina passaria por cima e seria campeã, nem precisaria disso, era só pagar a bolsa pra Valentina e remarcar a luta, se a Nicco fosse uma reincidente como já aconteceu com vários outros lutadores td bem.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
38 minutos atrás, Raphael Rezende disse:

Sinceramente, não entendi o porquê da destituição.

É o que a Nicco queria, e conseguiu. E o UFC faz tempo que quer a Valentina campeã, então juntou o útil ao agradável.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
53 minutes ago, Raphael Rezende said:

Sinceramente, não entendi o porquê da destituição.

Algo relacionado ao corte de peso, parece que averiguaram que iria comprometer os rins dela. Bom se um(a) atleta disputando um cinturão não cuida nem de fazer um bom planejamento para cortar o peso de maneira mais saudável não merece ter o título. O problema que ela teve certamente foi devido a um mal corte de peso, que é responsabilidade do atleta cuidar e ser profissional para com seu peso. Não é como se ela tivesse tido uma concussão cerebral ou algum rompimento do joelho, foi mal corte de peso, algo que dava para ser evitado. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O Dana ta mais que certo, pra ser campeão do mundo não pode ser qualquer um, se um fez tudo certo e apareceu pra luta e o outro não tem que perder o titulo pq pra ser campeão do mundo eu disse do mundo não é pra qualquer um e privilegiar alguém que não apareceu pra lutar não faz o menor sentido. Campeão do mundo sem defender seu titulo pelo menos 3 vezes por ano na minha opinião tem que ser destituído.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uma hora teriam de fazer essa disputa de título,como Nico já ficou um tempo sem defender e agora saiu da luta k UFC resolveu deixar a Valentina disputar com outra...parecido com o que aconteceu com o Ferguson e Conor... Já que eles ficaram de fora o Khabib teve o direito de disputar o título...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
10 horas atrás, Blade XxX disse:

Fez certo! Se fosse eu, demitiria ela.

enquanto ela perdeu a cinta por não bater o peso, dois acabaram de ganhar o title shot após não baterem o peso...

isso é ufc, não tem critério algum.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Axiotis disse:

enquanto ela perdeu a cinta por não bater o peso, dois acabaram de ganhar o title shot após não baterem o peso...

isso é ufc, não tem critério algum.

X____________________________.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 hours ago, Axiotis said:

enquanto ela perdeu a cinta por não bater o peso, dois acabaram de ganhar o title shot após não baterem o peso...

isso é ufc, não tem critério algum.

Depois que você é campeão(a) tem que dar o exemplo. Eu não concordo com quem recebe title shot sem bater o peso, mas quem tem a cinta a rigidez tem que ser maior. E  não foi só pela falha no peso. Nicco sentou no cinturão a lá Randamie e segundo boatos, já "correu" da Valentina 3 vezes; então para mim justo esse cinturão ser tomado, ela não abandonou a luta por conta de concussão ou de alguma lesão séria nos joelhos por exemplo, ela abandonou devido a consequências de um corte ruim de peso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso