Eder Jofre55

‘Cigano’ explica questão financeira que levou luta com Tuivasa para a Austrália

Recommended Posts

‘Cigano’ explica questão financeira que levou luta com Tuivasa para a Austrália

Felipe Paranhos

 

No afã de ver seus ídolos dentro do octógono, muitas vezes os fãs ignoram as razões que influenciam na assinatura de um contrato de luta. E, mesmo dentro das questões financeiras, não é apenas a bolsa paga aos atletas o que é levado em conta. Como o UFC é um evento internacional, as taxas e impostos podem acabar definindo os rumos de um card. É o que aconteceu com o combate entre Júnior ‘Cigano’ e Tai Tuivasa, agendado para 2 de dezembro, na Austrália. Segundo revelou o brasileiro à reportagem da Ag. Fight, o Ultimate ofereceu o duelo para a China, no evento que será realizado em 25 de novembro, mas a fatia que seria comida pelo ‘Leão’ chinês fez com que recusasse o convite.

O assunto havia sido mencionado por Cigano em um tweet (clique aqui) direcionado a Tuivasa em agosto, antes de a luta ser anunciada para a cidade de Adelaide (AUS). Na ocasião, o brasileiro afirmou que lutaria com ‘Bam Bam’ em qualquer lugar ‘onde os impostos não o matassem’. Ele explicou à Ag. Fight que, se topasse o confronto em Pequim (CHN), correria o risco de perder cerca de metade da bolsa.

“A China tem um acordo com os Estados Unidos, menos para artistas e atletas. Então complica bastante. Para pessoa jurídica, seria 30%, o que seria normal. Na Austrália vai ser 30%. As pessoas não veem isso, mas é uma coisa que é bom discutir, até para que se entenda o porquê das coisas. E na China teria 40% de desconto na fonte, porque pagaria em pessoa física. Na fonte. E outra: eu moro nos Estados Unidos, o dinheiro viria para os Estados Unidos. Como não tem acordo para atleta, eu poderia ser taxado nos Estados Unidos de novo. Ou seja, isso não é nem uma proposta. Talvez pro Tai Tuivasa… E, quando ele estava reclamando lá, foi isso que eu quis mostrar pra ele. Talvez para ele não fizesse diferença, pelo dinheiro que ele está fazendo, mas para mim, faz muita e tira grande parte do dinheiro que eu trabalho duro para conquistar”, afirmou.

O catarinense radicado em Salvador começou sua preparação para o embate treinando na capital baiana, junto aos técnicos com quem começou a carreira, Luiz Dórea e Yuri Carlton, além do preparador físico Andre Piccoli. No próximo dia 15, ele volta aos Estados Unidos para seguir o camp na American Top Team. Já em terras americanas, ele contará também com a ajuda de Rubens Dórea comandando as atividades de boxe até outubro, quando Luiz chegará.

Cigano afirmou que pretende chegar à Austrália cerca de duas semanas antes, a fim de estar devidamente adaptado ao fuso horário no dia da luta, que deve acontecer no período da manhã. Segundo Júnior, lutar fora da hora habitual não será um obstáculo tão complicado de superar.

“Para te falar a verdade, a gente faz sparring na academia de manhã. Sempre. Ou seja, dessa vez, lutando de manhã, então ótimo. Isso foi até uma opção minha. Eu pensei: ‘Caramba, ganhar do Tuivasa na casa dele vai ser ainda melhor'”, falou, antes de analisar o adversário.

“Tuivasa é um cara duro, pelo pouco que eu pude ver. A gente não começou a estudar ele ainda, mas pelo que eu pude ver da luta dele contra o Arlovski, ele é duro, absorve bem as pancadas e continua tentando, buscando a luta. É o tipo de luta que me interessa muito, é o tipo de luta que agrada aos fãs. E se agrada aos fãs, me agrada muito”, disse.

O australiano de 25 anos está invicto na carreira, com oito lutas e oito vitórias. No Ultimate, ele venceu Rashad Coulter, Cyril Asker e Andrei Arlovski. Nesta última, inclusive, chegou à decisão dos juízes pela primeira vez.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Garfield disse:

Aqui no Brasil é 27,5

Acho que não é não.

Esses acordos são entre empresas. O cara paga na casa de 15% de impostos federais. Juntando os municipais aí no bolo, deve dar na casa de 20%. 

Se o cara receber na pessoa física no Brasil, tá ferrado. É 27,5% mesmo, mais 11% de previdência. Vai estourar quase nos mesmo 40% aí que ele citou da China 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
10 minutos atrás, junior-sjc disse:

Acho que não é não.

Esses acordos são entre empresas. O cara paga na casa de 15% de impostos federais. Juntando os municipais aí no bolo, deve dar na casa de 20%. 

Se o cara receber na pessoa física no Brasil, tá ferrado. É 27,5% mesmo, mais 11% de previdência. Vai estourar quase nos mesmo 40% aí que ele citou da China 

Lá fora pode chegar a 40% mas é praticamente só imposto na fonte. Nos EUA por exemplo é só imposto de renda e sales tax que varia de estado para estado, se não me engano gira em torno de 7%. Aqui são os 27,5% , mais previdência, mais ICMS, IPI, imposto de importação, IPVA, IPTU... aqui é triste.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nao vai lutar de manhã não, Cigano. Se vai fazer main event, em Adelaide, vai entrar pra lutar entre 2 a 3 da tarde.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Minha mulher e filha são americanas. Nos EUA vc paga 25% de imposto federal, 8% de imposto estadual (alguns estados), IPTU, IPVA, imposto sobre vendas etc. Além disso quando morre metade de todo o seu patrimônio vai para o estado. A carga tributária no Brasil é grande mas ainda assim uma das menores do mundo. França, Canadá, Inglaterra, Noruega, Suécia, todos os países nórdicos pagam muito mais imposto. Além disso os super ricos chegam a pagar 6% de IR no Brasil, por isso permanecem aqui. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 9/7/2018 at 2:09 AM, Valderazzi disse:

Nao vai lutar de manhã não, Cigano. Se vai fazer main event, em Adelaide, vai entrar pra lutar entre 2 a 3 da tarde.

Pelo fuso horário dá até pra considerar que é de manhã.

E bem provável os EUA quererem taxar de novo na hora de entrar o wire.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora