Henry Chinasky

Cyborg pede luta antes de enfrentar Amanda e avisa: pode deixar UFC em 2019

Recommended Posts

Cyborg pede luta antes de enfrentar Amanda e avisa: pode deixar UFC em 2019

Campeã dos pesos-penas não quer esperar até dezembro para encarar baiana campeã dos galos, e revela que seu contrato com o Ultimate se expira em março do ano que vem

 
 
 

Por Combate.com, Los Angeles

14/07/2018 08h00  Atualizado há 18 horas

Após trocar provocações com Amanda Nunes e sua esposa sobre as potenciais datas do confronto com a campeã peso-galo (até 61,2kg) do UFC, Cris Cyborg esteve no Combate News desta semana para esclarecer sua posição. A campeã peso-pena (até 65,8kg) contou bastidores da negociação para fechar a superluta e garantiu que não se opunha a enfrentar a "Leoa" no dia 29 de dezembro, como a baiana teria assinado, mas que, se este for o caso, gostaria de fazer uma luta antes.

Segundo Cyborg, ela já teria aceitado enfrentar Amanda três vezes diferentes: em março, logo após os primeiros desafios da baiana, que porém não estava disponível; em julho, mas a campeã peso-galo, que havia defendido o cinturão contra Raquel Pennington no Rio de Janeiro em maio, se recuperava de uma lesão sofrida na luta e precisaria de seis meses; e finalmente em 8 de setembro, no UFC 228, em Dallas. Contudo, Nunes teria recusado esta data, e em seguida aceitado o confronto para o UFC 232, em 29 de dezembro, em Las Vegas.

- Se a Amanda precisa de seis meses para se preparar pra esta luta - na verdade um ano, né, porque ela me desafiou em dezembro... É a mesma coisa que alguém chegar na sua casa, bater na sua porta falando, "Quero chamar você para a porrada", e falar, "Ih, espera aí, eu preciso de um ano para me preparar". Quando você fizer isso, tem que estar preparada para a hora que a luta acontecer. Acho um desrespeito comigo, esperar a pessoa por um ano. Eu não tenho problema nenhum em lutar com a Amanda no dia 29 de dezembro, ela quer um tempo para se preparar, mas eu acredito que eu poderia lutar antes, pelo menos, não esperar todo esse tempo, até porque a gente recebe quando a gente luta, não recebe quando não luta - afirmou Cyborg, via teleconferência.

 

Sem lutar desde o início de março, quando nocauteou Yana Kunitskaya no primeiro round, a campeã peso-pena quer voltar ao octógono logo, e garante que poderia fazer uma defesa de seu cinturão antes de enfrentar Amanda Nunes em dezembro. Ela aponta para atletas de sua categoria que foram rejeitadas na peneira para o reality show The Ultimate Fighter, que terá pesos-penas na sua próxima temporada.

- Eles fizeram a casa do TUF e cortaram todas as meninas no 145lb (65,8kg). Eles só inscreveram as meninas que podem bater 135lb (61,2kg). A Holly Holm falou que não quer lutar agora. Tem a Pam Sorenson, ela tentou o TUF e não conseguiu, não passaram ela porque acho que não bate 135lb. Tem a Cindy Dandois, que bateu na Megan Anderson também, tem a Ediane Gomes, que volta e meia manda mensagem para mim me desafiando toda hora, também é da minha categoria. Tem meninas que podem lutar, da minha categoria. Só que eles não querem, querem que eu lute só com a Amanda. Só que a gente tem que esperar 10 meses, um ano quase para esta luta acontecer! - reclamou a curitibana.

Cris Cyborg ainda emitiu um aviso: seu contrato com o Ultimate expira em março, e o confronto com Amanda Nunes pode ser seu último pela organização.

- Eu acho que essa luta vai ser a minha última no UFC, porque meu contrato vai até março e eu fazendo essa luta em dezembro, acho que vai ser a última que a galera vai ver eu lutar - revelou.

https://sportv.globo.com/site/combate/noticia/cyborg-pede-luta-antes-de-enfrentar-amanda-e-avisa-pode-deixar-ufc-em-2019.ghtml

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dei uma olhada na categoria das meninas selecionadas para o TUF, e tem lutadoras originalmente peso-pena mas também tem peso-galo. Vacilo do UFC isso, pois existe um ranking peso-pena feminino com mais de 60 atletas, e não seria dificil o evento selecionar 8 exclusivamente dessa lista.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Assim que a Cyborg sair do UFC vão aparecer mais de 10 espertas querendo subir de categoria.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Essa de março eu não lembrava. Tinha um rolo sobre adotar a sobrinha que a impedia de lutar no início do ano.

Também não lembrava dessa lesão da Amanda.

Agora o que importa é que está tudo certo e o pau vai comer. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cris tá certa

Não faz nenhum sentido ela espera um ano pela Amanda

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
7 horas atrás, Shaun disse:

Assim que a Cyborg sair do UFC vão aparecer mais de 10 espertas querendo subir de categoria.

Eu tinha pensado a mesma coisa .... a o gorda-house volta a lutar ...me.Mas acredito que a Cris não vai sair ...talvez é pra aumentar a bolsa na renovação ... 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cyborg passou quase 10 anos implorando por uma chance no UFC e quando assina o contrato, fica anunciando que não vai mais lutar, incoerência tipica dos Brazucas..

Com a saída da Ronda, hoje o MMA feminino depende PRATICAMENTE  dela, e o que ela faz? vai surrar a campeã brasileira de outra categoria, a sem carisma da amanda e vai lutar boxe, ou seja, vai ferrar o MMA feminino...

Parabéns Cyba!

 

Editado por Cristiano Lima

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Cristiano Lima disse:

Cyborg passou quase 10 anos implorando por uma chance no UFC e quando assina o contrato, fica anunciando que não vai mais lutar, incoerência tipica dos Brazucas..

Com a saída da Ronda, hoje o MMA feminino depende PRATICAMENTE  dela, e o que ela faz? vai surrar a campeã brasileira de outra categoria, a sem carisma da amanda e vai lutar boxe, ou seja, vai ferrar o MMA feminino...

Parabéns Cyba!

 

Quando o contrato da Cyba termina ela vai enfrentar a Cecilia Braekhus, dona de quatro cinturões no boxes. O passe dela vai valorizar e muito no MMA,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 7/15/2018 at 3:30 AM, Henry Chinasky disse:

Cyborg pede luta antes de enfrentar Amanda e avisa: pode deixar UFC em 2019

Campeã dos pesos-penas não quer esperar até dezembro para encarar baiana campeã dos galos, e revela que seu contrato com o Ultimate se expira em março do ano que vem

 
 
 

Por Combate.com, Los Angeles

14/07/2018 08h00  Atualizado há 18 horas

Após trocar provocações com Amanda Nunes e sua esposa sobre as potenciais datas do confronto com a campeã peso-galo (até 61,2kg) do UFC, Cris Cyborg esteve no Combate News desta semana para esclarecer sua posição. A campeã peso-pena (até 65,8kg) contou bastidores da negociação para fechar a superluta e garantiu que não se opunha a enfrentar a "Leoa" no dia 29 de dezembro, como a baiana teria assinado, mas que, se este for o caso, gostaria de fazer uma luta antes.

Segundo Cyborg, ela já teria aceitado enfrentar Amanda três vezes diferentes: em março, logo após os primeiros desafios da baiana, que porém não estava disponível; em julho, mas a campeã peso-galo, que havia defendido o cinturão contra Raquel Pennington no Rio de Janeiro em maio, se recuperava de uma lesão sofrida na luta e precisaria de seis meses; e finalmente em 8 de setembro, no UFC 228, em Dallas. Contudo, Nunes teria recusado esta data, e em seguida aceitado o confronto para o UFC 232, em 29 de dezembro, em Las Vegas.

- Se a Amanda precisa de seis meses para se preparar pra esta luta - na verdade um ano, né, porque ela me desafiou em dezembro... É a mesma coisa que alguém chegar na sua casa, bater na sua porta falando, "Quero chamar você para a porrada", e falar, "Ih, espera aí, eu preciso de um ano para me preparar". Quando você fizer isso, tem que estar preparada para a hora que a luta acontecer. Acho um desrespeito comigo, esperar a pessoa por um ano. Eu não tenho problema nenhum em lutar com a Amanda no dia 29 de dezembro, ela quer um tempo para se preparar, mas eu acredito que eu poderia lutar antes, pelo menos, não esperar todo esse tempo, até porque a gente recebe quando a gente luta, não recebe quando não luta - afirmou Cyborg, via teleconferência.

 

Sem lutar desde o início de março, quando nocauteou Yana Kunitskaya no primeiro round, a campeã peso-pena quer voltar ao octógono logo, e garante que poderia fazer uma defesa de seu cinturão antes de enfrentar Amanda Nunes em dezembro. Ela aponta para atletas de sua categoria que foram rejeitadas na peneira para o reality show The Ultimate Fighter, que terá pesos-penas na sua próxima temporada.

- Eles fizeram a casa do TUF e cortaram todas as meninas no 145lb (65,8kg). Eles só inscreveram as meninas que podem bater 135lb (61,2kg). A Holly Holm falou que não quer lutar agora. Tem a Pam Sorenson, ela tentou o TUF e não conseguiu, não passaram ela porque acho que não bate 135lb. Tem a Cindy Dandois, que bateu na Megan Anderson também, tem a Ediane Gomes, que volta e meia manda mensagem para mim me desafiando toda hora, também é da minha categoria. Tem meninas que podem lutar, da minha categoria. Só que eles não querem, querem que eu lute só com a Amanda. Só que a gente tem que esperar 10 meses, um ano quase para esta luta acontecer! - reclamou a curitibana.

Cris Cyborg ainda emitiu um aviso: seu contrato com o Ultimate expira em março, e o confronto com Amanda Nunes pode ser seu último pela organização.

- Eu acho que essa luta vai ser a minha última no UFC, porque meu contrato vai até março e eu fazendo essa luta em dezembro, acho que vai ser a última que a galera vai ver eu lutar - revelou.

https://sportv.globo.com/site/combate/noticia/cyborg-pede-luta-antes-de-enfrentar-amanda-e-avisa-pode-deixar-ufc-em-2019.ghtml

 

Mesmo que ela pare em dezembro, talvez volte num outro evento ou numa outra oportunidade, porque desafios não irão faltar, e sempre vai ter uma "Amanda" batendo à porta dela.
Se parar definitivamente, pára como a melhor de todos os tempos. Eu acho ela muito nova ainda pra parar, mas tem todo direito de curtir a vida em outra coisa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
21 horas atrás, Caleb disse:

Dei uma olhada na categoria das meninas selecionadas para o TUF, e tem lutadoras originalmente peso-pena mas também tem peso-galo. Vacilo do UFC isso, pois existe um ranking peso-pena feminino com mais de 60 atletas, e não seria dificil o evento selecionar 8 exclusivamente dessa lista.

Mas todas tem condições de bater 61. A Cyborg tentou de todo jeito trabalhar junto com o UFC. Mas inexplicavelmente o UFC não tem interesse nenhum na categoria.

Isso que a Cyborg vende muito mais do que todas do 61. E essa se promoveu de verdade sem ajuda do UFC, na verdade muito pelo contrário.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
57 minutos atrás, Garfield disse:

Mas todas tem condições de bater 61. A Cyborg tentou de todo jeito trabalhar junto com o UFC. Mas inexplicavelmente o UFC não tem interesse nenhum na categoria.

Isso que a Cyborg vende muito mais do que todas do 61. E essa se promoveu de verdade sem ajuda do UFC, na verdade muito pelo contrário.

 

Neste ponto, vou discordar de você a culpa não é do UFC é inteiramente da Cyborg. Ninguém quer levar uma surra da Cyborg! Ela é a melhor e mais forte artista marcial da atualidade. 

Quando Anderson Silva Reinava na 84kg, a categoria se tornou a mais fraca, culpa do Anderson Silva, ninguém queria ser humilhado por ele.

Agora, concordo com você. O trabalho de Markerting pessoal dela é monstruoso, quando ela se posicionou como "a antagonista" de Ronda, aquilo foi genial, basta ver a projeção que ela conseguiu como "a única capaz de bater a Ronda".  Ela tem a mesma visão de negócio que o Mcregor, pena que é mulher e por conta disso sofre diversos preconceitos ...

Hoje, não existe heroína no MMA feminino... A unica candidata a este título é a Cyborg.

O que falo é que hoje o MMA feminino depende da invencibilidade de Cyborg, as pessoas estão começando a comentar sobre ela (público em geral), por isso na minha opinião, ela não deveria sair do UFC, não agora, ela vai ferrar com o MMA feminino, que é carente de heróis e ela tá se transformando numa heroína, depois que ela bater na chata da Amanda, vai subir mais um degrau... 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 minuto atrás, Cristiano Lima disse:

Neste ponto, vou discordar de você a culpa não é do UFC é inteiramente da Cyborg. Ninguém quer levar uma surra da Cyborg! Ela é a melhor e mais forte artista marcial da atualidade. 

Quando Anderson Silva Reinava na 84kg, a categoria se tornou a mais fraca, culpa do Anderson Silva, ninguém queria ser humilhado por ele.

Agora, concordo com você. O trabalho de Markerting pessoal dela é monstruoso, quando ela se posicionou como "a antagonista" de Ronda, aquilo foi genial, basta ver a projeção que ela conseguiu como "a única capaz de bater a Ronda".  Ela tem a mesma visão de negócio que o Mcregor, pena que é mulher e por conta disso sofre diversos preconceitos ...

Hoje, não existe heroína no MMA feminino... A unica candidata a este título é a Cyborg.

O que falo é que hoje o MMA feminino depende da invencibilidade de Cyborg, as pessoas estão começando a comentar sobre ela (público em geral), por isso na minha opinião, ela não deveria sair do UFC, não agora, ela vai ferrar com o MMA feminino, que é carente de heróis e ela tá se transformando numa heroína, depois que ela bater na chata da Amanda, vai subir mais um degrau... 

 

Mas ela sempre deixa claro se o UFC trabalhar a categoria ela fica... Mas aí quando faz o tuf o UFC só chama minha pequena. Tinha que chamar as meninas que não conseguem bater o 61 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
12 horas atrás, 100kilos disse:

Quando o contrato da Cyba termina ela vai enfrentar a Cecilia Braekhus, dona de quatro cinturões no boxes. O passe dela vai valorizar e muito no MMA,

exato

 

A brasileira está sendo é muito inteligente

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Enquanto tem um monte de categoria que fica atravancando direto com campeões sentados em cima do cinturão, a Cris que quer lutar com frequência e tenta, sem sucesso, alavancar a própria categoria, fica na geladeira.

Cyba é, de longe, a GOAT do MMA feminino, conseguiu fazer seu nome brutalizando as adversárias sem dó (carregada no suco ou não, mas isso nem me interessa). Sou fã dela e torço muito pra que ainda consiga fazer muita grana, seja onde for.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora