Entre para seguir isso  
Eder Jofre55

Há cinco anos, Anderson Silva perdia reinado e iniciava derrocada na carreira

Recommended Posts

Há cinco anos, Anderson Silva perdia reinado e iniciava derrocada na carreira

Felipe Paranhos

spider-1.jpg

Foi no dia 6 de julho, há exatamente cinco anos, que Anderson Silva iniciou seu declínio. Naquela data, no UFC 162, na mesma Las Vegas (EUA) em que o Ultimate faz dois eventos neste fim de semana, o brasileiro sofreu o primeiro nocaute da carreira, perdeu a invencibilidade de 17 lutas e foi destituído do título dos médios (84 kg) da maior organização de MMA do mundo. E quem mostrou ao mundo que o ‘Spider’ era, sim, humano foi Chris Weidman.

Apesar de o americano ter chegado a Vegas invicto em dez lutas, pouca gente imaginava que ele venceria Anderson. E as casas de apostas eram reflexo disso: quem acreditou no triunfo de Weidman recebeu, em média, três vezes o valor investido.

No primeiro round, Chris já mostrou o que poderia fazer. Conseguiu uma queda com pouco mais de 30 segundos de luta e dominou o então campeão durante quase todo o assalto. No curto período em que os dois ficaram em pé, Silva se dedicou mais a provocar o adversário do que a golpeá-lo, o que se seguiu no início do segundo round. Depois de pouco mais de um minuto, a cena fatídica: Anderson volta a provocar o americano ao fingir estar abalado com um golpe e tenta continuar se esquivando dos golpes. Num dos recuos, um gancho de esquerda atinge o queixo do brasileiro, que já cai sem condições de continuar. No chão, o ‘All-American’ ainda acertou dois golpes fatais.

Depois da derrota, Anderson nunca mais conseguiu se reerguer. Na revanche, em dezembro de 2013, foi protagonista de outra imagem marcante da história do MMA: a perna quebrada. A infeliz lesão, porém, escondeu o fato de que o brasileiro já estava perdendo a luta claramente antes do episódio – tendo, inclusive, sofrido um knockdown no primeiro round.

Silva voltou a lutar após pouco mais de um ano, em uma vitória pouco inspirada diante de Nick Diaz, que subiu de categoria. O triunfo, entretanto, foi transformado em ‘no contest’ depois que o ex-campeão foi pego no doping pelo uso de duas substâncias proibidas: drostanolona e androsterona. Ele acabou suspenso por um ano, retroativamente à data do confronto contra Diaz.

Em fevereiro de 2016, novo retorno ao octógono, desta vez com derrota para Michael Bisping por decisão unânime. No mesmo ano, Anderson ‘salvou’ uma das lutas do UFC 200, após Jon Jones ser retirado do card. Sem preparação, ele foi derrotado por Daniel Cormier.

O último combate do Spider como profissional de MMA foi uma vitória diante de Derek Brunson — resultado muito contestado pelo adversário. Ele retornaria ao octógono em novembro de 2017, contra Kelvin Gastelum, mas, 15 dias antes, a USADA (agência antidoping americana) anunciou que brasileiro havia falhado em mais um exame antidoping. Já neste ano, foi revelada a substância encontrada no corpo de Silva: metiltestosterona, um esteroide anabolizante. Aos 43 anos, Anderson se dedica à carreira de ator.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

foi brincar, perdeu o foco e errou no que se aprende no primeiro dia de aula que é a andar com a base certa.

foi recuar trocando de base mantendo a distância até que recuou meio passo, ficou de base paralela, com isso perdeu a distância e se fodeu... erro primário.

mudou a própria história. foi engolido pelo ego. tava caminhando pra levar a luta...

a segunda foi fatalidade.

depois dessas só vi spider 40% do que já foi. fiquei assustado em ve lo sem punch, lento, sem reflexo... e mesmo assim ganhou de lutadores duros.

lenda.

Editado por Axiotis

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Um dos melhores lutadores que já pisaram no octógono. Cara perdeu com 38 anos, para alguém bem mais jovem, normal. Já provou mais do que tinha que provar, seleto top 3 do UFC. Gênio.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Teve um momento, aqueles 30 segundos depois que ele se levantou contra o Weidman, que parecia estar completamento perdido por não ter conseguido encaixar a chave de pé.. Nesse momento o Anderson estava com a luta na mão. Se o Spider tivesse resolvido não brincar naquele momento e tivesse partido para cima, talvez não só a história dele no UFC seria diferente, mas também o destino que o MMA Brasileiro seguiu. Mas "shoulda, coulda, woulda" né. A história é escrita diferentemente  

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, SuperBushido disse:

Um dos melhores lutadores que já pisaram no octógono. Cara perdeu com 38 anos, para alguém bem mais jovem, normal. Já provou mais do que tinha que provar, seleto top 3 do UFC. Gênio.

Derrocada, estratégia errada, sem foco... É duro ler essas coisas.

Não se tem nem o trabalho de conhecer a carreira de um profissional antes de julga-lo.

Um cara que veio de uma das primeiras gerações do MMA, que não teve base de treinamentos no início como tiveram outros grandes nomes, que era o único remanecente dessa geração no auge (e campeão dominante).

E, com 38 anos, idade que muitos já estão lutando só pra fazer grana, o cara é julgado dessa forma, num tom de falha.

 

Capaz de surgir alguém e dizer "Ué, mas olha o Cormier." como se houvesse tantos por aí.

 

Digam o que quiserem, AS e Cormier foram os caras que chegaram mais longe em alto nível nesse esporte. Não teve e não há outros e creio  que jamais terá.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
6 minutos atrás, Silverchair disse:

Derrocada, estratégia errada, sem foco... É duro ler essas coisas.

Não se tem nem o trabalho de conhecer a carreira de um profissional antes de julga-lo.

Um cara que veio de uma das primeiras gerações do MMA, que não teve base de treinamentos no início como tiveram outros grandes nomes, que era o único remanecente dessa geração no auge (e campeão dominante).

E, com 38 anos, idade que muitos já estão lutando só pra fazer grana, o cara é julgado dessa forma, num tom de falha.

 

Capaz de surgir alguém e dizer "Ué, mas olha o Cormier." como se houvesse tantos por aí.

 

Digam o que quiserem, AS e Cormier foram os caras que chegaram mais longe em alto nível nesse esporte. Não teve e não há outros e creio  que jamais terá.

é um bom ponto levantado. além de ter que encarar adversários mais jovem, essa nova geração representa mais que força e juventude contra os veteranos. é uma geração que treina de maneira diferente, enxerga o mma de outra maneira. tiveram uma base construída pela geração anterior como ponto de partida. e isso não ocorre apenas no mma. até na minha área que não tem nada a ver com a coisa percebo isso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Axiotis disse:

foi brincar, perdeu o foco e errou no que se aprende no primeiro dia de aula que é a andar com a base certa.

foi recuar trocando de base mantendo a distância até que recuou meio passo, ficou de base paralela, com isso perdeu a distância e se fodeu... erro primário.

mudou a própria história. foi engolido pelo ego. tava caminhando pra levar a luta...

a segunda foi fatalidade.

depois dessas só vi spider 40% do que já foi. fiquei assustado em ve lo sem punch, lento, sem reflexo... e mesmo assim ganhou de lutadores duros.

lenda.

E a terceira é voce brincando de leigar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Lutador nunca sabe a hora de parar,eles sempre acham que dá pra mandar mais um pra vala e ou embolsar mais uma grana fácil,Anderson deveria ter parado na 2ª luta com Sonnem,a 1ª luta foi um sinal nítido que aquele era o momento,e o foda é que se tivesse ficado só nas derrotas,mas,ele teve a a infelicidade de ingerir  SUPLEMENTO CONTAMINADO 2 VEZES,foi uma merda atrás da outra,mas,está entre os 3 melhores de todos os século,neste mundinho cheio de gente hipócrita. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 minutos atrás, Derly Minakov disse:

Lutador nunca sabe a hora de parar,eles sempre acham que dá pra mandar mais um pra vala e ou embolsar mais uma grana fácil,Anderson deveria ter parado na 2ª luta com Sonnem,a 1ª luta foi um sinal nítido que aquele era o momento,e o foda é que se tivesse ficado só nas derrotas,mas,ele teve a a infelicidade de ingerir  SUPLEMENTO CONTAMINADO 2 VEZES,foi uma merda atrás da outra,mas,está entre os 3 melhores de todos os século,neste mundinho cheio de gente hipócrita. 

penso isso também. parasse na segunda com o soneca e saísse invicto com o GSP, voltando eventalmente pra uma "super luta"

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fatalidade, ego, brincadeira, etc. E pouco se reconhece os méritos do Weidman. A real mesmo é que nas duas lutas, juntando ambas deu uns 15, 16 minutos, e nesse tempo o Anderson não fez absolutamente NADA que levasse perigo ao Weidman, que nas duas lutas quedou, deu um bom gnp, tentou finalizar, deu KD, manteve bem a distância na sua maior envergadura, etc. 

Anderson é genial? Demais. Poderia ter vencido? Com certeza. Mas os FATOS são que o Weidman anulou o Anderson enquanto teve luta.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quem acompanhou o Weidman desde que ele entrou no UFC já sabia que no minimo daria muito trabalho para o Anderson por questão de jogo. A única coisa surpreende foi a vitoria ter sido por nocaute, apenas isso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Lucas Timbó disse:

Fatalidade, ego, brincadeira, etc. E pouco se reconhece os méritos do Weidman. A real mesmo é que nas duas lutas, juntando ambas deu uns 15, 16 minutos, e nesse tempo o Anderson não fez absolutamente NADA que levasse perigo ao Weidman, que nas duas lutas quedou, deu um bom gnp, tentou finalizar, deu KD, manteve bem a distância na sua maior envergadura, etc. 

Anderson é genial? Demais. Poderia ter vencido? Com certeza. Mas os FATOS são que o Weidman anulou o Anderson enquanto teve luta.

Mas a luta foi assim mesmo. Weidman dominou e Spider poderia ter amargado duas derrotas por pontos em vez daquele nocaute com brincadeiras...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Caleb disse:

Quem acompanhou o Weidman desde que ele entrou no UFC já sabia que no minimo daria muito trabalho para o Anderson por questão de jogo. A única coisa surpreende foi a vitoria ter sido por nocaute, apenas isso.

Nocaute a partir da trocação, sim. Mas vindo de um GNP furioso acho que era bem plausível.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, siso_ disse:

é um bom ponto levantado. além de ter que encarar adversários mais jovem, essa nova geração representa mais que força e juventude contra os veteranos. é uma geração que treina de maneira diferente, enxerga o mma de outra maneira. tiveram uma base construída pela geração anterior como ponto de partida. e isso não ocorre apenas no mma. até na minha área que não tem nada a ver com a coisa percebo isso.

Cara, vou discordar. Muito provavelmente nenhum atleta chegou a contar  com aparelhagem  de ponta( academia ultra moderna, medidores de performance etc) e suporte de inúmeros profissionais que  o Anderson contou- e que conta até hoje. Talvez só o Conor pra uta com o Floyd. Treinos filmados,  treinadores tarimbados de cada área,  além de ser conduzido por um dos maiores preparadores físicos do Brasil. Lembro que no treino aberto que antecedia o evento , enquanto o Weidman era acompanhado por duas pessoas, Anderson trazia um verdadeiro exército.

Não ponho  como causa   da derrota o binômio juventude vs velhice. Vejo mais como propostas de luta, que, dentro das características do americano-físicas e de jogo, não casaram bem pra ele.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso