CZJ

Cris Cyborg revela que não renovará contrato com UFC: "Vou lutar boxe"

Recommended Posts

Depois de muito tempo de negociação, Cris Cyborg chegou em 2016 ao UFC. Em 2017, conquistou o título peso-pena (66 kg). Desde então, fez duas defesas e não chegou a ser ameaçada. Mas nada disso parece demover a brasileira de um de um desejo: lutar boxe. Em entrevista ao programa 'MMA Hour', ela revelou que não vai renovar seu contrato com o Ultimate, a fim de enfrentar a campeã mundial meio-médio (66,7 kg) Cecilia Braekhus.

Cyborg explicou que seu contrato tem mais duas lutas e expira em março de 2019: o que vier primeiro encerra o vínculo. Ela afirmou que não há a chamada 'cláusula de campeão' em seu acordo, que obriga o lutador que detém o cinturão do UFC a ficar um tempo parado antes de voltar a competir profissionalmente.

"Eu quero lutar boxe. Depois dessas duas lutas, eu quero fazer uma luta contra Cecilia Braekhus, ou pode ser contra McCarter. Talvez, depois disso, eu possa voltar para o MMA, mas eu quero fazer uma luta de boxe. Eu quero agora, porque agora Cecilia está disponível, e não temos encontrado mulheres para me enfrentar. As duas próximas na fila são a vencedora de Holm vs Anderson e Amanda Nunes", falou.

"Cecilia tem 37 ou 38 anos, não quero esperar até ela se aposentar. E ela topa a luta, então quero aproveitar a oportunidade. Eu sou jovem, tenho 33 anos, não tive nenhuma lesão, então posso ir lutar boxe e voltar ao MMA. Se alguém for a campeã da minha categoria, eu posso voltar e lutar pelo cinturão novamente. Isso se o UFC quiser. Senão, tudo bem", completou.

Cris tem 20 vitórias, uma derrota e um no contest em sua carreira no MMA profissional. O único revés da brasileira no esporte foi logo em sua primeira luta, ainda em 2005, quando foi finalizada por Érica Paes.

Fonte: UOL

Editado por CZJ

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Isso sim é lutadora de verdade. A Cyborg sempre fez isso, quando não lutava MMA estava no Wresting, no Jiu e no MT. Desejo todo sucesso à ela por onde ela passar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Como não admirar a Ciborg? Bate a real, explica e sustenta seu ponto. E isso sem ser arrogante ou desrespeitosa ao contrário de certo careca aí...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
17 minutos atrás, Ominöser disse:

Isso sim é lutadora de verdade. A Cyborg sempre fez isso, quando não lutava MMA estava no Wresting, no Jiu e no MT. Desejo todo sucesso à ela por onde ela passar.

Penso igual.

Acho maneiro esse lance de se testar em todas as áreas, assim como o Napão, por exemplo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
35 minutos atrás, Henry Chinasky disse:

Como não admirar a Ciborg? Bate a real, explica e sustenta seu ponto. E isso sem ser arrogante ou desrespeitosa ao contrário de certo careca aí...

2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cyborg é a mulher mais casca-grossa de todos os tempos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Falaê PVT!

Entrei pensando já em criticar a Cyborg achando que ela tava querendo valorizar o passe. Dps de ler, concordo plenamente com ela, aliás a justificativa casa bem com o estilo dela.

Témas!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se eu fosse ela,passava o carro nas duas,iria pra o Boxe e não voltaria ao MMA,ela já tem um trono reservado no Olimpo do MMA,fecha a conta, entra pra história e vai fazer outras coisas,respirar novos ares. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Perfeito ,o evento já tratou ela como homem ,se referindo a sua categoria , não tem interesse em promover a sua divisão ,não tem mais nada para provar a nenhuma lutadora ,não existem desafios a sua altura ,vai ficar esperando o UFC dizer quando ,onde e contra quem eles quiserem quando bem entenderem ,tem mais é que chutar o balde mesmo!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Unico problema da Cyborg é que ela não faz o tipo que a Globo quer, se não ia ser uma estrela no Brasil. Talvez um pouco por ela ser masculinizada por anos de treinamentos a base de batata doce e peito de frango.

Mas é indiscutivelmente o maior nome do MMA feminino da história.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora