SgtBlackStar

Fedor Emelianenko diz que lutadores russos rejeitam suas ofertas de ajuda

Recommended Posts

Maior nome do MMA entre os pesos-pesados afirma que prefere trabalhar com os jovens, porque eles não se consideram experientes e aceitam suas orientações

Por Combate.comMoscou

UFC Fedor Emelianenko (Foto: Flickr)Fedor Emelianenko diz que lutadores russos rejeitam sua ajuda para treinar (Foto: Flickr)

Para os amantes do MMA, o russo Fedor Emelianenko é uma lenda. Maior peso-pesado da história do esporte, dono de uma invencibilidade de dez anos e campeão incontestável do PRIDE por diversos anos. Suas credenciais falam por ele em qualquer lugar do mundo, certo? Segudo ele, errado. Em entrevista ao site do "M-1 Global", maior evento russo de MMA, Fedor revelou que seus compatriotas, principalmente os atletas mais conhecidos, recusam sistematicamente suas ofertas de ajuda nos treinos e na preparação.

- Acho que consigo ajudar a maioria dos nossos lutadores. E mais: vejo erros que Caon Velásquez e Junior Cigano cometem e podem ser explorados. Claro que Velásquez é o melhor do mundo hoje em dia, mas vejo seus erros. Não consigo entender porque nossos lutadores não querem aproveitar o que posso oferecer a eles. Muitos russos já se consideram experientes e tarimbados e rejeitam sistematicamente minhas ofertas de ajuda. Então o que me resta é trabalhar com os jovens. É mais fácil trabalhar com os que estão começando. Hoje eu procuro desenvolver o MMA no meu país. Acima de tudo, sou um esportista. O MMA sempre correrá nas minhas veias.

Fedor falou do seu começo no esporte e nos seus métodos de treinamento. Segundo ele, treinar mais que todos os outros foi o segredo do seu sucesso.

- Quando eu era pequeno, todos os meninos eram levados para clubes de esportes, que tinham treinadores e olheiros que avaliavam em quais esportes você poderia ser bem-sucedido. Você ficava lá por uma semana ou um mês, mas quase todos os meus amigos acabavam sendo escolhidos para praticar seriamente algum esporte. Eu sempre quis ser o mais forte, e os caras que treinavam boxe, caratê e judô eram os mais populares. Fui praticar lutas por causa da minha mãe, e meus primeiros treinadores, que também dava aula na escola local, me chamaram para ser seu aluno - eles ensinavam sambo e judô. Foi aí que tudo começou. Alexander Michkov e Vladimir Voronov foram meus técnicos desde então. Fiz muitos amigos lá, e diversos companheiros de treinos se tornaram campeões após eu me aposentar. Talvez eu não devesse falar sobre mim mesmo, mas sempre treinei dando o meu máximo. Meus técnicos erram chamados de "treinadores-assassinos", porque mesmo depois de um treino duríssimo, quando já estávamos sem forças, eles nos obrigavam a fazer mais dez ou vinte barras. Somando, eram 50 ou 60 barras a mais que os outros por semana. Em um ano, você pode imaginar o quanto ficávamos à frente dos demais. Eu treinava mais que todo mundo. era o que chegava mais cedo e o que ia embora por último. Isso fez toda a diferença.

Fedor também revelou um lado que poucos conheciam na entrevista: o sentimental.

- Eu sempre tive muita saudade da Rússia. Após cada torneio do qual eu participava no exterior, o que eu mais queria era voltar para o meu país. Sentia muita saudade da minha família. Os russos sentem muita falta de sua terra. Os japoneses nos faziam nos sentir muito bem, porque, por alguma razão só deles, eles idolatram os lutadores, e viram fãs deles, não importando se seus ídolos perdem ou ganham. Eles montam fã-clubes, acompanham suas lutas. É um país excepcional, com um povo único, e ninguém organiza eventos melhor que eles. A diferença do Japão para os EUA é muito grande. Mesmo assim, após lutar lá, eu corria de vota para casa. Não é à toa que chamam nosso país de "Mãe Rússia".

O russo também revelou que não gostava do apelido de "Último Imperador" que os japoneses o deram.

- Quando fui do Rings para o PRIDE, eles me apelidaram de "Último Imperador", Tentei explicar diversas vezes que o imperador russo era, na verdade, São Nicolau II, e não gostava de ser chamado assim. Mas não adiantou, e não pude fazer na a esse respeito. Quanto mais eu dizia que não gostava, mais era chamado de "Último Imperador". Foi um apelido que pegou e não tive como me livrar dele.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 minutos atrás, SgtBlackStar disse:

Antiga sim, é mais pela entrevista mesmo. Acredito que alguns possam ter deixado passar batido na época.

Toda boa vontade é bem vinda. Ate onde sei  não tem nada que impeça a postagem de material antigo . O único risco que se corre de de ser obsoleto. Abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O atleta mais lendário desse esporte.

É impagável a imagem do Fedor no vestiário assistindo o Aleks ser nocauteado pelo Mirko.

"Quando eu me for, vão lá e contem, apenas contem que eu vivi na mesma época de Emilianenko Fedor".

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Último Imperador disse:

O atleta mais lendário desse esporte.

É impagável a imagem do Fedor no vestiário assistindo o Aleks ser nocauteado pelo Mirko.

"Quando eu me for, vão lá e contem, apenas contem que eu vivi na mesma época de Emilianenko Fedor".

Eu vi essa cena, mas o que ele diz ? Só entendo o STOP ! rsrsrs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É isso aí Fedor, vc fez muito pelo MMA, e ainda vai continuar fazendo, mesmo fora do ringue. Eu fico imaginando eu treinando, aí chega o Fedor e fala: posso te dar umas dicas?? Eu ia sair do treino achando que podia bater até no Jon Jones, kkkkkkkkkkkkk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Engraçado que explicação científica eu não sei como esses lutadores antigos , não gostam de musculação , até fazem mas a chamada , resistência ou explosão.

Barras e apoois como dito ao Fedor ficam com muita força.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
47 minutes ago, Lucas Timbó said:

Se eu apenas visse o Fedor, acho que me ajoelharia pra ele, sério mesmo

Aí já e demais timbo . Pra que isso cara ? Se ajoelhar pra outro homem? E acredite no que digo ... Ele não gostaria nem ficaria nem um pouco confortável com isso. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
8 horas atrás, SgtBlackStar disse:

Antiga sim, é mais pela entrevista mesmo. Acredito que alguns possam ter deixado passar batido na época.

Fora de contexto... desatualizado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora