Entre para seguir isso  
Henry Chinasky

Romero fatura "apenas" quase metade da bolsa de L. Rockhold após punição

Recommended Posts

Romero fatura quase a metade da bolsa de Rockhold após punição no UFC 221

12 de fevereiro de 2018 às 16:20
romero-2.jpg

Yoel Romero perdeu parte da bolsa por não ter atingido o peso para o UFC 221 – Diego Ribas

A luta principal do UFC 221, ocorrido nesse sábado (10), em Perth (Austrália), tinha em jogo o título interino dos médios (84 kg). No entanto, apenas Luke Rockhold poderia deixar o octógono com o cinturão em mãos, já que Yoel Romero falhou na balança e ficou 1,2 kg acima do limite permitido na categoria. O fato de não ter batido o peso, prejudicou o cubano não só em relação ao posto de campeão, mas também com o seu salário.

De acordo com informações levantados pelo site ‘The Sports Daily’, o número um do ranking oficial dos médios recebeu pela sua participação no show aproximadamente metade do pagamento de Rockhold. Como o ‘Soldado de Deus’ ficou acima do peso, o americano se beneficiou com 105 mil dólares (cerca de R$ 350 mil) da bolsa do seu adversário, totalizando 485 mil dólares (em torno de R$ 1,6 milhão). Já Romero embolsou “apenas” 225 mil dólares (R$ 720 mil).

Contudo, o destaque da noite foi para o veterano Mark Hunt. Somando a sua bolsa com o patrocínio da Reebok, o neozelandês deixou Perth com o pagamento de 765 mil dólares (aproximadamente R$ 2,5 milhões). O adversário do peso-pesado, Curtis Blaydes, por sua vez, recebeu meros 51 mil dólares (em torno de R$ 170 mil) pela bolsa, patrocínio e bônus de vitória.

Depois de conquistar o bônus por ‘Performance da Noite’, Jussier Formiga também foi favorecido com o seu pagamento. O brasileiro deixou a Austrália 102 mil dólares (cerca de R$ 335 mil) mais rico, ao somar a bolsa, o patrocínio da Reebok, o bônus pela vitória e o bônus de performance.

Confira a lista detalhada de pagamentos abaixo:

Mark Hunt: U$ 765 mil (U$ 750 mil por lutar + U$ 15 mil pelo patrocínio da Reebok)

Luke Rockhold: U$ 485 mil (U$ 350 mil por lutar + U$ 105 mil por Romero não ter atingido o peso + U$ 30 mil pelo patrocínio da Reebok)

Yoel Romero: U$ 255 mil (U$ 350 mil por lutar + U$ 10 mil pelo patrocínio da Reebok – U$ 105,000 pela multa por não ter atingido o peso)

Ross Pearson: U$ 128 mil (U$ 54 mil por lutar + U$ 54 mil pela vitória + U$ 20 mil pelo patrocínio da Reebok)

Jake Matthews: U$103 mil (U$ 24 mil por lutar + U$ 24 mil pela vitória + U$ 50 mil pelo bônus de ‘Luta da Noite + U$ 5 mil pelo patrocínio da Reebok)

Jussier Formiga: U$ 102 mil (U$ 21 mil por lutar + U$ 21 mil pela vitória + U$ 50 pelo bônus de ‘Performance da Noite’+ U$ 10 mil pelo patrocício da Reebok)

Li Jingliang: U$ 75 mil (U$2 0 mil por lutar + U$ 50 mil pelo bônus de ‘Luta da Noite + U$ 5 mil pelo patrocínio da Reebok)

Israel Adesanya: U$ 73,5 mil (U$ 10 mil por lutar + U$ 10 mil pela vitória + U$ 50 mil pelo bônus de ‘Luta da Noite + U$ 3,5 mil pelo patrocínio da Reebok)

Curtis Blaydes: U$ 51 mil (U$ 23 mil por lutar + U$ 23 mil pela vitória + U$ 5 mil pelo patrocínio da Reebok)

Teruto Ishihara: U$ 51 mil (U$ 23 mil por lutar + U$ 23 mil pela vitória + U$ 5 mil pelo patrocínio da Reebok)

Alexander Volkanovski: U$ 37 mil (U$ 16 mil por lutar + U$ 16 mil pela vitória + U$ 5 mil pelo patrocínio da Reebok)

Tyson Pedro: U$ 33 mil (U$ 14 mil por lutar + U$ 14 mil pela vitória + U$ 5 mil pelo patrocínio da Reebok)

Dong Hyun Kim: U$ 33 mil (U$ 14 mil por lutar + U$ 14 mil pela vitória + U$ 5 mil pelo patrocínio da Reebok)

Tai Tuivasa: U$ 27,5 mil (U$ 12 mil por lutar + U$ 12 mil pela vitória + U$ 3,5 mil pelo patrocínio da Reebok)

Luke Jumeau: U$ 27,5 mil (U$ 12 mil por lutar + U$ 12 mil pela vitória + U$ 3,5 mil pelo patrocínio da Reebok)

Mizuto Hirota: U$ 24 mil (U$ 19 mil por lutar + U$ 5 mil pelo patrocínio da Reebok)

Ben Nguyen: U$ 23 mil (U$ 18 mil por lutar + U$ 5 mil pelo patrocínio da Reebok)

Jose Alberto Quinonez: U$ 21 mil (U$ 16 mil por lutar + U$ 5 mil pelo patrocínio da Reebok)

Cyril Asker: U$ 19 mil (U$ 14 mil por lutar + U$ 5 mil pelo patrocínio da Reebok)

Damien Brown: U$ 19 mil (U$ 14 mil por lutar + U$ 5 mil pelo patrocínio da Reebok)

Jeremy Kennedy: U$ 19 mil (U$ 14 mil por lutar + U$ 5 mil pelo patrocínio da Reebok)

Daichi Abe: U$ 15,5 mil (U$ 12 mil por lutar + U$ 3,5 mil pelo patrocínio da Reebok)

Saparbek Safarov: U$ 13,5 mil (U$ 10 mil por lutar + U$ 3,5 mil pelo patrocínio da Reebok)

Rob Wilkinson: U$ 13,5 mil (U$ 10 mil por lutar + U$ 3,5 mil pelo patrocínio da Reebok)

http://agfight.band.uol.com.br/romero-fatura-quase-a-metade-da-bolsa-de-rockhold-apos-punicao-no-ufc-221/

Aqui nenhum prejuízo, apesar de que se o Romero não aceitasse o Dana ficaria puto...

No fim das contas , aceitar a luta em cima, nocautear o Rockhold, colocar 225 k no bolso e ganhar o TS são motivos bastantes para  sorrir. inCibta interina? Quem liga...

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
6 minutos atrás, ravi disse:

E o luke com raiva q o romero não bateu o peso ! Kkkkkkk.     No fundo tava morrendo de alegria rs

Tô precisando levar um soco de 350k...rs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 horas atrás, smd disse:

Henry Chinasky tá contribuindo muito com o fórum. 

Obrigado!

Fecho !!! Tá somando com a rapaziada nos posts e nos comentários.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso