Último Imperador

Política, Polêmicas e afins.

568 posts neste tópico

10 horas atrás, Barbas disse:

No Brasil, os movimentos feministas e de defesa aos direitos LGBT não estão ligados à esquerda, Daniel? Não são os mesmos grupos que levantam tais bandeiras?

Não, não acho que são necessariamente, Barbas. São coisas diferentes muitos membros se identificarem com a esquerda e, o movimento ser ligado a esquerda intrinsecamente. Como se vc pudesse falar do movimentos e suas pautas falando da esquerda como se fosse as mesmas cosias, não é assim.

Movimentos sociais que acreditam que houveram injustiças históricas e acreditam que é necessário uma redistribuição de recursos na sociedade e pedem isso por meio do uso do Estado partem de um pressuposto parecido para a analise da dinâmica social e causa dos problemas, e isso faz com que muitos membros se identifiquem no aspecto político com a esquerda. Mas tirando alguns movimentos sociais que se posicionam nesse aspecto (como MST) a maioria não são de esquerda ou direita. E não é essa o cerne da discussão e nem deve ser ao meu ver quando falando de movimentos sociais, pq com isso está colocando tudo em um mesmo saco maior que não é o local dessa discussão, ao meu ver.

Movimentos sociais têm a ver com luta por direitos e cidadania, por discussão, manutenção e ganho de direitos, essa discussão não é a mesma dessa empobrecida visão que tem sido reproduzida no Brasil que ideologia política é "direita x esquerda", que é um o outro e que todos são iguais.  

Eu entendo que queira falar de muitos membros, que como eu disse, por partirem de um menso pressuposto histórico de identificam, mas os movimentos sociais não são. Tem movimento social de tudo que é tipo. A esquerda capitaliza certos movimentos da sociedade civil iguais a direita capitaliza outros pelos movimentos sociais influenciarem votos e pautas polícias, não por serem necessariamente de esquerda e direita. O grupo político que se identificar com aquilo vai tentar capitalizar. Assim como políticos vão na marcha de Jesus, em coisas pedindo paz, nos movimentos do impeachment, etc.

Estatisticamente quantos menores são os responsáveis por estupros e espancamentos de homossexuais!? Concordo que parte do problema seja a questão da lei, mas não acha ir tem que diminuir menoridade, tem que CUMPRIR a que existe com rigor. Maioria dos casos de violência contra homossexual não dá em nada, maioria de assassinato em favela não dá em nada, etc., Esse é o problema. Jogar para o menor a resolução de problemas do crime é moralizar uma discussão ao meu ver que não tem nada a ver com a situação. É a mesma cosia que falar que discutir gênero (algo aceito por todas as ciências) é algo de humanas que é uma ideologia de gênero que quer ensinar crianças a ser gay, só serve para moralizar a discussão contra o como as coisas são, seria cômico se não fosse trágico. É essa moralização do debate é super comum pela esquerda e pela direita, e concordo que ela é um problema e que ela existe sim. Eu já fui chamado de machista por feminista radicalmente, de tucano e coxinha pro esquerda radical, simplesmente por discordar.

Eu concordo sim que existem pessoas que exageram e fazem uma discussão moral "quem não concorda comigo é uma pessoa má intencionada", esse apelo moral que é visto dos dois lados da política é pobre. Isso parte de militantes e de críticos, vc crítica tanto indignação seletiva mas só fala desse movimento daqueles que discordam do viés que se identifica mais, pq ele ocorre claramente dia dois lados mas só fala de um. Nesse menso tópico tem exemplos dos dois. Mas concordo com vc quanto a esse 'problema' do julgamento moral e dos as hominem de quem discorda, só que não é e nunca foi característica da esquerda, a polícia faz isso, direta e esquerda. 

Concordo, mas não concordo por esses argumentos que expõe. A esquerda NUNCA foi contra maior cumprimento da lei, mas mais rigor na lei que já existe não precisa incluir prender menor de idade que são estatisticamente irrelevantes. Em absoluto não existe contradição entre defender minorias e ser contra a diminuição da menoridade penal. O problema não é só leis severas também, tem a ver com a mensalidade da população. Nenhum regime se mantém só pela chibata, o povo tem que acreditar que aquilo é o melhor, isso tb serve para as leis.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado (editado)

Não sei porque a Luisa Mell não se manifestou ainda...

 

Por ele ter usado o termo cú de cachorro...

 

Pode esperar Werdum...vc vai ter que prestar serviço em algum canil

 

Kkkkkkkkkkkkkk

 

Só por Deus...é muita frescura 

 

 

Vamos fazer uma mini analogia... E o Joe Rogan quando disse que a Cris Cyborg tinha pênis ? 

A punição  por ele ter falado isso...vai ter que vir p SP no UFC dia 28 e prestar serviço p os travecos...

Editado por luiscabaoli

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado (editado)

5 horas atrás, Roy Munson disse:

Cara, é a sua opinião e temos que respeitar. Mas garanto que interpretação de texto não é um problema que eu tenho, vc vem falando que a culpa era do Werdum desde o começo. 

Ainda ontem assisti um vídeo 360° desde o início da entrevista e só a reafirmei a minha opinião completamente oposta a sua. O Werdum tenta cumprimentar de boa e ele já se mostra bem arrogante. O Werdum até comenta com os jornalistas que ele estava estranho, que tinha mudado, que antes era um cara bacana.

Procure esse vídeo no YouTube e verá que se fosse o Machida ou o Demian, dois caras respeitosos, a reação teria sido a mesma.

Respeitamos sua opinião, só vá com ela até o final.

Completamente oposta não,até pq eu fui acompanhando e vendo cada vez mais o quanto o Ferguson já vinha sendo mala bem antes...sobre a minha opinião talvez não tenha lido todos os posts... Apenas isso... Entendo a sua afirmação de eu ir até o final com a minha opinião e pra mim Werdum continua sendo um mala,não alivia tanto assim só pq descobri o quanto o Ferguson tbm foi mala já bem antes... E volto a afirmar,esses caras se merecem... Sobre Demian e Lyoto nunca vi entrassem nesse tipo de baixaria e tbm nunca vi provocarem muito... Agora se fosse um Wand já ia pro arrebento de pirocoptero na cara dele... Cucuy virou pra mim apenas mais um cara insuportável que eu torcerei contra... Gostava do estilo de luta mas pouco sabia sobre. Postura dele... Só que Ferguson ser insuportável não vão deixar o Werdum menos mala... Eu culpei o Werdum por interferir e falei sobre entender o contexto da coisa toda... Com novas informações eu pude entender que não foi um surto do nada,a provocação é antiga...

Editado por afterforever

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Qual motivo da indignacao?

O maluco é gay mesmo e se ofendeu de ter sido chamado assim? 

Ou movimento acha que ele não é digno de ser chamado assim?

PS: Cu de cachorro foi a melhor kkkk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado (editado)

55 minutos atrás, Daniel Mendoza disse:

Não, não acho que são necessariamente, Barbas. São coisas diferentes muitos membros se identificarem com a esquerda e, o movimento ser ligado a esquerda intrinsecamente. Como se vc pudesse falar do movimentos e suas pautas falando da esquerda como se fosse as mesmas cosias, não é assim.

Movimentos sociais que acreditam que houveram injustiças históricas e acreditam que é necessário uma redistribuição de recursos na sociedade e pedem isso por meio do uso do Estado partem de um pressuposto parecido para a analise da dinâmica social e causa dos problemas, e isso faz com que muitos membros se identifiquem no aspecto político com a esquerda. Mas tirando alguns movimentos sociais que se posicionam nesse aspecto (como MST) a maioria não são de esquerda ou direita. E não é essa o cerne da discussão e nem deve ser ao meu ver quando falando de movimentos sociais, pq com isso está colocando tudo em um mesmo saco maior que não é o local dessa discussão, ao meu ver.

Movimentos sociais têm a ver com luta por direitos e cidadania, por discussão, manutenção e ganho de direitos, essa discussão não é a mesma dessa empobrecida visão que tem sido reproduzida no Brasil que ideologia política é "direita x esquerda", que é um o outro e que todos são iguais.  

Eu entendo que queira falar de muitos membros, que como eu disse, por partirem de um menso pressuposto histórico de identificam, mas os movimentos sociais não são. Tem movimento social de tudo que é tipo. A esquerda capitaliza certos movimentos da sociedade civil iguais a direita capitaliza outros pelos movimentos sociais influenciarem votos e pautas polícias, não por serem necessariamente de esquerda e direita. O grupo político que se identificar com aquilo vai tentar capitalizar. Assim como políticos vão na marcha de Jesus, em coisas pedindo paz, nos movimentos do impeachment, etc.

Estatisticamente quantos menores são os responsáveis por estupros e espancamentos de homossexuais!? Concordo que parte do problema seja a questão da lei, mas não acha ir tem que diminuir menoridade, tem que CUMPRIR a que existe com rigor. Maioria dos casos de violência contra homossexual não dá em nada, maioria de assassinato em favela não dá em nada, etc., Esse é o problema. Jogar para o menor a resolução de problemas do crime é moralizar uma discussão ao meu ver que não tem nada a ver com a situação. É a mesma cosia que falar que discutir gênero (algo aceito por todas as ciências) é algo de humanas que é uma ideologia de gênero que quer ensinar crianças a ser gay, só serve para moralizar a discussão contra o como as coisas são, seria cômico se não fosse trágico. É essa moralização do debate é super comum pela esquerda e pela direita, e concordo que ela é um problema e que ela existe sim. Eu já fui chamado de machista por feminista radicalmente, de tucano e coxinha pro esquerda radical, simplesmente por discordar.

Eu concordo sim que existem pessoas que exageram e fazem uma discussão moral "quem não concorda comigo é uma pessoa má intencionada", esse apelo moral que é visto dos dois lados da política é pobre. Isso parte de militantes e de críticos, vc crítica tanto indignação seletiva mas só fala desse movimento daqueles que discordam do viés que se identifica mais, pq ele ocorre claramente dia dois lados mas só fala de um. Nesse menso tópico tem exemplos dos dois. Mas concordo com vc quanto a esse 'problema' do julgamento moral e dos as hominem de quem discorda, só que não é e nunca foi característica da esquerda, a polícia faz isso, direta e esquerda. 

Concordo, mas não concordo por esses argumentos que expõe. A esquerda NUNCA foi contra maior cumprimento da lei, mas mais rigor na lei que já existe não precisa incluir prender menor de idade que são estatisticamente irrelevantes. Em absoluto não existe contradição entre defender minorias e ser contra a diminuição da menoridade penal. O problema não é só leis severas também, tem a ver com a mensalidade da população. Nenhum regime se mantém só pela chibata, o povo tem que acreditar que aquilo é o melhor, isso tb serve para as leis.

 

'Não, não acho que são necessariamente, Barbas.'

 

A resposta é SIM. É ÓBVIO que esses movimentos estão ligados apenas à esquerda. Quando aquele Zé de Abreu cuspiu na cara de uma mulher, viu alguma feminista metendo o pau nele? Em SP tem um vereador negro e homossexual, o Fernando Holiday, e SEMPRE chamam o cara de capitão do mato por criticar a esquerda, já viu algum movimento de esquerda defender ele? Ghiraldelli já disse que a Rachel Sherezahade merecia ser estuprada, viu alguma feminista defendendo ela? Outro dia um sujeito do PSOL ameaçou bater em uma mulher num hospital veterinário, viu alguma feminista se manifestar? Quando o Lula disse que Pelotas era exportadora de viado, viu algum movimento LGBT criticar isso? Ou quando ele disse que a mulher tinha grelo duro, viu alguma feminista se manifestar?

 

Cara, é algo bem lógico que esses movimentos são seletivos, defendem apenas pautas da esquerda e o resto que se foda, não importa se tu é preto, mulher, etc, se tiver uma posição contrária, tá errado e merece apanhar.

Editado por Lucas Timbó

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Daniel Mendoza disse:

Não, não acho que são necessariamente, Barbas. São coisas diferentes muitos membros se identificarem com a esquerda e, o movimento ser ligado a esquerda intrinsecamente. Como se vc pudesse falar do movimentos e suas pautas falando da esquerda como se fosse as mesmas cosias, não é assim.

Movimentos sociais que acreditam que houveram injustiças históricas e acreditam que é necessário uma redistribuição de recursos na sociedade e pedem isso por meio do uso do Estado partem de um pressuposto parecido para a analise da dinâmica social e causa dos problemas, e isso faz com que muitos membros se identifiquem no aspecto político com a esquerda. Mas tirando alguns movimentos sociais que se posicionam nesse aspecto (como MST) a maioria não são de esquerda ou direita. E não é essa o cerne da discussão e nem deve ser ao meu ver quando falando de movimentos sociais, pq com isso está colocando tudo em um mesmo saco maior que não é o local dessa discussão, ao meu ver.

Movimentos sociais têm a ver com luta por direitos e cidadania, por discussão, manutenção e ganho de direitos, essa discussão não é a mesma dessa empobrecida visão que tem sido reproduzida no Brasil que ideologia política é "direita x esquerda", que é um o outro e que todos são iguais.  

Eu entendo que queira falar de muitos membros, que como eu disse, por partirem de um menso pressuposto histórico de identificam, mas os movimentos sociais não são. Tem movimento social de tudo que é tipo. A esquerda capitaliza certos movimentos da sociedade civil iguais a direita capitaliza outros pelos movimentos sociais influenciarem votos e pautas polícias, não por serem necessariamente de esquerda e direita. O grupo político que se identificar com aquilo vai tentar capitalizar. Assim como políticos vão na marcha de Jesus, em coisas pedindo paz, nos movimentos do impeachment, etc.

Estatisticamente quantos menores são os responsáveis por estupros e espancamentos de homossexuais!? Concordo que parte do problema seja a questão da lei, mas não acha ir tem que diminuir menoridade, tem que CUMPRIR a que existe com rigor. Maioria dos casos de violência contra homossexual não dá em nada, maioria de assassinato em favela não dá em nada, etc., Esse é o problema. Jogar para o menor a resolução de problemas do crime é moralizar uma discussão ao meu ver que não tem nada a ver com a situação. É a mesma cosia que falar que discutir gênero (algo aceito por todas as ciências) é algo de humanas que é uma ideologia de gênero que quer ensinar crianças a ser gay, só serve para moralizar a discussão contra o como as coisas são, seria cômico se não fosse trágico. É essa moralização do debate é super comum pela esquerda e pela direita, e concordo que ela é um problema e que ela existe sim. Eu já fui chamado de machista por feminista radicalmente, de tucano e coxinha pro esquerda radical, simplesmente por discordar.

Eu concordo sim que existem pessoas que exageram e fazem uma discussão moral "quem não concorda comigo é uma pessoa má intencionada", esse apelo moral que é visto dos dois lados da política é pobre. Isso parte de militantes e de críticos, vc crítica tanto indignação seletiva mas só fala desse movimento daqueles que discordam do viés que se identifica mais, pq ele ocorre claramente dia dois lados mas só fala de um. Nesse menso tópico tem exemplos dos dois. Mas concordo com vc quanto a esse 'problema' do julgamento moral e dos as hominem de quem discorda, só que não é e nunca foi característica da esquerda, a polícia faz isso, direta e esquerda. 

Concordo, mas não concordo por esses argumentos que expõe. A esquerda NUNCA foi contra maior cumprimento da lei, mas mais rigor na lei que já existe não precisa incluir prender menor de idade que são estatisticamente irrelevantes. Em absoluto não existe contradição entre defender minorias e ser contra a diminuição da menoridade penal. O problema não é só leis severas também, tem a ver com a mensalidade da população. Nenhum regime se mantém só pela chibata, o povo tem que acreditar que aquilo é o melhor, isso tb serve para as leis.

 

Cara se tá discutindo com gente que faz uso da lógica dedutiva/indutiva para debater ciências humanas.

Nem perca seu tempo. Da risada das conclusões brilhantes que vale mais a pena.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
45 minutos atrás, Garfield disse:

Cara se tá discutindo com gente que faz uso da lógica dedutiva/indutiva para debater ciências humanas.

Nem perca seu tempo. Da risada das conclusões brilhantes que vale mais a pena.

Po Garfield, Daniel tá respondendo o Barbas, que merece todo o respeito aqui. Excelente forista, extremamente educado e colaborador demais.

Eu particularmente acho toda discussão válida, havendo respeito. Canso de dizer que eu e Daniel temos alguns pontos de vista ideológicos extremamente opostos, mas ele é um dos colegas que mais prezo para debater e analisar, pelo respeito mútuo que existe. No final todo mundo aprende alguma coisa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vou comentar como moderador:


Particularmente eu acho válido manter um tópico eventualmente como um "espaço de OFF" para falarmos de política e outros temas, e não é a intenção da moderação de forma alguma censurar qualquer discussão, mas é fundamental para isso ocorrer que mantenhamos a raiva sob controle e NÃO fiquemos ofendendo quem pensa diferente pq isso é o princípio básico de qualquer discussão saudável. Sem isso não tem como discutir assuntos polêmicos.

Quem pede por respeito tem que saber respeitar quem pensa diferente e isso inclui não ofender e usar palavra depreciativas ao se referir as pessoas com opiniões contrárias. Isso serve para todo mundo, independente do seu posicionamento. Está havendo falta de respeito generalizado.

Acho que todo mundo aqui tem capacidade intelectual de compreender a importância disso que eu falei em um fórum heterogêneo e em temas polêmicos onde não existem donos da verdade e sim visões diferentes que podem ser defendidas com argumentos não depreciativos e sem ofensas. 

Peço que evitemos ofensas e façamos discussões política concentradas em um tópico só.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
17 horas atrás, Valderazzi disse:

NENHUMA pessoa acima de 50 anos que conheço que nao seja um COMUNISTA VAGABUNDO fala mal dos tempos de regime militar. Pelo contrário. 

Talvez pq vc só deva conhecer acima de 50 anos larápios e sem vergonhas. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
5 horas atrás, TNT disse:

Velho, o que é mais engraçado é ver nego reclamando de "mimimi" e toda vez que esse tipo de assunto aparece são os que mais ficam chorando.

 

.

Nao enche o saco

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
13 minutos atrás, thales100 disse:

Talvez pq vc só deva conhecer acima de 50 anos larápios e sem vergonhas. 

Toma tenencia, rapaz. Ou é um comunista VAGABUNDO?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
6 horas atrás, Arona85 disse:

Impressionante como as coisas estão hoje em dia.

Cresci jogando bola na rua e, pô, já chamaram minha mãe de tudo que é nome,

já saí na mão com amigos da rua,

eu xingava e era xingado de tudo que é coisa, ou seja, eu praticava bullying e sofria bullying

esse tipo de coisa treina o cara para a vida adulta, e hoje os jovens não se preparam para a vida adulta..são criados dentro de uma bolha e quando saem, não coseguem se inserir e acabam tendo depressão, ansiedade, etc

Tenho nojo dessa nova esquerda, que apoia o fiminismo radical, homossexualismo e muçulmanos terroristas. 

Mais uma vez parabéns, Arona. Penso exatamente igual. A gente saía fortalecido das brigas de rua e provocações, e o pior, ou melhor, logo depois estava todo mundo jogando bola junto de novo!

Hoje em dia a molecada não tem defesa para as situações da vida porque está sendo criada superprotegida demais, tudo é um grande absurdo ou agressão imensa. Parece que são criados numa bolha e tem que sair para a rua dentro de um escafandro, para não serem tocados. Por isso também os relacionamentos virtuais crescem tanto e os pessoais diminuem.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
17 horas atrás, Valderazzi disse:

Exatamente. Tem outros fatores também. 

Demorou pra ter uma intervenção militar. Vagabundo esquerdista reclama "ah mas a liberdade", PORRA QUE LIBERDADE É ESSA QUE O CARA AI NO BRASIL TEM??? De nao poder parar em semáforo de noite? De tomar arrastao na beira da praia? De ser refém de um bando de politicos filhos da puta que só querem se manter no poder???

NENHUMA pessoa acima de 50 anos que conheço que nao seja um COMUNISTA VAGABUNDO fala mal dos tempos de regime militar. Pelo contrário. 

Pqp...quanta asneira....sabe que liberdade é a palavra chave de uma ideologia que tá na contramão da q tu aponta.  Vai lá na Coréia do Norte, Cuba com esse papinho q tu vai ganhar uma liberdade perfurada no meio da testa

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 minuto atrás, Rappa Hemp disse:

Pqp...quanta asneira....sabe que liberdade é a palavra chave de uma ideologia que tá na contramão da q tu aponta.  Vai lá na Coréia do Norte, Cuba com esse papinho q tu vai ganhar uma liberdade perfurada no meio da testa

Ficou bem confuso esse teu post, mas nao esquenta, passo bem longe desses "paraísos", a exemplo dos comunas hipócritas que falam e falam mal de capitalismo mas sempre qie podem tao em Miami, New York...Manoela D'Avila VAGABUNDA que o diga.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 minutos atrás, masterblaster disse:

Mais uma vez parabéns, Arona. Penso exatamente igual. A gente saía fortalecido das brigas de rua e provocações, e o pior, ou melhor, logo depois estava todo mundo jogando bola junto de novo!

Hoje em dia a molecada não tem defesa para as situações da vida porque está sendo criada superprotegida demais, tudo é um grande absurdo ou agressão imensa. Parece que são criados numa bolha e tem que sair para a rua dentro de um escafandro, para não serem tocados. Por isso também os relacionamentos virtuais crescem tanto e os pessoais diminuem.

O pior é ver um bando de idiota apoiando essa merda. Ta sendo criada uma geracao de mariquinhas. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora