Lucas Timbó

DJ brinca sobre quebra de recorde: "Desculpa aos brasileiros."

94 posts neste tópico

Do jeito que fala.... pensa q já ganhou a luta.. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 horas atrás, Lucas Timbó disse:

Se tu acha um lutador como o Benavidez comum e exalta caras como Bisping e Marquardt os colocando como ótimos, só posso atestar duas coisas: ou tu é muito leigo ou é muito parcial mesmo, mas pra alguém que diz que Marquardt e Diaz são ótimos (Diaz nem médio é, e o Anderson caiu no doping contra ele). Cejudo, Horiguchi, Dodson, Miguel Torres, quem manja o mínimo de MMA vai concordar que esses caras são ótimos em tudo e completos. E toda essa turma nunca vai ganhar nada exatamente pelo fato do DJ estar com o cinturão, isso sem falar que a categoria dos moscas não têm 7 anos de existência. 

 

Agora tu tbm deveria citar caras como Thales Leites, Travis Lutter, Patrick Cote, Okami, certamente deve achar ótimos lutadores tbm.

O forista Lecobo só pode ser fanboy extremista do AS.

O AS foi mais showman, mas o nível dos adversários dele ( tirando Hendo, Vitor e o Franklin à época) é muito inferior aos que o DJ enfrentou, já citados por vc.

O cartel do DJ é monstro, mas os caras ficam desmerecendo. Pra mim o grande problema mesmo eh a falta de punch da maioria dos moscas (por razões óbvias, os caras são muito leves). Acaba que os fãs mais casuais, os haters e os fanboys do AS querem detonar o DJ e o seu legado.

Lembrando que concordei com o DJ em não aceitar lutar com o TJ sem Camp completo..ele tinha tudo a perder e  o TJ tudo a ganhar.

Editado por Arona85

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Lecobo,DJ não serve pra fazer a bandagem do AS mas ele é excelente? Ficou meio confusa essas duas opiniões  

10 horas atrás, Lecobo disse:

De forma alguma. Aliás, não entendi o motivo das ironias. Dodson é um nome que eu nao lembrei mas que, de fato, é um lutador de muito bom nível. Agora, o resto... Cejudo tem potencial (apesar da idade e das últimas lutas), mas até agora fez o que no MMA? Vamos ver o que apronta fim de semana, mas se perder já fica com a corda no pescoço. Torres FOI excelente, mas quando pegou o DJ já estava em franca decadência. Salvo engano quando eles lutaram ele já beirava (ou até passava, me corrijam por favor) 40 lutas. Horiguchi entra no grupo dos Wilson Reis, Chris Cariaso, Bagautinov da vida... Esses são os caras que provam que a divisão é fraca. São lutadores extremamente medianos (sendo generoso), mas que no fim das contas viram tops porque fazem seus nomes na fragilidade da divisão. Mas quando pegam alguém minimamente qualificado, perdem. Isso sem falar de caras como o Elliot, por exemplo, que tá num nível muito baixo e ainda assim ganhou TS. 

Marquardt posso até concordar, agora Diaz e Bisping não. Diaz tem uma bela história do esporte, campeão do Strikeforce passando o rodo em todo mundo, enfiou o cacete no Gomi no Pride e não fosse aquela garfada teria levado um título interino do UFC. Lutador bem acima da média. Não fosse um completo maluco certamente estaria brigando nas cabeças nessa WW atual e, nao duvido, eventualmente teria sido campeão sem o GSP pra "incomodá-lo". Podemos julgar que contra o Anderson ele já tava longe de sua melhor fase e lutando fora da divisão? Tudo bem, só que o que ele fez no esporte nenhum dos oponentes do DJ fez (talvez o Torres seja uma boa comparacao pelos momentos). Bisping, poxa... Recordista de vitórias no UFC e, por mais que dê motivos pra corneta, é o atual campeao da categoria tendo nocauteado um cara de altíssimo nível em pé. Acredito que não seja o melhor da divisao, porém analisando o elenco do UFC ele é um cara bem acima da média.

Repito: DJ é excelente. Um puta lutador. Sou um dos poucos "entusiastas" das categorias menores, de MMA feminino, etc. Acho que fazem lutas extremamente divertidas, movimentadas e mostram que não é só um KO que vai fazer a luta ser bacana. Mas é fato que, salvo pouquíssimas exceções, são um bando de meia bocas. A não ser que resolva pegar alguém da de cima, infelizmente o DJ vai sempre ter essa "mancha" na carreira. Entre os "pequenininhos", vai estar sempre na sombra do Cruz.

10 horas atrás, Lecobo disse:

De forma alguma. Aliás, não entendi o motivo das ironias. Dodson é um nome que eu nao lembrei mas que, de fato, é um lutador de muito bom nível. Agora, o resto... Cejudo tem potencial (apesar da idade e das últimas lutas), mas até agora fez o que no MMA? Vamos ver o que apronta fim de semana, mas se perder já fica com a corda no pescoço. Torres FOI excelente, mas quando pegou o DJ já estava em franca decadência. Salvo engano quando eles lutaram ele já beirava (ou até passava, me corrijam por favor) 40 lutas. Horiguchi entra no grupo dos Wilson Reis, Chris Cariaso, Bagautinov da vida... Esses são os caras que provam que a divisão é fraca. São lutadores extremamente medianos (sendo generoso), mas que no fim das contas viram tops porque fazem seus nomes na fragilidade da divisão. Mas quando pegam alguém minimamente qualificado, perdem. Isso sem falar de caras como o Elliot, por exemplo, que tá num nível muito baixo e ainda assim ganhou TS. 

Marquardt posso até concordar, agora Diaz e Bisping não. Diaz tem uma bela história do esporte, campeão do Strikeforce passando o rodo em todo mundo, enfiou o cacete no Gomi no Pride e não fosse aquela garfada teria levado um título interino do UFC. Lutador bem acima da média. Não fosse um completo maluco certamente estaria brigando nas cabeças nessa WW atual e, nao duvido, eventualmente teria sido campeão sem o GSP pra "incomodá-lo". Podemos julgar que contra o Anderson ele já tava longe de sua melhor fase e lutando fora da divisão? Tudo bem, só que o que ele fez no esporte nenhum dos oponentes do DJ fez (talvez o Torres seja uma boa comparacao pelos momentos). Bisping, poxa... Recordista de vitórias no UFC e, por mais que dê motivos pra corneta, é o atual campeao da categoria tendo nocauteado um cara de altíssimo nível em pé. Acredito que não seja o melhor da divisao, porém analisando o elenco do UFC ele é um cara bem acima da média.

Repito: DJ é excelente. Um puta lutador. Sou um dos poucos "entusiastas" das categorias menores, de MMA feminino, etc. Acho que fazem lutas extremamente divertidas, movimentadas e mostram que não é só um KO que vai fazer a luta ser bacana. Mas é fato que, salvo pouquíssimas exceções, são um bando de meia bocas. A não ser que resolva pegar alguém da de cima, infelizmente o DJ vai sempre ter essa "mancha" na carreira. Entre os "pequenininhos", vai estar sempre na sombra do Cruz.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
9 horas atrás, Arona85 disse:

O forista Lecobo só pode ser fanboy extremista do AS.

O AS foi mais showman, mas o nível dos adversários dele ( tirando Hendo, Vitor e o Franklin à época) é muito inferior aos que o DJ enfrentou, já citados por vc.

O cartel do DJ é monstro, mas os caras ficam desmerecendo. Pra mim o grande problema mesmo eh a falta de punch da maioria dos moscas (por razões óbvias, os caras são muito leves). Acaba que os fãs mais casuais, os haters e os fanboys do AS querem detonar o DJ e o seu legado.

Lembrando que concordei com o DJ em não aceitar lutar com o TJ sem Camp completo..ele tinha tudo a perder e  o TJ tudo a ganhar.

Não dá pra desmerecer o DJ só pra exaltar o AS... Acho até que dominar uma categoria no UFC hoje é um feito mais incrível do que na época do AS... O esporte evoluiu muito...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, afterforever disse:

Não dá pra desmerecer o DJ só pra exaltar o AS... Acho até que dominar uma categoria no UFC hoje é um feito mais incrível do que na época do AS... O esporte evoluiu muito...

Pode fechar o tópico.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 horas atrás, afterforever disse:

Lecobo,DJ não serve pra fazer a bandagem do AS mas ele é excelente? Ficou meio confusa essas duas opiniões  

Primeiro: Claramente foi uma brincadeira, não é difícil entender.

Segundo: O fato do DJ ser excelente não necessariamente coloca ele no patamar de gênios como o Anderson.

Terceiro: De todo o "textão", foi isso que tu resolveu responder?? Hahaha... Vou parar por aqui nesse debate!! 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Agora, Lecobo disse:

Primeiro: Claramente foi uma brincadeira, não é difícil entender.

Segundo: O fato do DJ ser excelente não necessariamente coloca ele no patamar de gênios como o Anderson.

Terceiro: De todo o "textão", foi isso que tu resolveu responder?? Hahaha... Vou parar por aqui nesse debate!! 

Boa... Fica por aqui mesmo... Pra mim dos dois são muito bons mesmo... AS tem mais brechas mas foi mais genial em pé e DJ é o p4p atual já que JJ está fora de novo... Valorizo os dois... E pronto...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
16 horas atrás, Steel Bjj disse:

Verdade irmão, santa lógica desses cara, vai entender.. kkkkk

Lutar com o TJ pra que? sendo que ele nem campeão é e iria correr risco maiores de não passar o Anderson no record de defesas de cinturão.. uma pergunta pra quem critica o cara, se vocês estivessem no lugar dele, essa luta faria sentido pra vocês?

Outra coisa que a galera fala, categoria fraca e os caraio.. porra bixo, maioria dos lutadores tudo técnico, saem na porrada, no chão muito giro e várias posições e dificilmente morrem no gás, podem falar que a categoria tem menos visibilidade, nisso eu concordo, não tem o apelo que merece,  agora falar que não tem lutadores de nível alto, aí vocês tão de brincadeira kkkkkkkkkkkkkkk preferem ver os pesados trocando overhand de guarda baixa e morrendo no gás? Eu particularmente curto luta agressiva com técnica, acho da hora esse categoria, agora pra quem acha que a categoria é fraca, vão treinar mais que vcs entenderão que o nível técnico deles é bom.

Vou responder apenas a parte que destaquei.

O que não tem lógica é confundir as posições de lutador e matchmaker, patrão e funcionário. A lógica do DJ lutar com o TJ é o seguinte: DJ é funcionário e campeão. Cabe ao evento/patrão, não ao lutador/funcionário, definir as disputas de cinturão. O evento entendeu que uma luta entre DJ e TJ na 125 seria interessante, o ex-campeão da categoria de cima contra o campeão da categoria de baixo, em especial por ser a chance do DJ quebrar o recorde de defesas de cinturão do Anderson Silva. Ou seja, seriam dois atrativos ao público em uma categoria muitas vezes ignorada pelos fãs: campeão vs ex-campeão + chance de quebra de recorde. Tem lógica? Pra mim tem, eu estava interessado muito mais em vez essa luta, do que em DJ x Borg, mas ainda que para o lutador não tivesse lógica, não importa, ele tem que defender o cinturão contra quem o evento colocar na frente se for um lutador profissional que bata 125 pounds. É o contrato que ele assinou livremente. Se estivessemos falando de uma aberração, de o evento casando luta dele contra uma mulher, contra um familiar, ok, tudo tem limite, mas não é o caso.

Por fim, os fatos, a realidade, acabam falando mais do que qualquer "lógica". Ray Borg ficou mal, a luta caiu, e agora o DJ ficou sem main event, sem chance de bater recorde, sem ppv e continua queimado por ter corrido do TJ Dilashaw. Da próxima vez, quem sabe ele pense melhor antes de recusar luta.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se for pra procurar mancha na carreira de alguém todos terão muitas manchas... Prefiro exaltar o que vemos de melhor nos lutadores e em grandes campeões

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

DJ vende pouco.. ser dominante e bater o recorde vale a pena pra ele... Depois disso pode chamar Cruz, Cody ou TJ se perder volta pro seu peso... Se for nos moscas pede revanche imediata...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
56 minutos atrás, Barbas disse:

Vou responder apenas a parte que destaquei.

O que não tem lógica é confundir as posições de lutador e matchmaker, patrão e funcionário. A lógica do DJ lutar com o TJ é o seguinte: DJ é funcionário e campeão. Cabe ao evento/patrão, não ao lutador/funcionário, definir as disputas de cinturão. O evento entendeu que uma luta entre DJ e TJ na 125 seria interessante, o ex-campeão da categoria de cima contra o campeão da categoria de baixo, em especial por ser a chance do DJ quebrar o recorde de defesas de cinturão do Anderson Silva. Ou seja, seriam dois atrativos ao público em uma categoria muitas vezes ignorada pelos fãs: campeão vs ex-campeão + chance de quebra de recorde. Tem lógica? Pra mim tem, eu estava interessado muito mais em vez essa luta, do que em DJ x Borg, mas ainda que para o lutador não tivesse lógica, não importa, ele tem que defender o cinturão contra quem o evento colocar na frente se for um lutador profissional que bata 125 pounds. É o contrato que ele assinou livremente. Se estivessemos falando de uma aberração, de o evento casando luta dele contra uma mulher, contra um familiar, ok, tudo tem limite, mas não é o caso.

Por fim, os fatos, a realidade, acabam falando mais do que qualquer "lógica". Ray Borg ficou mal, a luta caiu, e agora o DJ ficou sem main event, sem chance de bater recorde, sem ppv e continua queimado por ter corrido do TJ Dilashaw. Da próxima vez, quem sabe ele pense melhor antes de recusar luta.

Concordo com a grande maioria de seus posts, porém nessa não tem como.

 

Essa relação Patrão/funcionário é o que menos é respeitada pelo próprio evento, então não vejo porque o DJ deveria colocar seu título em jogo contra um lutador perigoso que estaria furando descaradamente a fila simplesmente porque uma luta da categoria de cima caiu.

 

Repito, o UFC é quem mais dá margem para que determinados lutadores fiquem escolhendo lutas, então o DJ tem todo o direito de não aceitar uma luta que coloque seu legado em risco por questões puramente comerciais.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, TNT disse:

Concordo com a grande maioria de seus posts, porém nessa não tem como.

Essa relação Patrão/funcionário é o que menos é respeitada pelo próprio evento, então não vejo porque o DJ deveria colocar seu título em jogo contra um lutador perigoso que estaria furando descaradamente a fila simplesmente porque uma luta da categoria de cima caiu.

Repito, o UFC é quem mais dá margem para que determinados lutadores fiquem escolhendo lutas, então o DJ tem todo o direito de não aceitar uma luta que coloque seu legado em risco por questões puramente comerciais.

Não há problema algum em discordar de mim, sendo respeitoso, é sempre uma forma de aprender e agradeço.

Mas nessa mantenho minha opinião, um erro (do evento) não justifica outro (do lutador). 

E quanto ao legado dele, já ficou um asterisco por ter corrido da luta mais difícil que ele poderia ter.

Enfim, concordamos que discordamos.

Abs,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 9/7/2017 at 8:13 AM, afterforever disse:

Acho que o Benavidez e o Dodson já são adversários bem mais talentosos que praticamente qualquer um que AS pegou... Mas o DJ ainda tem bastante tempo enfrentando os nomes que vem surgindo,então acho que o feito dele pode ser bem maior...

Sério? Mais que Henderson? Mais que Vitor? 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
7 minutos atrás, tiagoluz disse:

Sério? Mais que Henderson? Mais que Vitor? 

Acho que sim... 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora