Entre para seguir isso  
Seguidores 0
Lucão,

Lembre o histórico de problemas de Jon Jones no UFC

8 posts neste tópico

De novo ele: lembre o histórico de problemas de Jon Jones no UFC

Lutador peso-meio-pesado esteve envolvido em vários acidentes de trânsito, foi flagrado outras duas vezes em exames antidoping e destituído do cinturão duas vezes

Por Combate.comRio de Janeiro

Jon Jones, UFC 214, MMA (Foto: Getty Images)Jon Jones está em apuros novamente, mas já passou por maus bocados muitas vezes em sua carreira (Foto: Getty Images)

O histórico de "lambanças" de Jon Jones no UFC é extenso, e foi inclusive tema do vídeo promocional de sua revanche contra Daniel Cormier, que seria sua "oportunidade de redenção". Contudo, como foi revelado na noite de terça-feira, “Bones” pode ter estragado mais uma chance na organização por ter sido flagrado num exame antidoping realizado no dia 28 de julho, véspera do combate contra Cormier no UFC 214, que venceu por nocaute no terceiro round.

Relembre o histórico conturbado de Jones na companhia:

2011: primeiro acidente de trânsito

Ainda antes de conquistar o cinturão dos meio-pesados, Jon Jones bateu seu carro em outro veículo dias antes de enfrentar Ryan Bader no UFC 126. Ele e alguns colegas de equipe escaparam ilesos, segundo o próprio relatou em sua conta no Twitter. Ainda de acordo com ele, a polícia o inocentou de culpa no acidente, apesar de a mulher que dirigia o outro carro ter sido levada de maca para o hospital.

2012: prisão por acidente e embriaguez ao volante

Já com o cinturão havia mais de um ano, o lutador foi preso em Binghamton, Nova York, por suspeita de embriaguez ao volante após bater o carro num poste, em maio de 2012. Ele tinha duas mulheres com ele no carro, e ambas sofreram lesões com o acidente. Liberado pela mãe após pagamento de fiança, Jones foi multado em US$ 1 mil, condenado a pagar o conserto do poste, e perdeu a carteira de motorista por seis meses, além de obrigado a passar por um curso de reciclagem na direção para reaver a carteira.

Jon Jones x Cormier briga pesagem UFC (Foto: Evelyn Rodrigues)Jon Jones golpeia Daniel Cormier após encarada em evento promocional do UFC 178 (Foto: Evelyn Rodrigues)

2014: briga com Daniel Cormier em coletiva

Em agosto de 2014, Jones e Cormier participaram de uma coletiva de imprensa em Las Vegas para promover sua primeira luta, na ocasião marcada para o UFC 178, mas posteriormente adiada por conta de lesões dos dois lutadores. Quando os dois se encararam, “Bones” pressionou sua testa contra a cabeça do rival, que o empurrou para longe. Enfurecido, o então campeão partiu para cima de DC, o derrubou e, com ele, dirigentes do UFC e o backdrop para fotos montado sobre o palco. Os dois foram separados por suas equipes e por seguranças do Ultimate, e terminaram multados pela Comissão Atlética de Nevada - Jones teve de pagar US$ 50 mil e servir 40 horas de serviço comunitário.

2015: primeira falha em exame antidoping

Poucos dias após Jones vencer Cormier pela primeira vez, no UFC 182, foi revelada sua primeira falha de "Bones" num exame antidoping, num teste realizado em dezembro de 2014, por uso de cocaína. Na ocasião, contudo, a Comissão Atlética de Nevada, responsável pelo exame, não o puniu e assumiu a culpa, já que o teste foi realizado fora do período de competição, ainda antes da luta, e portanto o teste para drogas recreativas não deveria ter sido feito. Jones anunciou que se internaria numa clínica de reabilitação para viciados em drogas, mas logo foi revelado que ele passou apenas uma noite na clínica. O então campeão garantiu que não ficou porque “não era um viciado.”

Carro Jon Jones (Foto: KOB TV)Estado do carro de Jon Jones após o acidente em 2015 (Foto: KOB TV)

2015: fuga da cena de acidente, prisão e perda do cinturão

Em abril de 2015, veio o maior escândalo até então envolvendo Jones: em Albuquerque, Novo México, o lutador causou um acidente de trânsito envolvendo três veículos, que deixou ferida uma mulher grávida, que dirigia um dos carros. "Bones" abandonou a cena correndo, e deixou para trás um carro cheio de evidências de seu envolvimento, além de parafernália para consumo de maconha. Poucos dias depois, Jones foi preso e destituído do cinturão dos meio-pesados. Após seu julgamento, foi sentenciado a 18 meses de liberdade condicional, além de multa e 72 horas de serviço comunitário.

2016: violação da condicional e perda da carteira de motorista

Jon Jones voltou a ter problemas com a lei por conta de sua direção em março de 2016. Primeiro, ele foi pego dirigindo em alta velocidade sem habilitação e seguro, mas se livrou de sanções maiores ao concordar em doar US$ 100 a uma ONG de proteção a animais. Dias depois, o lutador foi fichado pela polícia de Albuquerque por violar os termos de sua liberdade condicional, após receber cinco multas por participar de um racha. Em julgamento, Jones escapou de um toque de recolher que o obrigaria a passar as noites na prisão, mas perdeu a carteira de motorista e foi sentenciado a um curso de controle de raiva, nova reciclagem de direção e mais 60 horas de serviço comunitário.

2016: segunda falha em exame antidoping

O lutador voltou ao MMA em abril de 2016, com vitória sobre Ovince St-Preux para conquistar o cinturão interino da categoria, e foi escalado para encarar Cormier no UFC 200. Contudo, quatro dias antes do evento, foi flagrado pela segunda vez num exame antidoping, desta vez pelo uso das substâncias clomifeno e letrozole, ambos bloqueadores de estrogênio. Jones foi novamente destituído do título. Ele comprovou em julgamentos na USADA e na Comissão de Nevada que havia sido vítima da contaminação de um estimulante sexual que ingeriu, mas foi suspenso por um ano por ambas organizações.

Jon Jones coletiva de imprensa UFC Las Vegas MMA (Foto: Evelyn Rodrigues)Jon Jones chora em coletiva de imprensa após ter doping revelado dias antes do UFC 200 (Foto: Evelyn Rodrigues)
    •  

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Lamentável.

Era para ser o Pelé do MMA. Infelizmente, está virando o Maradona...

Mas o que ele fez está feito, com doping ou não...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
31 minutos atrás, LP Ribeiro Silva disse:

Lamentável.

Era para ser o Pelé do MMA. Infelizmente, está virando o Maradona...

Mas o que ele fez está feito, com doping ou não...

Mas aí, infelizmente, fica aquela eterna dúvida se ele conseguiria bater o Cormier sem o doping. Até porque a luta tava bem parelha.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 23/08/2017 at 3:15 PM, LP Ribeiro Silva disse:

Lamentável.

Era para ser o Pelé do MMA. Infelizmente, está virando o Maradona...

Mas o que ele fez está feito, com doping ou não...

falou tudo. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cocaína, para tirar a sensibilidade da dor. Clomifeno e Letrozol para restabelecer o eixo HPTA, Turinabol para entrar turbinado na luta.

Ou seja, sempre jogou turbinado.

 

Sim, vão dizer que sou "hater", mas duvido alguém desmentir as informações acima.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 23/08/2017 at 3:15 PM, LP Ribeiro Silva disse:

Lamentável.

Era para ser o Pelé do MMA. Infelizmente, está virando o Maradona...

Mas o que ele fez está feito, com doping ou não...

Em 25/08/2017 at 0:28 PM, Levison Lima disse:

falou tudo. 

Muito boa sua frase, mesmo, brother. Parabéns.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tá faltando polêmica aí, como ter se escondido do fiscal da USADA debaixo do 8, a dancinha quando quebrou o braço do St-Preux, pagar de bom moço e depois esculachar o DC achando que as câmeras estavam desligadas...

Um marginal talentoso e trapaceiro, cujo desempenho dento do 8 certamente foi favorecido pelas trapaças. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O Jones jogou sujo em quase todas as lutas que ele fez.

O pior é que ele é sujo também como pessoa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0