Entre para seguir isso  
Seguidores 0
Vitor Azevêdo

Josh Grispi recebe sentença em caso de violência doméstica

1 post neste tópico

O julgamento do lutador americano Josh Grispi, ex-UFC e WEC, acabou neste fim de semana. O atleta, que chegou a ser escalado para desafiar José Aldo em 2011, foi sentenciado a cinco anos e meio de encarceramento num instituto correcional, além de cinco anos de liberdade condicional, após ser julgado culpado num caso que envolveu violência doméstica, uso de drogas e posse de armas, de acordo com o site "Hingham Patch", com informações da Procuradoria Geral do condado de Plymouth, no estado de Massachussets, nos EUA.

Grispi estava preso desde agosto de 2014, quando a polícia foi chamada duas vezes à sua casa em menos de uma semana por acusações de violência doméstica contra sua esposa, Kaitlyn. Um policial envolvido no caso declarou à imprensa local que era "o pior caso de violência doméstica que eu já vi". O lutador estava preso sem direito a fiança desde então.

Josh Grispi, 28, já foi considerado uma promessa no MMA. Ele venceu 14 de suas primeiras 15 lutas, incluindo quatro no extinto WEC, e foi escalado como desafiante na primeira defesa de cinturão de José Aldo no UFC, marcada para 1º de janeiro de 2011. O brasileiro, contudo, se lesionou às vésperas do evento e foi substituído por Dustin Poirier, que o derrotou. Foi o início de uma sequência de quatro derrotas de Grispi, que não luta desde um revés contra Andy Ogle em fevereiro de 2013.

 

joshgrispi_get.jpg

 

 

http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2017/06/curtinha-josh-grispi-recebe-sentenca-em-caso-de-violencia-domestica.html

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0