Lucão,

Mãe de Jon Jones, morre aos 55 anos de idade, vítima de diabetes

10 posts neste tópico

14/06/2017 11h00 - Atualizado em 14/06/2017 13h45

Mãe de Jon Jones, Camille, morre aos 55 anos de idade, vítima de diabetes

Irmão mais velho do lutador e atleta da NFL, Arthur, postou uma mensagem em suas redes sociais lamentando o ocorrido e lembrando sua irmã, Carmen, também falecida

Por Combate.comIndianápolis, EUA

A vida de Jon Jones não tem sido fácil. Após ter tido problemas com a Justiça americana e de ter sido suspenso por doping, o ex-campeão do peso-meio-pesado do UFC sofreu mais um duro golpe no último domingo. Sua mãe, Camille, que vinha lutando contra a diabetes, faleceu aos 55 anos de idade. O lutador não se pronunciou publicamente, mas seu irmão mais velho, Arthur, que atua no Indianapolis Colts, time de futebol americano da NFL - a liga profissional do esporte nos EUA - postou em suas redes sociais uma mensagem dando conta do ocorrido.

Jon Jones, os pais e os irmãos Chandler e Arthur Jones UFC (Foto: Reprodução / Instagram)Camille Jones, ao centro, cercada pelos filhos Jon, Chandler e Arthur, e pelo marido (Reprodução: Instagram)



- Mãe, eu te amo muito! É difícil aceitar o fato de que minha mãe não está mais comigo. Ela foi se encontrar com a minha irmã no céu. Chega de dor e sofrimento. Obrigado por me fazer o homem que eu sou hoje. Os próximos dias serão os píores da minha vida. Rezem por nossa família - escreveu Arthur. A irmã de Jon, Arthur e Chandler (o terceiro irmão, e jogador do Arizona Cardinals, também da NFL), Carmen, morreu em 2002, vítima de câncer no cérebro.

As complicações da diabetes afastaram Camille das lutas de Jon Jones. Após perder a visão, a mãe do atleta já não podia mais acompanhar o filho no UFC, como fazia desde o começo de sua carreira no evento. 

Daniel Cormier e Jon Jones disputam o cinturão da categoria peso-meio-pesado no dia 29 de julho, no UFC 214, em Anaheim, na Califórnia. Os lutadores já se enfrentaram em janeiro de 2015, no UFC 182, e Bones levou a melhor por decisão unânime.

UFC 214
29 de julho, em Anaheim (EUA)
CARD DO EVENTO (até o momento):
Peso-meio-pesado: Daniel Cormier x Jon Jones
Peso-pena: Cris Cyborg x Adversária a ser anunciada
Peso-galo: Renan Barão x Aljamain Sterling
Peso-meio-pesado: Jimi Manuwa x Volkan Oezdemir
Peso-pena: Ricardo Lamas x Jason Knight
Peso-pena: Andre Fili x Adversário a ser anunciado
Peso-leve: Sage Northcutt x Claudio Puelles
peso-palha: Kailin Curran x Aleksandra Albu
Peso-leve: Josh Burkman x Drew Dober
Peso-mosca: Jarred Brooks x Eric Shelton
Peso-pesado: Dmitri Smoliakov x Adam Wieczorec
Peso-pena: Brian Ortega x Renato Moicano

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sem duvida alguma o pior golpe que ele poderia levar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

55 anos? Meus pesames muito jovem

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

luta comprometida... emocionalmente

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A vida é trem bala, parceiro. Abrace os seus enquanto estiverem aqui. Meus sentimentos. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
8 hours ago, Lucão, said:

14/06/2017 11h00 - Atualizado em 14/06/2017 13h45

Mãe de Jon Jones, Camille, morre aos 55 anos de idade, vítima de diabetes

Irmão mais velho do lutador e atleta da NFL, Arthur, postou uma mensagem em suas redes sociais lamentando o ocorrido e lembrando sua irmã, Carmen, também falecida

Por Combate.comIndianápolis, EUA

A vida de Jon Jones não tem sido fácil. Após ter tido problemas com a Justiça americana e de ter sido suspenso por doping, o ex-campeão do peso-meio-pesado do UFC sofreu mais um duro golpe no último domingo. Sua mãe, Camille, que vinha lutando contra a diabetes, faleceu aos 55 anos de idade. O lutador não se pronunciou publicamente, mas seu irmão mais velho, Arthur, que atua no Indianapolis Colts, time de futebol americano da NFL - a liga profissional do esporte nos EUA - postou em suas redes sociais uma mensagem dando conta do ocorrido.

Jon Jones, os pais e os irmãos Chandler e Arthur Jones UFC (Foto: Reprodução / Instagram)Camille Jones, ao centro, cercada pelos filhos Jon, Chandler e Arthur, e pelo marido (Reprodução: Instagram)



- Mãe, eu te amo muito! É difícil aceitar o fato de que minha mãe não está mais comigo. Ela foi se encontrar com a minha irmã no céu. Chega de dor e sofrimento. Obrigado por me fazer o homem que eu sou hoje. Os próximos dias serão os píores da minha vida. Rezem por nossa família - escreveu Arthur. A irmã de Jon, Arthur e Chandler (o terceiro irmão, e jogador do Arizona Cardinals, também da NFL), Carmen, morreu em 2002, vítima de câncer no cérebro.

As complicações da diabetes afastaram Camille das lutas de Jon Jones. Após perder a visão, a mãe do atleta já não podia mais acompanhar o filho no UFC, como fazia desde o começo de sua carreira no evento. 

Daniel Cormier e Jon Jones disputam o cinturão da categoria peso-meio-pesado no dia 29 de julho, no UFC 214, em Anaheim, na Califórnia. Os lutadores já se enfrentaram em janeiro de 2015, no UFC 182, e Bones levou a melhor por decisão unânime.

UFC 214
29 de julho, em Anaheim (EUA)
CARD DO EVENTO (até o momento):
Peso-meio-pesado: Daniel Cormier x Jon Jones
Peso-pena: Cris Cyborg x Adversária a ser anunciada
Peso-galo: Renan Barão x Aljamain Sterling
Peso-meio-pesado: Jimi Manuwa x Volkan Oezdemir
Peso-pena: Ricardo Lamas x Jason Knight
Peso-pena: Andre Fili x Adversário a ser anunciado
Peso-leve: Sage Northcutt x Claudio Puelles
peso-palha: Kailin Curran x Aleksandra Albu
Peso-leve: Josh Burkman x Drew Dober
Peso-mosca: Jarred Brooks x Eric Shelton
Peso-pesado: Dmitri Smoliakov x Adam Wieczorec
Peso-pena: Brian Ortega x Renato Moicano

Muito triste mesmo. Meus sentimento. .. sem dúvida uma dor difíci de superar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Difícil ele aguentar a barra com uma luta tão próxima... não há ser humano capaz de manter o mesmo rítimo e motivação no treino quando recebe uma notícia dessa.

Lamentável, se eu fosse ele pedia a luta lá pra setembro, talvez lá ele esteja com uma cabeça melhor.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não Morro de amores por ele mas que DEus conforte ele é a família,  meus sinceros sentimentos 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Foda cara, esse tipo de coisa nos faz querer ir embora desse mundo nonsense.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora