Entre para seguir isso  
Seguidores 0
Eder Jofre55

Woodley :prefiro Diaz ou GSP ,acho que Demian não é valorizado

33 posts neste tópico

Woodley sonha lutar com Diaz e GSP, e acha que Demian não é valorizado

Campeão dos meio-médios do UFC, no entanto, também critica Georges St-Pierre por ter preferido enfrentar Michael Bisping a voltar para a divisão que já dominou

Por Combate.com

Admirador e crítico. Esse é o duplo papel de Tyron Woodley, atual campeão dos pesos-médios do UFC, com relação a Georges St-Pierre. O canadense, que dominou a categoria por muitos anos, é visto como a luta dos sonhos por Woodley, que não teria dúvidas em escolher enfrentá-lo antes de qualquer outro adversário. Para o dono do cinturão, no entanto, St-Pierre foi infeliz, ou, em suas palavras, "fez uma opção covarde" ao preferir disputar o cinturão dos pesos-médios contra Michael Bisping ao invés de tentar retomar o cinturão que já foi seu diante de Woodley e seu retorno ao UFC.

- Georges St-Pierre sempre será a melhor luta que eu poderei ter, não importa a bolsa ou a cidade. Pode ser em Montreal, pode ser por US$ 100 mil. Seja na situação que for, será sempre a melhor luta. Ele foi o melhor do mundo. Se ainda quiser competir, seu nome sempre estará na minha cabeça. Jamais poderei dizer que sou o melhor do mundo sabendo que ele ainda quer lutar.

Seu nome terá sempre preferência sobre qualquer outro. Hoje eu sou o melhor peso-meio-médio do mundo, e acho que Georges St-Pierre deveria ter voltado para lutar comigo, na nossa categoria. Lutar contra Michael Bisping, na minha opinião, foi uma opção covarde, para enfrentar um cara que não tem a habilidade de deixá-lo inconsciente, como eu, Johnny Hendricks ou Robbie Lawler temos. Foi por isso que ele quis subir de categoria - disse o lutador, em entrevista ao programa "MMA Hour".

Além de St-Pierre, outro nome que chama a atenção do campeão é Nick Diaz. Para Woodley, o legado e a força de Diaz como lutador e o seu jeito autêntico, que arrasta fãs por todo o planeta, fariam da luta entre os dois um espetáculo que agradaria em cheio ao público do MMA, além de poder dar ao atual campeão a sua primeira grande rivalidade no esporte.

- Uma luta interessante, que poderia produzir talvez a minha primeira grande rivalidade, com tensão na coletiva de imprensa, seria contra Nick Diaz. Na minha opinião, ele está entre os cinco maiores pesos-meio-médios da história, por tudo que fez pelo esporte, e como mantém o interesse das pessoas sobre si. Ele sempre foi ele mesmo, e depois se tornou um personagem verdadeiro. Ele pode ser assim sempre, porque aquele é ele mesmo. Eu o respeito e respeito o que ele fez pelo MMA. Essa é outra luta que me anima. Não vejo como vencer Demian Maia colocaria um brilho a mais no meu cinturão, como vencer esses dois colocaria.

Mas e quanto a Demian Maia? Para Tyron Woodley, o brasileiro não tem o crédito que merece, muito por conta da cultura do MMA, que não valoriza o seu estilo de luta e nem o jiu-jítsu como pedra fundamental do UFC.

- Agora, verdade seja dita: Demian Maia tem 19 vitórias no UFC, não é isso? Esse cara levou uma luta contra Anderson Silva para a decisão. Ele conseguiu sete vitórias seguidas. Como se consegue fazer isso sem que haja um estardalhaço? Já pensou nisso? Esse é o nosso esporte. Nosso esporte não permite que o jiu-jítsu, que é a pedra fundamental do UFC, seja valorizado. Seu estilo não é respeitado, não é algo que as pessoas queiram ver. Foi por isso que ele conseguiu sete vitórias seguidas contra os tops da categoria e não teve nenhum crédito. A culpa não é minha, não fui em quem fiz isso.

Para Tyron Woodley, se Stephen Thompson o tivesse vencido e fosse o atual campeão, não há dúvida de que George St-Pierre teria escolhido enfrentá-lo, por ser uma luta que o campeão define como sendo "a mais segura para o seu retorno".

- Se Stephen Thompson tivesse me vencido, garanto que a luta de retorno de GSP ao UFC seria contra ele, que tem o mesmo estilo de lutador de caratê que ele já viu um milhão de vezes, que treinou com ele, que não tem o poder de nocautear com um só golpe, e que não vai finalizá-lo e nem defender suas tentativas de queda. Seria a luta mais segura possível. Por isso me surpreendeu que Georges tenha decidido subir de categoria para enfrentar um cara que vem vencendo suas lutas, um campeão dominante e que quer fazer uma luta interessante. Fiquei surpreso. Mas seu eu tiver que enfrentar Demian Maia ou Georges St-Pierre, qualquer um deles terá o que merece contra mim. Estou muito feliz por estar aonde estou.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Achei válido tudo que ele falou, e mostrou respeito pelo Demian, Diaz e GSP

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Alguém precisa, urgentemente, tirar o cinturão do Bisping, Woodley e Conor.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

a verdade é se não aguenta peida, que conversa é esta, minha opinião é que o woodly ta sem plano para ganhar na mão do Demian e quer frustrar a luta, ele está com a nítida certeza de que a cinta já era e como mal defendeu , não tem chance nenhuma de revanche, ta querendo se criar no gógó lutar que é bom nada, ganhou na sorte do Lawler, e lutou com um wonderboy 60%, agora vem falar que o Demian é desvalorizado blá blá blá, o medo está tomando conta do campeão meio médio, a verdade é esta.a mão não vai entrar e vai cansar e o demian vai finalizar, este é o enredo da luta podem escrever.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado (editado)

Tá com medo!! Análise do Discurso!

Editado por Lumberjack

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Começou a palhaçada! Não têm quase mais nenhum campeão no UFC que não fique enrolando e escolhendo luta!

O MCGregor abriu um precedente horrível. Passou da hora do UFC ser mais enérgico e obrigar os caras a defenderem o cinturão com quem eles mandarem, e na hora que mandarem. Tá ridículo isso!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fico pensando se caras como Woodley e mesmo Holloway, que não são nenhuma unanimidade, percebem que não tem toda essa luz própria que pensam ter. Lembram das conversas do Alvarez quanto tirou o cinturão do Rafael? Para mim isso é algum tipo de esquizofrenia coletiva. Os caras realmente começam a falar para ver se a coisa se materializa. Nisso nossas culturas são muito distantes, fica até difícil julgar colocando-se no lugar deles.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O woodley já está enchendo o saco com esse papo

Esse cara é um covarde lutando, só anda pra trás e ganha lutas em decisões divididas

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Woodley fez duas defesas de cinturão mto chatas. Tomara q perca logo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

ganhou na sorte do Lawler

Ah para cara!

Ta querendo ganhar o Ibost de Maio?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado (editado)

Essa porra de querer ficar escolhendo ta enchendo o saco.

Coisa de lutador que não se garante.

Editado por Luiz Pareto

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Os caras pensam primeiro no $$$$ e depois nos desafios...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O cara a ser o desafiante do momento é o demian por isso a proposta pra lutar com ele deveria ser maior do que uma proposta pra enfrentar o GSP ou o diaz, então acho que o problema maior tá na oferta do UFC, que não valoriza quem tá por cima e sim quem vende mais.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0