Fabri

Ruas e Eugênio dão suas versões do dia em que Rickson desafiou a LL

Recommended Posts

Concordando! Pq os caras tinham contestado quando eu falei isso

Ah, tá!

É que eu costumo ficar até surpreso quando alguém concorda comigo...........kkkkkkkkkkk

Abraços.

Share this post


Link to post
Share on other sites

MV8, Há 2 Rickson Gracie, ou 2 fases dele, se vc preferir. Há o Rickson dos anos 80, que enfrentou na maioria das vezes de graça quem pintou pela frente. Ele saiu na mão 2 vezes o CARA da LL, o Hugo Duarte. O Rickson mitológico e "imbatível" dos anos 90 em diante é outro. Esse sim merece críticas e jamais enfrentou quem tivesse a chance de desbancar sua aura. De qualquer forma, não se pode usar uma fase para justificar outra. O Rickson dos anos 80 não era o marketeiro que surgiu de 1995 para cá.

Há questões que não se resolvem com informações nos googles da vida. Se vc encontrar revistas antigas, verá declarações até mesmo do Ruas a respeito da dificuldade de se criar um evento de Vale Tudo nos anos 80 (ele não só reclama disso, mas também da geladeira em que foi colocado). Raras foram as lutas oficiais, até pq pouca gente tinha acesso ao Vale Tudo. É só vc ver que quase não houve eventos. Os caras resolviam as diferenças nos desafios a portas fechadas. Qualquer um que critica isso o faz pq não tem ideia do que foi a época ou tem má vontade em entender que aquilo foi o que tornou possível a existência de eventos como o UFC.

Sobre os desafios, há um equívoco no que vc disse. Mas a culpa não é sua. Na internet, o que dizem é que a rivalidade JJ vs LL começou com o desafio de 84, mas isso não é verdade. O que gerou toda a treta foi a briga do aluno do Flávio Molina com o Charles Gracie e, principalmente, a retaliação feita pelo Rolls. O evento de 84 saiu disso e, na verdade, foi mais JJ contra outras artes do que contra a LL, até pq Marco Ruas nunca se considerou um representante de uma única arte e a vitória do JJ saiu em cima da luta contra o Bruce Lúcio, que nada tinha a ver com a LL. É claro que enfrentar adversários como Pinduka e Renan Pitanguy ajudou a inflamar, mas a rivalidade já estava estabelecida e a única luta realmente ligada com a rivalidade inicial foi Molina vs Marcelo Behring.

De qualquer forma, lá vai a estória do desafio: o Molina teve a academia invadida e, ao defender o aluno que agrediu o Charles, gerou uma porradaria geral, em que Rolls e cia causaram um massacre. Tempos depois, o Flávio quis dar o troco e, com o Rolls morto, desafiou o Rickson. O Gracie desdenhou o talento do Molina e disse que, se ele fosse capaz de derrotar seu aluno Marcelo Behring, ele se provaria digno de enfrentá-lo. Como o Molina foi rapidamente massacrado, a estória morreu, deixando rusgas, é claro.

Tirando isso, os grandes desafios da LL vs JJ nos anos 80 ocorreram nos desafios. Aí sim havia a participação direta dos Gracie. Foi aí que rolaram os desafios do Rickson à LL e ao Ruas, foi aí que a porrada comeu entre o Gracie e o Hugo, foi aí que houve a porradaria entre Eugênio e Royler. O principal da rivalidade envolvendo os Gracie nos anos 80 está aí. Não houve eventos. O desafio de 91 reacendeu a rivalidade, mas foi um desafio feito pelo Wallid. O Rickson não tem nada a ver com isso.

Outra questão: o que vc disse sobre o Ruas (de não poder adivinhar que não haveria UFC) apenas confirma o que eu disse. Por muito pouco, ele não ficou esquecido na história. Sobre a consagração ao ter como provar que derrotou o Rickson em um desafio, é claro que ele sabia que isso ocorreria. Hugo Duarte dizia que falar em Rickson Gracie nos anos 80 era algo assustador. Eu, como disse, não julgo o Ruas por querer ser ultra profissional naquela época, mas repito que ele sabia sim a repercussão que a fita teria e, eu, em seu lugar, teria lutado. Mas isso é opinião minha apenas, sem julgamentos. O que importa é que o Gracie dos anos 80 desafiou geral. Aceitou quem quis.

Sobre o tal desafio que o Hélio fez, o velho mestre educadamente desafiou o Ruas e disse o valor do filho (se vc ler entrevistas do Ruas, o mesmo sempre foi muito respeitoso com o Hélio). Quem informou que um valor como aquele era esperado para bancar todo o evento foi o Ruas. Não houve isso de se esconder atrás de bolsa. O Hélio não sabia quanto queriam investir no evento. De qualquer forma, rolou a possibilidade de haver o desafio a portas fechadas. Então, vc pode achar a postura do Ruas correta. E não está errado. O cara queria ser profissional. Na minha opinião, ele poderia ter aceitado e isso poderia abrir portas enormes. Mas o que importa é que, considerando a possibilidade do desafio certa ou errada, não se pode dizer que o Gracie se escondeu atrás de bolsa, até pq foi proposto o desafio. É claro que se fosse o Royce ou o Renzo, eles provavelmente aceitariam um valor menor pela luta, mas aí é postura deles. Caso não aceitassem, iriam propor o desafio também, como participaram de centenas no passado. Mas o que eu quero dizer é que o Rickson daquela época não vivia atrás de bolsas milionárias. Naquela época pré Rickson marketeiro, ele até tinha seu preço, mas não era o absurdo dos anos seguintes e, se não rolasse, havia o desafio. Vc citou o Royce e o Renzo como exemplos da filosofia de se aceitar um evento, mesmo não recebendo o valor que eles desejavam. Da mesma forma que se pode fazer isso, pode-se citar os caras como Hugo e Eugênio, que teriam aceitado o desafio.

Aliás, vale lembrar que o Rickson lutaria no UFC em seus primórdios, lá para 1994. A ideia era essa. Não rolou por conta da briga com o Rórion, que praticamente escravizou o Royce. Renzo e Ryan comprovam isso, bastando ver o documentário "Gracies: o berço do Vale Tudo". Ou, se preferir, o livro da Reyla.

Então, o Rickson não foi campeão do UFC por culpa do Rórion, mas foi campeão do Japão Open. Aí vc pode pensar: "-Ah, mas os caras que o Rickson pegou em 1994 eram fracos demais". Tudo bem, mas que grande desafio ele teria se tivesse lutado no UFC 2 (que era o programado)? E vamos ver uma coisa importante. No Japão Open seguinte, por muito pouco o Rickson não enfrentou o finalista do UFC 1 Gerard Gordeau, que foi derrotado antes pelo Nakai.

Por isso que eu insisto: o Rickson imortal e inatingível de 95 em diante merece todas as crítica sim. Mas não se pode comparar esse Rickson com aquele dos anos 80. O Gracie dos anos 80 era um guerreiro muito digno. Lembre-se: não diminuí o Ruas em nenhum momento (acho que ele deveria ter aceitado o desafio, mas não critico sua recusa e seu profissionalismo) e não defendo o Rickson caozada de 95 para cá. Mas defendo sim o Rickson dos anos 80 e comecinho dos anos 90. Aquele Rickson era digno.

Abraços.

Rama, não tem como mano! Naquela época não existia UFC, não tinha YouTube, como o Ruas ia se consagrar num treino a portas fachadas? Ia ficar andando pra cima e pra baixo andando com uma fita VHS debaixo do braço oferecendo a quem tivesse um vídeo cassete? E naquela época nem era todo mundo que tinha vídeo cassete. E olha que eu nem tô considerando que podia rolar sacanagem a portas fechadas, eu tô dando um voto de confiança que o Ruas ia chegar na academia Gracie, ser bem recebido, sair na mão e tudo ficar numa boa (e até acredito nisso)!

Só olhar o que aconteceu com o cara que venceu o Rickson no Sambo. Quantos anos o cara não ficou esquecido?

E definitivamente o Hugo NÃO era o cara da LL na época! Hugo tinha uns 20 anos ou menos! O próprio Rickson já disse que não sabia quem ele era.

Consagração seria vencer o Rickson num evento! Aí sim, talvez saísse no jornal, seguindo lógica da época Ruas poderia montar uma acadêmia e fazer dinheiro dando aula.

A história que eu sei do UFC é que quando os cascas começaram a chegar o Rickson correu pro Japão!

Royce tá aí. Ainda esse ano enfrentou o Ken Shamrock, Rickson era jovem, saudável e fugiu do Marco, Bas, Sakuraba e sabe se lá mais quem!

O que eu disse é que se a treta tivesse sido com Royce, Renzo ou até Royler a luta tinha saído. Como foi com o Rickson, nunca saiu.

E repito que Rickson chegou grandão metendo a mão na cara do Hugo mas nunca fez isso com o Ruas! Por que será...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ah, tem uma coisa que eu não sabia sobre o começo da rivalidade LL vs JJ.

Eu disse que começou quando um aluno do Molina agrediu o Charles Gracie (e teria dito: " - Isso é por vc ser um Gracie", segundo o Renzo). Aí, o Rolls foi lá na academia do Molina para pegar o cara. O Molina não deixou e foi a carnificina que entrou para a história.

Porém, revendo uns tópicos antigos do PVT, me deparei com um de 2013, aberto pelo Magapi, em que o Mestre Lawyer explicou que houve algo antes. O aluno do Molina se chamava Marinho Dumar. Em um carnaval de Teresópolis, o Rillion Gracie mexeu com uma gata, sem saber que a mesma era namorada do Marinho. Este, puto, partiu para a porrada e foi apagado pelo Gracie. Depois d eum tempo, o Marinho viu o Charles na rua e aí sim ocorreu a situação que narrei.

Abraços.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ah, tem uma coisa que eu não sabia sobre o começo da rivalidade LL vs JJ.

Eu disse que começou quando um aluno do Molina agrediu o Charles Gracie (e teria dito: " - Isso é por vc ser um Gracie", segundo o Renzo). Aí, o Rolls foi lá na academia do Molina para pegar o cara. O Molina não deixou e foi a carnificina que entrou para a história.

Porém, revendo uns tópicos antigos do PVT, me deparei com um de 2013, aberto pelo Magapi, em que o Mestre Lawyer explicou que houve algo antes. O aluno do Molina se chamava Marinho Dumar. Em um carnaval de Teresópolis, o Rillion Gracie mexeu com uma gata, sem saber que a mesma era namorada do Marinho. Este, puto, partiu para a porrada e foi apagado pelo Gracie. Depois d eum tempo, o Marinho viu o Charles na rua e aí sim ocorreu a situação que narrei.

Abraços.

Essa rivalidade vem desde os anos 30, na verdade

Share this post


Link to post
Share on other sites

Rama, não tem como mano! Naquela época não existia UFC, não tinha YouTube, como o Ruas ia se consagrar num treino a portas fachadas? Ia ficar andando pra cima e pra baixo andando com uma fita VHS debaixo do braço oferecendo a quem tivesse um vídeo cassete? E naquela época nem era todo mundo que tinha vídeo cassete. E olha que eu nem tô considerando que podia rolar sacanagem a portas fechadas, eu tô dando um voto de confiança que o Ruas ia chegar na academia Gracie, ser bem recebido, sair na mão e tudo ficar numa boa (e até acredito nisso)!

Só olhar o que aconteceu com o cara que venceu o Rickson no Sambo. Quantos anos o cara não ficou esquecido?

E definitivamente o Hugo NÃO era o cara da LL na época! Hugo tinha uns 20 anos ou menos! O próprio Rickson já disse que não sabia quem ele era.

Consagração seria vencer o Rickson num evento! Aí sim, talvez saísse no jornal, seguindo lógica da época Ruas poderia montar uma acadêmia e fazer dinheiro dando aula.

A história que eu sei do UFC é que quando os cascas começaram a chegar o Rickson correu pro Japão!

Royce tá aí. Ainda esse ano enfrentou o Ken Shamrock, Rickson era jovem, saudável e fugiu do Marco, Bas, Sakuraba e sabe se lá mais quem!

O que eu disse é que se a treta tivesse sido com Royce, Renzo ou até Royler a luta tinha saído. Como foi com o Rickson, nunca saiu.

E repito que Rickson chegou grandão metendo a mão na cara do Hugo mas nunca fez isso com o Ruas! Por que será...

Mano, o Rickson ter dito que não conhecia o Hugo não quer dizer nada... Você realmente acha que os Gracie's têm esse histórico de valorizar seus "inimigos", ainda mais os rivais da Luta Livre???

Hugo era sim um dos maiores nomes da época, e isso eu afirmo. Eu era bastante novo na época, mas já acompanhava as lutas, e ele já era um cara conhecido.

E outra...mano, mesmo esse confronto sendo a portas fechadas, pode ter certeza que seria amplamente falado e repercutido não só na época, como seria até hoje. Todos os expoentes da época saberiam disso, tanto no pré-combate, quanto do pós.

Você viu algum vídeo do mano a mano Wallid Ismail Vs. Edson Baiano?? Ninguém nunca viu, mas quem é das antigas sabe tudo o que aconteceu lá... Assim como Wallid Ismail Vs. Vitor Belfort.

Minha opinião particular: Ruas deveria ter aceitado esse combate, mas quem sou eu pra dar tal palpite...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mano, o Rickson ter dito que não conhecia o Hugo não quer dizer nada... Você realmente acha que os Gracie's têm esse histórico de valorizar seus "inimigos", ainda mais os rivais da Luta Livre???

Hugo era sim um dos maiores nomes da época, e isso eu afirmo. Eu era bastante novo na época, mas já acompanhava as lutas, e ele já era um cara conhecido.

E outra...mano, mesmo esse confronto sendo a portas fechadas, pode ter certeza que seria amplamente falado e repercutido não só na época, como seria até hoje. Todos os expoentes da época saberiam disso, tanto no pré-combate, quanto do pós.

Você viu algum vídeo do mano a mano Wallid Ismail Vs. Edson Baiano?? Ninguém nunca viu, mas quem é das antigas sabe tudo o que aconteceu lá... Assim como Wallid Ismail Vs. Vitor Belfort.

Minha opinião particular: Ruas deveria ter aceitado esse combate, mas quem sou eu pra dar tal palpite...

Wallid x Belfort? Dessa eu não sabia

Share this post


Link to post
Share on other sites

Rama, não tem como mano! Naquela época não existia UFC, não tinha YouTube, como o Ruas ia se consagrar num treino a portas fachadas? Ia ficar andando pra cima e pra baixo andando com uma fita VHS debaixo do braço oferecendo a quem tivesse um vídeo cassete? E naquela época nem era todo mundo que tinha vídeo cassete. E olha que eu nem tô considerando que podia rolar sacanagem a portas fechadas, eu tô dando um voto de confiança que o Ruas ia chegar na academia Gracie, ser bem recebido, sair na mão e tudo ficar numa boa (e até acredito nisso)!

Só olhar o que aconteceu com o cara que venceu o Rickson no Sambo. Quantos anos o cara não ficou esquecido?

E definitivamente o Hugo NÃO era o cara da LL na época! Hugo tinha uns 20 anos ou menos! O próprio Rickson já disse que não sabia quem ele era.

Consagração seria vencer o Rickson num evento! Aí sim, talvez saísse no jornal, seguindo lógica da época Ruas poderia montar uma acadêmia e fazer dinheiro dando aula.

A história que eu sei do UFC é que quando os cascas começaram a chegar o Rickson correu pro Japão!

Royce tá aí. Ainda esse ano enfrentou o Ken Shamrock, Rickson era jovem, saudável e fugiu do Marco, Bas, Sakuraba e sabe se lá mais quem!

O que eu disse é que se a treta tivesse sido com Royce, Renzo ou até Royler a luta tinha saído. Como foi com o Rickson, nunca saiu.

E repito que Rickson chegou grandão metendo a mão na cara do Hugo mas nunca fez isso com o Ruas! Por que será...

MV8,

O cara que lutou com o Rickson no Sambo cagava e andava para esse lance de Vale Tudo, MMA, cartel de lutas, ficar famosão, faturar com essa vitória etc. Ele jamais ligou para isso, jamais tentou se promover com isso. Para ser sincero, nem sei se houve registro em vídeo do combate. O cara, aos 40 segundos, deu um Uchi mata e venceu a luta com a queda. Para ele, foi uma luta apenas. tanto é que, tirando o povo do Sambo, ninguém de fora jamais saberia quem é o Tripp se não fosse essa luta. A prova cabal de que o cara não estava nem aí para isso, nem para grana nem nada é que o Rickson o desafiou para uma luta de Vale Tudo e ele nem quis saber de papo. Holofote não era o interesse do Tripp.

Cara, o Hugo só não era o CARA se vc estiver falando em Beto Leitão e outras lendas. Estou falando em nível de atleta competitivo. Ele era, no mínimo, o grande nome dos pesados. É complicado o Hugo ser um ninguém em 88 e se tornar o general da Luta Livre em 91.

Vc falou na idade do Hugo. A idade não quer dizer muita coisa. O Rickson, com 23, era o CARA do jiu-jítsu, assumindo o posto deixado pelo Rolls.

Novamente, vc compara o Rickson guerreiro dos anos 80 com o Rickson marketeiro. Antes de viver "da aura de imbatível", ele lutou com quem tinha disponível, desafiou quem tinha disponível e o Ruas estava no bolo. Com relação à briga com o Hugo na praia, acho que os relatos por si só já explicam os motivos das brigas. Rickson foi ao Boqueirão e desafiou. Vc acreditando ou não que o Ruas foi desafiado junto, não tem como negar que não houve atrito direto com o Gracie. Quem bateu de frente, pediu tempo para treinar e quis incluir o nome na listinha do Hélio foi o Hugo. A treta passou a ser com o Hugo. O Ruas nada tem a ver com isso.

A estória que te contaram sobre o Rickson no UFC é falsa. Ryan e Renzo comprovam isso. O livro da Reila comprova isso. E olha que a Reila não fez o livro para defender o Hélio e seus filhos. Mas a putaria do Rorion foi tão grande que ela fez questão de mostrar que o Rickson foi sacaneado pelo irmão. Converse com gente das antigas, pessoas que viram isso de perto, procure em sebos revistas antigas com entrevistas de gente do meio e vc saberá a realidade.

Sobre um desafio com o Ruas, já estamos falando de 1988 para cá. Até eu, que vivia em Rocha Miranda, tinha videocassete. Havia várias formas de se promover. Se daria certo ou não, é algo para se especular. Lembrando que há o caso do Eugênio. Vamos pegar duas lutas famosas dele: a do desafio de 84 e a briga com o Royler a portas fechadas. Em todos os ambientes de JJ que eu entrei, a briga com o Royler é, de longe, mais famosa. E nem precisou ser em um evento. A questão é que o sucesso seria especulativo. mesmo em um evento na época, só chamaria a atenção para os praticantes de luta. E o que eu quis dizer é que, vencendo o Rickson em um desafio, o Ruas poderia ter mudado a história.

Pessoalmente, acho que em 88 daria Rickson. De 95 para cá, aí acho que a diferença de tamanho pesaria mais a favor do Ruas, pois ele ficou um monstro de grande.

Abraços.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mano, o Rickson ter dito que não conhecia o Hugo não quer dizer nada... Você realmente acha que os Gracie's têm esse histórico de valorizar seus "inimigos", ainda mais os rivais da Luta Livre???

Hugo era sim um dos maiores nomes da época, e isso eu afirmo. Eu era bastante novo na época, mas já acompanhava as lutas, e ele já era um cara conhecido.

E outra...mano, mesmo esse confronto sendo a portas fechadas, pode ter certeza que seria amplamente falado e repercutido não só na época, como seria até hoje. Todos os expoentes da época saberiam disso, tanto no pré-combate, quanto do pós.

Você viu algum vídeo do mano a mano Wallid Ismail Vs. Edson Baiano?? Ninguém nunca viu, mas quem é das antigas sabe tudo o que aconteceu lá... Assim como Wallid Ismail Vs. Vitor Belfort.

Minha opinião particular: Ruas deveria ter aceitado esse combate, mas quem sou eu pra dar tal palpite...

Raphael, acho que o Hugo na época tinha se muito uns 19 pra 20 anos, quais eram as conquistas dele nessa época que eu procurei e não achei? Nunca tinha lutado vale tudo, será que já tinha vencido pelo menos algum campeonato de LL?

Você deu um ótimo exemplo com essa do Edson vs. Wallid! Ainda hoje existem duas versões e ninguém sabe a verdade! Wallid vs. Belfort eu nunca ouvi falar! Se Ruas tivesse saído na mão com o Rickson a portas fechadas era capaz de ter 2 histórias até hoje ou ninguém saber.

Alias se Ruas vencesse o Rickson a portas fechadas ia virar inimigo mortal dos Gracie! Duvido que Rorion deixava ele lutar o UFC!

Share this post


Link to post
Share on other sites

MV8,

O cara que lutou com o Rickson no Sambo cagava e andava para esse lance de Vale Tudo, MMA, cartel de lutas, ficar famosão, faturar com essa vitória etc. Ele jamais ligou para isso, jamais tentou se promover com isso. Para ser sincero, nem sei se houve registro em vídeo do combate. O cara, aos 40 segundos, deu um Uchi mata e venceu a luta com a queda. Para ele, foi uma luta apenas. tanto é que, tirando o povo do Sambo, ninguém de fora jamais saberia quem é o Tripp se não fosse essa luta. A prova cabal de que o cara não estava nem aí para isso, nem para grana nem nada é que o Rickson o desafiou para uma luta de Vale Tudo e ele nem quis saber de papo. Holofote não era o interesse do Tripp.

Cara, o Hugo só não era o CARA se vc estiver falando em Beto Leitão e outras lendas. Estou falando em nível de atleta competitivo. Ele era, no mínimo, o grande nome dos pesados. É complicado o Hugo ser um ninguém em 88 e se tornar o general da Luta Livre em 91.

Vc falou na idade do Hugo. A idade não quer dizer muita coisa. O Rickson, com 23, era o CARA do jiu-jítsu, assumindo o posto deixado pelo Rolls.

Novamente, vc compara o Rickson guerreiro dos anos 80 com o Rickson marketeiro. Antes de viver "da aura de imbatível", ele lutou com quem tinha disponível, desafiou quem tinha disponível e o Ruas estava no bolo. Com relação à briga com o Hugo na praia, acho que os relatos por si só já explicam os motivos das brigas. Rickson foi ao Boqueirão e desafiou. Vc acreditando ou não que o Ruas foi desafiado junto, não tem como negar que não houve atrito direto com o Gracie. Quem bateu de frente, pediu tempo para treinar e quis incluir o nome na listinha do Hélio foi o Hugo. A treta passou a ser com o Hugo. O Ruas nada tem a ver com isso.

A estória que te contaram sobre o Rickson no UFC é falsa. Ryan e Renzo comprovam isso. O livro da Reila comprova isso. E olha que a Reila não fez o livro para defender o Hélio e seus filhos. Mas a putaria do Rorion foi tão grande que ela fez questão de mostrar que o Rickson foi sacaneado pelo irmão. Converse com gente das antigas, pessoas que viram isso de perto, procure em sebos revistas antigas com entrevistas de gente do meio e vc saberá a realidade.

Sobre um desafio com o Ruas, já estamos falando de 1988 para cá. Até eu, que vivia em Rocha Miranda, tinha videocassete. Havia várias formas de se promover. Se daria certo ou não, é algo para se especular. Lembrando que há o caso do Eugênio. Vamos pegar duas lutas famosas dele: a do desafio de 84 e a briga com o Royler a portas fechadas. Em todos os ambientes de JJ que eu entrei, a briga com o Royler é, de longe, mais famosa. E nem precisou ser em um evento. A questão é que o sucesso seria especulativo. mesmo em um evento na época, só chamaria a atenção para os praticantes de luta. E o que eu quis dizer é que, vencendo o Rickson em um desafio, o Ruas poderia ter mudado a história.

Pessoalmente, acho que em 88 daria Rickson. De 95 para cá, aí acho que a diferença de tamanho pesaria mais a favor do Ruas, pois ele ficou um monstro de grande.

Abraços.

Pra mim o que deu um pouco de projeção ao Hugo foi justamente invadir a academia Gracie. Mesmo perdendo invadir a academia foi um feito.

Na época do pepe ele tinha vencido algum campeonato de LL, pelo menos? Procurei algum registro sobre isso e não achei.

Que eu saiba o Hugo se tornou conhecido em 95 mais ou menos quando lutou vale tudo.

Eu acho que Rickson tinha chance de vencer o Ruas por questão de jogo, Março gostava muito de sair pra chave de pé, alguém com a técnica do Rickson poderia aproveitar pra ficar por cima e capitalizar. Acho que Rickson tinha chance de vencer até o Sakuraba! Pena que se acovardou!

Contra Bas e Wand, sem chance! Seria estuprado!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Na época do pepe ele tinha vencido algum campeonato de LL, pelo menos? Procurei algum registro sobre isso e não achei.

É complicado, pois informações sobre a Luta Livre são escassas.

A única certeza absoluta é que em 1991 ele era o grande nome da modalidade entre os pesados. Tanto é que ele faria a luta principal, contra o Marcelo Behring, que se machucou e não houve luta.

Abraços.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Outra polêmica da porra!!!! kkkkkkkkkk

Eu sei que o George chegou em Porto Alegre dizendo ser campeão de LL. Tatu soube e praticamente tirou a alma do George.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now