Ðaniel K-14 ®

Membros
  • Content Count

    6
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutra

About Ðaniel K-14 ®

  • Birthday 05/14/1986

Previous Fields

  • Cidade:
    Curitiba

Contact Methods

  • MSN
    danielctba@gmail.com
  • Website URL
    http://
  1. Olha amigo, você está respeitando o tempo de descanso do musculo ? Sua série foi elaborada para hipertrofia máxima ? Está ingerindo os valores nutricionais recomendados ? É muito comum pessoas se preocuparem mais com desenvolvimento deste musculos (biceps e triceps) e realizarem séries exageradas de exercicios, oque ocorre é que ao invez de promover massa, acaba ultrapassando o ponto de saturação muscular, fazendo com que o mesmo diminua e defina ao invez de crescer. O ideal seri consultar o seu treinador ou instrutor e fazer uma avaliação !!! []`s
  2. Como nunca utilizou o CLEM, posso aconselhar o seguinte ... Compra 60ml de CLEM gel, encontrado com o nome de Pulmonil. Utiliza da seguinte forma: - 2ml/dia durante 15 dias. (OBS: O efeito dura aproximadamente 38 horas, mas utilize intervalos de 24 horas) - Verificar como o seu corpo reage a estes 15 dias ON Analisar os resultados (muito importante pesar toda semana, na mesma balança) e colaterais. Se não apresentar muitos colaterais, reiniciar o periodo ON dentro de 10 a 15 dias. Caso apresente muitos colaterais, reiniciar o periodo ON em um prazo de 15 a 20 dias. Para reduzir possiveis caimbras utilizar o Cloreto de Potassio Slow-K, que pode ser encontrado em qualquer farmacia pelo valor de R$ 9,00 aproximadamente. Eu tive muito pouco problema com isso e ingeri apenas 1 comprimido/dia (após uma refeição), mas fim, cada organismo reage de maneira diferente. IMPORTANTE: Verificar como anda seu cardiaco Junto ao ciclo CONTROLAR alimentação, pois não existe milagre Realizar atividades aeróbicas ! 30 min. diários dentro da frequencia cardiaca de queima de gordura resolvem o problema, mas é MUITO importante mantrer esta faixa cardiaca !!!!! Correr por correr NÃO RESOLVE ... Seu empenho é vai determinar o resultado. Qualquer dúvida é só perguntar ... []`s
  3. Fala galera ... Primeiro: Suplementos não fazem mal algum a saúde, desde que utilizados de maneira correta, respeitando as limitações de cada organismo. Como fazer isso ? Consulte um nutricionista esportivo. Vale a pena destacar !!! Suplemento não faz milagre, aeróbico é indispensável !!! Porém não adianta apenas correr, é necessario manter a frequencia cardiaca adequada durante o periodo de atividade, pois existe uma faixa cardiaca de quima de gordura e acredite, isso realmente funciona. Segundo: Para ajudar nas discussões vou postar um artigo muito interessante, segue abaixo: =================================== Programa de perda de gordura Ambos, treinamento de força e dieta, desempenham um papel importante no programa de perda de gordura. A única maneira de perder gordura corporal é alcançar um equilíbrio negativo de energia, ou seja, seu gasto-calorias queimadas pelo metabolismo basal, termogênese dietética e atividade física - tem de ser maior que sua ingestão de calorias provenientes de alimentos e bebidas (veja abaixo). Equilíbrio energético Ingestão de energia Consumo de energia (metabolismo). (alimentos e bebidas) basal, termogênese dietética, atividade. de física) Resultado Manutenção do peso Equilíbrio enérgico positivo Ingestão de energia > Consumo de energia (metabolismo). (alimentos e bebidas) basal, termogênese dietética, ativida- de física) Resultado Ganho de peso Equilíbrio energético negativo Ingestão de energia < Consumo de energia (metabolismo (alimentos e bebidas) basal, termogênese dietética, ativida- de física) Resultado - Perda de peso O equilíbrio negativo pode ser atingido pela redução da ingestão de energia (caloria), pelo aumento da atividade física ou pela combinação dos dois métodos. Uma pesquisa mostrou que exercícios de resistência e força combinados com uma redução na ingestão de energia produzem maior perda de gordura e maior mudança favorável na composição corporal do que exercícios de resistência ou dieta sozinhos. E os resultados são mantidos por mais tempo. Noventa e cinco por cento das pessoas que fazem somente dieta readquirem o peso perdido em cerca de cinco anos. Ou seja, só a dieta não é suficiente para manter o peso. De fato, para a maioria das pessoas, o que surte mais efeito é dieta composta porque corrige uma das causas mais importantes do ganho de peso - a perda muscular levando a uma taxa metabólica basal (TMB) mais baixa. Objetivos do programa de perda de gordura: * reduzir a porcentagem de gordura corporal; * manter a massa muscular (evitando perda de músculo); * manter a força muscular; * manter os níveis de energia; * evitar uma redução significativa na taxa metabólica basal. Objetivos dietéticos Deve-se reduzir a ingestão de calorias cortando principalmente as gorduras. Porém, é importante consumir uma pequena quantidade de gordura/óleo para assegurar uma ingestão adequada de ácidos graxos essenciais e vitaminas solúveis. Recomenda-se um mínimo de 15% e um máximo de 25% de calorias provenientes de gordura. É também importante manter uma boa ingestão de carboidratos, no mínimo 60% da ingestão de calorias. Uma dieta pobre em carboidratos pode produzir inicialmente uma rápida perda de peso devido à queda de glicogênio nas reservas do seu fígado e músculos e à água que está ligada a ele. Entretanto, se você reduzir muito sua ingestão de carboidratos isso irá resultar em: * letargia; * perda de glicogênio; * fadiga; * intensidade de treinamento reduzida e baixo desempenho; * aumento de apetite; * aumento na síntese de proteína (músculo) e perda de massa muscular; · estado mental negativo. Uma ingestão de proteínas de aproximadamente 1,4-1,7g/kg/peso corporal/dia é necessária para manter a massa muscular e as proteínas corpo durante a perda de peso. Porém, a porcentagem de energia proveniente de proteínas aumenta automaticamente devido à redução na ingestão de gordura. Treinamento de força e controle de peso O treinamento de força desempenha um papel importante no controle de peso por duas razões. Primeiro, previne a redução na taxa metabólica decorrente da idade, e segundo, mantém ou aumenta a massa muscular. A maioria das pessoas perde cerca de 226,5g de músculo por ano, que implica diretamente a diminuição na taxa metabólica basal. Isso porque o músculo é um tecido metabolicamente ativo - 453g de músculo queimam 30--50kcal por dia apenas para manter sua massa. O treinamento de força pode prevenir essa perda muscular, e como mais músculos significa uma taxa metabólica mais alta, mais calorias serão utilizadas para sua manutenção em vez de se converterem em gordura. Em um estudo conduzido por Wayne Westcott, da Associação Cristã de Moços de South Shore, em Massachusetts, 72 pessoas adultas obesas foram divididas em dois grupos. Ambos seguiram uma dieta com 60% de carboidratos, 20% de gordura e 20% de proteínas. Um grupo fez exercícios de resistência por 30 minutos por dia, três vezes por semana, por oito semanas; o outro grupo fez exercícios de resistência por 15 minutos e mais 15 minutos de treinamento de força, três vezes por semana, por oito semanas. Aqueles que fizeram exercícios de resistência perderam somente 1,36kg de gordura e 226,5g de músculo. O segundo grupo, que treinou com exercícios de resistência mais treinamento de força, perdeu 4,53kg de gordura e ganhou 906g de músculo. O outro estudo com 25 mulheres foi baseado no guia de treinamento de força da American College of Sports Medicine: 3 sessões por semana, 1 série por exercício, 10 repetições de 8 exercícios diferentes. Depois de 8 semanas, o peso foi mantido, mas a gordura corporal foi reduzida em 1,9% (de 26,3% para 24,4%); perdeu-se 1,1 7kg de gordura e ganhou-se 1,22kg de músculos uma melhoria líquida de 2,40kg na composição corporal. Estratégia de perda de gordura Estabeleça objetivos realistas Antes de "embarcar" num plano de perda de peso, escreva seus objetivos clara e precisamente. Uma pesquisa provou que anotar suas intenções aumenta muito as chances delas se tornarem ações, mais do que simplesmente pensar ou falar sobre elas. Monitore as mudanças na composição corporal Monitorar as mudanças nas medidas de partes específicas do corpo permite que você veja como seu corpo está mudando e onde está havendo perda de gordura. Este método é mais preciso que usar escalas de peso. A melhor maneira para fazer isso é combinar a medição de circunferências (por exemplo, peito, cintura, quadris, braços, pernas) com a espessura de uma dobra da pele, medida por um compasso de calibre. Fisiologistas recomendam manter anotadas as medidas da espessura das dobras da pele em vez de transformá-las em porcentuais de gordura corporal. Isso porque os quadros de conversão são baseados em equações usando médias tiradas com pessoas sedentárias, o que pode não ser apropriado para esportistas, pessoas magras ou muito obesas. Tente perder 453-906g de gordura por semana Pesar-se semanalmente ou quinzenalmente pode ser útil para saber qual a velocidade em que se está perdendo gordura. Mas não confie somente neste método, já que não reflete as mudanças na composição corporal. Também evite pesar-se mais freqüentemente, já que isso pode tornar-se uma obsessão. O total de perda de peso na primeira semana pode ser de 1,812,26kg, por causa da perda de glicogênio e outros fluidos que o acompanham (453g de glicogênio são armazenados com mais de 1,81kg de água). Depois, controle-se para não perder mais que 906g de gordura por semana. Se a perda de peso for muito rápida, pode haver perda de tecido muscular. Para evitar isso, aumente a ingestão de calorias em 250-500 por dia para reduzir a perda de peso a um nível saudável. Controle sua alimentação tomando notas Faça um registro escrito de sua ingestão de alimentos e bebidas. É uma forma muito boa de avaliar seus hábitos alimentares e descobrir exatamente o que, por que, onde e quando você está comendo. Isto permite que você avalie se sua dieta é bem equilibrada ou se falta algum nutriente, além de observar cuidadosamente seu padrão de alimentação e estilo de vida. Pese e anote tudo o que você comer e beber por pelo menos três dias consecutivos - o mais ideal seria sete. Qualquer biscoito, colher de açúcar chá, quantidade de manteiga no pão, tudo deve ser anotado. O período deve incluir no mínimo um dia de fim de semana, e é importante não mudar a sua dieta usual de forma nenhuma (veja exemplo na página seguinte). Calcule a ingestão de calorias, carboidratos, gordura e proteínas. Você pode compor uma dieta básica com a ajuda de um livro de composição alimentar, como o Composition of Foods, de McCance & Widdowson, The MAFFF Manual of Nutrition (disponível pelo HMSO) ou o Collins Gem Calorie Counter. Para calcular a porcentagem de energia proveniente dos carboidratos, gordura ou proteínas, consulte o quadro. A seguir e compare com as recomendações. Para calcular % de energia % carboidrato= g de carboidrato x4 dividido pelo total de calorias x 100% RECOMENDAÇÃO = 60-70% % gordura= g de gordura x 9 dividido pelo total de calorias x 100% RECOMENDAÇÃO= 15-25% % proteínas= g de proteínas x 4 dividido pelo total de calorias x 100% RECOMENDAÇÃO= 15-25% Modere a redução de calorias Para perder 453g por semana, você precisa ter um déficit de 3.500kcal por semana, ou aproximadamente 500 por dia. A maneira mais efetiva de conseguir isso é aumentar o gasto e diminuir a ingestão de energia. Então, por exemplo, você pode reduzir sua ingestão de calorias para 300kcal por dia e aumentar seu gasto de energia para 200kcal (45 minutos de caminhada). Isso equivale a 500kcal de déficit por dia. Se a perda de gordura diminuir ou atingir um platô, reduza levemente a ingestão de calorias ou aumente a intensidade, freqüência ou duração do seu programa de exercícios. DIETA DE BAIXAS CALORIAS E ESTRESSE Uma dieta de baixas calorias pode levar ao aumento da produção do hormônio e, cortisol. Combinado com exercícios intensos, o cortisol pode aumenta de massa muscular estimulando a oxidação de proteínas. O cortisol também reduz a produção de testosterona, dando um sinal ao corpo para reduzir o processo anabólico e armazenar gordura. Portanto, para minimizar a perda de tecido magro, é importante evitar a redução drástica de calorias. Nunca consuma menos calorias que sua TMB A ingestão de calorias nunca deve ser menor que sua taxa metabólica (veja quadro abaixo) ou então você se arrisca a perder tecido magro excessivamente, esgotando suas reservas de glicogênio e ingerindo nutrientes da forma inadequada. Na prática, a maioria dos praticantes deve ser 4MPaz de perder peso comendo 1.500-2.000kcal por dia, especialmente se ~ aumentarem seu nível de atividades. É errado e potencialmente perigoso prescrever uma dieta hipocalórica de 1.000kcal ou menos. Como calcular sua TMB Homens Mulheres Peso (kg) TMB (kcalldia) Peso (kg) TMB (kcalldia) 70 1.680 50 1.250 75 1.730 55 1.290 80 1.790 60 1.330 85 1.850 65 1.370 90 1.910 70 1.410 95 1.960 75 1.450 100 2.020 80 1.500 Reduza as gorduras Observe atentamente seu diário de alimentação e identifique entre os alimentos que você consome atualmente aqueles que contêm um alto teor de gordura. Reduza a ingestão de gordura para 15-25% substituindo por alimentos que contenham menos gordura. Lembre-se de não eliminar a gordura completamente, porque é necessário o equivalente a 1 colher de chá de óleo (ou 28g de castanhas ou sementes) por dia para garantir a quantidade ideal de ácidos graxos e vitamina E. Nenhum alimento deve ser cortado completamente ou tratado como tabu - isso pode levar a uma atitude negativa e obsessiva com relação à alimentação, o que é psicologicamente danoso a longo prazo. Todos os alimentos são permitidos - é a freqüência e a quantidade que devem ser observadas! Coma menos: * manteiga, margarina e outras gorduras do tipo; * alimentos fritos; * carnes gordurosas e produtos derivados (por exemplo, lingüiças, ham- búrgueres, tortas de carne); * doces; * bolos, biscoitos e pudins; * chocolate; * batatas fritas e salgadinhos de milho ou trigo. (Esses alimentos têm alto teor de gordura e são relativamente pobres em outros nutrientes.) Faça as seguintes substituições: * leite desnatado ou semidesnatado em vez de leite integral; * margarina leve ou pasta de amendoim em vez de manteiga e margarina comum; * queijo com teor de gordura reduzido em vez de queijo comum; * batatas cozidas em vez de batatas fritas; * frango, peixe e carne magra em vez de carnes gordas, hambúrgueres e lingüiças; * bolachas água e sal, bolos de arroz, barras de frutas em vez de biscoitos e bolos; * frutas frescas em vez de chocolate. (Esses alimentos contêm gordura além de outros nutrientes.) Faça as seguintes mudanças: limite a quantidade de frituras, a não ser que seja com uma quantidade mínima de óleo; recheie batatas assadas com requeijão, iogurte, creme de leite semidesnatado ou feijões assados; tire a pele do frango ou peru;grelhe, asse, frite levemente ou cozinhe em vez de fritar; faça molhos para salada com vinagre temperado (por exemplo, framboesa); iogurte condimentado com ervas frescas, suco de limão ou lima; requeijão condimentado com mostarda;escolha cortes de carne magra e diminua o máximo possível a gordura. (Isso irá reduzir a ingestão de gordura enquanto provê outros nutrientes essenciais.) IDÉIAS PARA LANCHES LEVES sanduíches, rocamboles, pitta, bagels com recheios pobres em gordura, por exemplo, banana, queijo cottage, atum, frango, salada; muffins ingleses, bolinhos de frutas, bolinhos de batata; palitos; panquecas de aveia, panquecas escocesas, panquecas feitas em casa; bolos de aveia, bolachas de trigo e bolos de arroz com coberturas leves como bananas, geléia de frutas; torradas com mel, geléia de frutas, feijões assados; frutas frescas, por exemplo bananas, maçãs, peras, uvas; frutas secas, por exemplo uva-passa, damascos, tâmaras, anéis de maça; barras de frutas secas, algumas barras de cereais; vitaminas (com leite desnatado, frutas, iogurte); ,0 iogurte desnatado, requeijão de baixas calorias; * batatas assadas com recheios leves, por exemplo, requeijão, queijo cottage, feijões assados; * cereais matinais com leite desnatado. Coma màis freqüentemente Coma pelo menos 4-6 vezes por dia, planejando lanches e refeições em intervalos regulares. As vantagens deste padrão de alimentação incluem: * uma melhor taxa metabólica - a termogênese dietética contribui para um aumento de aproximadamente 10% no consumo de calorias após cada refeição; · níveis adequados de açúcar e insulina no sangue; * controle dos níveis de colesterol no sangue; * reposição eficiente de glicogênio; * acúmulo mínimo de gordura. Faça mudanças graduais em seu estilo de vida Algumas mudanças no estilo de vida são necessárias para se conseguir a manutenção de peso mais prolongada. Uma das maiores barreiras é a falta de comprometimento com a mudança. No quadro abaixo estão algumas das razões mais comuns pelas quais a maioria das pessoas abandona um programa de perda de peso definitivamente, acompanhadas de sugestões para supera-las. Mudanças no estilo de vida "Desculpa' Sugestão Não há tempo suficiente para Planeje as refeições com antecedência preparar refeições saudáveis de modo que os ingredientes estejam à mão. Refeições rápidas incluem batatas assadas, massa com molho de tomate, feijões com torradas. Cozinhe em quantidade e congele em porções. Horário de trabalho Planeje lanches regulares e leve consigo seus alimentos. O trabalho inclui muitas viagens Carregue lanches corno rocamboles, frutas, barras energéticas, muffins, frutas secas, suco de frutas (diluído). Precisa cozinhar para outras Adapte as refeições favoritas da família, pessoas da família por exemplo, espaguete à bolonhesa, para que contenham menos gordura, mais carboidratos e fibras (carne moída com menos gordura, mais vegetais, massa de trigo integral). Prepare refeições que todos gostem. Come demais se está estressado Considere a hipótese de um aconselhamento contra estresse, ou cursos de relaxamento, aprenda a lidar com situações estressan es: pra lque novos esportes, passatempos, invista em lazer. Come fora frequentemente Nos restaurantes escolha alimentos com menos gordura e mais carboidratos, por exemplo, massas com molho de tomate, frango, vegetais levemente fritos com arroz. As calorias não são iguais Você precisa ter um equilíbrio negativo de energia para perder peso. ]Porém, uma nova pesquisa sugere que uma relativa quantidade de gordura, carboidratos e proteína em sua dieta é mais importante que o total de calorias. Calorias provenientes de proteínas e carboidratos Quando proteínas ou carboidratos são consumidos, eles causam um aumento na oxidação de proteínas e carboidratos, aumentando assim a taxa metabólica. Uma quantidade proporcional de calorias é despendida sob a forma de calor. Na prática, é relativamente difícil para o corpo converter calorias (procedentes de proteínas ou carboidratos) em gordura, uma vez que trata-se de processo dispendioso de energia. Elas são armazenadas como glicogênio e somente se forem ingeridas em excesso é que serão convertidas em gordura. -Calorias provenientes de gordura A ingestão de gorduras faz engordar mais do que qualquer outro nutriente. Qualquer gordura ingerida que não seja imediatamente necessária irá ser armazenada como tecido adiposo (gordo), portanto, diferentemente de proteínas e carboidratos, o consumo de gordura não aumenta a oxidação de gordura. Além disso, a gordura contém mais que o dobro de calorias por grama (9kcal / g) comparada com carboidrato e proteína (ambos 4 kcal/g). É fácil ultrapassar o limite aconselhável de ingestão de gordura por duas razões. Primeiramente, comidas gordurosas normalmente têm alta densidade calórica e pouco volume, sendo mais fácil ingerir mais calorias provenientes de gordura do que de carboidratos ou proteínas sem sentir-se satisfeito. Em segundo lugar, estudos mostraram que a gordura não satisfaz tanto quanto outros nutrientes - não é digerida e absorvida tão rapidamente como carboidratos ou proteínas após as refeições, e enquanto os carboidratos produzem um aumento na glicose sanguínea, a gordura sempre a diminui. Ou seja, os carboidratos satisfazem mais em menos tempo do que gordura. Uma dieta pobre em gordura e rica em carboidratos é a peça fundamental do controle de peso a longo prazo. Se você se alimentar até estar satisfeito e comer alimentos leves, seu nível de gordura irá ser controlado automaticamente. DIETA IOIÔ Perder peso e ganha-lo repetidas vezes pode resultar numa alteração da composição corporal, uma vez que o tecido magro diminua a cada dieta e o gordo aumenta cada vez que se ganha peso. Além disso, a gordura tende a ser depositada mais intra-abdominalmente, perto do fígado, do que perifericamente, aumentando o risco de doenças cardíacas. Repetir dietas severas pode levar á perda de tecido magro e deficiências nutricionais que podem lesar o músculo cardíaco. Apesar de não haver nenhuma evidência forte ligando o vaivém de dietas com doenças do coração, fazer dieta ioiô pode ser ruim para sua saúde moral e psicológica. Cada vez que você ganha peso, experimenta uma sensação de fracasso, com pouca confiança em si mesmo e baixa auto-estima. RESUMO *MANTENHA UM DIÁRIO DE ALIMENTAÇÃO, MENCIONANDO TODA A QUANTIDADE DAQUILO QUE VOCÊ CONSUMIR. ISSO IRÁ AJUDA-LO A TER CONSCIENCIA DO SEU PADRÃO DE ALIMENTAÇÃO. *PLANEJE REFEIÇÕES REGULARES E LANCHES DURANTE O DIA PARA MATAR A FOME EXCESSIVA E SATISFAZER O APETITE, FACILITANDO O REABASTECIMENTO DE GLICOGÊNIO E MELHORANDO OS NÍVEIS DE ENERGIA E SAÚDE. *ESTABELEÇA UM OBJETIVO DE PESO REALISTA QUE ESTEJA DE ACORDO COM O SEU TIPO DE CORPO. *NÃO DETERMINE A SI PRÓPRIO REGRAS RÍGIDAS DE ALIMENTAÇÃO E EXERCÍCIOS. SEJA FLEXÍVEL E NUNCA SE SINTA CULPADO SE FOR INDULGENTE CONSIGO MESMO OU PERDER UM TREINO. *EXAMINE SEUS SENTIMENTOS E EMOÇÕES QUANDO SE ALIMENTAR.COMIDA NÃO DEVE SER ESCUDO PARA PROBLEMAS COM O AUXÍLIO DE UM TERAPEUTA OU UM ESPECIALISTA EM DISTÚRBIOS DA ALIMENTAÇÃO. *A MANEIRA MAIS EFICIENTE DE PERDER GORDURA É PELA COMBINAÇÃO DE INGESTÃO REDUZIDA DE ENERGIA COM EXERCÍCIOS. A ESTRATÉGIA DIETÉTICA É MANTER A INGESTÃO DE CARBOIDRATOS E PROTEÍNAS E REDUZIR A INGESTÃO DE GORDURAS. * A ingestão de calorias deve ser reduzida gradualmente até alcançar lira déficit de aproximadamente 3.500kcal por semana ou SOOkcal por diaNão deve ir abaixo da taxa metabólica basal. * Dieta rápida ou prolongada pode resultar em perda de tecido magro (massa) e redução da taxa metabólica. * Consumir em excesso calorias provenientes de carboidratos ou proteínas estimula a oxidação destes próprios combustíveis e eles são menos propensos a ser armazenados como gordura. Ao contrário, o superconsumo de gordura não aumenta sua oxidação e o excesso dessas calorias é depositado como gordura corporal. * A TMB é proporcional ao peso total do corpo, e numa extensão menor, à quantidade de massa corporal magra. * Atletas competitivos e fisiculturistas devem manter seu peso, durante o período em que não estão competindo, o mais perto possível do peso que devem ter para a competição para que possam perder gordura gradualmente num determinado espaço de tempo. * Métodos de perda rápida de peso, como passar fome e desidratar, resultam em esgotamento das reservas de glicogênio, desequil,' brio eletroiítico, fadiga e baixo desempenho. FONTES UTILIZADAS: O GUIA COMPLETO DE TREINAMENTO DE FORÇA, DE ANITA BEAN. ANITA BEAN É CAMPEÃ INGLESA DE FISICULTURISMO E MINISTRA DE CURSOS DE TREINAMENTO E NUTRIÇÃO.
  4. Postei algo no forum que parece ser do seu interesse ... Espero que ajude ! Abraço ! http://forum.portaldovt.com.br/forum/index...showtopic=44321
  5. Olha amigo ... na verdade você está desperdiçando dinheiro ... Pois, durante o almoço ingerimos grandes quantidades de proteina (carne, frango, peixe). Aconselho distribuir melhor as dosagens para horarios em que a obtenção de proteínas é mais baixa, lembrando sempre que existe um ponto de saturação do organismo ... Aconselho o seguinte: Utilizar durante os lanches entre as refeições principais (café da manhã e almoço / almoço e janta ) Ideal consultar um nutricionista !!!
  6. Bom dia a todos ... A algum tempo atras reuni várias informações sobre o famoso Pulmonil, inclusive fiz a utilização do mesmo e os resultados foram conforme o esperado. Antes de mais nada, vou postar a descrição do produto e algumas informações que acredito serem indispensáveis para quem quer utilizar o mesmo, e vale a pena lembrar, não estou indicando o uso do Pulmonil, apenas exclarecendo dúvidas e expondo experiencias próprias ! Seguem abaixo as informações: O Clenbuterol é um ß-2 (Beta) agonista que é usado clinicamente como bronquiodilatador no tratamento de asma, devido sua meia vida longa de aproximadamente 35 horas (1) não é aprovado pelo FDA (Food and Drug Administration). È um estimulante do sistema nervoso central com características simlares da adrenalina, tem efeitos colaterais similares de outros estimulantes do SNC como a efedrina. Como usar o Clenbuterol ? No Brasil pode ser encontrado para uso veterinário com o nome de Pulmonil do fabricante Vetnil sob a forma de gel ou pó. O gel é é mais facilmente manuseado, vem na concentração de 20mcg/ml. Essa é a mesma concentração que vários medicamentos destinados para uso humano porém que não são fabricados no Brasil e apenas são vendidos no mercado negro, com risco de falsificação e valor mais elevado. A dosagem usual é entre cerca de 40-120 mcg/dia, normalmente é usado de forma crescente, durante quinze (15) dias e depois um descanço de mais 15 dias. Isso é feito para que se possa ter controle dos efeitos colaterais, na prática ficaria mais ou menos assim : 1º dia 40mcg/dia 2º dia 60mcg/dia 3º dia 80mcg/dia 4º dia 100mcg/dia 5º dia 120mcg/dia 6º dia 120mcg/dia 7º dia 120mcg/dia 8º dia 120mcg/dia 9º dia 120mcg/dia 10º dia 120mcg/dia 11º dia 120mcg/dia 12º dia 120mcg/dia 13º dia 120mcg/dia 14º dia 120mcg/dia 15º dia 120mcg/dia Esse é apenas um exemplo, não é necessário chegar nos 120mcg/dia e nem é o máximo que se pode usar, tudo vai de acordo com a aceitação dos efeitos colaterais. Para mulheres a dosagem entre 40-80mcg/dia é mais comum ser usada, os efeitos colaterias são os mesmos. Essa é a maneira mais efetiva ? Sim uma delas, alguns questionam sobre usar 2on 2 off (com dois dias de descanço) porém como já citado a mv do clenbuterol é de 35hrs aprox, fazendo que nesses 2 dias de descanço não seriam suficientes para uma nova regulação dos receptores. Esses 15 dias também não são precisos, pois a inativação dos recetores adrenérgicos ß-2 pode ocorrer antes ou depois desse período, vai depender de cada um, não tem como se precisar. Quais são os Colaterais mais comuns ? Os mais comuns são tremores nas mãos, enxaquecas (dores de cabeça) e insônia e taquicardia, também é bem comum câimbras que está relacionada a uma baixa na concentraçao de potássio. Para minimizar esse efeito deve se intensificar a ingesta de potássio através de alimento ou mesmo na suplementação caso for necessário. Se caso usar algum diurético a hipocalemia (falta de potássio) pode ser intensificada tornando os cuidados ainda maiores. No caso de usar ECA ou suplementos a base de algum outro estimulante do SNC (efedrina, cafeína, etc..) os outros sintomas podem se potencializar, necessitando de cautela em seu uso. Clenbuterol é um anabólico ? Nada comprovado em humanos (4), essas afirmações provém de estudos realizados em animais onde houve elevação dos níveis de IGF-1, porém além dos estudos serem feitos com animais onde a dosagens era inúmeras vezes superior (2) a usada na sugestão de uso acima. Preciso usar alguma proteção ? Pode aumentar a ingesta de alimentos ricos em potássio (banana, tomate, Batata, Beterraba, etc..) Ou mesmo suplementar com potássio para evitar as câimbras e outros colaterais relacionados a baixa concentração de potássio. Ouvi falar sobre usar cetotifeno junto, Oque é isso ? Cetotifeno é um anti-histamínico usado no tratamento de reações alérgicas de asma e bronquite em nosso caso ele restaura a resposta beta-adrenérgica, posssibilitando que possa extender o uso do clenbuterol por mais algum tempo, suas dosagens variam entre 2-4mg/dia. ==================================================== O uso de clembuterol + ECA de forma alternada em nada contribui para a diminuição do efeito betamimetico de ambos os produtos. O uso de 2 betamimeticos so se justifica em casos de emergencia onde o paciente entra em PS sem informar que usa agonista b2 de forma cronica... A taquifilaxia(a capacidade dos receptores de mudar a configuração alostérica tridimensional.. Ou seja, eles se "escondem"... Quando a concentração de algo está muito alta, e o corpo quer se defender, ele lança mão de alguns mecanismos. Um deles é esconder o receptor, diminuindo a resposta e a afinidade pela substancia em questão) é inevitavel, logo, o uso mais apropriado seria 15 dias on 7 dias Off (sugerido), sem o aumento estupido de dose (acima de 4 ml, resposta abaixo) Sei que isso parece chocante, mas o que se pretende provar é que o uso 15 ON e 7 Off, vai promover uma perda maior do que 15 on 15 off clem + ECA. A efedrina, diferentemente do clembuterol, não é um beta-2 específico, logo ela não possui alta afinidade com os receptores. O que acontece é que sempre que uma droga que possui grande afinidade com sua célula receptora é utilizada em demasia (ou por longos períodos), seus citos receptores tendem a tornar-se "resistentes" e o problema é exatamente esse: Se a efedrina fosse beta 2 também, ela ficaria sozinha sem efeito, mas como ela pega beta e alfa, significa que ela vai ser direcionada todinha para efeito alfamimetico..Isso significa VASOCONTRICCAO, ou seja diminuição do aporte de oxiogenio pro musculo, levando a hipertensao e aumento da produção de acido lático... (supondo que ambos fossem usados juntos). Como o uso quase nao ocorre, o que poderiamos notar é uma diminuição da eficiencia do produdo. NINGUEM usa (ou quer usar) o efeito a2 da efedrina pois ela tem MAIOR afinidade por B que alfa, mas mesmo assim gera resposta ALFA, por isso eu sempre falei que ECA é mais pergioso que CLEM pois CLEM pega apenas a questao pulmonar -arvore bronquica. Outra coisa, afirmar que a taquifilaxia nao vai acontecer é bobagem.. Pois se vc pensar somente um pouquinho e perguntar pra sua mae o que ela usava pra sua bronquite ou asma ou tempo seco na sua infancia ela vai falar (ATROVENTE E BEROTEC) Fenoterol E Ipatropio ( Beta 2 E anticolinergico).Essa mistura é feito porque o beta 2 sozinho sofre tolerancia (taquifilaxia dos receptores) muito rapidamente e o anticolinergico não. Além disso, é sabido que não é necessária alta afinidade para que a mudança de conformação tridimencional (atraves da mudanca das pontes dissulfeto da proteina que faz o receptor) do receptor ocorra. Basta uma substancia de baixa afinidade em alta concentração e aí está a explicação do porque não se pode subir a dose rapido demais. Na verdade sugeri 15 on 7 off, pro pessoal que precisa de perder peso mais rapido e pra evitar o therma pro no periodo OFF do clem. Quem tava fazendo só clem 15 on 15 off e gostou dos resultados, pode continuar pois quanto maior o periodo off, melhor vai ser a resposta no proximo periodo ON (salvo exageros). O problema é o seguinte... Se vc comecar a usar o clem hoje, e comecar com 4 ml, vc encharca os receptores de betamimeticos e o corpo em desespero grita: "Ohh, meu, para de apelar... Vou me esconder e so saio quando essa bagunça acabar", e o receptor de esconde diminuindo significativamente a resposta ao farmaco..Por isso deve -se iniciar com 1 ml, e vagarosamente subir para 4 ml..Essa dose pode fazer milagres se bem utilizada.Uso adequado do clen irá trazer só beneficios desde que nao passe de 4 ml. O pulmonil é um produto a base de clembuterol. A questão dos efeitos adversos é real, como disse é muito comum em farmacos antiasmaticos.. Quem aqui nunca fez nebulização quando crianca.Era um beta2 que vc estava usando.O porque dos efeito adversos é complicado explicar, mas envolve basicamente mecanismo de bronco dilatação, redução do muco bronquico e relaxamento do diafragma, com isso o aporte de O2 aumenta, gerando leve alcalose, que vai levar os rins a gerar menos ion bicarbonato. Além disso, ocorre o efeito de aceleração cardiaca e aumento do debito cardiaco (por causa do efeito inotropico e cronotropico positivo). No entanto, é ai que mora o mito, muito sacham que a tremedeira do clem é pior que a efedrina, mas como expliquei anteriormente, a efedrina não é seletiva, isso significa que ao inves de fazer tremer que nem bambu verde, ela aumenta a pressão arterial, e a hipertensao é silenciosa, vc nao sente até que exploda uma veia na sua cabeça. Então, se for fazer a escolha, use um farmaco com anos e anos de experiencia, bem conhecido e tolerado, ao inves de usar algo que já foi banido em muitos paises e que causou alguns graves acidentes, isso porque todos nós sabemos que dificilmente alguem se mantém usando doses abaixo de 32 de Efedrina. Existem relatos que adultos com uso initerruptos de doses entre 160 a 200 mcg tiveram hipertrofia cardiaca. O mesmo acontece com usuários de efedrina nas doses de 70 - 80 mg/dia.Esse efeito é esperado quando se usa beta agonistas em salbutamol, fenoterol, salmeterol, efedrina, etc). Excencialmente esse efeito aparece em pacientes cronicos que apresentam toleracia ao medicamento e tendem (por si só) a usar o anti-asmatico de qualquer jeito e em casos de hepatite alcoolica recidivante tratada com efedrina. Vale ressaltar que pra quem tá comecando o interessante é fazer 15 on e 15 off, pra se acostumar a droga. Acho que o ideal seria fazer 2 ciclos 15 on 15 off, uns 2 meses parados e ai comecar o 15 on 7 off... MAs so vale apenas fazer o 15 on e 7 off, se o 15 on 15 off nao rendeu legal pra você.Marque seus objetivos, cuida de alimentação, nao ultrapasse a dose de 4 ml, se alimente com boas fontes de potassio (ou use suplementos de potássio como o SLOW-K) e so faca o tempo necessario. Nada de transformar em subterfugios da festa no final do mês) Desculpe por nao poder ser objetivo em aspectos tão importantes de terapêutica medicamentosa. Mas a dose de 80 mcg é máxima e otima. Aumenta-se apenas para refratrarios ou recidivas agudas (especialmente DPOC idoso). Faltou mencionar a respeito da dose 2 on 2 off : ela funciona sim, mas os efeitos são reduzidos e indicados para perdas lentas e à longo prazo, visto que, esse esquema posologico inibe a taquifilaxia em alto grau. No entanto, o tempo e observações mostram que na fase pre contest, não se pode esperar 3 a 4 meses pra secar. O efeito tem que ser rapido, por isso a dose passou a ser de 15 on 15 off. Não obstante, a dose usada na recuperação de atletas com lesao muscular também obedece o ciclo 15 on 15 off, e isso foi observado nos ultimos anos em ensaios com atletas de ponta lesionados em recuperação para evitar o catabolismo e a perda de massa magra, processo onde o ciclo 2 on 2 off mostrou-se inefetivo.Claro que o 2on2off é muito seguro, mas o tempo mostrou que o protocolo mais longo remete a um otimo perfil seguranca/risco, tendo tornado as tentativas de 2 on 2 off completamente obsoletas. Ahh claro, SEMPRE observando o limite de 4 ml.Se passar disso, os receptores entram em taquifilaxia tão rapido que acaba que o resultado a medio prazo (2 semanas) pode ser menor que o com doses inferiores.