victorrsantoss

Membros
  • Content count

    1955
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutra

About victorrsantoss

  1. Não sei como estava o Cigano fiscamente e tecnicamente, até porque nem deu tempo para ver. Aparentemente, estava bem Pelo que deu para ver, achei o seguinte: falta de confiança. Confiança nesse esporte é essencial – em tudo, na verdade. Só vi o Cigano correr na luta. Tomou. De repente, se ele tivesse partido para cima, dominado o centro, de repente teria nocauteado. Enfim, é lugar comum, e ninguém questiona, que o papel do psicológico na luta é fundamental. Complicado...
  2. Não sei como estava o Cigano fiscamente e tecnicamente, até porque nem deu tempo para ver. Aparentemente, estava bem Pelo que deu para ver, achei o seguinte: falta de confiança. Confiança nesse esporte é essencial – em tudo, na verdade. Só vi o Cigano correr na luta. Tomou. De repente, se ele tivesse partido para cima, dominado o centro, de repente teria nocauteado. Enfim, é lugar comum, e ninguém questiona, que o papel do psicológico na luta é fundamental. Complicado...
  3. UFC é palhaçada. Não tem o mínimo respeito com os atletas, ou mesmo com seres humanos. Só pensam na grana. Deveriam aprender com japoneses. Para mim, isso tira a graça do evento. Prefiro muito mais aquele clima do Pride, de lutadores heróis e amados do que essa atmosfera do UFC de tudo pela grana, inclusive rivalidade forçada, teatro etc. Lixo! Alguns vão dizer que é a cultura dos Estados Unidos, mas eu discordo. É cultura de mané mesmo. Eu conheço americano que é o oposto disso (se bem que é do interior dos EUA). Abraço.
  4. Repito o que falei quando o Fedor empatou com o Maldonado: não devemos esperar o Fedor do auge. Devemos apenas curtir esse grande talento e torcer para que ele lute bem e não se machuque (para quem é fã, como eu). O Fedor é um monstro, é um dos maiores da história, mas a perda de força, potência e até certo feeling na luta é natural com a idade (ainda mais para o Fedor, que nunca se destacou pelo shape). Abraço.
  5. Talvez a resposta seja justamente essa: países socialistas às vezes investem mais em algo que não dá lucro e pode representar bem a "imagem" do país, a força de seu povo etc. É a tradição deles. Os países capitalistas dependem da lógica do lucro, o que aliás funciona muito bem para muito coisa (futebol, por exemplo, aqui no Br). Veja o caso dos EUA, la a lógica capitalista funciona bem para muitos esportes e faz deles os maiores campeões disparados. Eu penso no exemplo da natação. Nossos nadadores aqui no Brasil são pouquíssimos os conhecidos e sem muita importância. Lá eles têm patrocínios de grandes empresas. Por quê? Porque as empresas la são boazinhas? Não. É porque la eles vistos como heróis, têm milhões de seguidores nas redes sociais, são admirados, são famosos, alguns são celebridades. Fora a questão dos esportes associados às universidades, que não sei direito como funciona la mas da muito certo.
  6. O Fedor atual contra um cara TOP no auge seria exatamente igual o Anderson Silva atual contra caras TOPs no auge: perderia. Grandes coisas... Fedor e Anderson Silva fizeram história e não tem por que buscar que eles provem algo mais. Já provaram tudo que tinham para provar. Já fizeram sua história. A questão é eles lutarem boas lutas. Mas não precisa ser massacre. Anderson Silva contra Jon Jones, atualmente, seria massacre. Fedor contra Velasquez, atualmente, para mim o Fedor tomaria um surra. Fedor e AS, em seus auges, foram os melhores do mundo DISPARADO, durante muitos anos. Ponto. Perfeito. A luta faz total sentido e seria muito divertida. São duas lendas já fora do auge.
  7. Tomara que o Fedor vá para o UFC mesmo. Zuluzinho e Giant Silva é exagero, mas acho que o Fedor não precisaria pegar os tops dos tops mesmo não. Por que um cara de 40 anos, já claramente fora do auge, teria que pegar um campeão no auge, um Velasquez, um Cigano etc.? Você quer ver luta ou um espancamento? Se o Fedor fosse para o UFC o objetivo não seria que ele disputasse o cinturão, a meu ver. Não dá para ele mais. Seria ver um mito lutando, continuando a lutar. Para mim, lutas contra caras como Pedro Rizzo, Maldonado, como foram as últimas, fazem TOTAL sentido. Eu acho, inclusive, que deveria haver uma categoria para 40 anos para cima.
  8. Gostei da entrevista. Bem sincero sempre. Importante também o que ele falou sobre como o UFC ainda trata os atletas. Falou de como é feliz por lutar no principal evento do mundo, mas mostrou sua insatisfação em relação à grana etc. Concordo com ele... lutador ainda ganha mal. Merecia mais. Esporte que machuca muito, carreira não dura muito, há poucas chances de estar no topo, e rende muita grana para os patrões. Acho que os atletas merecem.
  9. Sim, durante a luta e após eu estava achando que tinha sido burrice do Fedor, ou que o Fedor sequer conhecia que o ponto forte do Maldonado era o boxe. Pensei que ele não tinha analisado as lutas do oponente, não tinha se preparado corretamente. Mas em entrevista pós-luta ele falou justamente que o ponto forte do Maldonado é o boxe e ele quis mesmo se testar nesse área. Menos mal... foi um erro, mas é menos mal do que burrice ou falta de conhecimento sobre o adversário. Você está viajando. Entendeu errado a história. Não é que o Fedor "escolheu" os juízes. O Fedor é o PRESIDENTE da associação, TODOS os juízes da associação são subordinados a ele. Os caras "naturalmente" já tendiam a ajuda-lo, ainda mais com a pressão do público, Putin na plateia etc. Mas não há nenhum indício de que o Fedor pediu algo, ou influenciou algo. Isso vai totalmente contra a ética e a personalidade que ele demonstra ter há muitos anos! Em suma, resultado justo. Empate!
  10. Justo! Realmente seria uma mancha na história do MMA se constasse a vitória do Fedor. Todos nós teríamos que sempre lembrar e explicar que foi uma vitória MAS... na verdade foi empate. Há lutas em que a margem de dúvida é grande. Mas nesse caso era muito óbvio. 100% dos especialistas que eu ouvi acharam que foi empate! TODOS, e foram muitos. Somou-se o fato de os juízes serem subordinados do Fedor, aí ferrou... O Fedor não precisa de vitórias roubadas, a história dele já está feita, há muitos anos aliás. A luta foi muito divertida. O Fedor não está mais no auge e errou na estratégia de querer lutar APENAS no terreno do Maldonado (eu achava que tinha sido burrice, mas na entrevista pós-luta ele disse que fez isso porque queria se testar). O Maldonado lutou bem também. Daí deu o empate. Assim fica reparado. Resultado correto.
  11. Dana tinha 10%? 400 milhões de DÓLARES. Ou seja, mais 1,2 BILHÃO de reais. Opa... é grana hein... Se quisesse, daria para parar de trabalhar, será? hahaha
  12. O caminho para vencer o Hunt é muito óbvio. É esse! Alguns tentam trocar e aí a luta fica mais interessante e divertida de se assistir – pelo menos para mim –, mas é muito arriscado. Todo mundo sabe que o caminho mais fácil para vencer o Hunt é derrubar e fazer GnP ou tentar finalizar. O motivo é óbvio: Hunt é um dos lutadores mais perigosos na trocação, mas não tem um chão e uma defesa de quedas muito bons. O caminho para o Lesnar, que não é especialista em trocação, mas é no wrestling, e é gigante e muito forte, obviamente era derrubar e controlar. Ouvi o comentarista criticar o Hunt, dizendo que estava faltando-lhe agressividade. Eu discordo. Não era questão de falta de agressividade, era receio de ser derrubado. O Hunt é lento, se ele ataca, o cara vai nas pernas. É complicado atacar assim, contra um wrestler que está apenas esperando para te derrubar. O Hunt estava esperando o momento certo para atacar. Não tem como. O caminho para o Hunt seria ficar mais rápido, conciliar melhor o jogo de trocação com defesa de quedas. Mas talvez seja pedir demais a esta altura. O cara é um super lutador e já fez muito pelo esporte.
  13. A luta foi ruim. O nível foi baixo. Um cara que aparentemente pegou leve, não de seu máximo, e outro muito mal preparado, fraco, lento. Não estou dizendo que a luta foi combinada necessariamente, ou que o Cormier pegou leve conscientemente. Pode ser também. Mas é possível que inconscientemente tenha lutado apenas para garantir a vitória, vendo o Anderson tão fraco e lento. Se fosse o Jon Jones ali, provavelmente o Cormier faria um esforço muito maior, daria muito mais de si. É claro que o Anderson não tem culpa, porque não teve tempo de treinar. Teve muita coragem, aliás! Isso deve ser reconhecido. Por outro lado, tinha pouco a perder: ganhou milhões e, caso perdesse a luta, como perdeu, seria algo esperado. A culpa é do evento, que não deveria casar uma luta assim. Os fãns sofrem por duas razões: (1) ver o ídolo em uma má forma física e atlética, algo decepcionante; e (2) ver uma luta de baixo nível. Pior ainda seria ver o Anderson sendo espancado por um cara bem preparado, enquanto ele não teve tempo para preparar-se. Esse risco existia e não é certo o evento colocar os atletas assim em risco, a meu ver. Para mim, Cormier apenas quis garantir a vitória. Se ele quisesse ter matado o Anderson, daria. O resumo é simples, na minha opinião: UFC e Anderson fizeram isso apenas pela grana; Cormier não deu seu máximo, quis apenas garantir a vitória; e AS saiu comemorando uma derrota. Isso não é bom.
  14. Lesnar mereceu ganhar, óbvio. Lutou estrategicamente. Eu acho um estilo chato e prefiro bem mais o do Hunt. Mas... faz parte do jogo. Mérito do Lesnar. E demérito do Hunt, por não ser mais rápido e não ter conseguido defender as quedas.
  15. Que bosta de luta a do Anderson. Claramente foi só pela grana. Resumo: Cormier pegou leve e Anderson saiu comemorando uma derrota.