socorpo

Membros
  • Total de itens

    190
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre socorpo

  • Data de Nascimento 04/21/1973

Contact Methods

  • MSN
    mauriciopasquini140@hotmail.com

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    Brasil
  1. Agradeço o comentário. Mas são textos diferentes, fontes diferentes portanto tenho q postar separado. Abç e bom final se semana.
  2. Whey Protein e Massa Muscular Artigo da AST Sports Science - Socorpo.com.br Pesquisa confirma o papel vital do suplemento protéico para a produção de massa muscular Dr. Paul Cribb Ph. D. CSCS. AST Sports Science Enviado originalmente em 14/1/2006 Há anos, atletas usam suplementos protéicos para estimular a ingestão de proteínas e aumentar os benefícios durante o treinamento de resistência. Essa estratégia mostrou-se contrária aos conselhos tradicionais de médicos e nutricionistas que declaram que os suplementos protéicos não são necessários. Entretanto, o potencial invulgar da suplementação protéica para acelerar a recuperação e aumentar mais ainda os benefícios musculares durante o treinamento foi considerado muito importante em um novo e recente estudo. Nesse estudo, a suplementação com 15 gramas de proteína (aminoácidos essenciais) e 30 gramas de carboidratos revelou produzir um efeito anabólico maior (estimulação de síntese protéica muscular) que uma refeição contendo a mesma dose de aminoácidos essenciais. Além disso, o consumo do suplemento não interferiu na resposta anabólica a uma refeição consumida 3 horas mais tarde. Essas descobertas são incrivelmente importantes uma vez que fornecem vários insights (esclarecimentos) a respeito de como os fisiculturistas e outros atletas podem manipular seu planejamento alimentar para acelerar os ganhos em força e massa muscular. Em primeiro lugar, os resultados desse estudo sugerem que o período refratário em que a síntese protéica muscular pode prevalecer através da alimentação é muito menor que anteriormente suposto, especialmente quando os suplementos protéicos são usados. Os resultados também sugerem que o consumo estratégico de suplementos protéicos entre as refeições regulares terá um efeito anabólico muito maior sobre o músculo que o consumo de refeições, apenas. O fator mais importante é que em um grama por base grama, a suplementação protéica fornece um maior efeito anabólico sobre o músculo. Quando os suplementos protéicos são usados entre as refeições regulares, eles garantem um benefício maior em proteína muscular e, portanto, um crescimento mais rápido de treinamento de resistência. Enquanto esse estudo usou aminoácidos de livre forma como a fonte de proteína, outros estudos mostraram que a suplementação com proteínas de alta qualidade como o whey (soro lácteo) e outras proteínas lácteas produzem a mesma resposta anabólica no músculo. Portanto, atletas podem se utilizar dessa recente pesquisa facilmente para acelerar a recuperação e obter melhores resultados com o treinamento. Veja, abaixo, uma maneira simples de fazer isso. Assim, com base nessa nova pesquisa, a suplementação protéica deve ocorrer entre as refeições compostas de alimentos integrais com aproximadamente 2 a 3 horas entre as suplementações para maximizar a estimulação da síntese protéica muscular. Eis, a seguir, um exemplo. * Primeira refeição: (duas a três horas após seguir o ANFT) tome uma porção de NY-Tro PRO-40, misturada em 300-600ml de água gelada. * Segunda refeição: (duas a três horas após a primeira refeição) faça uma refeição pequena mas balanceada de alimentos integrais contendo uma fonte de proteína, carboidratos e gorduras essenciais. * Terceira refeição: (duas a três horas após a segunda refeição) tome uma porção de VP2 Whey Isolate, misturada em 250ml de leite integral * (acrescente gelo picado, o sabor fica ótimo!) * Quarta refeição: (duas a três horas após a terceira refeição) faça uma refeição pequena mas balanceada de alimentos integrais. * Quinta refeição: (duas a três horas após a quarta refeição) tome uma porção de Ny-Tro PRO- 40, misturada em 300-600ml de água gelada. E assim por diante ... Use uma pequena porção de leite integral uma ou duas vezes ao dia com a porção de VP2. Isso ajudará a manter estáveis os níveis de insulina no sangue e a pesquisa mostra que o leite integral contém um conjunto de fatores de crescimento e gorduras únicas que exercem um efeito muito benéfico no metabolismo muscular. Resumindo: o efeito benéfico da suplementação constante é o aspecto chave. A suplementação freqüente com proteínas parece ser altamente eficaz para melhorar os processos celulares que aceleram os benefícios musculares. Se você acha que o custo pode impedi-lo de usar tantas porções de suplementos quanto você gostaria, não há problema. Simplesmente reduza o tamanho da dose do suplemento, mas não reduza a freqüência. A freqüência do consumo do suplemento protéico é o aspecto importante aqui. Ela confere, claramente, os benefícios que as refeições regularem não conseguem conferir. Há anos, atletas têm usado suplementos protéicos para aumentar os benefícios musculares e de força durante o treinamento de resistência. Pesquisas científicas atuais têm mostrado que a suplementação protéica promove uma melhor recuperação e crescimento muscular mais rápido durante o treinamento. Aproveite os benefícios desta nova e fascinante pesquisa. Produtos - https://www.socorpo.com.br/
  3. O QUE É UM ANABOLIZANTE ? O termo anabolizante significa substância que faz anabolismo,isto é, crescimento. No organismo humano, a testosterona (hormônio masculino), o hormônio de crescimento e a insulina, são os anabolizantes mais potentes. O QUE É TESTOSTERONA ? Testosterona é o hormônio masculino fabricado pelos testículos do homem e em menor quantidade pelos ovários e glândulas supra-renais da mulher. QUAIS AS FUNÇÕES DA TESTOSTERONA ? Ela tem basicamente duas funções : uma chamada anabólica e outra androgênica. Pela função anabólica ela atua,principalmente, sobre as zonas de crescimento dos ossos.Além disso, ela influencia o desenvolvimento de praticamente todos os órgãos do corpo humano. Pelo lado androgênico, ela é responsável pelo desenvolvimento das características sexuais masculinas (órgãos sexuais, produção de espermatozóides, pelos, barba, voz, etc). E mais : a testosterona age também na distribuição da gordura corporal, dando a nítida diferença entre a silhueta masculina e feminina. O QUE SÃO ESTERÓIDES ANABÓLICOS ? São derivados sintéticos da testosterona, que conservam propriedades anabólicas e esteróides (androgênicas). Na dependência do tipo de molécula sintetizada, alguns derivados aumentam ou diminuem as propriedades anabólicas ou as propriedades androgênicas. Por isso, recebem títulos que os diferenciam, como: -esteróide anabólico -esteróide androgênico -anabolizante esteróide -esteróide anabolizante androgênico -esteróide androgênico anabolizante QUANTOS ESTERÓIDES ANABÓLICOS EXISTEM ? Aproximadamente 50. Além da testosterona , os mais conhecidos são a nandrolona, o cipionato de testosterona, o enantato de testosterona, o propionato de testosterona, a bolasterona, a oxandrolona, a metenelona, a metiltestosterona, o isocaproato de testosterona, o decanoato de testosterona, o estanozolol, dentre outros. QUAL A PRODUÇÃO DIÁRIA DE TESTOSTERONA ? No homem são produzidos 10 mg/dia e na mulher de 0,25 a 1mg/dia. Sua excreção é feita pelas fezes e pela urina. No fígado ela sofre uma série de reações químicas e no final de sua ação formam-se produtos chamados metabólitos que estão sempre em alta concentração na bile e nos intestinos. Após os 50 anos de idade, essa produção vai sendo diminuída . O decréscimo de produção é mais acentuado em pessoas portadoras de determinadas doenças, principalmente a DPOC – Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica. QUAIS AS INDICAÇÕES CLÍNICAS DOS ESTERÓIDES ANABÓLICOS ? Várias patologias respondem bem ao uso de esteróides anabólicos. As principais são : -deficiência hormonal da testosterona -desnutrição -câncer de mama -anemia aplástica -osteoporose -impotência sexual(por insuficiência testicular) -retardo pubertário masculino -eunuquismo(castração) -climatério masculino Suas contra-indicações absolutas são: -carcinoma de próstata -gravidez -câncer mamário masculino QUAIS AS VIAS DE ADMINISTRAÇÀO DOS ESTERÓIDES ANABÓLICOS ? A mais comum é a injetável. Existem produtos orais, cujos efeitos colaterais são piores na superdosagem , principalmente os efeitos hepáticos, porque a droga passa pelo fígado duas vezes, uma na digestão e outra na metabolização. QUANTO TEMPO DURA A AÇÃO DE UM ESTERÓIDE ANABÓLICO ? A ação inicia-se nas primeiras 24 horas e em alguns produtos encontra seu pico máximo em 14 dias. Sua atuação dura de 2 a 4 semanas. Sempre na dependência da droga usada e de sua dose. QUAL MÉDICO DEVE SER CONSULTADO PARA UM TRATAMENTO COM ESTERÓIDES ? Teoricamente, os endocrinologistas têm mais conhecimento do assunto, principalmente aqueles mais dedicados aos distúrbios do crescimento corporal e do desenvolvimento genital. Muitos clínicos gerais estão atualizados na indicação desses produtos. Os ginecologistas atuam mais nos casos de osteoporose e os mastologistas e oncologistas nos casos de câncer de mama. Ultimamente, os geriatras fazem muitas indicações de anabolizantes para os casos de climatério masculino. Por causa da dopagem esportiva, muitos especialistas em medicina esportiva, conhecem bem o uso dessas substâncias. OS ANABOLIZANTES DEVEM SEMPRE SER USADOS COM ACOMPANHAMENTO MÉDICO? Sempre. Cabe ao médico a perfeita indicação do uso da testosterona e seus derivados, bem como o acompanhamento clínico e laboratorial durante todo o tempo de uso. Só o médico pode fazer adaptações das doses e surpreender qualquer efeito indesejável ou de superdosagem. QUANDO SURGEM OS EFEITOS COLATERAIS DO USO ABUSIVO DOS ESTERÓIDES? Depende de vários fatores: - Do poder androgênico da droga utilizada. - Da dosagem - Do período de uso - Do ciclo utilizado (crescente, decrescente, em pirâmide, etc). O uso abusivo quase sempre é observado em atletas de competição e em esportistas de academias que fazem uso dos anabolizantes para aumentar a massa muscular. O QUE É DOPPING? Dopping, ou mais propriamente dopagem é o uso de qualquer substância proibida pela regulamentação esportiva, usada com a finalidade de aumentar artificialmente o desempenho físico e/ou mental. Incluem-se na definição, alguns métodos proibidos, como a dopagem sanguínea (autohemotransfusão) e a manipulação enganosa das amostras do material coletado. POR QUE OS ATLETAS USAM ESTERÓIDES ANABÓLICOS EM ALTAS DOSES? Principalmente para o desenvolvimento de massa muscular, força e potência. Com isso, chega-se mais fácil às vitórias e aos recordes. Mas, infelizmente eles exageram nas doses e costumam usar esteróides anabólicos muito potentes aumentando consideravelmente o risco do surgimento dos efeitos colaterais que vão desde a simples acne até a morte. COMO UM ANABOLIZANTE AUMENTA A MASSA MUSCULAR? Ele aumenta a fabricação de proteínas musculares, principalmente actina e miosina que são responsáveis pela contração dos músculos ; além disso ele bloqueia o efeito destruidor de músculos após o exercício. Como os anabolizantes em altas doses costumam desenvolver um certo grau de agressividade, isso permite mais disposição para aumento de cargas e repetições nos treinamentos. A AUTOMEDICAÇÃO COM ANABOLIZANTES É PERIGOSA ? A automedicação é sempre perigosa e irresponsável. Principalmente em se tratando de anabolizantes. Os próprios médicos reconhecem a dificuldade das prescrições de esteróides anabólicos, pelos diagnósticos difíceis, pela variação das opções de receita, pela multiplicidade de ação dos inúmeros anabolizantes e principalmente, pelo controle clínico e laboratorial do paciente durante o tratamento. Imagine-se então, quando existe a automedicação os graves riscos que se corre. A VENDA DE ANABOLIZANTES EM FARMÁCIA É CONTROLADA ? A legislação obriga que o médico faça a receita desses produtos em duas vias (uma via em papel carbono) carimbadas com o nome e o CRM do emitente. A segunda-via fica retida na farmácia. JÁ OCORRERAM MORTES EM ATLETAS POR USO EXAGERADO DE ANABOLIZANTES ? Sim. As primeiras relatadas ocorreram em 1984. Já é incontável o número dessas mortes. A primeira descrita, foi por câncer hepático, em Daniel Barouchi, fisiculturista de competição, americano. Desde então, vários casos têm acontecido, a maioria deles por complicações cardíacas induzidas por superdosagem. QUAL A DIFERENÇA ENTRE TESTOSTERONA E NANDROLONA ? A nandrolona é um derivado sintético da testosterona, que é mais anabólica, menos androgênica, sem hepatotoxidade e com mínimos efeitos colaterais em doses abusivas. Com essas características, a nandrolona atua muito no aumento da massa muscular e é preferida pelos atletas que abusam das doses porque ela é pouco androgênica, isto é, não atua muito na esfera sexual o que reduz os efeitos colaterais mais indesejáveis pelos esportistas. A prescrição médica nos casos indicados, também privilegia a nandrolona, por esses mesmos motivos. EXISTE RISCO DE CÂNCER HEPÁTICO COM A TESTOSTERONA ? E COM A NANDROLONA ? A hepatotoxidade da testosterona é alta daí poder surgir (geralmente na superdosagem) o câncer hepático. Com a nandrolona, mesmo em doses maiores, o risco dessa patologia é bem reduzido. QUAIS AS VARIÁVEIS PARA OS EFEITOS ANABÓLICOS DO USO DE ANABOLIZANTES EM ATLETAS ? Nem todos os esportistas que usam anabolizantes (geralmente por automedicação) apresentam o mesmo resultado na desenvolvimento e aumento da massa muscular. O organismo apresenta receptores específicos para a testosterona e seus derivados, como aliás acontece com qualquer substância endógena ou exógena. Se os receptores de uma pessoa têm pouca afinidade pelos anabolizantes, mesmo em altas doses, o efeito esperado na massa muscular é pequeno. Além disso, existem outros fatores : -tipo de esteróide usado -duração do ciclo (uso) -estado emocional antes e durante o ciclo -intensidade do treinamento -dieta alimentar, principalmente hiperproteica -uso concomitante de outros hormônios -uso concomitante de suplementos proteicos -volume de líquido ingerido durante o ciclo. DURANTE A SUPERDOSAGEM, CONTINUA A PRODUÇÃO NATURAL DE TESTOSTERONA ? Quando os receptores proteicos reconhecem a presença no sangue do esteróide artificial, a produção endógena, natural, da testosterona cai muito e pode chegar a zero, principalmente com uso de derivados de altos efeitos androgênicos. Quando o ciclo é interrompido, a produção se retoma, Mas é variável o tempo em que isso ocorre e nem sempre a intensidade dessa retomada chega aos 100%. É por isso que os atletas têm medo de suspender abruptamente os ciclos : pela diminuição das taxas de testosterona natural que tem graves efeitos. OS EFEITOS DOS ANABOLIZANTES SÃO IGUAIS NOS HOMENS E NAS MULHERES ? Teoricamente, não. Os efeitos são maiores nas mulheres e nas crianças porque têm níveis de andrógenos mais baixos que o homem. O QUE É USO ABUSIVO DE ANABOLIZANTE ? O receituário médico e as dosagens corretas de qualquer esteróide anabólico obedece parâmetros bem definidos pela experiência clínica baseada em pesquisas científicas. Além disso, os médicos vão alterando as doses no decorrer do tratamento com base na resposta clínica e no controle laboratorial. Qualquer dosagem acima disso já deve ser considerada um abuso aumentando os riscos de efeitos colaterais. Por dosagem, deve-se entender não só a concentração da substância em cada ampola, mas principalmente o intervalo entre as tomadas e o tempo de uso. QUAIS OS ACONSELHAMENTOS MÉDICOS PARA OS PACIENTES EM TRATAMENTO COM ANABOLIZANTES ? O mais importante é seguir corretamente o que está prescrito na receita. Depois, informar ao médico qualquer sintoma ou sinal que o paciente perceba durante o tratamento. Por fim, visitar o médico com a periodicidade que ele indicar para reavaliação do caso e realização dos exames laboratoriais de controle. QUAIS OS EXAMES LABORATORIAIS QUE OS MÉDICOS SOLICITAM ? A “bateria”de exames varia muito de caso a caso, principalmente em função do diagnóstico que motivou a receita. Mas existe um grupo de exames que os médicos solicitam de rotina , principalmente para surpreender o início de efeitos colaterais : determinação da densidade óssea, dosagem de hemoglobina, albumina, creatina, fosfatase alcalina, dosagem de cálcio e fósforo no sangue, colesterol ( principalmente o HDL, o bom coleterol), transaminases (enzimas hepáticas) e glicemia( principalmente nos diabéticos). POR QUE ALGUNS ATLETAS TOMAM DOIS ANABOLIZANTES ? Os receptores químicos que aceitam a presença de anabolizantes podem ter grande afinidade por um derivado de testosterona e pouca afinidade por um outro derivado. Mas, isto não se pode saber antecipadamente. Como esses atletas não querem correr riscos de usar um anabolizante que faça pouco efeito, acabam usando mais que um anabolizante e com isso aumentam os riscos de efeitos colaterais. O RISCO DO USO ABUSIVO É MAIOR EM ALGUNS ATLETAS DO QUE EM OUTROS ? Sim. O risco é maior naqueles que têm antecedentes familiares de pressão alta, câncer e problemas cardíacos. OS EFEITOS COLATERAIS SURGEM LOGO NAS PRIMEIRAS APLICAÇÕES ? Esse surgimento é muito variável. Alguns efeitos podem surgir durante o ciclo de uso do anabolizante e outros podem surgir após o uso, as vezes, até bem mais tarde. Muitos efeitos bem tardios ( às vezes, mais de 10 anos), surgem por causa da taxa baixa de testosterona natural. A HIPERTROFIA MUSCULAR TEM UM LIMITE ? Tem. Mesmo que os receptores químicos aceitem bem a molécula de um anabolizante e faça aumento da massa muscular, há um ponto em que esses receptores ficam saturados e aí não aceitam mais o anabolizante. O efeito de aumento da massa muscular estaciona nesse momento. EXISTE ALGUM ESTERÓIDE ANABÓLICO QUE SÓ AUMENTA A MASSA MUSCULAR ? Não. Os atletas estão sempre buscando essa mágica, porque querem ficar fortes e não correr riscos na esfera sexual. Por mais que se tente produzir um derivado de testosterona que seja só anabólico, isso tem sido impossível. Existem anabolizantes, como é o caso da nandrolona, em que os efeitos androgênicos estão muito atenuados, mas ainda não existe um esteróide que seja 100% anabólico. QUAIS OS EFEITOS COLATERAIS DA SUPERDOSAGEM, COMUNS NO HOMEM E NA MULHER ? A relação de efeitos colaterais indesejáveis é muito extensa. É impossível que todos esses efeitos aconteçam numa mesma pessoa. Tudo fica na dependência do anabolizante usado, do tempo de uso , da dosagem utilizada e principalmente, da suscetibilidade individual. Os mais comuns são : -acne -aumento dos níveis do LDL colesterol (o colesterol ruim) -diminuição dos níveis do HDL colesterol ( o bom colesterol) -edema (retenção de água nos tecidos) -arritmia cardíaca -aumento do risco de doença coronariana (mais com os EAA orais) -hepatite peleiótica (cistos de sanguen na fígado)(mais com os orais) -tumores hepáticos (mais com os orais) -calvície -aumento da sudorese (principalmente nos pés) -amarelecimento da pele e dos olhos -dores no estômago -dores ósseas -sensação de fadiga -cefaléia intensa -aumento da pressão arterial -maior probabilidade de cálculos renais -maior incidência de lesões nos ligamentos e tendões -insônia -cãimbras -náuseas e vômitos -língua muito sensível (irreversível na mulher) -hálito insuportável -agressividade (irreversível) -edemas -hemorragias abdominais -urina escura -morte QUAIS OS EFEITOS COLATERAIS PRÓPRIOS DOS HOMENS ? -alargamento do pênis -depois, atrofia do pênis -atrofia de testículos -ginecomastia (muitas vezes irreversível) -necessidade freqüente de urinar -diminuição da produção de espermatozóides -perda dos pelos -afinamento da voz -ereções freqüentes e contínuas -aumento da próstata -esterilidade QUAIS OS EFEITOS COLATERAIS PRÓPRIOS DAS MULHERES ? -alargamento do clitóris -diminuição da produção de estrógenos e progesterona -inibição da ovulação -alterações do ciclo menstrual -amenorréia(suspensão temporária da menstruação) -aumento inicial da libido -pele oleosa -crescimento dos pelos -surgimento de pelos em locais não comuns -rouquidão -engrossamento da voz -comportamento masculinizado -danos irreversíveis ao feto -esterilidade Fonte – Clínica Dr Osmar de Oliveira Apoio – Treine com uma Suplementação saudável – Acesse www.socorpo.com.br Desde 2001
  4. Comece já seu caminho para a uma vida longa e saudável. Os radicais livres são moléculas altamente instáveis, resultado dos milhões de reações químicas produzidas pelo organismo, essenciais para a saúde e o correto funcionamento do corpo humano. Mas, em excesso, podem prejudicar outras moléculas, abrindo espaço para doenças. Eles estão implicados em mais de cinqüenta problemas médicos, incluindo-se aí várias formas de câncer, doenças cardíacas, envelhecimento precoce, catarata e aids. Sua ligação com tamanha variedade de doenças sugere que eles não são elementos isolados ou fenômenos periféricos, mas atores principais na maioria dos problemas de saúde. Nossa melhor arma para combater os radicais livres são os antioxidantes e o condicionamento físico. E nenhuma delas deve ser usada sem orientação e acompanhamento médico – lembre-se: principalmente para quem faz muita atividade física, que causa aumento dos radicais livres, o uso de antioxidantes é ainda mais necessário. Antes de embarcar em qualquer tipo de exercício ou programa de saúde, tenha o cuidado de ouvir seu médico. Siga suas instruções à risca. Deixe que ele monitore o tratamento, atento aos efeitos colaterais e, inclusive, à interação entre os remédios que você está tomando. Ouvir seu médico, expor suas dúvidas, seguir suas recomendações e mantê-lo informado de como você reage será altamente benéfico para sua saúde. Condicionamento físico é a jornada, não o destino. É para começar já e continuar pelo resto de sua vida. Fonte – W.Rondó - http://suplementosesportivos.wordpress.com...vres-e-doencas/ Apoio https://www.socorpo.com.br/
  5. JÁ DESCOBRIU A PROTEÍNA IDEAL PARA SUA DIETA DE BAIXO CARBO ? • Descubra porque lanches fora da hora comprometem 58% das dietas de baixo carbo. • Como WHEY ajuda a controlar o apetite, ao mesmo tempo em que aumenta a queima de gordura • Porque WHEY é uma proteína de melhor qualidade Como determinar a quantidade ideal de whey na sua dieta Dietas Low Carb Dietas ricas em proteínas queimam mais gordura. Ovos, frango, peixe, carne, soja – são todos fontes de proteína. Proteína é um dos principais macronutrientes dos alimentos, junto com os carboidratos e gorduras; nutrientes essenciais à sobrevivência do corpo. Pesquisas comprovam que dietas com baixo carboidrato e alto consumo de proteínas promovem uma queima 77% maior de gordura, quando comparado com dietas ricas em carboidratos 1,2 . Consumo de baixo carbo e alta proteína, diminui o apetite mais do que dietas com alto carbo. O maior problema em dietas de baixo carbo ocorre entre as refeições. 33% de toda a caloria consumida por dia, ocorre em forma de lanches entre refeições. E 58% das pessoas em dietas de baixo carbo, acabam por consumir lanches ricos em carboidratos nestes horários, mesmo em suas próprias casas 3 . Parece que lanches são os maiores vilões de dietas de controle de peso! Assim, fazer lanches pequenos e com freqüência, ricos em proteína, acelera a queima de gordura, ao contrário do que ocorre com lanches ricos em carboidrato. Infelizmente, não é nada conveniente fazer lanches a base de ovo, frango, peixe, carne ou soja… é necessário tempo e trabalho! Melhor que proteína de soja? E se existir um produto que tem mais a oferecer do que ovo, frango, peixe, carne… ou ate mesmo soja? Realmente a soja alcançou seu ápice há alguns anos, mostrando ser eficaz na redução do colesterol e proteção contra doenças cardíacas. Mas o que dizer de uma proteína que reduz mais o colesterol que a soja, ao mesmo tempo em que aumenta a massa magra e acelera a queima de gordura? Um produto que: • ajuda a reduzir o apetite quando ingerida entre refeicoes ; • ajuda a acelerar a queima de gordura e controlar os níveis de insulina; • ajuda a reparar e reconstruir músculos, mesmo em pessoas idosas, construindo um corpo mais magro e resistente para atividade física ; • ajuda a reduzir o colesterol; • melhora a ação do sistema imune, e ainda ajuda a controlar a hipertensao ; • promove deposição de Ca ósseo, ajuda a manter a saúde intestinal e reduz os efeitos do stress ; • tem um ótimo sabor e é fácil de consumir. Assim como todos os carboidratos não são iguais, as proteínas também não!WHEY PROTEIN é considerada a proteína da mais alta qualidade em termos de capacidade de utilização pelo corpo. Ela é extremamente baixa em carboidratos, tem altos índices de proteína e contém ZERO de gordura . Estas são ótimas notícias para qualquer um se preocupe em ter um corpo bonito e saudável. Referências:• Skov AR , et al. Int J Obe Relat Metab Disord . 1999; 23(5):528-536 • Layman D, et al. J Nutr . 2003; 133:261S-267S • The definitive Habits & practices Study of U.S. Low Carb Consumers , The Valen Group, 2004 • Hall, et al. Brit J Nutr . 2003; 89:239-248 • Dangin M. J Physiol . 2003; 59: 635-644 • Harper. J. Biological Properties of Whey Components , A review. 2000 with updates 2001-2003 • Blum M, et al. Arch Inter Med , 1989; 149(1): 211-212 Fonte WWSports Aonde encontrar: https://www.socorpo.com.br/index.asp?secao=...ia=0&id=277
  6. Glutamina é o aminoácido não-essencial mais abundante no corpo humano. Ele pode ser encontrado principalmente no sangue e músculos. Glutamina tem uma estrutura única consistindo em 19% de nitrogênio que o torna o transportador primário de nitrogênio para a célula do músculo. É responsável por 35% do nitrogênio que chega às células de músculo onde é sintetizado para crescimento. Segundo Judy Shabert e Nancy Ehrlich no livro The “Ultimate Nutrient: Glutamine/the Essential Nonessential Amino Acid” a suplementação com Glutamina produz os seguintes benefícios: Aumenta a Síntese de Proteína (Construção de Músculo): Glutamina poupa o tecido muscular que é catabolizado para prover glutamina para outras células no corpo, assim permitindo que o tecido muscular use glutamina para sintetizar tecido muscular novo. Diminui o Catabolismo (A Quebra de Tecido Muscular): Catabolismo acontece quando Glutamina deixa o músculo e leva as células a descarregar água e se tornarem desidratadas. Suplementação com Glutamina assegura que os altos níveis de Glutamina dentro das células sejam mantidos o que significa que não ocorre descarga de água ou catabolismo. Impede o esvaziamento de Glutamina nos músculos depois de exercícios: Sob períodos de tensão, incluindo treinamentos duros e intensivos, seu corpo pode não conseguir fabricar toda Glutamina que requer. Estudos mostraram que a suplementação com Glutamina é eficaz na substituição destes níveis decaídos. Eleva os Níveis de Hormônio do Crescimento: Num estudo conduzido por Thomas C. Welbourne da Louisiana State University College of Medicin em Shreveport, foi mostrado que uma pequena dose oral de 2 gramas de Glutamina causou um aumento do nível de hormônio do crescimento maior que 400% em relação ao grupo placebo. Ajuda o Sistema Imunológico: Glutamina pode melhorar a função do sistema imunológico. Durante períodos de tensão ou doença, o metabolismo da glutamina é aumentado para promover um ótimo sistema imunológico funcionando. Fonte – Descritivo de produto – GlutaLean em : http://suplementosesportivos.wordpress.com/ https://www.socorpo.com.br/index.asp?secao=...ia=0&id=273
  7. Pesquisas Whey protein ajuda a reduzir a pressão sanguínea Hipertensão é um fator de risco para doenças cardiovasculares e uma grande preocupação na América do Norte. Mesmo com os avanços da ciência em tratamentos o número de mortos continua aumentando. Estudos anteriores mostraram que diferentes componentes da Whey Protein ajudam a reduzir a pressão sanguínea. Alguns estudos recentes realizados na University of Minnesota descobriram que uma específica whey protein isolada (Biozate®) com peptídeos bioativos reduzem a pressão sanguínea com uma semana de tratamento. Tanto a pressão sistólica, quando a diastólica diminuíram resultando em boas perspectivas. O estudo foi publicado na primavera de 2003. Resumo publicado in Cardiovascular Drugs and Therapy, 2002, 16 (Supplement 1): 68. Whey protein ajuda a reduzir o stress Pesquisas realizadas na Holanda testaram uma das inúmeras frações encontradas na whey – alpha lactalbumina e seus efeitos no stress. Eles descobriram que uma dieta com alta ingestão de lactalbumina ajudam a controlar os níveis de stress. Também puderam concluir que uma dieta com alta ingestão de lactalbumina a diminuir os níveis de cortisol, que são elevados em condições de stress. Esses resultados não são apenas positivos para o stress diário, mas também para o armazenamento de gordura que aumenta generosamente em conseqüência do aumento de cortisol. Estudo publicado in American Journal of Clinical Nutrition, 2002, 75(6): 1051-6. Whey protein é uma promessa na redução da infecção pelo vírus HIV - Novas pesquisas realizadas na Holanda enxergaram que as proteínas naturais possuem atividade anti-HIV. Um relatório desse recente estudo mostrou que a lactoferrina, uma das frações da Whey Protein “mostrou uma considerável inibição da atividade contra o HIV quebrando o processo de entrada e replicação do vírus”. A caseína, a proteína primária do leite, mostrou resultados diferentes e não inibe significativamente a replicação do vírus. Outros estudos estão em processo. Estudo publicado in Antiviral Research, 2002, 55: 341-355. Apoio https://www.socorpo.com.br/ VISITEM MEU BLOG http://suplementosesportivos.wordpress.com/
  8. Cuidado com as Articulações Muitos atletas, quando entram em uma academia ou iniciam um treinamento desportivo, querem mostrar o máximo de suas capacidades físicas, o que faz com que, depois de alguns dias, não consigam mover os ombros, joelhos e as demais articulações do corpo. Não podemos contrariar o fato de que o processo de treinamento intenso em vários tipos de esportes colocam tensão significativa em suas articulações. Muito desgaste pode causar danos e perda de osso e até função de uma articulação. ESTRUTURA DE UMA ARTICULAÇÃO · Entre o tendão e o osso há uma pequena bolsa cheia de líquido articular lubrificante ( LÍQUIDO SINOVIAL ) que age como uma 'almofada', esta bolsa pode sofrer uma inflamação como resultado de uso desajeitado de uma articulação ou uma irritação causada por um dano a um tendão e/ou ligamento. · A cartilagem é o material que cria a superfície lisa de uma articulação. Pressão anormal colocada na cartilagem pelos ossos pode conduzir a lesões na mesma. Quando a cartilagem chegar a ficar muito gasta haverá um contato entre os ossos da articulação, causando muita dor, podendo levar a uma artrite, condromalácea, entre outras. · Os ligamentos são feitos de tecido conjuntivo, estabilizando uma articulação. A lesão ao ligamento pode ser resultado de um movimento incomum ( não fisiológico ), gradualmente a movimentos repetitivos, fraqueza muscular. · O tendão é feito de tecido conjuntivo fibroso que conecta o músculo ao osso. O excesso de treinamento pode causar um ainflamção ( tendinite ). COMO PREVENIR? Os métodos de treinamento e estilo de vida podem afetar seu corpo em geral, para minimizar suas chances de lesões, vai aí algumas dicas: · aquecimento antes de qualquer treinamento · mover as articulações com movimentos leves · alongar a musculatura 20' após o treinamento deixando seu músculo iniciar um relaxamento · não ignore a dor, a fadiga é um efeito colateral normal dentro de treinamento, a dor não · procure sempre um acompanhamento de um fisioterapeuta especializado, se necessário tenha ajuda de uma equipe multidisciplinar ( médico, fisioterapeuta, educador físico, nutricionista). David Homsi - Fisioterapeuta
  9. AFINAL, O QUE SÃO? “Os suplementos fornecem ao organismo substâncias que, nas refeições, não são ingeridas em quantidade suficiente a ponto de promover ganhos significativos de energia ou massa muscular”, explica o fisiologista Turíbio Leite de Barros, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e do São Paulo Futebol Clube. Apenas algumas cápsulas ou colheres desses produtos são suficientes para fornecer ao seu corpo, por exemplo, uma quantidade de proteína que você só conseguiria se comesse quilos de picanha ou peito de peru todos os dias. QUAL O MAIS APROPRIADO? Antes de mais nada, é fundamental saber quais os suplementos que melhor se adequam à meta que quer atingir, levando em conta fatores como dieta e tipo de atividade física. Para quem gasta muita energia, como corredores e triatletas, são indicados produtos hipercalóricos, enquanto adeptos da musculação precisam de ênfase em proteínas. “O ideal é consultar um especialista em nutrição ou medicina do esporte. Ele pode criar um plano individual que leve em conta o objetivo do atleta”, aconselha o nutrólogo Carlos Alberto Werutski, de Porto Alegre, coordenador do Departamento de Atividade Física da Associação Brasileira de Nutrologia. COMO ESCOLHER O IDEAL? Como nem sempre dá para contar com a assessoria de um profissional de nutrição, você acaba tendo que escolher sozinho. Daí, vai a uma loja especializada e fica perdido no meio de prateleiras lotadas de produtos, nacionais e importados. Sem falar na absurda variação dos preços. >> Procure uma loja idônea. Depois conte com a experiência do vendedor: teste o conhecimento dele, pergunte, especule, compare marcas e avalie a relação custo/benefício de cada produto. SOCORPO SUPLEMENTOS - DESDE 2001 >> Procure na embalagem a sigla MS seguida de um número que corresponde ao registro do produto no Ministério da Saúde. “A inscrição garante que a fórmula foi inspecionada pelo órgão e contém exatamente os componentes descritos no rótulo”, avisa a médica Renata Castro, da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte. SIGA NOSSO MANUAL MELHORE SUA PERFORMANCE E AUMENTE AS RESERVAS DE ENERGIA Aposte nos carboidratos. Eles são os combustíveis que você precisa ao praticar exercícios intensos ou prolongados (como corrida e futebol). Além de energéticos, eles evitam que o corpo consuma a proteína muscular antes da gordura. Traduzindo, preservam os ombros e os tríceps que você acabou de malhar Maltodextrina >> O que é: carboidrato vindo do amido de milho. >> Como é encontrado: pó. >> Como age no corpo: a substância repõe a energia gasta durante a atividade física, melhorando o desempenho e retardando a fadiga, por meio da liberação gradual de glicose para o sangue. Como a maltodextrina é facilmente assimilada pelo organismo e metabolizada de maneira lenta e constante, seu consumo proporciona um gás extra para a prática de esportes como futebol, vôlei, basquete e corrida. >> Dose recomendada: duas colheres de sopa diluídas em um copo (300 ml) de água, três vezes ao dia. >> Quando tomar: antes, durante e após o esforço físico. Ribose >> O que é: carboidrato existente nas células, em sua forma natural. >> Como é encontrado: cápsulas e pó. >> Como age no corpo: aumenta o pique e acelera a recuperação muscular pós-treino, ao estimular a reposição da molécula mais importante relacionada à produção de energia, a adenosina trifosfato (ATP), usada em todos os processos metabólicos do corpo. A ribose fornece combustível para que os músculos trabalhem em seu nível máximo, especialmente durante exercícios que exigem arrancadas e explosões de força, como luta, futebol, basquete e corrida. A substância também retarda a fadiga e ajuda os músculos a se recuperar em menos tempo. >> Dose recomendada: de 2 a 5 gramas ao dia. >> Quando tomar: antes da atividade física. Energético em gel >> O que é: mix de carboidratos, como latodextrina, frutose e glicose, isentos de gorduras. >> Como é encontrado: sachês de diversos sabores. >> Como age no corpo: de rápida digestão e assimilação, esse suplemento fornece energia rápida e também repõe sais minerais que o corpo perde junto com o suor, como sódio, potássio e selênio, proporcionando ação antioxidante. A embalagem prática favorece seu consumo ao longo de treinos e competições. >> Dose recomendada: depende da duração e da intensidade do esforço. >> Quando tomar: um sachê antes do exercício e um a cada 30 minutos. Hipercalórico ou massa anticatabólica >> O que é: suplemento com alta concentração de carboidratos e proteínas e baixo índice de gorduras, acrescido de vitaminas e sais minerais. >> Como é encontrado: pó. >> Como age no corpo: é indicado principalmente para quem quer manter massa corporal magra ou pratica esportes de alta intensidade, como maratonistas e triatletas. Os carboidratos fornecem energia para ser queimada durante o exercício, e as proteínas (whey protein, albumina e soy protein, entre outras) evitam o que o corpo “queime” os músculos após o treino (catabolismo). >> Dose recomendada: de duas a quatro medidas cheias do produto em um copo de leite integral (300 ml). A quantidade de porções diárias depende do treino e do objetivo. >> Quando tomar: logo depois da atividade física ou para enriquecer a dieta diária. QUEIME GORDURA E PERCA PESO Conhecidos como fat burners, estes suplementos aumentam a termogênese, o consumo de calorias pelo organismo, e usam as reservas de gordura localizada como fonte de energia CLA >> O que é: sigla do ácido linoléico conjugado, encontrado em laticínios, carnes e óleos vegetais. >> Como é encontrado: líquido e cápsulas. >> Como age no corpo: estudos mostram que o ácido graxo CLA acelera o metabolismo e desempenha importante papel no bloqueio da lipogênese, processo de síntese e armazenamento de gordura. Assim, a substância obriga o corpo a utilizar a gordura acumulada como combustível para a atividade física, tanto em exercício anaeróbicos, como a musculação, quanto em aeróbicos, a exemplo da natação, da corrida e do ciclismo, entre outros. >> Dose recomendada: de 4 a 6 cápsulas (3 200 mg) por dia. >> Quando tomar: nas principais refeições. L - Carnitina (proibida no Brasil) >> O que é: substância produzida pelo corpo, também disponível em produtos de origem animal, como carnes, peixes e laticínios. >> Como é encontrada: líquido e cápsulas. >> Como age no corpo: estudos mostram que a l-carnitina reduz o acúmulo de gordura corporal, ao conduzir os ácidos graxos até as mitocôndrias (as fornalhas onde ocorre a queima de gordura nas células). Sua comercialização em lojas de suplementos esportivos está suspensa no Brasil, por ordem da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). >> Dose recomendada: duas colheres de sopa ou uma cápsula, uma ou duas vezes por dia. >> Quando tomar: antes da atividade física. CONSTRUA MÚSCULOS E GANHE FORÇA Proteínas e aminoácidos são os tijolos que seu corpo precisa para definir o abdome e fazer crescer os bíceps e o peitoral Whey Protein https://www.socorpo.com.br/index.asp?secao=...mp;categoria=96 >> O que é: proteína extraída do soro do leite. >> Como é encontrada: pó em diversos sabores. >> Como age no corpo: campeão de vendas nas lojas , é o suplemento ideal para quem malha pesado, pois a proteína alimenta os músculos e evita o catabolismo – quando o corpo queima massa ao repor a energia gasta no treino. >> Dose recomendada: duas medidas em um copo de água (200ml), duas vezes ao dia. >> Quando tomar: ao acordar (ou antes de dormir) e logo após a sessão de musculação. Barras de proteínas https://www.socorpo.com.br/index.asp?secao=...ia=0&id=335 >> O que são: alimento enriquecido com proteínas animais e vegetais, carboidratos, vitaminas, minerais e gorduras saudáveis. >> Como são encontradas: barras de 50 gramas, em média, em diversos sabores. >> Como agem no corpo: ricas em whey e soy protein e BCAA , contribuem para o crescimento dos músculos. Evitam a fadiga pós-treino e a perda de massa provocada pelo catabolismo (processo em que o organismo queima energia dos músculos em vez da gordura). >> Dose recomendada: duas barras por dia. >> Quando comer: antes ou depois da atividade física ou como lanche, entre as principais refeições. Óxido nítrico (NOX - Supercharge) https://www.socorpo.com.br/index.asp?secao=...ia=0&id=213 >> O que é: gás natural composto de moléculas de nitrogênio e oxigênio. >> Como é encontrado: tabletes e cápsulas ou pó. >> Como age no corpo: tem efeito hemodilatador (aumenta o calibre dos vasos sangüíneos), favorecendo o fluxo do sangue e o aporte de oxigênio e nutrientes para os músculos. Esse efeito, conhecido como “bombeamento”, favorece o ganho muscular. >> Dose recomendada: vide embalagens >> Quando tomar: de 30 a 40 minutos antes do exercício físico. BCAA https://www.socorpo.com.br/index.asp?secao=...ia=0&id=338 >> O que é: abreviatura de branch chain amino acids (aminoácidos de cadeia ramificada), é a combinação de três aminoácidos, leucina, valina e isoleucina. >> Como é encontrado: pó, tabletes e cápsulas. >> Como age no corpo: estimula o crescimento muscular, contribui para o aumento de força e evita o catabolismo (quando seu corpo faminto rouba nutrientes dos músculos depois do treino). >> Dose recomendada: duas cápsulas, duas vezes ao dia. >> Quando tomar: 30 minutos antes e imediatamente após o exercício. Glutamina https://www.socorpo.com.br/index.asp?secao=...ia=0&id=339 >> O que é: aminoácido encontrado em fontes de proteínas, como carne, leite e soja. >> Como é encontrado: pó. >> Como age no corpo: promove aumento muscular e nutre as células imunológicas, estimulando a produção de anticorpos. Por minimizar a fadiga resultante da síndrome de overtraining (OTS) é indicada para quem treina pesado. >> Dose recomendada: 5 gramas duas vezes ao dia. >> Quando tomar: após a atividade física e ao deitar. TENHA MAIS VIGOR E DISPOSIÇÃO E COMBATA O ESTRESSE Vitaminas e minerais são nutrientes fundamentais para todas as funções vitais, mas o corpo não produz a maior parte deles. Quem pratica esportes tem ainda mais necessidade de complementar a dieta com suplementos. Quando você treina pesado, eles fazem a diferença no dia seguinte Polivitamínicos e poliminerais https://www.socorpo.com.br/index.asp?secao=...ia=0&id=199 >> O que são: fórmulas que contêm as principais vitaminas e minerais. >> Como são encontrados: cápsulas. >> Como agem no corpo: aceleram o metabolismo, aumentam a energia e combatem a fadiga, fornecendo ao corpo nutrientes que podem faltar na alimentação, como vitaminas A, C, D e E e minerais como cálcio, zinco e selênio. Têm também efeito antioxidante, inibindo a ação dos radicais livres, moléculas presentes no ar que lesionam os tecidos e são responsáveis pelas dores pós-treino. >> Dose recomendada: em geral, duas cápsulas por dia ou segundo a orientação do fabricante. >> Quando tomar: após as refeições. Fonte: Men's Health
  10. O Muscle Milk é coisa de primeirissima linha............tem o EvoPro tbm da mesma marca.....mais específico. Abç Mauricio seguem os links para quem quiser ler sobre os dois. https://www.socorpo.com.br/shop.asp?id=114
  11. Acessem o site da Abenutri e assinem o Manifesto para que a ANVISA não tire nosso direito de escolher sobre USAR ou NÃO USAR suplementos. http://www.abenutri.org/ Abraços Mauricio www.socorpo.com.br
  12. Como já era esperado os preços de todos os suplementos importados vão subir em média 20%.........Esperamos que quando o Dolár cair.........Se cair............Haja uma retração nos valores...........O que não ocorreu em uma passado próximo quando os preços foram mantidos mesmo com a queda do dólar para 1.60....... Saibam que as lojas não tem culpa nisso.....pois o importadores oficiais são os que determinam os preços. Vamos esperar e ver no que vai dar. Abçs
  13. A palavra anabolizante é sinônimo de esteróide anabólico, que é a testosterona (o hormônio masculino) e todos os seus derivados produzidos em laboratório. Hoje, temos cerca de uma centena de produtos fabricados sinteticamente no laboratório - alguns a partir de testosterona e outros derivados do colesterol -, que funcionam como hormônio, portanto, esteróides anabólicos . A testosterona tem duas funções no corpo humano, uma anabólica (respons ável pelo crescimento e desenvolvimento do homem e na mulher) e outra esteróide (respons ável pelo desenvolvimento das características sexuais masculinas ). As características femininas são determinadas por outro hormônio, o estrógeno. O que se descobriu é que quando uma pessoa usa a testosterona artificialmente, geralmente injetada, consegue produzir um aumento de força muscular muito grande às custas da elevação acentuada das fibras musculares e, portanto, de todo o volume do músculo. E, em termos de força muscular, esta é sempre proporcional ao volume dele, ou seja, quanto mais volume, mais força. Os médicos utilizam esses produtos para tratar crianças com atraso no desenvolvimento ou pessoas que ficaram muito tempo acamadas e que com isso perderam a musculatura. Isso faz com que esses medicamentos sejam vendidos nas farmácias . Infelizmente, desde o final da década de 70, os atletas descobriram esse hormônio e passaram a usa-lo indiscriminadamente. Chegamos ao ponto, principalmente na década de 80, de a grande maioria dos resultados esportivos dos atletas de alto nível serem conseguidos através do uso dos esteróides anabólicos . No começo, eram atletas que faziam competições de força, como arremessadores de disco e dardo. Depois foi a vez de saltadores e velocistas , que ganhavam com os anabolizantes muita massa muscular e, conseqüentemente, muita explos ão. Então chegou-se a um impasse “filos ófico”: de um lado os comitês tinham que coibir esse uso para que as vitórias fossem mais justas ; de outro lado, os atletas começaram a descobrir as comiss ões antidoping. O anabolizante cai na graça do povo Com a divulgação da mídia e a atração que os corpos esculturais dos atletas provocava nos indivíduos comuns , os esteróides deixaram o domínio do esporte de alto nível e caíram nas graças do praticante de atividade física, chegando às academias . Hoje, acredito que de cada cem ampolas de anabolizantes produzidas em qualquer laboratório, uma é consumida por atletas profissionais e 99 por freqüentadores de academias . Isso ocorre porque essas pessoas têm muita pressa, querem ver resultados mais rápidos . Eles ingressam nas academias , buscando força e musculação porque, de uma hora para outra, ficaram descontentes com seus físicos . Infelizmente, muita gente acabou entrando nessa de usar a testosterona, iludidos com o efeito rápido que ela realmente produz. Mas , os efeitos colaterais disso são extremamente graves . Temos hoje mais de sessenta efeitos colaterais listados , que vão desde espinhas no rosto até a morte, passando por les ões irrevers íveis no fígado, a agressividade, vários tipos de câncer e a invers ão das características sexuais : o homem se afemina e a mulher se masculiniza. O que ainda não se sabe é qual dose produz esses efeitos . Há pessoas que tomam isso exageradamente há cinco anos e essas reações ainda não apareceram. Outras tomaram dez ampolas e apresentaram os resultados negativos . Como qualquer droga, há uma sensibilidade individual para cada pessoa. Anabolizantes x suplementos A mídia divulgou tanto os malefícios desta droga que hoje em dia há bons professores que oferecem aminoácidos , suplementos e determinadas proteínas e as pessoas têm medo de tomar, achando que estes produtos também são anabolizantes , o que não é verdade. De qualquer maneira, isso acabou sendo bom porque conscientizou os jovens sobre o uso dos esteróides anabólicos . Mesmo esses suplementos não são necess ários para todo mundo e s ó devem ser utilizados quando indicados por um profissional ético. Um jovem que quer desenvolver um físico mais forte e ter um aproveitamento melhor dos exercícios que ele faz na academia pode se beneficiar muito desses suplementos . Já os que freqüentam a academia para perder peso não têm necessidade. Aqueles que praticam exercícios há algum tempo, mas agora estão mais estressados e cansados devido à sobrecarga de atividades , precisam de determinados tipos de suplementos . Não dá mais para generalizar. O complemento certo vai variar muito com a idade, com o que a pessoa quer, o esporte que ela pratica e com as taxas hormonais do seu corpo. Todas essas questões demandam auxílio de um médico que dirá se a pessoa precisa ou não do suplemento, de qual, e o mais importante: qual a dose é necess ária. Quem vende essas coisas quer vender pelo máximo, mas não há essa necessidade. Às vezes , você pode estar sobrecarregando o seu fígado, que irá metabolizar tudo isso, e também o seu bolso, jogando dinheiro fora. Lembre-se: o excesso sai pela urina. O médico de medicina esportiva tem uma cabeça mais aberta para poder entender o problema dessa pessoa e lhe dar o caminho mais acertado. Enfim, antes de começar a corrida na busca dos músculos , escolha muito bem a academia, pesquise a formação moral do professor, não aceite nada que venha com esse rótulo de causar maravilhas e, se tiver vontade de tomar algo, procure um professor ético ou um médico especializado em medicina esportiva e diga que deseja melhorar o seu rendimento e esteja sempre atento ao que lhe oferecem Autor: Dr Osmar de Oliveira Fonte: http://suplementosesportivos.wordpress.com/
  14. Quero convidar o pessoal para visitar meu novo Blog: http://suplementosesportivos.wordpress.com Ainda está no começo mas procuro postar quase todo dia algo novo....Desde descrição de produtos.....Estudos....Treinos.... Até curiosidades e crônicas...... Aguardo a visita de todos........ Abraço Mauricio http://suplementosesportivos.wordpress.com
  15. Atividade física na meia idade diminui o risco do mal de Alzheimer As pessoas que se exercitam na meia idade têm uma probabilidade bem menor de desenvolver a doença de Alzheimer e outros tipos de demência quando forem mais velhas, revelou um novo estudo. Os médicos há muito perceberam que a prática regular de exercícios pode prevenir e controlar a hipertensão, a diabetes e as cardiopatias. Mas alguns estudos recentes, incluindo o último a ser divulgado, permitiram que se chegasse à conclusão mais surpreendente de que o exercício é capaz de proteger o indivíduo contra o desenvolvimento da senilidade, até mesmo vários anos depois da prática de atividades físicas. Em um estudo publicado na semana passada na Internet no periódico "Lancet Neurology", pesquisadores do Instituto Karolinska fizeram exames para a detecção de demência em um grupo de quase 1.500 pacientes com mais de 65 anos, cujos hábitos relativos aos exercícios físicos foram monitorados durante quase 35 anos. Para a surpresa dos pesquisadores, eles descobriram que as pessoas que se dedicaram a atividades físicas nas horas vagas pelo menos duas vezes por semana quanto atravessaram a meia idade apresentaram uma probabilidade 50% menor de desenvolver demência e 60% inferior de padecer de Alzheimer, quando comparadas aos indivíduos mais sedentários. "Se um indivíduo adota um estilo de vida ativo na juventude e na meia idade, isso pode elevar a sua probabilidade de usufruir anos física e cognitivamente vigorosos em um período posterior da vida", afirma Miia Kivipelto, do Centro de Pesquisas sobre o Envelhecimento do Instituto Karolinska, em Estocolmo, e o principal autor do estudo. Tais estudos retrospectivos não provam que exista causa e efeito, e é possível que as pessoas predispostas a sofrerem da doença de Alzheimer se exercitem bem menos por algum motivo relacionado com a doença. Mas a descoberta confirma aquilo que foi recentemente sugerido por estudos anteriores e em menor escala em animais e humanos. "Isso é importante e condiz bem com o que descobrimos nos últimos cinco anos", diz Ian H. Robertson, diretor do Instituto de Neurociências da Faculdade Trinity, em Dublin, Irlanda. "Não deve ser motivo de surpresa o fato de o cérebro se beneficiar de exercícios como o restante do corpo, e talvez ainda mais". Robertson acrescentou que este foi o primeiro estudo por ele conhecido a revelar um vínculo específico entre o exercício e a prevenção da doença de Alzheimer. De fato, os pesquisadores descobriram que as pessoas que mais se beneficiaram dos exercícios foram aquelas portadoras de uma seqüência genética associada ao desenvolvimento da demência. Para se certificarem de que o hábito de praticar exercícios se constitui em si e por si em um fator de proteção, em vez de ser apenas um componente genérico da saúde pessoal ou dos hábitos saudáveis, os pesquisadores ajustaram o estudo a fim de eliminarem outras influências, como idade, sexo, educação, desordens do movimento, doenças vasculares, tabagismo e consumo de álcool. Estudos de âmbito mais limitado sugeriram recentemente que a dieta e a atividade intelectual, assim como o exercício físico, podem prevenir o declínio mental associado ao envelhecimento. Em um deles, pessoas com mais de 60 anos que foram obrigadas a se exercitar regularmente durante seis meses apresentaram melhoria da função mental, mudanças nas imagens de tomografia cerebral e o crescimento das partes de matéria branca em seus cérebros, a área que lida com os processos cognitivos elevados. Para o estudo da Lancet, 1.449 pessoas que responderam a um questionário sobre os seus hábitos a cada cinco anos desde 1972 foram examinadas em 1998. Naquele ano, 117 haviam desenvolvido demência e 76 a doença de Alzheimer. O anúncio feito na semana passada refere-se basicamente aos benefícios do exercício de longo prazo sobre o cérebro. Os pesquisadores não foram capazes de especificar um mecanismo exato. Eles notaram que a demência tem início com mudanças neurológicas silenciosas, detectáveis sob um microscópio anos antes de os sintomas mais notáveis aparecerem. Pesquisas recentes em ratos geneticamente alterados para desenvolverem Alzheimer fornecem pistas para uma explicação bioquímica mais específica. Em um estudo publicado em abril no periódico "The Journal of Neuroscience", um grupo desses ratos recebeu um equipamento para exercícios físicos em suas gaiolas, de forma que tivessem a oportunidade de correr durante as suas "horas vagas". Em uma série de desafios intelectuais subseqüentes, os ratos corredores se revelaram mais capazes de aprender o percurso em labirintos de teste, memorizando as rotas de escape com o dobro da velocidade dos seus companheiros mais sedentários. E o mais importante foi que quando se realizaram autópsias nos ratos, os cérebros dos animais ativos continham bem menos depósitos de beta-amilóide. Depósitos de agregados desta proteína são típicos da doença de Alzheimer, em ratos e em humanos. Elisabeth Rosenthal Em Nova York Tradução: Danilo Fonseca SOCORPO SUPLEMENTOS - WWW.SOCORPO.COM.BR - TELEVENDAS 11 3831 8841