Dudu show

Membros
  • Content Count

    6819
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutra

About Dudu show

Contact Methods

  • Website URL
    http://

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    Planeta Terra

Recent Profile Visitors

14593 profile views
  1. Perfeito! Nada a acrescentar.
  2. Como não vejo o Miocic como um Kickboxer e não vejo tanta efetividade em seus chutes, com exceção dos low kicks... acho que se ele trocar como vem trocando, usando apenas o background do boxe. Sim! Penso que o Fury tem grandes chances de vencer na trocação.
  3. Se não botar o Fury para baixo vai apanhar feito criança.
  4. Dana só faria isso se ele fosse a parte inferior na hierarquia dos eventos, no que se refere a arrecadação. Exatamente como ele fez com o Pride... no cenário atual, acho mais fácil o CSA ser campeão brasileiro esse ano do que acontecer essa co- participação.
  5. Dudu show

    Vídeo: Darren Till treina fundamentos de MMA com Tyson Fury

    No caso do Cigano acho que o medo de cair é tão grande que a guarda é praticamente inexistente.
  6. “A famigerada” entendedores entenderão! Kkkkkkk
  7. Na realidade o Dana tem todos os motivos do mundo para ficar puto com o JW... Perdeu o showman com aura de imbatível, junto à isso, tem o Corey vencendo e achando que está em uma posição de exigir algo e por último, resumiu seus prospectos da categoria ao Reyes e o Marreta.
  8. Dudu show

    Darren Till diz ter pensado em fingir lesão

    Olá Daniel! Consegui editar o título e colocar: Fingir lesão. Por favor?
  9. Dana manda recado a Johnny Walker: "Não se brinca nesse esporte, muito menos no UFC" A atuação de Johnny Walker, nocauteado por Corey Anderson no primeiro round na luta de encerramento do card preliminar do UFC 244, não passou despercebida por Dana white. O presidente da organização disse, na entrevista coletiva realizada no Madison Square Garden após o evento, que o brasileiro deveria ter levado mais a sério a luta contra o sétimo colocado do ranking dos pesos-meio-pesados. - Não é que ele tenha ido mal, mas você não pode se mover daquela forma tendo pela frente um Corey Anderson irritado como ele estava. Não se brinca nesse esporte, muito menos aqui no UFC. White também deixou claro que não se importa com as reclamações de Anderson, que no começo da semana mostrou irritação com a atenção que estava sendo dada a Johnny Walker, e depois da luta declarou que gostaria de ser demitido caso não recebesse uma disputa de cinturão contra Jon Jones, o atual campeão da categoria. O dirigente aproveitou para lembrar a recepção que Anderson teve na pesagem da última sexta-feira. - Ele veio aqui muito bravo esta semana, com teorias da conspiração de que nós o odiamos e choradeiras infantis desse tipo, de que nós tentamos vencê-lo. Nós não podemos bater nele. Ou ele consegue vencer suas lutas ou não. Pouco importa o que ele tenha dito. Alguns caras sobem mais rápido do que outros. Você não precisa nos dizer o que você merece. Mostre o que você merece. Essa noite você mostrou. Todos entendemos. Mensagem recebida. Agora nós sabemos. Vocês estavam na pesagem? Ninguém o aplaudiu lá. Já Johnny Walker recebeu uma salva de palmas quando apareceu. Ele mostrou o que era capaz de fazer e mereceu aquela recepção. Vamos em frente. Não estou dizendo que Corey Anderson receberá a disputa de cinturão na próxima luta. Dominick Reyes acabou de vencer também, e venceu de forma convincente. Vamos ver o que teremos para ele, e se o seu contrato acabar e ele não quiser mais estar aqui, pode fazer o que tiver que fazer. Enquanto isso, é só aceitar as lutas que o oferecermos. É bem simples. Se você acha que é bom o suficiente para disputar o cinturão, como é que eu vou fazê-lo perder dando o número 11 ou 14 do ranking para você lutar? FONTE: https://sportv.globo.com/site/combate/noticia/dana-manda-recado-a-johnny-walker-nao-se-brinca-nesse-esporte-muito-menos-no-ufc.ghtml
  10. Darren Till diz ter pensado em fingir lesão na ida para o octógono para não ter de lutar no UFC 244 Darren Till não parecia ser a mesma pessoa que os fãs conheciam antes do UFC 244. O agora peso-médio inglês, que era famoso pela confiança que demonstrava antes, durante e depois das suas lutas, deu após a vitória sobre Kelvin Gastelum no último sábado, no Madison Square Garden, uma das entrevistas mais sinceras dos últimos tempos. O lutador afirmou, sem rodeios, que, momentos antes de caminhar para o octógono, estava pensando em fingir uma lesão para não ter de lutar. - Eu pensei em fingir uma lesão antes da ida para o octógono. Estava tentando imaginar que lesão eu iria alegar, porque simplesmente não queria entrar lá. Todo lutador, não importa o que qualquer um deles diga a vocês, tem medo. Se alguém disser que não, é uma mentira total. Eu não estava com medo, estava apavorado. Não cheguei a tremer, e meu medo não era da luta em si - eu amo lutar - mas não queria ir para o octógono. O tamanho deste evento me deixou com dúvidas sobre mim mesmo e fiquei pensando em dar um jeito de não lutar. Isso só aconteceu hoje. Eu estava com muito medo. Mas aí o primeiro round acabou e eu pensei: "Vamos lá, se controla. Agora vamos vencer essa luta do jeito que planejamos. Não vou deixar que ele me toque e vou vencer". Eu sabia que seria difícil nocauteá-lo, e que ele tinha muita força. O cara é um gordinho muito duro. Till lembrou que, antes de enfrentar Tyron Woodley, ele realmente acreditava ser invencível no peso-meio-médio. Mas as derrota na disputa de cinturão sendo finalizado no UFC 228, e em seguida por nocaute diante de Jorge Masvidal em Londres, arrancaram a coragem e a confiança do "Gorila". A fase, que era ótima, se tornou sombria dentro e fora do octógono, com problemas pessoais e profissionais. O inglês reconhece que teve de enfrentar seus demônios, mas garante que a sua confiança já voltou. - Isso é, provavelmente, algo sobre o que os lutadores não falam. Mas vocês me conhecem e sabem que eu sou honesto e franco. Foi o que aconteceu comigo desde a hora em que acordei. Antes de Tyron Woodley, não havia lutador que pudesse me vencer. Mas sofri duas derrotas como as que sofri, e elas tiraram muito do que havia dentro de mim. Eu não falei, mas enfrentei demônios internos terríveis. Depois acabei sendo preso, além de passar por muitas outras coisas. Perdi patrocinadores e entrei em um turbilhão. Foi bom e foi ruim. Mas agora estou aqui. A confiança voltou, como com todos os outros pesos-médios. Eu voltei e estou aqui para o que der e vier. A vitória não foi o mais importante hoje. O que mais importou foi eu ter conseguido superar esse medo. FONTE: https://sportv.globo.com/site/combate/noticia/darren-till-diz-ter-pensado-em-fingir-lesao-na-ida-para-o-octogono-para-nao-ter-de-lutar-no-ufc-244.ghtml
  11. Dudu show

    PBP - UFC 244 - Masvidal x Diaz

    Eu queria ser o Diaz! Que FDP FODA!
  12. Dudu show

    PBP - UFC 244 - Masvidal x Diaz

    Alguém mais achou o Till um clone do Lyoto?
  13. Dudu show

    PBP - UFC 244 - Masvidal x Diaz

    Não deu um soco! Fecha o tópico!
  14. Dudu show

    PBP - UFC 244 - Masvidal x Diaz

    Card fazendo JUS às expectativas. Só lutão até aqui. Whisky deve entrar em ação mais cedo... hehehehe
  15. Dudu show

    [UFC 244] Kevin Lee vs. Gregor Gillespie

    Penso parecido. Acho que evita as quedas e em cima é mais testado.