Cesar_Rasec

Membros
  • Content Count

    623
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Cesar_Rasec

  1. Cesar_Rasec

    Big Bem Rothwell x Andrei arlovski

    Eu precisaria rever pra poder ter certeza, mas na hora achei que o Arlovski venceu aquele brasileiro da última luta. Não que isso seja relevante, ele vem numa fase bem ruim, mas enfim...
  2. Desconhecido do público lá fora né... aqui no Brasil ele ficou em evidência depois que foi campeão do TUF. Alias, achei bem verdadeira essa parte da entrevista dele. No programa ele passou o carro em todo mundo. Na final o Márcio Lyoto foi atropelado... aí depois veio o choque de realidade.
  3. https://m.sherdog.com/news/news/Cory-Sandhagen-vs-Raphael-Assuncao-Booked-for-UFC-241-in-Anaheim-155207 Cory Sandhagen vs. Raphael Assuncao Booked for UFC 241 in Anaheim CORY SANDHAGEN VS. RAPHAEL ASSUNCAO BOOKED FOR UFC 241 IN ANAHEIM By: Tristen Critchfield May 22, 2019image: image Credit: Dave Mandel 1 out of 94 image: https://www2-cdn.sherdog.com/_images/pictures/20170602042909_IMG_8780.JPG image: https://www4-cdn.sherdog.com/_images/pictures/20170127051656_1DX_8017.JPGimage: image: https://www4-cdn.sherdog.com/_images/pictures/20091009060621_IMG_2694.JPG Marlon Moraes (136) vs. Raphael Assuncao (136) Read more at https://m.sherdog.com//www.sherdog.com/news/news/Cory-Sandhagen-vs-Raphael-Assuncao-Booked-for-UFC-241-in-Anaheim-155207#F97ikzrleM8MwJDM.99
  4. Cesar_Rasec

    UFC flertou com a tragédia em nocaute que deu título a Jessica

    Só um detalhe, não existe culpa nessa história. O golpe foi legal? Foi. Então não tem que se falar em “jogar a culpa”. Você faz isso quando algo sai errado. Tanto faz se a Jessica jogou de propósito, se a Rose poderia ter largado o braço e não quis perder a posição. Desse jeito da a entender que algo de errado foi feito e nas suas palavras “estão querendo transferir a culpa para a Rose”. Se o golpe deveria ser proibido ou não, aí já é uma outra história... se no momento era legal, não tem que ser atribuída uma carga pejorativa a Jessica, como você está tentando fazer.
  5. Cesar_Rasec

    Categoria Peso Mosca - Chegando ao fim no UFC

    Penso igual. Sei que tem gente aqui que curte os moscas, mas eu nunca gostei dessa categoria também. Quanto a criação de um peso intermediário (74kg), não sou favorável a ideia. Se já é essa zona de campeão sem defender cinturão, buscando “super lutas”, que dirá com categorias mais próximas. Aliás, na minha opinião, os pesos deveriam ser dividido de 20 em 20 libras (no máximo 15 em 15) como fazem em categorias mais pesadas. Com 10 libras fica tudo muito próximo.
  6. Cesar_Rasec

    Raphael Assunção vs Cory Sandhagen (UFC 241)

    Pra quem não se lembra, Cory Sandhagen é aquele magrelo gigante que lutou contra o John Lineker... o cara tem 1.80 e luta no peso galo (61.2kg).
  7. Também torço pelo Charles... retrospecto dele é esse: 27 vitórias - 18 finalizações - 7 nocautes - 2 decisões. 8 derrotas - 3 finalizações - 4 nocautes - 1 decisão. Ainda teve 1 no contest (primeira luta contra o Lentz). Total de 36 lutas e 3 decisões apenas. Realmente impressionante.
  8. Cesar_Rasec

    Alexandre Pantoja enfrenta Deiveson Figueiredo no UFC 240

    Luta bem casada... vou de pantoja.
  9. Fora que o Rafael ainda é um ex-campeão. Conor acabou de provocar o brasileiro nas redes sociais, Edwards também o desafiou, enfim... o brasileiro tem um monte de opções. E o argentino? Quem demonstra algum interesse? O Luque está muito mais próximo do Santiago do que o Santiago do RDA.
  10. Exatamente! Concordo com tudo que você falou... e aí cada um faz seu papel! O atleta tenta o que é melhor pra ele e fala as razões dele (ainda que não sejam verdadeiras). O fã julga da sua ótica. Por exemplo, o Santiago claramente quer o Rafael porque está no ranking e ele considera uma luta mais fácil do que o Till. Pra justificar essa escolha ele diz que o Rafael tá correndo, da uma desculpa qualquer pra não enfrentar o inglês e ainda fala que o Luque está muito abaixo. Como torcedor, eu analiso. E aí penso no que ele tá dizendo e não vejo o argumento como favorável, mas contraditório. Talvez se eu estivesse no lugar dele, fizesse algo parecido e talvez se ele tivesse no nosso lugar, ele também fizesse as mesmas críticas.
  11. Mas o Durinho não está no ranking. Se oferecerem ele de novo, Charles fará bem de recusar. Pra que pegar uma luta dura e que não acrescenta tanto? Estranho seria se ele recusasse o Iaquinta (que é o número 6) e pedisse alguém do ranking. Aí dava pra falar que tava escolhendo muito.
  12. Mas não é que ele quer alguém melhor ranqueado... ele quer alguém melhor ranqueado e que seja do agrado dele. Por isso ele insiste no RDA e também cogitou o Pettis. Ele recusou o Till e agora veio falar que foi por causa da data. Ué, por que não chama o Till pro pau então? Ele tá na frente no ranking. Por que insiste no Rafael? O argentino é bem malandrão... O mais engraçado é o seguinte também: O Luque é o n15 O Ponzinibbio é o n9 O Rafael é o n3. O Luque tem 6 posições a menos e o RDA tem 6 a mais. Se o Luque não merece lutar com ele, consequentemente o argentino também não merece lutar contra o Rafael. Pau que bate em Chico, bate em Francisco.
  13. Nos estaduais o time de melhor campanha decide em casa. Na libertadores o Palmeiras vai fazer o último jogo em casa todo o mata-mata, pois fez a melhor campanha. Na champions também fazem assim pra decidir o chaveamento das oitavas, dando vantagem ao primeiro colocado do grupo em detrimento do segundo. É o único campeonato sem país sede (como copa do mundo) onde nas outras fases é feito sorteio. Na NBA (que já está nas finais de conferência) é feito uma melhor de 7, onde o time com melhor campanha joga 4 em casa e 3 fora. Mas enfim, voltando ao UFC, o evento é americano. Antigamente não tinha nem opção de ser em outro lugar. O Aldo pediu pra lutar no Brasil sempre e nem é o campeão. Tem sido atendido. Inclusive quando ele era o dono do cinturão, o Mendes veio duas vezes pro Brasil pra enfrentá-lo. Nessa questão dos atletas estrangeiros, se você perguntar pro Usman se ele quer defender o cinturão sempre na Nigéria, aposto que ele vai dizer não. Por questões comerciais. Quanto vão cobrar por cada ingresso do público? Qual o horário que o evento irá ser transmitido nos EUA? Isso influencia na venda do ppv e consequentemente nos ganhos do atleta (o campeão sempre tem participação). Quais outros lutadores irão aceitar competir lá pra compor o main event? Isso também ajuda a alavancar as vendas. Mas tudo isso é perfumaria. O ponto principal que não pode ser esquecido: A Rose não precisava ter feito isso, mas fez. Não importa se você acha que o Dana White está errado, se não concorda com a política do UFC, mas o que tem que ser levado em consideração é que funciona desse jeito. E se a Rose não quis se beneficiar disso e aceitou vir pra cá, óbvio que a atitude dela merece ser elogiada. Esse é o ponto central da discussão.
  14. Lá vai o Cigano perder mais alguns anos de vida...
  15. Um dos lutadores mais empolgantes do UFC... Charles quando vai pro chão não tem medo de perder posição, vai sempre pra finalizar... quando não consegue levar a luta pro solo, sai na porrada em pé... já pagou varias vezes o preço, mas ganhando ou perdendo é um dos caras que mais gosto de ver lutar. Pra ter ideia, o cara tem 36 lutas de MMA na carreira e apenas 3 foram pra decisão. Isso porque ele sempre faz luta de apenas 3 rounds... mesmo assim termina antes.
  16. Esse argentino tá apaixonado pelo RDA, não é possível... não esquece o cara! Isso porque o brasileiro não é o campeão, nem “vendedor de pay per view”. Há rumores que além de recusar o Till, ele recusou o Thompson também. Agora recusa o Luque. E sempre o nome que vem na cabeça dele é o Rafael. Também ventilou uma luta contra o Pettis. Dois caras que lutavam no peso leve e são pequenos pra categoria. Bem diferente de Thompson e Till... e ainda fica apontando o dedo e falando que os outros que correm.
  17. Duas coisas distintas... também acho ridículo campeão que escolher adversário. O cara é o campeão e todos ali estão buscando o mesmo objetivo, não tem nem lógica ele poder escolher (mas é o que acontece). Quanto ao lugar, eu acho totalmente plausível. Igual o time que faz a melhor campanha que decide em casa. O cara é o campeão, ele decide o lugar. O desafiante está atrás do cinturão, ele que vá buscar onde estiver o detentor do título. Isso pra mim é igual desafiar. Campeão não tem que desafiar ninguém, ele tem que ter postura. Quem provoca e quem desafia são os candidatos ao title shot.
  18. Cesar_Rasec

    McGregor provoca Rafael Dos Anjos e leva resposta

    Não sei se foi impressão minha, mas não achei essa resposta do Rafael a melhor possível... mesmo depois da luta pelo cinturão ter sido cancelada, já tinham ventilado um outro combate entre eles... vira e mexe o McGregor provoca o RDA... às vezes eu penso que dava pro brasileiro cavar uma rivalidade ali, provocar de uma maneira que estimulasse o Conor a responder de volta pra criar uma história. Financeiramente seria a melhor luta pra ele.
  19. A pergunta que deve ser feita é a contrária... tem alguma cláusula que obrigue ela a defender em outro país? Tem campeão que escolher até o adversário, que dirá o lugar... ainda mais se tratando de um(a) americano(a). Você não tem que pensar no “mundo ideal”, você tem que se ater a realidade das coisas. A única que se propôs a defender no Brasil foi a Ronda. Do MMA masculino NENHUM fez isso. Ou seja, vai falar pro Jon Jones que ele tem que vir pro Brasil defender contra o Marreta... basta ele falar que não vem, que isso não vai acontecer. Simples. Não vao tirar cinturão dele por conta disso. Então a boa vontade da Namajunas foi legal, sim. Aposto o que você quiser que se ela tivesse falado pro Dana que não iria defender aqui, ele iria oferecer a luta em outro lugar. Jamais tiraria título dela ou qualquer coisa absurda do gênero.
  20. Não é bem assim... obrigação do local não tem... tanto que é a segunda vez na história que um campeão estrangeiro decide defender no Brasil. Todas as outras vezes o gringo era o desafiante. Foi bem legal da parte da Rose aceitar que o duelo fosse aqui. Ela deu a vantagem do local pra desafiante. Quem teve que viajar, se adaptar ao local, clima, comida, logística, foi ela. Sendo americana ainda por cima, se exigisse que o duelo fosse no país dela, dificilmente o ufc iria discordar.
  21. Boa pergunta, Pipo! Acho que sim
  22. Sim... fora que o GSP já tinha sido nocauteado pelo Serra que não era nem striker. Eu acho a comparação válida pelo estilo de jogo dos dois e como teria que ser um atleta pra bater no Khabib. Por exemplo, esse passeio que ele deu no Michael Johnson foi no chão. Viu que era perigoso continuar em pé. Se ele pega um “Johnson” com defesa de quedas suficiente pra manter a luta em pé, o caldo iria engrossar. Por isso falei do Hendricks. Um atleta nesses moldes seria o que mais poderia complicar. Não sei dizer quem dos atuais mais se assemelharia a isso... talvez o Gaethje, mas a dúvida seria se ele conseguiria parar as quedas. Por isso que eu insisto no Gillespie... não coloco a mão no fogo também, pois ele ainda não foi testado contra os melhores. Já já vai ser, dai vamos poder ter uma ideia melhor do nível dele pra um dia bater de frente com Khabib.
  23. Cesar_Rasec

    Entrevista com Neiman Gracie

    Nem da bola... Você começou falando que a entrevista foi “show de bola” e terminou dizendo que sua torcida era por ele. Fez apenas um comentário no meio dizendo que achou estranho o negócio do dinheiro. Nada demais. Esse mesmo cara ficou dando xilique comigo quando eu disse que o Khabib era o melhor peso leve, mas lutava pouco (o que é uma grande verdade). Parece que se você falar qualquer coisinha, por menor que seja, de algum ídolo dele, ele fica irritado. E aí começa a atacar o interlocutor e fala que você tem que crescer (quando na verdade a atitude infantil não é nossa). Grande abraço.
  24. Da pra traçar um paralelo com o GSP... a gente sabia que o canadense iria controlar onde a luta iria se desenrolar. Quando ele pegou o Shields que era ótimo de solo, manteve a luta em pé e venceu nos pontos. Quando pegou um Condit, Pitbull, levou a luta pro solo e dominou. De repente surgiu o Hendricks que era ótimo na arte de evitar as quedas e batia pesado... deu no que deu! Uma luta parelha, onde muitos acharam que o americano venceu. O Khabib passou seu maior aperto até hoje contra o Tibau. Óbvio que não vou comparar o Khabib de agora com o de 6 anos atrás, por isso to pegando o exemplo do GSP. Acredito que pra parar o Khabib vai ter que ser um “Hendricks” dos leves.
  25. É tudo uma questão de casamento de estilos... Diaz venceu Conor Conor venceu Poirier Poirier venceu Gaethje Gaethje venceu Johnson Johnson venceu Ferguson Ferguson venceu Dos Anjos Dos Anjos venceu Cerrone Cerrone venceu Barboza Barboza venceu Pettis Pettis venceu Diaz É possível montar diversos “ciclos” entre esses lutadores. Fiz esse grande pra englobar todos os nomes que estavam ali. Pra dar trabalho pro Khabib vai ter que ser alguém que defenda bem quedas, ou alguém que consiga surpreender no chão. Striker que não seja excelente na arte de evitar o jogo de grappling, dificilmente vai arrumar alguma coisa. Óbvio que sempre existe aquela chance da mão entrar, mas estamos falando em probabilidade.