Cesar_Rasec

Membros
  • Content Count

    1014
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Cesar_Rasec

  1. O UFC deveria estabelecer um critério com os lutadores. Tá ficando cada vez mais chato esse tipo de coisa. Poderia ser algo do tipo: Seu contrato pra lutar tem um valor X. Se você se tornar campeão irá receber 2X + 5% do valor do pay per view. Se recusar dois adversários em sequência, ou duas datas em sequência, será destituído do posto de campeão. O lutador pelo menos já estaria ciente do quanto iria receber e pelo menos teria medo de ser deposto e voltar a lutar apenas pelo valor X. Sei lá, foi só um exemplo, com certeza existem ideias melhores... mas o negócio é que o UFC tá demorando pra tomar medidas em relação a essa postura dos campeões.
  2. Agora troca o nome Pitbull por Borrachinha e vai ver a enxurrada de críticas. Fora isso, na torcida pelo Patrício! Excelente lutador, grande campeão e que não tem medo de se testar. Tá de parabéns!
  3. Além das fake news ainda tenta subtrair palavras ditas. Mas tá tudo no outro tópico. Copiando sua postagem para facilitar: Eu tava olhando a fase dos adversários do Tony antes de enfrentar ele, quando comparamos os cartéis das últimas cinco lutas antes dele e das últimas cinco lutas antes do kabib vc vai perceber que os adversários do kabib vinham em melhor fase. “Claro que isso não é matemática mas oq eu quero dizer é que analisando os dados apesar das 12 vitórias quem ele venceu que vinha em grande fase ?  Gosto do estilo dele mas não vejo tudo que a galera vê, se ele ganhar tiro chapéu mas vai ser o primeiro cara que ele vai ganhar que vem de uma sequência maior que três vitórias.” ————————————————————— Bom, se o Kevin Lee vindo de 5 vitórias e 0 derrotas, ou 9 vitórias e 1 derrota não estava em grande fase... e acho que são mais de 3 vitórias em sequência, certo? Se o Rapahel dos Anjos que estava vindo de 5 vitórias e 1 derrota (justamente a que perdeu o título pro Alvarez), ou 10 vitórias e 2 derrotas não estava em grande fase... O Cerrone também estava 3-0 nas últimas 3. E até mesmo o Vanata que era estreante, estava invicto... E o pior é que se o seu preferido fosse o Ferguson, você iria falar dos últimos 5 adversários que o Khabib enfrentou. Diria que o Barboza vinha de 4-2, o Michael Johnson 1-2, o Al Iaquinta avisado de última hora e o Conor sem lutar durante dois anos... E ainda quer questionar a “parcialidade” de outros colegas foristas... Mas enfim, são dois monstros que bateram em quem apareceu pela frente. O ponto central foram essas informações completamente equivocadas, como se realmente fossem dados reais.
  4. Você mesmo é bem parcial e vira e mexe distribui “fake news” aqui. É um desserviço pro portal. Coloca informações do tipo “Khabib já é o recordista de defesa do cinturão dos leves”, quando ainda tem 3 lutadores na frente dele... Depois, na mesma semana, escreve que CONFERIU o cartel do Ferguson e que nas últimas lutas ele não enfrentou ninguém em boa fase, ou com mais de 3 vitórias. Sendo que o Cerrone vinha de 3-0, Kevin Lee vinha de 5-0, RDA vinha de 5-1, etc... As vezes a gente se confunde e isso é normal, mas quando você diz que conferiu e ainda assim nenhum dado bate? Não é um erro pontual, uma luta, um lutador, etc... e são repetidos erros tentando enaltecer o mesmo lutador... aí já sabemos o que se passa.
  5. O Mutante também falou besteira do borrachinha, após vencer no UFC Rio: “Seu péla-saco, não esqueci de você, não! Vou te quebrar todo!”. Palavras dele na entrevista de dentro do octógono.
  6. Vamos a trajetória do Khabib, antes de entrar no UFC. No comecinho é normal pegar os frangos... ele fez a estreia contra um cara que era 0x0 também (hoje em dia é 2-5). Depois lutou contra um cara que era 0-4 (hoje em dia é 3-8). Participou de um torneio onde venceu dois caras que tavam estreando. Participou de um segundo torneio onde venceu mais dois estreantes. Aí você avança e pega o cartel dele quando já tinha alcançado os dois dígitos (10-0). 11-0 foi contra um cara que era 12-9 12-0 foi contra um cara que era 0-2 13-0 foi contra um cara que era 1-1 14-0 foi contra um cara que era 4-3 15-0 foi contra um cara que era 0-0 16-0 foi contra um cara que era 28-22 Depois disso foi pro UFC.
  7. Vou de Gaethje por (T)KO. Mesmo quando o americano foi nocauteado, isso aconteceu depois de muita pancada. Se eu tivesse que apostar num cenário, arriscaria em algo parecido com a primeira luta do Conor contra o Diaz. Gaethje levando knockdown no primeiro round, apanhando no segundo, mas dominando a partir do terceiro. Só que ao invés de terminar apertando o pescoço, vejo o Justin terminando na porrada.
  8. Kkkkkkkkkk aí já é pra trollar.
  9. Se o Joe Rogan declarou que a Ronda venceria pelo menos metade dos homens da divisão peso-galo, que dirá do público em geral... fanatismo embaralha a mente rs
  10. Mas é sobre essa parte que falam do cartel fabricado. Porque, veja bem, uma galera aqui se entusiasma e diz que o cara é 28-0, como se isso fosse o maior feito do atleta. Eu fico mais impressionado com o 12-0 dele no UFC do que com esse número total. Ficarei mais ainda quando ele elevar o número de lutas pelo cinturão, pois é sinal que tá enfrentrando a nata da nata. O Renan Barão vinha de 32 vitórias seguidas (e um “no contest”) antes de perder do Dillashaw. O Thominhas vinha de 20-0 antes de perder do Garbrandt. O negócio vai afunilando e as coisas vão ficando mais complicadas. Por isso não vejo comparação com o que fez o Jones, por exemplo. O americano venceu 13 lutas pelo cinturão no UFC. E só pra deixar claro, isso não tem a ver com a qualidade do Khabib. Eu acredito que o russo tem tudo pra quebrar recordes no UFC. Só que ele precisa concretizar isso, não da pra viver do “poderia”. Se ele parar com mais duas lutas, qual vai ser o peso dele na história? Vencendo essas duas, contra dois top 10, já vira o maior LW da história do UFC sem a menor dúvida. Agora, se ele almeja essa coisa de “GOAT” que jeito vai pleitear isso? Sério, por mais que a pessoa seja fã dele, não tem condição pra falar que ele assume esse posto com mais duas vitórias. Não passa o Jones de jeito algum, mas pra não ficar só no Jon, pois o ódio de alguns cega o reconhecimento, vamos falar do GSP. O canadense teve duas derrotas, das quais ele ainda se “vingou”, mas mesmo que não tivesse feito isso... olha quanto tempo ele ficou lutando contra os melhores! Quanto mais você fizer isso, maior o risco de perder. Imagina se o Barão tivesse se aposentado depois da segunda luta contra o Faber? Ele teria encerrado a carreira com 32-1 (sendo as 32 vitórias seguidas), após 3 defesas de título. Ele continuou “arriscando” e veja o que aconteceu. “Ah mas o Khabib não vai perder”... quem garante? A Cyborg era tida como imbatível... o Anderson também... Aldo era um ícone... Fedor... por aí vai. Ninguem vence de véspera. Então não adianta ficar no plano da imaginação do que teria sido. Muitos fazem (ou faziam) isso com o Velasquez... colocam (ou colocavam) como melhor de todos, simplesmente pelo que ele PODERIA ter sido. Depois que ganhou o título contra o Lesnar, quais foram os seus feitos? Ganhou duas e perdeu uma do Cigano, ganhou duas do Pezão e ganhou uma do Browne. Perdeu uma do Werdum e uma do Ngannou. Aí vem a história “Ah mas se ele não tivesse tido tanta lesão”... só que infelizmente ele teve. E por conta disso não conseguiu concretizar algo ainda maior. Esse é o ponto central. Quanto mais tempo um lutador estiver conseguindo se sobressair em disputas de alto nível, mais valorizado tem que ser. A história nos mostra que é questão de tempo até alguém conseguir êxito em cima de uma lenda.
  11. Então você acha que o Khabib levaria vantagem numa luta contra o Usman? E falando do Woodley, ele já era mais pesado que o russo e agora está falando em subir mais uma categoria... não tem nem sentido falar em Khabib.
  12. Será que tem alguém que não gosta desse cara? O cara da show no octógono, nas entrevistas e tá sempre pronto pra lutar.
  13. Quando a provocação é entre os atletas, não acho nada demais. Acho um exagero quando o cara fala da mulher do outro, quando xinga a população de um país (que não tem nada a ver com o problema deles), etc. Nesse caso, quem primeiro tocou no nome do Borrachinha, foram eles. Querendo ou não, o Borracha travou uma guerra contra um dos melhores do esporte e passou a carreta nos medianos que pegou. Inclusive nocauteou o Hall. Tá devolvendo as “gentilezas” que recebeu e tá com moral. No dia que ele perder, outros farão a mesma coisa com ele e vida que segue.
  14. Cesar_Rasec

    PBP UFC Vancouver - Gaethje x Cerrone

    A luta do Khabib contra o Tibau é lembrada repetidas vezes, pois o brasileiro foi o lutador com melhor wrestling que o russo já enfrentou. Não adianta ficar nesse papo que o Khabib evoluiu, isso é óbvio. O problema é que desde então, ele nunca enfrentou alguém com essas características. Não é com menosprezo que o combate contra o Gleison é lembrado. É simplesmente pra dizer que NAQUELA ÉPOCA houve alguém que conseguiu parar as quedas dele. A dúvida que fica é se algum grande wrestler conseguirá NESSA ÉPOCA parar as quedas. No dia que o russo pegar alguém com essas credenciais, nós teremos essa resposta. Pode ser que hoje em dia ele consiga derrubar um GSP... ou não. Só enfrentando pra gente saber, o resto é pura especulação dos dois lados (quem acha que sim e quem acha que não).
  15. Cesar_Rasec

    Diaz x Masvidal Vai valer cinturão!!

    Não necessariamente. Fora que existem muitas organizações, WBA, WBC, WBO, IBF, entre outras. Cada uma com seu ranking. A luta do Floyd contra o Pacquiao demorou mais de 5 anos pra sair do papel. O americano era campeão da WBA e WBC, enquanto o filipino era o campeão da WBO.
  16. Cesar_Rasec

    [UFC FN 158] Justin Gaethje vs. Donald Cerrone

    Gaethje nocauteia
  17. MMA Tony Ferguson critica estilo de luta de Khabib: "Chato e preguiçoso" Tony Ferguson em ação no UFCImagem: Alex Trautwig/Getty Images Ag. Fight 10/09/2019 10h33 Apesar da vitória contundente de Khabib Nurmagomedov sobre Dustin Poirier na luta principal do UFC 242, realizado no último sábado (7), pelo menos uma pessoa não se impressionou com a apresentação do campeão peso-leve (70 kg). Em entrevista à emissora americana 'ESPN', Tony Ferguson - provável próximo desafiante ao cinturão da categoria - declarou que considera o estilo de luta do russo chato e preguiçoso. Após a última defesa de título do russo, Dana White - presidente do Ultimate - confirmou que, a princípio, Ferguson será o próximo atleta a tentar destronar Nurmagomedov. O americano, que vem de 12 triunfos consecutivos pela organização, possui um jogo com golpes mais diversificados e, por isso, afirmou que o estilo pragmático do campeão o aborrece. VEJA TAMBÉM Khabib finaliza, mantém cinturão e relembra confusão com McGregor Poirier detalha erro técnico em derrota para Khabib no UFC UFC x Bellator? Cyborg abre portas para revanche com Amanda Nunes "Preguiçoso. Unidimensional. Nada contra ele. Khabib obviamente ganhou. Parabéns a ele pela vitória, mas como eu disse, é preguiçoso. Considerando o tipo de lutador e de cara que eu sou, você sabe que eu vou lançar um caminhão de socos, chutes, joelhadas e cotoveladas. Então, quando eu vejo alguém pressionando contra a grade e não fazendo nada demais, sendo ativo, e apenas se colocando como um cobertor molhado, como nós dizemos no jiu-jitsu. É interessante como Khabib luta, mas para mim é apenas chato e preguiçoso", sentenciou Tony Ferguson, antes de afirmar que possui as armas necessárias para atacar as brechas dadas pelo campeão em seu jogo. PUBLICIDADE "Sem desmerecer Dustin (Poirier), mas eu venho fazendo isso (wrestling) a muito mais tempo do que ele. Meu estilo é um pouco diferente. Obviamente não vai funcionar sempre, mas para (encarar) Khabib eu acredito que meu estilo é o que poderia superá-lo e colocá-lo em lugares que ele não é familiarizado. Eu vejo muitos buracos no jogo dele", declarou 'El Cucuy', como é conhecido. O combate entre Khabib e Ferguson esteve próximo de acontecer em outras quatro ocasiões no passado, mas nunca se concretizou. Ainda que Dana White tenha dito que o americano - primeiro colocado no ranking da divisão - seja o próximo desafiante ao título dos leves, nada está oficialmente confirmado e nenhum contrato foi assinado ainda. Porém, se dependesse da vontade do atleta da Team Death Clutch, o confronto entre eles ocorreria ainda neste ano. "Se eu estivesse no comando, nós faríamos essa m... em dezembro. Quer saber, estou dizendo agora mesmo. Vamos fazer essa m... em dezembro. Vamos deixar Khabib comer os hambúrgueres com queijo e todas aquelas b***. Aproveite, cabeção, não engorde muito, você sabe que eu vou te pegar duro. Eu tenho algumas novas coisas para vocês. Estou muito animado", finalizou. PUBLICIDADE Tony Ferguson não perde um combate desde maio de 2012, quando foi derrotado por Michael Johnson por decisão unânime dos juízes. Desde então, o americano acumula 12 vitórias sobre alguns dos principais nomes da categoria, e em sua maioria por finalização ou nocaute técnico. Com o triunfo sobre Poirier, sua segunda defesa do cinturão dos leves, Khabib Nurmagomedov segue invicto em sua carreira após 28 lutas. COMUNICAR ERRO https://esporte.uol.com.br/ultimas-noticias/ag-fight/2019/09/10/tony-ferguson-critica-estilo-de-luta-de-khabib-nurmagomedov-chato-e-preguicoso.htm
  18. RONALDO JACARÉ SOBE DE PESO E ENFRENTA JAN BLACHOWICZ NA LUTA PRINCIPAL DO UFC SÃO PAULO Evento acontece dia 16 de novembro Jan Blachowicz x Ronaldo Jacaré / Foto: Nocaute na rede por Douglas Barcellos10 de setembro de 2019 O UFC em São Paulo ganhou sua luta principal nesta terça-feira. Em entrevista para ESPN, Dana White confirmou que Ronaldo Jacaré vai subir para os meio-pesados, e enfrentará o top contender Jan Blachowicz. Top 10 da divisão dos médios, Ronaldo Jacaré fará sua primeira luta nos meio-pesados. Aos 39 anos, o brasileiro não vive sua melhor fase, com duas derrotas nas últimas três lutas, vencendo apenas Chris Weidman nesse período. Em sua luta mais recente, Jacaré foi dominado por Jack Hermansson, em duelo que aconteceu em abril deste ano. Seu adversário, Jan Blachowicz quer se aproximar de uma disputa de título. Atual número 5 do ranking dos meio-pesados, o polonês está na melhor fase da carreira dentro do UFC, onde soma cinco vitórias nas últimas seis lutas, sendo derrotado apenas por Thiago Marreta. Na sua luta mais recente, Blachowicz nocauteou Luke Rockhold no 2º round. UFC São Paulo 16 de novembro, em São Paulo CARD DO EVENTO (até o momento): Peso-meio-pesado: Jan Blachowicz x Ronaldo Jacaré Peso-meio-pesado: Rogério Minotouro x Trevor Smith Peso-meio-médio: James Krause x Serginho Moraes Peso-mosca: Ariane Lipski x Priscila Pedrita Peso-médio: Antônio Arroyo x Kevin Holland Peso-galo: Duda Cowboyzinha x Leah Letson Peso-leve: Francisco Massaranduba x Bobby Green https://nocautenarede.com.br/ronaldo-jacare-sobe-de-peso-e-enfrenta-jan-blachowicz-na-luta-principal-do-ufc-sao-paulo/
  19. Desmerecer? Se o Pitbull fosse pro UFC e lutasse nos penas, onde costuma reinar no Bellator, daria muito trabalho. Aposto em top 5 fácil e quem sabe um dia campeão. Nos leves? Contra o Khabib? Continuo apostando que não pararia em pé. Primeiro pela qualidade do russo. O único que conseguiu parar suas quedas até hoje foi o Tibau. Que era um monstro de forte, perdia 15kg pra conseguir bater o peso. Isso porque tava no auge e o russo ainda estava começando a trilhar sua jornada. O Pitbull com aquele tamanho de peso galo/pena, mesmo tendo um bom nível de defesa de quedas, EU não acredito que seja o suficiente. Não pararia em pé.
  20. Quanta bobagem... e sempre com dados que não são verdadeiros (como no outro tópico, sobre o recorde de cinturão dos leves). Já que falou dos 5 últimos adversários do Ferguson, vamos lá: O quinto foi o Vanata, estreante no evento. Nunca tinha perdido na carreira. O quarto foi o Kevin Lee que vinha de 5-0 ou 9-1 nas últimas 5/10 lutas. Em EXCELENTE fase. O terceiro foi o Rafael dos Anjos que vinha de 5-1 (tendo perdido apenas do Alvarez na segunda defesa de cinturão), ou 10-2 nas últimas 6/12 lutas. Na melhor fase da carreira. O Pettis vinha irregular, com 3-2 nas últimas 5. O Cerrone não tinha perdido desde a sua volta pros leves, estava 3-0. Contando os combates na categoria de cima, 4-1 nas últimas 5. E ainda por cima esquece que o Khabib ganhou o cinturão contra o Al Iaquinta, avisado com horas de antecedência. Depois defendeu contra o McGregor que fazia 2 anos que não pisava no octógono. Mas não vou replicar uma bobagem com outra. Tanto Khabib quanto Ferguson passaram por grandes adversários (tanto que os que tavam no ápice, quanto os que não estavam).
  21. Já tiraram o interino dele faz tempo. Inclusive ele é o número 2 do ranking, Woodley tá na frente dele. https://www.ufc.com.br/rankings
  22. Luta boa pro Conor. Dos melhores ranqueados ali dos leves, esse é um cara que ele já venceu e que talvez consiga vencer de novo. E é só uma vitória dessas que ele precisa para o Dana encher a bola e “justificar” uma nova luta pelo cinturão. Se bem que não duvido nada que ele nem precise disso... capaz até de já ser o próximo de novo, pulando na frente do Ferguson e “GSP?!😂”.
  23. Opa, discordo que seja furada pro polonês. Johnny Walker vem impressionando, Reyes aceitou lutar contra um cara de nome (Weidman)... se o Blachowicz vencer o jacaré vai estar batendo em um cara de nome e na linha do título mais do que nunca. Se ele não pega essa luta, capaz de ter mais uns dois na frente dele. E se outro pega essa luta e bate no Jacare, ou se o Jacare bate nesse outro (um Marreta, Smith, por exemplo), poderíamos ter mais um contender passando na frente dele.
  24. Não pararia um round sequer em pé. Seria amassado o combate inteiro.