rodrigommoraes

Membros
  • Total de itens

    322
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre rodrigommoraes

  1. Não duvido nada também... Vão dar o ts até pro GSP novamente, menos pro Jaca, por segundo o Dana: 'Não vende PPV'. Sinceramente, estou convencido de que Jaca não se enquadra no perfil de campeão que o evento quer.
  2. Não acho que Belfort ache o Lyoto no cage, sinceramente. É uma luta que Lyoto vence por pontos, mas se perder fica moralmente 'aposentado'.
  3. Veremos ele em outros eventos menores então... Legiões de fãs sentirão falta do coraçãozinho do Mario Yamazaki rs
  4. Torcendo pra esta luta não acontecer.
  5. O UFC analisa números, e com certeza vai alegar que o casamento fazia sentido, mas pra nós que estamos de fora sabemos, que um entrante jamais pode pegar um lutador que esteja nas cabeças...! Exceto se este lutador(a) também tiver bom retrospecto em outros eventos... Ou ter sido campeão de um ou mais eventos, etc., o que não é o caso.
  6. Sou da mesma opinião. Se ele não ficar correndo e escorregando feito sabão, acredito que a pressão do Rafa vai tirar aquele ar de campeão do rosto do Woodley.
  7. Se rolar a 4a não vai ser a mesma coisa... Aí o Wand vai querer a 5a caso Rampage vença rs... Mas no auge Wanderlei era muito superior, sem comentários.
  8. 2
  9. Boa rs... "O tomador de cinturões"
  10. É isso aí, excelente comunicado! Esse negócio de querer a cabeça do Yamazaki é coisa do careca... Foi ele que levantou a lebre. O árbitro errou? Vamos de alguma forma comunicá-lo para corrigir o problema... Mas dizer que nunca mais quer vê-lo no UFC já é demais!
  11. Nos EUA é difícil de conseguir né? Só me responda uma pergunta: De onde vem os esteroides que se toma aqui? Onde são fabricados? Isso é de uma hipocrisia sem tamanho! Espero que esse cara nunca teste positivo pra nada, senão vai ouvir muita coisa!
  12. Infelizmente, Shogun quando não é uma coisa é outra. A idade já está chegando e o tempo é demasiado curto. Mas essa história que ele pretende um cinturão pra mim é utopia. Não que seja impossível, mas o ideal era prosseguir lutando sem ter mais lesões graves como esta, que acabam atrasando sua trajetória, que no caso 'seria' o cinturão. Eu torço pro Shogun até debaixo d'água, mas não acredito mais em cinturão. Aqui no fórum isso já foi muito debatido isso, e até pelo estilo do Shogun seria muito improvável.
  13. Link matéria: https://sportv.globo.com/site/combate/noticia/mauricio-shogun-preve-retorno-apos-abril-de-2018-e-mantem-desafio-a-st-preux.ghtml Maurício Shogun prevê retorno após abril de 2018, e mantém desafio a St. Preux Meio-pesado paranaense, que deixou luta no Japão com o americano por problemas no joelho esquerdo, ainda se recupera de cirurgia e só volta a treinar em um mês Por Marcelo Barone, Raphael Marinho e Zeca Azevedo, São Paulo 01/11/2017 12h00 Atualizado 01/11/2017 12h00 Mauricio Shogun; UFC 198 (Foto: Jason Silva) Maurício Shogun ainda quer a sonhada revanche com Ovince St. Preux - que também já disse ainda esperar pela luta -, mas antes terá que se recuperar da cirurgia que fez no joelho esquerdo e que o tirou do duelo com o americano a poucos dias da luta no Japão. Mas o ex-campeão meio-pesado só voltará mesmo ao octógono no ano que vem, e estipula um prazo longo para isso. - Minha projeção é voltar a lutar em abril ou maio (de 2018). Gostaria que fosse de novo St. Preux. Espero que dê certo quanto à data e agendamentos, e espero que seja com ele. É um cara duro, que respeito, um cara que queria lutar e ainda quero lutar (...). Devo voltar a treinar daqui a um mês, mas treinos de leve no muay thai e no jiu-jítsu, mas vou gradativamente me soltando aos poucos. Meu fisioterapeuta vai me liberando aos poucos, junto com o médico. A hora que conseguir treinar 100%, a hora que possa treinar sem sentir nada e estar no camp, aí marco a minha luta. Shogun convive há muito tempo com um problema crônico no joelho esquerdo, e dessa vez teve que operar. Um inchaço no local na véspera do embarque para Saitama vetou a ida do paranaense. - Meu joelho tinha um desgaste já, e no começo do camp, faltando umas quatro semanas para a luta, o machuquei. Aliás, ele inchou e ficava ruim de treinar. A dor a gente suporta, mas quando fica limitado é que é ruim. Fui para Maringá, fiquei uns oito dias, e a equipe cogitou cancelar a luta, mas assumi a responsabilidade: "Não, vou lutar". Era cirúrgico já, mas a dúvida era se fazia antes ou depois da luta, e quis esperar para fazer depois. Daí voltei a treinar bem e logo no último dia antes de ir para o Japão o joelho deu uma inchada, e quando incha assim é uma semana que fico para recuperar. Realmente não dava para lutar. É muito difícil você cancelar uma luta, e um main event no Japão, mas realmente era a única escolha que eu tinha. O japonês Yushin Okami foi o substituto de Shogun não luta com St. Preux, e foi finalizado com menos de dois minutos de luta na arma principal do americano, o “Von Flue Choke”. - O Okami é um cara muito bom, já treinou com a gente. Realmente o St. Preux vai foi forte, e o Okami caiu na armadilha dele, que é aquela investida por cima. Mas Okami não deve ter estudado muito ele, mas luta é luta, respeito muito os dois, e o Okami merece muito respeito. O St. Preux provou mais uma vez que tem que tomar cuidado com essa chave - disse o paranaense, que foi nocauteado pelo americano em 2014, em Uberlândia-MG. Mauricio "Shogun" Rua perdeu para Ovince St. Preux em 2014, quando foi nocauteado em Uberlândia (Foto: Jason Silva) E apesar do período em que terá que ficar afastado, Maurício Shogun ainda se vê com grandes chances de disputar o cinturão meio-pesado, hoje de volta à cintura de Daniel Cormier após novo doping de Jon Jones. Número 5 do ranking da divisão, Shogun reforça sua história de títulos para ter nova oportunidade. - Acredito que eu esteja perto do cinturão. Acredito que mereço lutar pelo cinturão pela minha história na luta. Sou o atleta há mais tempo lutando na minha categoria, fui campeão do Pride e do UFC, e acho que mereço essa chance sim. Link matéria: https://sportv.globo.com/site/combate/noticia/mauricio-shogun-preve-retorno-apos-abril-de-2018-e-mantem-desafio-a-st-preux.ghtml
  14. rs! É verdade, vai depender da bolsa, com certeza. E até pensando na situação da categoria de baixo, o correto seria ele descer imediatamente. Mas... Não podemos esquecer que UFC é show! E o show não pode parar!
  15. Se ganhar o título não acredito que ele desça. Provavelmente lutará com Werdum, na minha opinião. Existe também a possibilidade de defender os dois cinturões. Na realidade, pra cada resultado um caminho a se tomar. Se perder, ele desce e se aquieta nos meio-pesados. Agora, imagine se ele se lesiona e demore um pouco mais pra voltar? Aí cria-se um campeão interino, como de costume, como deveria de ser. Eu adoraria vê-lo campeão nas duas, defendendo as duas... Mas sei que isso é insano, desumano. Cormier é um baita lutador...! Como poucos... Tão duro quanto habilidoso, e ao meu ver tem total condições para isso. Mas a questão não é esta, é que na prática isso não dá muito certo.