Luiz Melo

Membros
  • Total de itens

    776
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre Luiz Melo

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Pra mim não teve nada de cagado, nada de demérito do Alvarez. Ele entrou confiante, até... Começou fazendo o jogo certinho, circulando e chutando, tentando confundir até hora de investir na mão. O cara tem intimidade e conforto lutando com as mãos - fez sua carreira assim - então, inevitavelmente, ele socaria. A ideia era circular até encontrar o tempo de um grande soco. Mas ele não esperava aquele tempo de resposta e o nível de precisão do Conor. O direto foi longo, sim, mas foi furtivo - pegaria uma galera. O complicado é q ele n podia usar sua principal arma - e taí o grande problema: n da pra exigir que alguém não tente um soco sequer. Ele achou q era o momento, tentou, e foi respondido. Em todas as outras investidas foi igualmente rebatido. Por isso que eu bato na tecla de que o grande ponto sa luta, foi a disparidade técnica que havia entre os dois. Alvarez foi quebrado em sua essência: um cara dependente dos socos que não podia tentar nada. Não tinha o que fazer. Depois de umas duas ou três tentativas frustradas o psicológico foi pra vala, mesmo.
  2. Luiz Melo

    Kamaru Usman desafia Rafael dos Anjos

    Ou não. Galera sabe que ele é jogo ruim pra qualquer um.
  3. Me sentiria um idiota toda vez que me pegasse tentando relativizar ou diminuir um cara que tirou Aldo, Holloway, Poirier e Alvarez. Soaria ainda mais idiota minha tentativa fanática de minimizar o cara que bateu meu querido, caso colocasse do lado as lutas do Deus vivo da trocação, José Aldo e a da farsa. Pqp, é muito fanatismo. Fala sério... os níveis são diferentes, n da pra tentar comparar. É triste ver como uma base fanática consegue alterar a percepção de qualidade e as opiniões das pessoas sobre as coisas. Torcida é foda.
  4. O fato de ter me equivocado desabilita minhas opiniões, camarada ? Vc preferiu se concentrar em algo completamente secundário no raciocínio ao invés de rebater o todo. Bom que posso dar pitacos aqui, né ? E que vc pode tbm. N existe hierarquia de opinião neste espaço. Vc fala, eu falo, as vezes concordaremos as vezes descordaremos e o jogo sempre seguirá. Mas, canhoto ou não, gostando vc ou não, sustento o que falei: Ponziníbio traria luta dura pra o RDA e apostaria num nocaute do argentino.
  5. Gosto muito do RDA e tudo mais, torço sempre por ele, mas acho que o Ponziníbio o nocautearia. ( Lembro que falei isso no momento de euforia que a ascensão do brasileiro provocou e a galera por aqui só faltou ter um piripaque) - ah, tbm falei que tanto Cerrone qt ele n veriam a cor da cinta. Mas enfim... mantenho minha posição. Iria de Ponziníbio. É um cara muito forte pra divisão - o que pode vetar o jogo de quedas e clinch do Rafael. Acredito que, parando o clinch, em pé levaria vantagem. A mão é mais pesada e o boxe melhor. Não sei como ele lidaria com os low kicks, n tenho lembranças de sua defesa dos chutes baixos- e seria canhoto vs canhoto... então o low kick ia rola bonito. Seria uma suspresa boa se o RDA rivalizasse em cima ou conseguisse botar pra baixo.
  6. Não vi nada demais. Ma por outro lado, é bom que encarem como algo desabonador, mesmo. Só assim a fantasia de achar que conduta acompanha cartel feitos, acaba - e é descontruída a ideia de que estamos lidando com pessoas virtuosas. Isso é bem chato. Khabib n deve ser a melhor das pessoas. Nem Aldo, nem Anderson, nem Werdum. Acho um pouco infantil a defesa louca de quem quer que seja, a partir da história e dos êxitos na carrreira( algo comum quando os exitosos são brasileiros). É como se a carreira vitoriosa produzisse efeitos sobre o caráter- e como se fosse impensável que as grandes lendas falhassem. Ando vendo nos tópicos, a galera crê mesmo que o Aldo é uma pessoa celestial e que qualquer vício que tenha apresenta uma grande justificativa por trás; que Khabib é eivado de todas as virtudes do mundo e que isso é positivado pelo cartel... que o Werdum n pode ser uma mala sem alça. Nem preciso dizer que essa é uma leitura meio novelesca que separa os atletas em mocinhos e vilões. Uns diabolizados e outros deificados. Atleta luta. Referências de conduta e pessoas admiráveis que gera um esforço em defender são : pai, mãe, irmãos, parentes muito próximos e um outro amigo. Atletas: podem ser admirados pelo comportamento, mas sem fanatismos e exageros. Os caras erram, podem vacilar, ou mesmo não serem bons amigos ou boas pessoas no convívio próximo.
  7. Acho que o Vitor tem a infelicidade de ser lento. Explosão e velocidade nascem com a pessoa. Ou é ou não é. Não é algo treinável. Vitor é grande pra categoria, é forte, mas muito lento. É uma carência que técnica nenhuma consegue compensar. Ser menos ágil que os outros é começar sempre atrás- o atleta já inicia perdendo. As grandes lendas de todos os esportes declinam extamente por isso- a técnica permanece lá, mas o corpo não responde. Em alguns casos, como o do Vitor, a coisa independe de idade - a técnica está lá mas o corpo n comparece na mesma proporção. Do outro lado temos um Page da vida - que não é novinho - mas é extremamente ágil; um Marreta que é explosão pura, um Borrachinha etc... Espero que se firme onde quer que lute. É um batalhador na luta e na vida... um cara que aoarenta ser humilde de verdade - n por média, muito educado e sereno. Merece tudo de melhor. Boa sorte na vida.
  8. O Edgar engole soco de todo mundo além de ser bem pequeno. Imagine o bater e sair de um cara de mais de 1.80 de altura. Chad Mendes e foda em pé - acho que ele traz coisas mais interessantes que o Aldo inclusive - e é bem mais solto - mas tem 1.67 de envergadura. Pegue a média de chutes do Aldo das últimas 4 lutas e vamos comparar. Chutes com a perna da frente, linha de cintura, alto. Moicano chuta melhor e com mais frequência. Mas n mão acho que ele n aguenta o Aldo. Tbm o acho mais rápido. Achei o Aldo meio lento nessa luta com o Stephens. Outras pessoas tbm acharam. No mais... só casando a luta pra saber. O foda e que se perder n vai ter sido inferioridade mas sim, declínio, desmotivação e afins. Ou seja, é uma aposta que sempre se ganha.
  9. Apostaria no Moicano mas com um pé atrás. Acho ele mais rápido que o Aldo, tem uma resposta extremamente rápida, chuta melhor- com as duas pernas e em todas aa alturas- e numa frequência bem maior; se desloca melhor, n tem o ímpeto natural de ficar trocando tiros quando a coisa complica: ou seja, pra mim, isso faz dele um kickboxer mais amplo, considerando o todo. A técnica é equivalente - se o moicano tem uns cascudos estranhos quando tentam encurtar, o aldo só falta cair quando cruza com a mão da frente além da movimentação de tronco e flexão de joelhos que eu acho ruins. ( alternância de alturas de postura baseado na distribuição do peso nas duas pernas) Mas é aquela coisa... ainda que seja de um jeito que eu n simpatize e que ache duro, o cara é muito bom e eficiente no que propõe: tem mão pra derrubar qualquer um - tem um timing excelente pra os diretos que mesmo sempre no mesmo ângulo, pega todo mundo. As minhas ressalvas todos já sabem - esse estilo plantado, a média distância e aqueles passinhos curtinhos sempre na mesma direção o tornam um cara previsível, e em algum nível acertável - mas é um previsível eficiente. Saber o que ele vai fazer n significa conseguir pará-lo. Então aparece mais ou menos esse quadro: n sei se o Moicano suportaria a mão do Aldo, que uma hora entraria; do outro lado, n sei se o Aldo lidaria com a luta de bater e sair do Moicano e com seu melhor gás. ( suspeisto que seja)
  10. Bota alguém da idade dele então, ou alguéme baixa. Tipo... Romero, Jacaré, Weidman. Não serve tbm, ne? To ligado no papo de testar as habilidades adquiridas em anos de artes marciais. Rsrs Ta çerto
  11. Igual ao Aldo que era maior que todo mundo que enfrentou( tirando Florian, e agora Stephens) e os únicos strikers de ofício- e altos- que enfrentou foi brutalizado. Cara vc ta num esforço gigante pra tentar relativizar a superioridade do conor em pé. Bicho, simplesmente n da pra comparar, quaisquer que sejam a critérios que vc adote o Aldo fica atrás: timing, forma de execução dos recursos, repertório, precisão, desenvoltura, plasticidade, resultados, encaixe, equilíbrio. Tudo Imaginndo que exista alguém assim. Pega um cara que treina, graduado, mas que nunca viu MMA na vida, que não é afetado por nacionalidade ou exaltação de campeões - alguém que só olhe pra técnica e que não fique apelando à altoridade pra discutir talento. Manda assistir as lutas do dois e comparar. Bota Conor vs Siver e compara com qualquer luta do Aldo - o repertório, a forma a desenvoltura, segurança. Conor vs Alvarez, Conor vs Nate 2. Acho que nem o Dedé acredita que o Aldo rivaliza em pé. Nem a mulher do cara. Claro que isso n torna impossível sua vitória. Mas a diferença dos níveis dos dois é bem grande. O Aldo é bem funcional e eficiente naquilo que propõe, que é o que verdadeiramente importa. Mas é tudo isso e numa escala muito maior, o cara é mais incisivo, têm os melhores resultados quando o assunto é stiking, além de ser mais plástico, preciso e técnico. O que sobra pra discutir? Querer forçar essa comparação é demais, cara. Aceite que existe alguém mais talentoso que seu querido em algum aspecto.
  12. Já sabe que temos mais uma pra conta da sorte, burrice ou a celebre : "perdeu mas é mais lutador. Aposto nele numa revanche. N da a revanche pq ta com medo" Sempre será assim.
  13. O Mendes tava sem EPO, isso sim. O q ele não aguentou foi o alto giro da luta, que intercalou striking e quedas. O Mendes, analisando as lutas anteriores, n tinha feito esse tipo de jogo, por isso cansou. Claro a falta de preparação minou o cara em algum nível - n sou louco de negar isso - mas o irlanda lutou lesionado - ta td documentado inclusive. Então acabou sendo elas por elas. O Mendes começou a tomar atraso em pé: diretos, chutes na linha de cintura e etc. Foi competitivo em algum nível, acertou algumas boas mãos, mas comparando, foi ele quem acusou: a tinha dobrado as pernas duas vezes antes ir pras quedas e impor seu jogo por cima. Essa fala de que enquanto tinha gás sobrou n condiz com a realidade. Além do q, tão ou mais cansado que ele, estava o próprio Conor, que tem um cardio pífio e ja tava respirando pela boca com 2 minutos de luta. Essa narrativa é tão questionável quando utilizada pra determinismos de resultado, que o Nate foi lá sem camping e venceu - mesmo tendo pego a luta com dias - e, pra espanto dos "formulaicos" de plantão, o Diaz super preparado que tiraria pra nada, veio com um gás pior e começou apanhando muito mais que na primeira.
  14. Essa é uma ótima forma de deslegitimar os feitos de alguém, e um argumento que pode ser inserido em qualquer contexto de maneira conveniente - também se aplica ao Aldo. veja só: Hominck que o Aldo passou perrengue, o zumbi KOzou em segundos, perdeu do Aldo, perdeu mais duas e aposentou. Stephens tem incríveis 7-6 na categoria. Perdeu pra todos os tops que pegou e nunca chegou perto de uma cinta. Lamas lutou absolutamente cagado, a galera vaiou a apresentação insossa do Aldo, que no último round deu uma cansada e tomou um sufoco por baixo. O mesmo Lamas foi tirado pra nada pelo Mendes< pelo Emmet e pelo Holloway. Mendes 1 pegou a cinta antes da hora( n era sombra do lutador que viria a ser - usando seu argumento- Aldo agarrou na grade e apenas acertou uma joelhada numa luta que rápida- o que não nos diz muito( outro dos seus argumentos) na segunda luta entregou uma guerra e o Aldo saiu desfigurado- o Edgar foi lá e tirou pra nada em 1 minuto de luta. O coreano pegou a luta com 10 dias, começou a dar prejuízo em pé, tava crescendo no combate até lesionar o ombro. De luta foda mesmo e incontestável segundo os seus parâmetros, só Edgar 1 e 29 a segunda foi mais difícil) e ainda posso relativizar dizendo que foi a primeira luta do Edgar na categoria - não tinha se adaptado ainda- e que o mesmo Edgar que entregou luta dura no segundo encontro, foi brutalizado pelo Ortega. Swanson n conta, só um golpe. Faber bem menor... também podemos diminuir os adversário do Jones tbm, diminuir o Shogun no UFC, o Anderson, o Werdum... basta empenho e uma dosezinha de haterismo.
  15. Nada, eu gosto do TJ mesmo, do Whitaker e do Cruz, Larkin, Felder, Adesanya, gastelum, gustafsson... e tem brasileiro tbm na lista, sou super fã do Assunção9 talvez seja o brasileiro mais talentoso do evento hoje, o mais técnico, e o mais substimado), acho o Nicolau talentoso demais, to apostando no Moicano, curto o Borrachinha... etc. Não é birra com brasileiro, é mais simpatia com um tipo um estilo de luta Ah... to torcendo pra o TJ quebrar o Cody de novo. Mas ta foda... o Cody é rápido demais. Vamos ver aí