Luiz Melo

Membros
  • Total de itens

    881
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre Luiz Melo

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Luiz Melo

    PbP - UFC 231: Max Holloway x Brian Ortega

    Só pra relembrar, bota a luta aí do Hominick contra o Aldo, a diferença de musculatura dos dois. Aldo tava bem mais forte que o Stephens - que era leve. Aldo n sofre horrores pra bater o peso à toa: é bem forte pra os penas. N é alto mas é forte pra caralho. E isso é facilmente constatável: basta assistir as lutas e fazer uma comparação estética entre ele e os adversários. " - Ah, mas a comparação estética é pobre e rasa " Então observe a diferença de explosão e pegada dele em relação aos outros. A facilidade com que repele as investidas nas quedas, o nível de brutalidade. Ou seja: Max, hoje, é tão superior quanto o Aldo foi a carreira inteira. Então acaba ficando elas por elas.
  2. Luiz Melo

    PbP - UFC 231: Max Holloway x Brian Ortega

    Lógica que, inclusive, se aplica ao Anderson, já que, no Pride, não vingou. O fato dos caras terem perdido no passado, - mais recente ou menos - não tem relação alguma com um presente vitorioso. Não estou entendendo seu ponto. Estou avaliando o Romero de hoje. O Max de hoje. No que as derrotas ou dificuldades passadas minimiza/ relativiza os feitos e o nível em que ambos chegaram hoje ? Romero só " brutalizou" o Lyoto, "Weidman", Luke, Brunson, Jacaré( n espancou) e fez luta duríssima com o Whitaker. Daí eu pergunto: de que maneira a polêmica contra o Kenney diminui suas qualidade e feitos de hoje? O mesmo vale pra o Max. Outro ponto: Aldo enfrentou os melhores - concordo - mas no confronto direto foi derrotado por duas vezes. E foram derrotas acachapantes. Levando em conta o aspecto quanttitativo, concordo que ainda estão distantes, mas, no qualitativo , os doa se aproximam já que um nocauteou o outro duas vezes. Obs : e olhe que nesssa fala de aproximação, estou sendo bem generoso, hein ? Se um cara nocauteou o outro duas vezes n há o que se questionar sobre quem é o melhor. Obs : o melhor lutador entre os dois e n o de feitos mais exprrssivos. São coisas distintas.
  3. Luiz Melo

    PbP - UFC 231: Max Holloway x Brian Ortega

    Vc se referiu a mim e n é pra eu quotar ?
  4. Luiz Melo

    PbP - UFC 231: Max Holloway x Brian Ortega

    Não entendi o ponto do Romero. Nessa comparação de tamanho tu deu um tiro no pé. "Tamanho", no contexto em que nos usamos aqui, n se restringe à altura e envergadura. Na verdade, e refere ao conjunto físico ( força bruta, punch, explosão, velocidade). Edgar é bem menor que o Aldo - inferior em todos os aspectos. O brasileiro sempre foi dos mais fortes da categoria, se não em altura, foi em compleição física. Prova disso é o estado em que fica na pesagem, ou mesmo o fato dos melhores wrestlers n conseguirem cocacá-lo pra baixo, ou mantê-lo no chão de forma alguma (que além de técnica, é um indicativo de superidade de força/ ou explosão em relação aos outros. Por ex: Woodley é até baixinho, mas é "o maior da categoria." O mesmo vale pra o Romero. Então a coisa n se limita à altura. Mesmo o Aldo n sendo longilíneo, sempre foi o maior dos penas. Isso é um fato. Faber é menor que o TJ que é um pena. Cub é dos menores penas de hoje - e olhe aue ta maior que antes. Stephebs era um leve, é mais alto e a diferença de musculatura dos dois tava bem grande na hora da luta. Reveja. Na verdade, a lógica que vc acha q se aplica somente ao Max, pega o Aldo e todo mundo : n existe reinado sem superioridade física. Veja o Khabib, Woodley, Jones. Essa é a lei rege todos os esporte. Veja o francês do Judô, Phelps, Schilts, Boult, CR7 e etc. Sim, e a técnica : Conta? Claro. Demais. Mas entendo que a técnica está limitada ou condicionada ao aparato físico do cara. Um lutador como o Bisping, q n é naturalmente rápido e que é meio travado, vai ter muito menos apitidão pra executar coisas que um lutador cuja parte física conspira a favor. Adesanya n é mais solto e técnico por treinar mais. Nem o Page, ou o Anderson. Enfim... é isso: Max, de fato, é superior fisicamente, mas o Aldo tbm já foi, bem como o Anderson, GSP, Cruz, Barão, Jones... todos que reinaram. Ou seja, se for pra fica contextualizando e relativizando as vitórias dos caras, no fim das contas n vai sobrar ngm com uma " vitória isonômica".
  5. Luiz Melo

    PbP - UFC 231: Max Holloway x Brian Ortega

    Badr Hari deixa de ser foda por ser inferior ao La Banner boxeando ? Ao Spong, Saki ao Hunt ? Bonjasky foi um striker ruim por n ter tido m boxe tão bom ? Semmy Schiets deixa de ser o maior pq era grande ? Ta vendo, cara: vc n suporta que os dois sejam questionados em aspecto algum. Nunca disse que os dois são ruins... ja falei longamente sobre. A tônica do Aderson era outra. Vc ta careca de saber. Mas, estranhamente, segue deturpando o que eu falo e me taxando de hater. N sei com qual objetivo.
  6. Luiz Melo

    PbP - UFC 231: Max Holloway x Brian Ortega

    Nego, minha ideia é muito simples. Veja: de tempos em tempos, em todos os esportes, surgem os gênios, os fenômenos, e isso é aleatório, ngm prevê. Aí o que to dizendo é q, tem épocas que surge uma safra mais sinistra que a outra, no futebol, em tudo. E aí, tem caras que nascem sozinhos nessas épocas e reinam, outros nascem acompanhados. N falo tentando diminuir os caras, n leve pra esse lado, mas veja o azar que o Cormier deu em ter nascido na mesma época q o Jones. N fosse isso ele era goat. O Gustafsson tbm. O Romero se n fosse o Whitaker. E, o ponto que to querendo dizer, é que acho foda quando um cara nasce na mesma era de uma lenda e vence com propriedade. Entende ? Tipo o Cormier vencer o Miocic daquela forma, o TJ o Barão, o Jones vencendo o Cormier. E aí q, pra mim, isso tem mais impacto que derrotas apenas os bons do momento. Eu n to querendo dizer que fulano é maior ou menor, como falei, nem ligo pra isso, mas acho sim q a coisa pode se aproximar mesmo estando distantes numericamente. Tipo o Whitaker, jaja ele perde pq teve a infelicidade de surgir na pior época. Esse menino tendo aprecido há 10 anos atrás teria uma grande história. Mas deu azar.
  7. Luiz Melo

    PbP - UFC 231: Max Holloway x Brian Ortega

    Colega, foi uma fala de efeito aplicável ao nível de simplificação de seu raciocínio. Eu acho que as épocas não são iguais, pq as condições das diferentes épocas n se reproduzem na mesma medida. Vc acha que não. Fazer o q ? Lide com isso, discorde, argumente, mas me respeite e siga sua vida. Foi só o presente que nos trouxe monstros como Messi e CR vivendo juntos e rivalizando em gols e feitos. Achar que as épocas são cópias umas das outras, e que se apresentam exatamente da mesma forma, eu n concordo.
  8. Luiz Melo

    PbP - UFC 231: Max Holloway x Brian Ortega

    Cara, o Edgar fez a melhor luta na categoria( a segunda contra o Swanson - o cara tava voando ), exatamentr após perder pra o Ortega - que estava apanhando e achou a cotovelada. Falar que o Edgar n é o mesmo apenas pq perdeu pra o Ortega é oportunismo, cara. Edgar tava vencendo a luta e foi pego num golpe de encontro: contexto que derruba iniciantes ou sexagnários kk. Dizer que ele só perdeu pq n é mais o mesmo n se aplica àquela derrota de maneira alguma. Como um cara que é top 3 de sua categoria é iniciante ? Moicano já é realidade. Vencer o Moicano é destacável pq ele é bom. É a mesma coisa que querer diminuir a vitória do Feijão sobre o Romero pq o mesmo só tinha 5 lutas na época.
  9. Luiz Melo

    PbP - UFC 231: Max Holloway x Brian Ortega

    Então Royce é maior que o Jones.😁
  10. Luiz Melo

    Marreta x Manuwa - luta completa

    Marreta é bruto demais, ta louco. Parece um bicho. Explosão, força, punch.
  11. Luiz Melo

    PbP - UFC 231: Max Holloway x Brian Ortega

    Ta vendo, veja as custas de que vc sustenta suas ideias, olha esses malabarismos, as ressalvas : iniciante Moicano; Edgar na descendente. Kk ta foda. N tenho dúvidas de que se o Max atropelasse o Edgar vc mandaria o famigerado : Edgar n émais o mesmo. Moicano ainda n é ninguém. Perecebe que sua retórica sempre ganha? Quando perde nos fatos, apela pras abstrações. Aí é fica foda debater. Vamos lá: o Edgar é expcional : mas nunca foi pleno- nunca reinou nos leves. Isso n diminui sua relevância, mas sustenta meu argumento : em momento algum da vida, ele teve o status do Aldo. Segundo: que eu n falei dele nem do Mendes - que são fenomonais e agregam muito à história do brasileiro. Esses dois caras tornam o Aldo maior que o Max. Eu falei de alguém do padrão Aldo - que ele, Aldo, n tem no cartel, e q, por isso o Max se aproxima, mesmo só tendo duas defesas de cinturão.
  12. Luiz Melo

    PbP - UFC 231: Max Holloway x Brian Ortega

    Porra , vey. Vc tem problemas severos de interpretação. Nem falei que ngm é maior que ngm. Eu disse que os cras de hj lidam com os piores cenários. Eu nem tenho essa meta louca de estabelecer um goat, como se por uma espécie de vaidade incontrolável, eu precisasse endossar de todas as formas a causa do cara que torço, e apenas torcer e bajular os maiores." - Só sou fã dos maiores de todos os tempos ". Na boa, acho isso bem infantil. Algo do tipo: o cara que torço é o melhor da história: seu feio. To cagando pra quem vai ser goat ou não. Kk Eu só mostrei que os contextos n são iguais, e q, por isso, a comparação não deve ser numérica. Se o Aldo é o seu salvador ou o deus da terra, se Anderson, Jones, RDA pertencem ao olímpo, isso n a feta em nada a minha vida, cara. Kk Parece de achar que to me derramando em ódio.
  13. Luiz Melo

    PbP - UFC 231: Max Holloway x Brian Ortega

    Sobre o papo de goat: acho que a comparação numérica é bem generalista. Por ex: Max tem um duas vitórias acachapantes sobre um cara como Aldo - um dos maiores de todos os tempos. E o Aldo nunca derrotou outro cara de seu cacife - alguém postulante a goat que foi o imbatível da época. Existem poquíssimos caras nessas condições. Tirar lutadores desse nível pra nada é destacável. Bater um Khabib da vida , um Ferguson, um Conor, tem muito mais peso que várias sequências de 3 ou 4 vitórias sobre caras bons, mas, comuns. Notem que o raciocínio é exatamente o mesmo quando alguém está em ascensão: avalia-se o nível dos rivais. Então, pra mim, o mesmo deve rolar na comparação entre campeões. As vezes, grandes lendas n derrotam atletas de seu nível( importância histórica e capacidade técnica ) pq, no momento, por conta das "aleatoriadades" de cada época, simplesmente n existiam um pares a altura. Acho que esse é um medidor importante. Alguns brilharam sozinhos, exatamente pq aquele momento foi providencial praquele reinado. N existe reinado sem contexto. E, felizmente, nesse sentido, teve gente que foi abraçado por Deus ou pelo destino. Ou seja, foi o atleta certo aparecendo no momento certo. Por vezes, vemos lutadores espetaculares, que nasceram no momento errado. Tipo o Thompson. Vejam o Whitaker: lutar com um monstro como o Romero duas vezes e vencer, sem dúvidas, engole umas 5 defesas de cinta do Anderson contra caras como Demian, Thales e Franklin. Imagine que ele bata o Gastelum e o Adesanya - que é absurdo . Isso n vai ter sido maior( peso da vitória, e n a forma) que vitórias sobre Okami, Griffin e cia ? Vejam que a propensão à derrota é muito maior exatamente por conta do nível que aumentou absurdamente. Obs : n quero transferir a discussão pra o Aranha, foi apenas a comparação.
  14. Luiz Melo

    PbP - UFC 231: Max Holloway x Brian Ortega

    N aquele cara forte e robusto, parrudo mas tive a impressão de que é um grande pra categoria. Como se fosse um leve que desceu. O Ortega ficou pequeno perto dele.
  15. Luiz Melo

    PbP - UFC 231: Max Holloway x Brian Ortega

    Uma coisa que notei : o Max tava gigante. Concordam ?