Luiz Melo

Membros
  • Total de itens

    819
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre Luiz Melo

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Luiz Melo

    PBP - UFC 229: Khabib vs. McGregor (6/10)

    E quem toma dois KD n desaprende a quedar ? O Nate tomou 3 e aguentou o tranco. Existem incontáveis lutas em que o atleta tomou KD e conseguiu derrubar ou reverter o atraso. Ele n derrubou pq n achou o tempo nem o contexto, e pq o double leg dele nunca foi bom - tanto é que no UFC n conseguiu grandes coisas derrubando.
  2. Luiz Melo

    Conor e Anderson querem se enfrentar.

    A galera aqui anda muito doida. Em Rory x Mousassi a coisa já foi desnivelada que beirou a injustiça - foi atropelo - o que dirá um ex-pena contra um médio q já lutou de meio pesado. Tão perdendo a noção ?
  3. Nem o Cigano( apenas o Werdum) nem o Miocic nem o Cain Velasquez nem o Overeem tem vários KOs via one punch. Posso concluir q a mão deles n é tão pesada ?
  4. Luiz Melo

    Conor e Anderson querem se enfrentar.

    Gente, na vamos viajar. Uma coisa é o peso bruto na balança outra é a muscularidade e o biotipo. O Conor com 86 kg n da meio Anderson com 86. A estrutura é outra. N faz sentido essa comparação. Um Conor com 84 kg teria ganhado água, estaria retido e com o bf mais alto - nada disso o faria rivalizar com um cara com músculo consolidado. Haveria grande diferença de força, adaptabilidade de tendões e ligamentos ao nível de força referente àquela categoria de peso e etc. Um caso parecido nós vimos com o Hendricks q era menor que todo mundo da catrgoria mesmo n conseguindo bater o peso. É como querer comparar um praticante de musculação recreativo que tem alguma qualidade e que pesa uns 80 kg com um bf de 14% com um fisiculturista com outra estrutura física com o mesmo peso e um bf de 8. Vcs tão colocando do lado o peso Bruto e isso despreza outros fatores.
  5. Luiz Melo

    Conor e Anderson querem se enfrentar.

    O Anderson é grande, nego. Na sua era, ele era o maior disparado. Com essa leva nova de monstros, surgiu uma galera parelha com ele, mas isso n faz dele pequeno. Anderson tava maior q o Brunson na última luta e o negão é forte. Anderson n tem estrutura de pesados ogros tipo Cormier, AJ, Jones, Manwa, Gustafsson e Ovince, mas tirando esses caras-( alguns a diferença nem seria grande) ele tem porte de meio pesado, sim. Sempre teve.
  6. Sobre o queixo do russo: a absorção parece ser boa; n houve nenhum acontecimento em suas performances que nos levasse a a pensar contrário. Blza. Mas acho que falta um pouco de "vivência no atraso"- e isso é meritório pq poupa o atleta e expressa superioridade. Mas o problema talvez surja daí. Tenho um pé atrás com esses caras que nunca travaram guerras. O russo apanhou muito pouco na carreira - sempre golpes pontuais - e nunca um prejuízo de atordoar e deixar assustado. Ele é bem favorito e todos sabemos o porque. Mas a grande questão é: como nunca lidou com o terror verdadeiro, nem com a iminência da queda; caso uma mão do Conor entrasse limpa e ele caísse de bunda no chão- a la Alvarez - será que a obediência ao gameplan e a frieza de sempre se manteriam? O psicológico que n quebra nunca continuaria intacto ou racharia ? Veremos...
  7. Somos dois. Tem cara mala em todo canto e isso independe de nacionalidade. Mas n acho o Gustafsson daqueles chatões. Ele ta tentando se manter em evidência. Já luta pouco, se n falar umas merdinhas ngm se da conta da existência dele kk
  8. Acho engraçado que todo mundo é chato, mediano, insuportável, superestimado, desonestos... mas os brasileiros são míticos e celestiais. Apenas ficam de saco cheio. Ai ai kk
  9. Porra kk passei dos limites... bíbliada peste eu mandei. Desculpa aí galera.
  10. Minha oposição ao Aldo é pq o acho meio durão e muito simples/ óbvio no que apresenta. Funcional, sim , mas óbvio tbm. Vamos lá : Não gosto daqueles passinhos curtinhos que ele vai dando até achar a distância pra então chegar na média e ficar plantado - acho uma abordagem relativamente "pobre"e n simpatizo com a estética do estilo. E é uma proposta que já se mostrou problemática e ineficiente contra caras de maior alcance e punch. Não importando o adversário, ele sempre fica ali na média suscetível à pancada. E isso denuncia um grande problema de adaptabilidade. Faça chuva ou faça sol, ele é incapaz de dar outro rumo ao combate. É aquilo ali e acabou. E acho que isso pode nos levar a questionar o nível de seu talento. Pra mim, em partes( veja bem: em partes) o estilo deu certo por anos, mais pq ngm tinha punch e tamanho pra rivalizar com ele do que por distinção técnica. Ele sempre foi o ofensor. O lutador de maior alcance, punch e explosão que fazia todo mundo caminhar pra trás. Notem que quando o cenário se inverteu ele caiu. Voltando aos passinhos: acho que isso empobrece seus ataques; ta sempre muito perto, n da uma grande passada de antecipação pra surpreender e cortar espaços de maneira furtiva. Algo que o Gastelum faz, Whitaker, TJ, Thompson. Por isso ele é tão acertável - por estar sempre muito perto. O Holloway apenas escancarou um problema crônico. Desde Hominick que ele engole dezenas de golpes. Sinceramente, preferia o Barão pq tinha uma abertura maior,e passadas mais longas pelo cage, era mais solto. Aldo nunca foi completo como fazem pensar que é ou que era. RDA sim é completo. Troca/ soca, chuta, clincha pra rechaçar as investidas em pé, amassa na grade, chuta como um jumento; chuta com a perna da frente, derruba, agride por cima, finaliza e explora o cage. É mais elétrico e se move melhor. Ele confunde o adversário por ser bem amplo no que oferece. Voltando ao striking: Pra alguém que usa a distância do ringue, que gosta de jogar bem próximo, é vital que ginga, fintas e movimentação de tronco estejam em dias. Tudo isso começa nas pernas. E o Aldo mesmo amando o boxe, conservou o estilo do kickboxing do ringue e n flexiona as pernas. Não varia as alturas, o padrão dos passos, n move o tronco. Acho que lhe falta ginga e a habilidade da coisa. Vejam o TJ, o Felder, o Whitaker. E n peca só na movimentação: se desquilibra todo quando cruza com a mão da frente. A evasão n é boa - é tradição sair levando soco por cima do braço esquerdo erguido. Foi assim com Mendes 2; Edgar 2 e Holloway 1 e 2. Os ângulos são simples. Ele basicamente vai pra frente e pra trás e só. Movimentação lateral ruim . Quando é atacado, n clincha, n se move lateralmente. Também n é raro ir pra o tiroteio e mandar uns cruzados feiosos como resposta. Veja o cruzado com a mão da frente q ele tentou logo depois de acerta o body shot no Setephens. Porra, quase cai... Os diretos são excelentes. Ele tem um timing foda pra os diretos. O kickboxing basicamente se resume a low kicks, que aparecem a cada eclipse solar. No fim das contas eu penso que ele é mais bem sucedido como lutador do que um cara fodão com técnica pra dar e vender. Pra mim, ele é mais físico do que técnico e amplo. Penso que o feijão com arroz que fazia trouxe um resultado grande devido à parte física que é acima da média. OBs: Não vamos emburrecer a coisa. De maneira alguma estou dizendo que ele é grosseiro tipo um AJ da vida; jamais. Mas acho que técnica e repertório estão atrás do atleticismo. É um cara bastamte forte e físico. O jogo pouco variado foi efetivo por ele ser explosivo e muito ágil. Tudo que falei o torna ruim ? Jamais .To desmerecendo o atleta ? Não. Mas vejo mais talento/habilidade em outros lutadores, que talvez n vinguem por n serem tão físicos. Pode ser... Por ex, um cara que é um nada na história em termos de feitos, e que pra mim mais habilidoso e talenteoso mesmo, é o Raafael Assunção. Enfim... é isso.
  11. Perfeito. Sintetizou e expressou tudo o que penso. Lutar parte de uma premissa de desafio, e todo desafio envolve tensão e riscos. Quando o cara perde de vista os desafios e não mais aceita as incertezas do processo, sua causa fica mais pobre e ele flerta com a covardia. Obs: essa postura chega a ser aceitável em se tratando de caras com anos de rodagem; carar que já foram surrados e que, comprovadamente não aguentam a nata. É o caso do Shogun, Vitor, Hendo - e veja que nenhum deles pega luta com um peso meio médio. Mas o GSP ? O cara não perdeu, está saudável, não é nenhum senhor decrépto, diz que quer voltar mas tem pesadelos com a possibilidade do revés. Isso é feio demais. Se fosse o Conor nego tava aqui o amaldiçoando até a oitava geração e rasgando o brioco. Kkkk
  12. Mas ele nem se testou, MV8. Esse é o ponto. N teve nem a curiosidade de se testar contra um jogo difícil. Poderia fazer uma ou duas lutas e pronto. Não ficaria sequelado com uma derrota. O foda é que ele veta de todas esse combate, como se perder fosse algo inconcebível pra ele. E isso pega mal. Pra mim é uma lida contrária a ideia de competição e a macheza que carecteriza os maiores cascas grossas da história - um componente que destacamos e admiramos quando alguém possui. GSP não é o Wand, Shogun, Minota, Barão... não saiu sequelado- poderia tentar. Fez uma boa luta com um cara bem maior e venceu. Não custaria nada encarar o Whitaker ou o Woodley - Isso só fortelace minha ideia de que posturas como valentia e comedimento dizem respeito ao contexto. O valente de ontem, era o cara que não tinha conquistado seu lugar ao sol - sem muito poder de barganha, e que por isso topava. Ou alguém que uma derrota a mais não faria tanta diferença. É o caso do Hendo... Cerrone, Hendo. Mas estando o valente no topo, tendo um legado, e feitos pra reivindicar um lugar na história, fica meio cauteloso cagão mesmo. É o natural das pessoas.
  13. Mas ele tem que arcar com o ônus da luta, Nego. Grandes campeões tem grandes responsabilidades. E se as dele são as mais pesadas, apenas estará lidando com os efeitos colaterais e contrarpatidas que os gigantes encaram. Ele ta visando um cenário que só traz bônus mesmo soando arregão - e acho que pega mal. Na hora pegar o Bisping ele comemorou a conquista da cinta, né ? Caso não queira isso, que continue aposentado, ou que vá pra o WWE que lá rola um ganha ganha.