SRFT

Membros
  • Content Count

    192
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutra

About SRFT

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Essa luta jamais vai acontecer. A não ser que o UFC quebre e para se salvar, precise lançar mão de um artificio desses, coisa que é praticamente impossível de acontecer. No mais, nem o UFC e nem a Amanda ganham nada com isso. Apesar de não gostar de postura pessoal da Amanda, ela de fato se tornou a maior lutadora de todos os tempos. Bateu todas as tops e dominantes do mma, inclusive a Cyborg. E diga-se, fez isso por mérito e não por sorte, exceto na luta com a Valentina que deram a vitória pra ela. Mas enfim, o curriculo dela é indiscutivelmente melhor do que de qualquer outra lutadora na história. Cyborg ficou anos invicta, mas tirando a Gina Carano, as demais oponentes não eram tops. Amanda bateu Valentina, Miesha, Honda, Holm, Cyborg dentre outras. E nem to falando dos dois cinturões que ela tem. Pra que vai lutar com a Cyborg???? Querer ver eu queria, mas entendo o lado da Amanda e do UFC. Não acrescenta em nada. Pelo contrário, o risco é só de prejuízo. Quando Lidell lutou com o Rampage no Pride, a situação era muito diferente. Pride era o topo e o sakakibara pensava em dinheiro, mas também tinha o lance da honra, do codigo do samurai, de fazer desafios e tal. Hoje o Ufc é o topo e seus objetivos se resumem a lucro. Ponto final. Dito isto, encerra o tópico.
  2. SRFT

    GIFS DEMIAN MAIA X BEN ASKREN

    E antes que foristas digam que ele só enfrentou desconhecidos e que quando foi posto a teste com atletas "tops", acabou perdendo, ressalvo que ele enfrentou campeões das suas respectivas modalidades da época. Até por que não havia ainda o crosstrainning naquele momento. Ninguém tinha noção de vale tudo, mma. Essa evolução do esporte e de treinamento só aconteceu depois, tanto que praticamente todos os lutadores de outras modalidades, começaram a treinar jiu jitsu. De fato foi graças a Royce Gracie, que o Jiu Jitsu explodiu para o mundo. Fato que por si só bastaria para ele ser o maior representante da modalidade no mma.
  3. SRFT

    GIFS DEMIAN MAIA X BEN ASKREN

    Com todo respeito à sua opinião, apesar de achar também que o Demian está entre os três melhores representantes de jiu jitsu da história, eu aponto o Royce Gracie como o maior de todos os tempos. Primeiro, porque ele lutou em uma época onde não havia limite de tempo, de peso e não havia praticamente regras. Lutava de kimono e foi o responsável pelo surgimento do esporte. Gostem ou não dos Gracies, mas foram as vitórias do Royce que motivavam e despertavam o público a assistir aquele tipo de luta e abriu os olhos de empresários para criar o mma. Por fim, até o ultimate V, ele finalizou praticamente todo mundo com quem ele lutou. Independente de tamanho, modalidade e ou peso.
  4. Realmente essa comparação entre a Bate estaca e a Cyborg é bem apropriada. Não sei qual era o game plan da Jéssica. Mas acredito que não deveria ser esse. A Cyborg reconheceu que fugiu do que a equipe havia planejado e pagou o preço. Acho a Bate estaca muito guerreira, muito forte, tem muito coração. É muito humilde e parece ser muito, mas muito simpática. Mas infelizmente, apesar dela afirmar que treinou pra caramba e evoluiu muito; que tinha outras/novas armas para mostrar, ela acabou mostrando o mesmo jogo unidimensional de sempre e a luta foi curta, não permitindo que ela mostrasse esse arsenal. Então, teremos que esperar uma próxima luta para avaliar essa evolução
  5. Não conheço os treinos dele, mas acredito que deva treinar várias modalidades além o boxe. Sei que é preta de Jiu Jitsu e tal. Contudo, o que vemos nas lutas dele, é que ele é um lutador unidimensional, que busca impor um jogo de boxe que já foi mapeado pelos oponentes. Simples assim. Ele mandou mal na declaração, pq quis desmerecer essa possibilidade para poder chegar mais perto de disputar a cinta novamente. Não gosto de quem quer subir desmerecendo os outros. Se ele quer a chance, tem que fazer por onde quando luta. Até pq mma se ganha lutando e não falando. Né?
  6. Dois pontos a serem destacados. 1. "Não penso no que passou". Pois deveria. Todo atleta deve olhar seu jogo independente de vitória e ou derrota para buscar evoluir. Sobretudo se vier de derrota, ai então deve focar bem nos erros que cometeu para corrigi-los. Ponto 2. " Ele mudou, é um cara diferente, mas eu também sou um lutador diferente (de quatro anos atrás)” . Respeito, mas não gosto desse tipo de declaração. Principalmente por que em quase todas a vezes que vimos algum atleta dizer isso antes de uma luta, ele acaba se apresentando exatamente igual.
  7. Michel é meu faixa preta de Jiu Jitsu, então acredito que possa contribuir um pouco sobre assuntos relacionados a ele. Vou tentar ser o mais imparcial possível. Talvez ele tenha sido mal interpretado na sua colocação. Quando estávamos em Rochester -NY, ele deu várias entrevistas afirmando que ele encara o mma como entretenimento, o que de fato o esporte se transformou. Ele é um artista marcial e como tal, ele tem a consciência do que o evento, público pagante, imprensa especializada e assinantes de pay-per-view querem. Ninguém quer ver lutas amarradas, técnicas, porém tediosas. Nenhum fã de mma quer isso, nem eu e certamente nem você. Então ele busca fazer com que as lutas sejam movimentadas e diferenciadas, atrativas. Ele também disse que sabe que haverão lutas, dependendo do oponente e do game plan desse adversário, que vão fazer com que ele não possa dar o show de sempre. O que demonstra que ele está consciente sobre isso. Ele também já declarou que como todo atleta que sobe no octagon, vai buscar a vitória. Ninguém vai ali pra perder. Mas, obviamente que se o caminho da vitória puder ser trilhado com performances que surpreendam e agradem a todos, ele certamente vai seguir neste viés. É o estilo dele. Como ele fala, ele lutou contra a correnteza. Quando muitos criticavam e diziam que o estilo dele não levaria a lugar nenhum, ele bateu o pé e disse que ia provar ser possível. E esse estilo levou ele ao UFC e a uma estréia que dispensa comentários. O Felder que estava como repórter naquele evento perguntou para ele durante a pesagem: Você acha que vai conseguir repetir no UFC a mesma performance de eventos menores? A resposta foi simples e direta: - Pode esperar que você vai ver!
  8. SRFT

    Amanda parabeniza Cyborg.

    Com todo respeito, mas isso não está correto. Amanda não ganhou com UM soco. Ela dominou a luta e trabalhou sequências técnicas e eficientes. Não foi sorte. Foi mérito dela. Aproveitou as brechas e fez um jogo inteligente, contundente e preciso. E olha que eu queria e quero muito ver ela perder e ser nocauteada, mas a verdade tem que ser dita. Cyborg foi passional e não lutou com técnica e estratégia que ela tem. Amanda enfileirou todas as ex campeãs e bateu a Cris. Ganhou dois cinturões distintos. Hoje a Amanda é uma grande lutadora. Já está na história do MMA geral, não só do feminino. Tem demonstrado evolução no jogo, vide a ultima vitória com aquela high kick na Holm. Cyborg não tem demonstrado a mesma evolução. Sou fã da Cyborg, mas acredito que ela tem armas pra vencer na revanche. Se ela jogar com a inteligência de luta que sei que tem, não se deixar guiar pelo emocional e soltar todo o jogo que ela tem, mesmo sem ter aparentemente evoluído, ela vence a Amanda e pela via rápida. Pq cá entre nós, ela não tem demonstrado tudo que sabe, ou tem?
  9. Cyborg tem razão. Se não vai ser tratada como a estrela que é. Sim, pq ela vende muito e todos sabem disso, que seja tratada ao menos com profissionalismo e respeito. o Dana não precisa gostar dela, mas tem que ser profissional e saber que certas condutas, comentários, de fato afetam a imagem do atleta. E, no caso, de um funcionário seu. O que pode causar prejuízos que refletem direta e ou indiretamente no próprio evento.
  10. SRFT

    Rumor: Conor Mcgregor x José Aldo ll no UFC 244

    Discordo. Se o Aldo espancar o Connor todos os rounds, mas bem claramente, dá uma amenizada boa.
  11. Talvez a pergunta possa ser inversa. O que será que o Rafael dos Anjos fez que o Cordeiro não queira mais treiná-lo??? Muitos atletas como muitos treinadores, não são exatamente aquilo que a mídia mostra. Câmeras On de um jeito e câmeras Off de outro.
  12. Eu acho que vai ser uma luta muito monótona, amarrada. O Askren aguenta porrada, vide a blitz que tomou do Lawler. A Joelhada do Marsvidal não conta pq foi de encontro e de cheio, quando um se projetou e o outro ia entrar nas pernas. O Demian troca melhor em pé, mas não tem punch e a idade pesa no quesito gás. Deram uma luta de "reabilitação" pro Askren na minha opinião. Um grappler de nome, para que ele possa amarrar a luta e levar por decisão.
  13. SRFT

    Salários do UFC 239

    Ela é uma lutadora muito top, está cada vez mais completa. Fato. Acho que todos concordam com isso. Mas para torcer por alguém, é necessário empatia, afinidade, identificação, admiração, dentre outras coisas. E nesse quesito, ela deixa ou deixava muito a desejar. Atitudes que transmitiam uma arrogância desnecessária e que atrai uma imagem negativa. Ai mesmo sendo brasileira, geral queimava ela por causa da postura.
  14. Achei a atitude do Ben Askren muito louvável. Não deu desculpas, reconheceu o mérito do oponente. Sabe que mesmo os golpes desferidos após e joelhada, também fazem parte do jogo. Assim, com respeito à opinião de todos, fico vendo algumas criticas sobre a conduta do Masvidal. Quem nunca subiu num ringue, num tatame, nunca competiu, nunca lutou, nunca saiu na porrada, não tem noção da adrenalina envolvida. Não tem noção de memória muscular. Analisar luta por vídeo, atrás de um teclado de computador e ou smartphone sem estas experiências é uma coisa. Os dois estão ali para subjugar um ao outro por meio de golpes contundentes ou finalizações. O arbitro está ali para conduzir a luta e PRESERVAR a integridade física do atleta. Cabe a ele interromper a luta. Não acho que excessos devam ser praticados, mas o tempo de análise e reação de um lutador tem que ser muito rápido. A luta durou só 5 segundos. 5 SEGUNDOS!!!! Nenhum dos dois tinha baixado a adrenalina ainda. Foi rápido e inesperado demais para todos, lutadores, arbitro, comentaristas, público. Não condeno o Masvidal por conta desse fato, acho que ele agiu no reflexo da adrenalina alta. Mesmo sendo atletas profissionais, não são máquinas. Possuem sentimentos e reações. Tanto que o próprio Ben Askren entendeu isso pela entrevista. Como exemplo de que tal função, de parar a luta é dever do arbitro, analisemos a luta dele contra o Robbie Lawler. Após aquela queda cinematográfica, Lawler desferiu uma sequência absurda de golpes. O arbitro não parou a luta. Se eu fosse arbitro naquela luta, talvez tivesse parado. Mas o Ben Askren aguentou a pressão e conseguiu ainda vencer a luta. Outra exemplo. Valentina e Pedrita. Valentina espancou a Pedrita. O arbitro demorou demais a parar a luta. Valentina foi desleal??? Não. Então amigos, acho que fair-play é devido e deve ser praticado, mas há questões e casos que não podem ser ignorados. Criticar sempre é mais fácil que tentar entender. E se exceder de igual sorte também o é.
  15. Cigano dificilmente ganha essa luta. Exceto se tiver um golpe de sorte como teve naquela luta contra o Velasquez. o Ngannou é outro tipo de animal. Apesar de ser um cara visivelmente cru no grappling, não imagino que a estratégia do Jr. seria levar a luta pro chão. Em pé, o Francis é muito mais agressivo, brutal, potente e efetivo. Ngannou por K.O. Fatality