SRFT

Membros
  • Content Count

    175
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutra

About SRFT

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Na minha opinião, não foi erro de estratégia não. Tava torcendo pelo Marlon, mas verdade ele não foi humilde em vários momentos antes e nem foi agora. Quem viu a luta, notou com certeza que depois que ele tomou aquele direto, ele não foi mais o mesmo. Até então, estava com um jogo bem sólido e eficiente. Acredito que não imaginava ou acreditava que seria acertado daquela maneira e ou que o Cejudo teria tanto punch, até porque falou do tamanho dele, que era menor e coisa e tal..... Então o erro não foi de estratégia, mas mérito do Cejudo. Eu acho que todo atleta quando compete, deve ser sincero consigo mesmo e com seus fãs e ter a humildade de reconhecer quando o adversário foi superior. Não gosto desse discurso que tira os méritos do adversário e atribui uma derrota a um erro de estratégia. Até porque se o erro de fato existir, não significa que o oponente vai saber capitalizar em cima deste erro. Né?
  2. Na verdade, isso se chama EFEITO PLACEBO. O TRT não garante só a vantagem física, mas ele envia uma mensagem psicológica ao atleta de que ele está em condições reais de enfrentar qualquer um e qualquer condição. E todos nós sabemos que o fator psicológico é fundamental em qualquer atividade rotineira, sobretudo no mundo das lutas. O que o efeito placebo não garante, é que o atleta vai reagir bem quando confrontado com uma realidade onde aquela crença de que ele está pronto, é confrontada quando se toma um atraso durante a luta. Mas sabemos que em linha geral, salvo casos pontuais, o Vitor USANDO o TRT normalmente não chega a essa confrontação, pois ele acaba liquidando as faturas antes de chegar nessa condição. Concordo com o restante. Mode T-Rex turbinado, a probabilidade é de dar Vitor. Sem TRT, Cosmo. Só acho que as categorias são bem diferentes, ou não?
  3. SRFT

    Dana White alfineta Jacaré e elogia Glover

    Não acho que o ranking vale alguma coisa. Tbm não acho que o UFC considere o ranking. O Dana não criticou o Jacaré por estar considerando o ranking nesse caso. Ele apenas usou esse critério pra dar uma lição no Jacaré que falou muito, recusou lutas pq achava que merecia o title shot de qualquer maneira. Simples assim. Foi tipo. Falou e fez tanto. Se achou. Na hora h, deixou passar.
  4. SRFT

    Dana White alfineta Jacaré e elogia Glover

    Não acho que o ranking vale alguma coisa. Tbm não acho que o UFC considere o ranking. O Dana não criticou o Jacaré por estar considerando o ranking nesse caso. Ele apenas usou esse critério pra dar uma lição no Jacaré que falou muito, recusou lutas pq achava que merecia o title shot de qualquer maneira. Simples assim. Foi tipo. Falou e fez tanto. Se achou. Na hora h, deixou passar.
  5. Continuo vendo foristas falando que o Borrachinha está nível abaixo do Adesanya e tal; que não enfrentou nenhum dos tops; que tem outros na frente dele e tal e por isso não teria chance dessa luta sair. Ao afirmarem isso, seguem uma linha de pensamento como se o UFC obedecesse um ranking e ou um critério justo de merecimento para dar lutas aos seus contratados. Como se devesse seguir um código marcial. Não é assim. O UFC não é esporte e pouco se importa com ranking ou merecimento. Ele é uma empresa que visa lucro e shows atraentes. Se uma determinada luta tiver apelo e perspectiva de um bom retorno financeiro, é essa luta que interessa. Prova disso é a provável luta do Cormier com o Lesnar. Dito isso, o Borrachinha independente do acham os haters, sempre se mantém em evidência e com moral junto ao evento. Fato, gostem ou não. No mais, uma luta com o Adesanya teria muito apelo comercial sim. Um é o campeão interino invicto, apontado como clone do Goat AS. O outro, é um prospecto invicto, com presença e que nocauteia na maioria das suas lutas ainda no inicio das contendas. Ambos estão se mantendo em evidência de uma forma ou outra. Por isso, tem tudo pra sair do papel. Talvez não agora, mas em breve. E se sair, acho que as chances são boas para os dois se impuserem o melhor do seu jogo um sobre o outro. Se o Borrachinha partir pra cima, achando logo a distância e conectando golpes limpos como o Gastelum conectou, suas chances são altíssimas. Esse é o melhor que ele faz. Se o Adesanya controlar a distância, a tendência é a luta se estender e nesse quesito, vejo ele como favorito. Não acho que o PB tem gás pra manter o nível de explosão 5 rounds. Mas o Adesanya tem jogo e resistência pra cadenciar e pontuar no mesmo número de rounds. Por fim, sou contra o trash talk. E acho que a critica que o PB fez ao titulo do Adesanya, foi desnecessária e de mau gosto. Foi pra criar polêmica e conseguiu atenção de todos, principalmente do campeão interino. Mas acho que pode se chegar ao mesmo objetivo por outras vias.
  6. Bem, o dedo no olho existiu. Certamente atrapalhou um bocado, mas não foi determinante. Edson vacilou por não ter acusado o golpe ilegal e pedido o tempo que tem direito. No mais, o ponto mais importante, na minha opinião, foi o titulo da postagem. Treinador de Barboza questiona dedada no olho. Acho que a forma como foi colocado, criou uma polêmica que não existiu. O treinador não questionou, ele comentou o que ocorreu. E foi muito respeitoso diga-se de passagem. Ao usar o verbo questionar, sugere que ele reclamou do golpe ilegal e que poderia estar dando uma desculpa. Coisa que não aconteceu e não é do feitio deles. Muitas vezes nós vemos títulos de matérias em vários veículos de comunicação; mídias especializadas; sites e etc., que não representam o seu conteúdo ou os fatos propriamente ditos.
  7. SRFT

    Dana White renova contrato com UFC por mais sete anos

    Eu acho que Dana foi super importante para o UFC e para o desenvolvimento do mma como um todo. Tudo que ele fez no UFC, refletiu e reflete na maioria expressiva dos eventos de mma em todo o mundo. Afinal, quase todo lutador de mma sonha em chegar no Ultimate. Acredito ainda que tudo que ele faz, absolutamente tudo, é proposital. O UFC não é um esporte como muitos falam. É um evento. É business. Visa lucro. Ponto final. Ele não tem nenhuma obrigação de ser imparcial. De fazer Justiça. De seguir ranking. Ele valoriza quem ele acha que dá retorno pro evento. É o papel dele e ele faz bem feito. Gostem ou não dele. No mais, as criticas que ele faz a lutadores, árbitros eu vejo como uma jogada intencional pra agregar ainda mais polêmica e manter o nome do evento sempre em discussão, como estamos fazendo agora. Ele é inteligente e muito competente. Ele não dá ratada como pensamos. Se fosse assim, ele não estaria mais lá e muito menos teria renovado seu contrato. Ele dá resultados e muito dinheiro para os proprietários do UFC.
  8. SRFT

    Dana White quer revanche imediata de Lawler-Askren

    Bem, vamos lá. Antes de mais nada vamos esclarecer dois tipos de apagão durante uma luta. Primeiro, por nocaute. Nesse situação o lutador desliga quando recebe um golpe e pode recobrar a consciência tomando um outro golpe logo em seguida. Todos aqui já viram isso acontecer em várias lutas. Isso, porque nem a circulação de oxigênio e nem a de sangue para a cabeça foram interrompidas. Segundo, por estrangulamento: Existem três tipos de estrangulamento, o que interrompe o fluxo de oxigênio; o que interrompe o fluxo de sangue e o que interrompe os dois ao mesmo tempo. Em todas essas situações, o atleta apaga e ao acordar, ele desperta com a ultima imagem que ele viu antes de apagar, por isso não entende o que aconteceu. Não tem como apagar num estrangulamento e acordar em seguida na mesma luta e continuar como acontece no nocaute, mesmo que tome uma pancada na cabeça. Isso, pq o corpo precisa de um certo tempo para retomar o fluxo normal de oxigênio e sangue. A pancada não faz isso. Dito isso, o Lawler não apagou, pq deu sinal de que estava bem (joinha) e quando foi solto, estava acordado e consciente. Sabia exatamente o que estava acontecendo. O braço caído é um grande sinal de que poderia ter apagado. Vacilo dele que sabe que sinais corporais servem para o arbitro interpretar a luta. Nesse aspecto, Robbie deu mole pq não reagiu como deveria. Deveria ter se mostrado na luta. Herb Dean não viu o joinha certamente pela posição em que estava, mas viu o braço. Fez naquele momento o que achou melhor, preservou o atleta. Em síntese, Robbie Lawler vacilou com a luta na mão; Herb Dean agiu certo e Ben Askren que não tem nada haver com isso, ganhou a luta. Mas pelo contexto da obra e pela polêmica, acho que deveria ter uma revanche sim.
  9. Acho que foi uma referência por ter sido garoto propaganda de uma campanha publicitária da rede de sanduiches Burger King. Talvez ainda seja patrocinado pela marca.
  10. O Michel é meu aluno. Meu segundo faixa preta de jiu jitsu. Acompanhei ele e o treinei desde a faixa branca e pra maior parte das lutas de mma dele. Hoje ele mora no Japão. Sempre gostou de dar show e de fazer esses movimentos. Se pesquisarem as lutas dele no youtube, verão que há muito tempo são marca registrada dele. E não é improviso. A gente treinava muito vários desses movimentos na academia, pra ele ter o tempo deles em situação real e a noção de distância. Acontece que só agora ele teve a sorte de cair nas redes e tá fazendo sucesso.
  11. Acho que o Aldo estava sem vontade de lutar e sem confiança. Estas vitórias contundentes parecem que deram um gás nele. Acho que se as próximas lutas dele tiverem resultado parecido, ele esquece essa história de aposentadoria e vai querer lutar pela cinta de novo.
  12. SRFT

    Zé Moraes: Wallid x Renzo vai acontecer

    Se acontecer, não vai valer tudo. Isso é obvio. O vídeos do Wallid treinando realmente são de lascar. A mentalidade de invadir academia, hj eu vejo mais como manutenção de um folclore criado no passado. Mais lenha pra promoção de luta. Quem quer invadir a academia de alguém não liga pra avisar e marcar hora. Vai lá e pronto. No mais, aponto leve vantagem pro Renzo. Não acho que vá ser uma luta de encher os olhos, mas vou assistir amarradão.
  13. Foi exatamente o que eu quis dizer.
  14. Hunrum. Oq ela tem demais? Movimentar no octógono bem não é sinônimo de trocar bem. Coisas relacionadas mas diferentes. A movimentação do Karatê é assim, base evasiva pra atacar no contra golpe. A trocação mesmo, na sua essência, pra mim é mediana. Qual o quesito que ele se destaca bem, acima da média? Socos? Chutes? Cotoveladas? Joelhadas?
  15. Na boa. Nunca vi nada demais nele. O lance é que ele tinha apelo visual. Cara malhado, com rosto de modelo e tal. Então tentaram capitalizar em cima dele como tentaram fazer com a Page Vanzant. Mas tecnicamente, nível mediano pra baixo. Pode evoluir? Sim. Mas tem que comer muito arroz com feijão ainda. Foi hypado e deu até onde pode. Vai lutar no One pegando alguns frangos e volta pro UFC. Simples assim.