Ninrod

Membros
  • Content Count

    359
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutra

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Verdade, ele nunca vai até o limite, tipo Nate Diaz ou Diego Sanchez.
  2. Também concordo com você. Como disse, é um conjunto de fatores. Mas a perda de pequenos percentuais nos quesitos força, velocidade, reflexo, cárdio mudam totalmente o atleta. É comum vermos entrevistas pré lutas de veteranos que dizem: "estou na melhor forma da minha vida", mas na hora da luta não e oque se vê. Cada caso merece uma análise específica dos motivos da queda de rendimento
  3. É interessante esse assunto de queda de rendimento. Acho que todos os fatores analisados tem seu valor para encontrar o motivo da queda. Mas tem um fator que também é primordial pra isso: é o fator fisíco/biológico. Cada tem pessoa tem um tipo de organismos que se altera conforme o tempo passa. Alguns perdem força muito rápido, outros perdem velocidade, outros perdem o reflexo. Vejam por exemplo o caso do Dan Severn, The Beast lutou até quase 54 anos de idade! 119 lutas, 96 vitórias. Como era peso pesado, dependia mais da força e técnica do que da velocidade e reflexo. Já outros aos 30 anos não conseguem mais lutar e alto rendimento. No caso do Barão, em razão da categoria que ele luta, as principais características são velocidade e reflexo. 2 ou 3 % a menos nesses quesitos, significam derrota certa. Quando o lutador entra na curva descendente do seu organismo, o melhor a fazer é parar.
  4. Ele sentiu prazer em espancar o frango irlandês e eu em assistir. kkk
  5. Vencer não é a palavra certa... espancar, triturar, passar o carro... assim fica mais correto
  6. Eu não entendo porque muitos aqui subestimam Zabit,. Em mina opinião, ele tem condições de ganhar de qualquer nessa divisão. Não é favorito contra o campeão, mas tem condições de ganhar sim e não seria surpresa
  7. Essas desculpas são difíceis até de ler... Erro técnico agora se chama Problemas pessoais? Perdeu pq desacreditou do oponente. Aquela esticada estúpida com os 2 braços erguidos foi pra que? Pra que serve fazer aquilo?? Fez isso num movimento de encontro ao oponente, tirou a própria visão e quando baixava não viu o cruzadão que acabou com o queixo dele. Perder daquele jeito é muita burrice
  8. Ninrod

    Conor McGregor vs Frankie Edgar

    Obrigado. rs Mas não foi análise, só um comentário rápido
  9. Neste sábado (19), Gabriel ‘Napão’ vai enfrentar Antônio ‘Pezão’ na luta principal do ‘Bare Knuckle Fighting’, evento de boxe sem luvas que será realizado na cidade de Tampa (EUA). Acostumado em participar de campeonatos de luta agarrada, o lutador agora vai se aventurar em um que tem a trocação como arma. Porém, um retorno ao MMA, esporte no qual não atua desdemaio de 2018, parece algo distante para o atleta. Em entrevista exclusiva, o ex-UFC afirmou que só voltaria a praticar a modalidade por uma boa oferta financeira. ‘Napão’ já teve seu momento de grande destaque no MMA. Em 2007, o faixa-preta de jiu-jitsu ficou perto de ser campeão do Ultimate, mas foi derrotado por Randy Couture na disputa do cinturão dos pesados. Então, 12 anos depois e atualmente com 40 anos, o lutador não se vê mais defendendo somente um evento desta natureza e credita seu retorno ao esporte somente em lutas esporádicas. “Pelo preço correto faria algumas lutas, não como carreira. Poderia fazer uma ou outra luta. Mas não penso em crescimento no MMA não. Acho que pela minha idade não tenho muito tempo para perder no MMA se o preço não valer a pena”, afirmou o atleta de 40 anos que fez 22 combates no Ultimate. De 2003 a 2018, a carreira de ‘Napão’ foi praticamente voltada ao MMA, esporte em que acumula a marca de 17 vitórias e 12 derrotas. Entretanto, antes disso, o lutador fez sucesso em eventos de jiu-jitsu, como no título do Mundial, em 2006, e luta agarrada, na segundo colocação do ADCC em 2005. “Já fui campeão mundial de jiu-jitsu e estou me preparando para tudo. Mas eu gosto é do jiu-jitsu. Mas nunca recusei luta e se a oferta for adequada da realidade, eu aceito. MMA, boxe, muay thai thai, wrestling, jiu-jitsu. Eu queria até lutar sambô, para ver como é. Nunca fiz isso. Quero é diversão”, afirmou o lutador. Porém, antes de pensar em outros compromissos, ‘Napão’ tem pela frente o ‘Pezão’, na luta principal do Bare Knuckle. Apesar do seu adversário ser um especialista na trocação e, portanto, poder se adaptar melhor nas regras do evento, o brasileiro confia que não entrará em desvantagem para esse duelo. “É uma luta boa, de boxe, com regra de boxe, com alguns detalhes diferentes. É um pouco mais tranquilo que o MMA. Mas não acredito que essas regras beneficiam alguém. São regras e nesse ponto somos bem parecidos, então não vai ter alguma vantagem para alguém”, completou. Das 29 lutas na carreira, Gabriel ‘Napão’ fez 22 no Ultimate, evento em que viveu grande parte da sua carreira como lutador de MMA. No entanto, a última vez que pisou num cage foi em 2018, no Russian Cagefighting Championship 2, em revés para Aleksander Emelianenko. Já no UFC, sua última luta foi em 2016, em derrota para Derrick Lewis. fonte: https://www.espn.com.br/mma/artigo/_/id/6204836/antes-de-luta-de-boxe-sem-luvas-napao-diz-que-so-volta-ao-mma-pelo-preco-correto
  10. Não vai conseguir nada entre os meios pesados. No máximo ficar ali entre os intermediários. Porém, quanto aos comentários sobre as falhas de teste antidopping de JJ e AS, só falou a verdade.
  11. Ninrod

    Conor McGregor vs Frankie Edgar

    Se rolar essa luta, Macgregor vence, principalmente pq tem envergadura bem maior e é melhor trocador.
  12. Cara, Mexe com essas coisas não,...
  13. Concordo com ele. Nunca perdeu quem parou cedo ou não lutou com o cara certo para o derrotar, ou manipulou as lutas. Fora isso, todos um dia perderão.